1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Pergunta sobre conceito do Linux e suas distros

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por DO2, 6 de Julho de 2007. (Respostas: 11; Visualizações: 896)

  1. DO2

    DO2 Power Member

    Boas Techzone.

    Tenho aqui uma pergunta rápida para fazer. Uma das razões pelo qual o Linux é conhecido é por ser Freeware, ou seja, grátis basta sacar e instalar, pode-se modificar e utilizar para fazer as nossas distros. Tanto quanto sei é isto. O Linux é quase como uma base para toda uma série de software free e open.


    Hoje em dia é possível ir ao site de uma distro e fazer o download da mesma. Muitas vezes tem várias versões como Server, Desktop e afins. Até já ouvi dizer que se pode pedir aos donos da distro para nos enviarem um CD para instalar, caso não nos seja possível fazer o download.


    Ao vasculhar o site da Fnac, vou à secção de Linux e vejo distros de Linux, OpenSUSE, Caixa Mágica e outros a preços exorbitantes. Distros que existem para download no próprio site.

    Agora pergunto-vos: A Fnac não está a infringir nada ou a ir contra os próprios princípios do Linux ao colocar tais preços sobre o seu software? Afinal como é que isto funciona?

    Obrigado :P
     
  2. Morais

    Morais Power Member

    Varias distribuições de Linux tem vários tipos de pacotes (a Mandriva até abusa neles, chega a ser pior que os Windows), tens a versão gratuita dos mesmos tipo OpenSuse, Mandriva Free Edition e afins. As diferenças encontram-se ao nível de software não GNU, como certos drivers, codecs e programas em si e no suporte técnico, este inexistente nas versões gratuitas.
     
  3. esquiso

    esquiso Power Member

    Em relação à pergunta, não. Tu pode pegar num CD de Ubuntu e vende-lo por 100000000€.
    No caso da Fnac, penso que o que eles vendem não é a distro em si mas sim o suporte.

    E só umas correcções (:D):
    A denominação correcta para o Sistema Operativo é GNU/Linux.
    O GNU/Linux é free, sim senhora. Mas acima de tudo, é Open Source
    O Linux, como kernel, não é base de nenhum software, apenas a base de um Sistema Operativo.
    Todo o que seja baseado em Linux não pode ser apenas free, tem que ser Open Source, devido à licensa sob a qual esta o Linux.
     
  4. slack_guy

    slack_guy Power Member

    As diferenças entre distribuições Linux incidem não sobre os pacotes que trazem, mas sobre as modificações que cada distro faz a esses pacotes - a começar pelo Kernel Linux.
    Por isso é que tens bugs em alguns pacotes numa distro e não tens esses bugs noutra distro. Depende da 'patchadela' que cada distro dá ao software original.

    Além disso, para tentarem tornar o sistema mais amigável - seja lá isso o que for - algumas desenvolvem os seus próprios programas para gestão e configuração do software e da máquina.

    Uma outra diferença é referente à organização dos ficheiros de arranque: SysV (fedora, suse, etc) ou BSD (slackware, archlinux(?), etc).

    De referir ainda as diferenças entre as formas de instalação que cada distro apresenta: umas que permitem seleccionar pacotes individualmente, outras que despejam tudo, outras que despejam o mínimo e outras que nem sim nem não; umas que têm o instalador apenas em inglês e outras em vários idiomas.

    Se queres saber o que é o Linux, atrave-te a instalar uma distro - uma qualquer, porque o mais certo é acabares por instalar e desinstalar distros até - ao fim de uns meses - acentares numa.

    À medida que fores aprofundando os conhecimentos em Linux vais ver que aprendes mais sobre informática do que todos os anos em que usaste windows (supondo que usas windows).
     
  5. int

    int Power Member

    Desde que não seja os CDs que mandas vir do site do Ubuntu de graça. Esses não podem mesmo serem vendidos, só de graça.
     
  6. CR_

    CR_ Power Member

    "Free as in free speech, not as in free beer." ;)
     
  7. esquiso

    esquiso Power Member

    Tens a certeza? Tinha mesmo a ideia que se podia fazer isso. Alias, as capas dos cd's não dizem nada em contrario.
     
  8. slack_guy

    slack_guy Power Member

    Só podes distribuir (vender ou dar) se incluires o source de todos os programas. Se os CDs que referes trazem os sources, não vejo onde esteja a limitação. Mas admito que esteja enganado, nunca vi um CD do Ubuntu.
     
  9. Conde

    Conde Power Member

    Por vezes veem-se distros a venda, mesmo as que se encontram grátis na net. Por exemplo, podes encontrar o Mandriva à venda, porque o vendem? Porque pagas a embalagem toda "pipi", um manual e ainda tens suporte incluído, de resto é identico ao que encontras no site para download.
     
  10. lothar_m

    lothar_m Power Member

    Nos casos em que existem empresas por tras de uma distro (red hat, novell, mandriva, red linux, etc) essas empresas tentam financiar-se pela venda de suporte e assistencia aos clientes e/ou venda de versões "especiais" do seu software. Essas versões, geralmente voltadas para clientes empresariais incluem software não gratuito (vem me à memoria o star office da sun).
     
  11. PrOdG

    PrOdG Power Member

    Se eu estou a perceber esta frase ("Tudo o que seja baseado em Linux" é uma construção algo esquisita) então o que dizes está errado. Há bastante software proprietário (closed source) para Linux.
     
  12. esquiso

    esquiso Power Member

    Tens razão, lido pela 2ª vez fica um bocado mal.

    O que eu queria dizer era que tudo o que contiver partes do código do Linux, tem que ser Open Source.
     

Partilhar esta Página