1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Petição pela reposição do GCompris no Magalhães

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por trmanco, 15 de Março de 2009. (Respostas: 34; Visualizações: 3240)

  1. trmanco

    trmanco Power Member

    http://blog.softwarelivre.sapo.pt/2009/03/11/peticao-pela-reposicao-do-gcompris-no-magalhaes/

    http://www.petitiononline.com/mod_perl/signed.cgi?gcomagpt
     
  2. souto

    souto To fold or to FOLD?

    Ah bom! Acho porreiro as notícias supersensacionalistas que se têm feito passar nos últimos dias, tipo arma de arremesso, relativamente a estes erros de tradução, mas falar das actualizações... 'tá quieto.

    É uma tristeza, só assim se sabe que é possível corrigir o problema, de forma fácil. Os media são uma vergonha.
     
  3. Gunn3r

    Gunn3r Power Member

    Na minha opinião o software vai ser retirado de vez pois o mal está feito e a comunicação social (e logo a boa ou má reputação criada pelas noticias sobre algo ou algum acontecimento) é poderosa demais.

    É duvidoso que interesse alguma coisa agora neste momento que o software possa ser actualizado e já traga as correcções. O mal está feito, os partidos políticos e todos os que deles se alimentam já atacaram e molestaram o pobre do Magalhães sobre algo que é basicamente um problema de localização do software Gcompris que (presumo eu!) está dependente de contribuições da comunidade.

    Acho que má publicidade já não livra da remoção do mesmo e estou com a ideia de que a Caixa Mágica provavelmente não irá ficar muito tempo com o contrato do Magalhães... a ver vamos.
     
  4. mbmdec

    mbmdec Power Member

    Esse tipo de erros não devia acontecer mas aconteceu e a solução deveria ser a sua correcção. O mais fácil é sem dúvida destruir.
    E Já agora aos manuais escolares que aparecem com erros. Seguimos o mesmo critério?
     
  5. skorzen

    skorzen Power Member

    É incrível o excesso de importância que esta notícia teve. O software em si é bom, e tem erros. Espantem-se: tem erros. Poupem-me! Nenhum software é livre de erros. Mantenham o computador actualizado que verão progressos. Já chega de lamentos.
     
  6. trmanco

    trmanco Power Member

    O problema é que alguns dos problemas nas traduções já tinham sido corrigidos.

    Actualização de software no mundo dos políticos e jornalistas estou a ver que não existe.

    Já agora, quando o Windows sofrer um "crash" ou deixar de funcionar, vamos desinstalar o Windows?
     
  7. Mitch

    Mitch Banido

    tu não viste os "erros", pois não? não eram de todo aceitáveis. uma coisa é haver um erro (engano), outra é um texto supostamente educativo escrito por alguém que de português pouco ou nada percebia.
     
  8. Miked

    Miked Power Member

    eu vi os erros, aliás, andei à procura deles mesmos em todo o software instalado no CM e não só no gcompris.
    agora, vos digo, sim há erros muito graves mas acho que não era caso para retirar o gcompris mas sim apenas actualizá-lo!
    para mim, muito, mas mesmo muito pior que os erros (que muitos deles não são assim tão perceptíveis, tirando uns "os opções"; "Agostot, Maro - in mozzila sunbird" etc) é a forma como as letras são ditas nas actividades do gcompris, não se percebe nada, mesmo nada do que o sujeito diz lol....:s

    mas retirar é errado, é bastante mas mesmo bastante educativo o software!
     
  9. Gunn3r

    Gunn3r Power Member

    Os erros do Magalhães apenas serviram como arma política contra o Governo.
    Não interessa para nada que na notícia se dissesse "Mas apesar desta falha crítica relativa ao ensino do Português no software incluído no Magalhães, a mesma já foi resolvida com uma actualização gratuita do mesmo. Segundo fontes do Governo e Min. Educação, será apenas uma questão de tempo até tudo estar resolvido."

    Nao teria impacto social e não seria noticia, entendem... como já disseram, é mais fácil destruir.
     
  10. trmanco

    trmanco Power Member

    Não foi só usado como uma arma contra o governo, também foi usado para destruir o software livre no Magalhães...

    O governo prefere "dar" dinheiro a uma empresa estrangeira do que a uma empresa nacional... é simples... quando não houver dinheiro nos cofres do estado português, chupa-se no dedo.
     
  11. Gunn3r

    Gunn3r Power Member


    Exacto... e é necessário ter em conta que quem toma este tipo de decisões não percebe nada de software, closed ou open-source. Quando têm um erro no computador do trabalho ou casa, mandam para o Dep. de IT ou pra loja da esquina. É similar aquela velha história de que os 95% de utilizadores que usam Windows só o fazem porque é o que vem instalado quando compram o computador (ou porque o vizinho arranja o mesmo pirateado).
     
  12. HiGhVoIcE

    HiGhVoIcE Power Member

    Pelo que vem hoje na revista do CM, o autor do programa desconhecia que havia este alarido à volta do seu programa, e por vários factores. A noticia:

    in Correio da Manhã
     
  13. Dark_Webster

    Dark_Webster Power Member

    Ya, tipo tem erros, mas alguém já experimentou mesmo o software? Acho que acima de tudo o software é intuitivo, só tive que escolher a linguagem das vozes em português (nota-se tão bem que vive em França)

    Atenção: Experimentei no Ubuntu, logo as traduções devem ser diferentes.
     
    Última edição: 15 de Março de 2009
  14. Nomearod

    Nomearod Power Member

    Teria ficado bem ao Expresso explicar ao cidadão comum como é que o desenvolvimento do programa e da tradução foram feitos. Infelizmente não vi em notícia alguma daquela altura uma explicação a dizer que o trabalho foi feito voluntariamente e sem remuneração e que qualquer pessoa pode ajudar a melhorar o programa.
     
  15. Pedrocas

    Pedrocas Banido

    Quando a primeira coisa que alguém faz quando adquire o Magalhães é formatar o disco e instalar um SO diferente, para que é que se vão dar ao trabalho de fazer uma petição a exigir que voltem a instalar um programa no portátil se depois vão logo apagá-lo de seguida?
     
  16. hellaxe

    hellaxe Power Member

    Mais um belo exemplar de como se pode "mandar abaixo".
    O pessoal da caixa mágica deveria ter revisto aquilo mas não é caso para retirar o software de lá se é assim tão bom. Eu ainda não o vi no da minha filhota.
    Agora por acaso vi de relance a noticia no jornal da rtp mas também ouvi qualquer coisa de como tinha sido já resolvido.
    O Expresso fez o mesmo??? Pergunto isso porque não vejo o Expresso.

    Só se o comprares na loja. Eu creio que o CM está bem naquilo. A filhota tem trabalhado e não se queixa. Mais uma coisa: é bem mais rápido que o windows.
     
    Última edição: 15 de Março de 2009
  17. Gunn3r

    Gunn3r Power Member

    Não interessa a distribuição que se usa... o Gcompris tem voluntarios próprios para traduzir o mesmo pois é agnostico em relação ao SO em que corre.

    Achas que alguém se importou em saber como é feito o desenvolvimento deste tipo de software? E se isso realmente interessa saber como noticia para o "cidadão José"?

    Que eu saiba o Magalhães traz Windows e Caixa Mágica em 2 partições diferentes, pelo menos foi o que vi quando estive a mexer num por breves momentos numa Fnac e também me pareceu que traz um programa parecido ao Gcompris também para Windows.
     
  18. armagedalbeebop

    armagedalbeebop Power Member

    sim vamos culpar o senhor que traduziu isso o melhor que podia :\

    outra questão é, o governo ou quem criou este projecto preocupou-se em criar software especifico para esta campanha? eu cá acho que não ( ok não sei mesmo ), isto é mais que esperado, ainda por cima em linux,está errado? corrige-se,
    o problema foi mesmo como isto foi pegado em primeira mão,como é obvio foi logo transformado em arma de arremesso
    o que nao falta para ai é más traduções(como está visto qualquer um pode fazer uma)
     
  19. arranjaram mais um gajo com a 4ª classe para traduzir?? :-D
     
  20. John Silva

    John Silva Power Member

    O Magalhães está bem como está e cumpre a sua função. Além disso e como já aqui foi explicado por um dos pais, o Caixa Mágica corre melhor do que o XP...
    Ter dual boot é uma excelente opção e faz com que as crianças tenha contacto com ambas as realidades desde muito cedo. Com isso, só temos a ganhar.

    Não me identifico com nenhum partido político, portanto, estou à vontade para analisar esta questão de forma imparcial. Este projecto do governo apesar de não ser perfeito, foi uma excelente iniciativa. Quem entender que deve aderir, que o faça, quem não quiser, também ninguém lhe vai apontar o dedo.

    Em relação à polémica em volta deste programa que continha erros ortográficos, tem de ser visto como uma guerra partidária onde os jornais e a televisão aproveitaram e mediatizarem esta questão para verem ainda mais "sangue". É uma pena ! Pois critica-se sem que haja o objectivo de melhorar a situação. É a típica crítica do bota-abaixo.
    Ainda não há muito tempo, e porque a memória é curta, tínhamos um Windows com mistura de Português e "Brasileirices" ( sem querer ofender os nossos irmãos Brasileiros...) e nunca ouvi críticas sobre esta matéria...

    Se o programa está corrigido, não vejo mal algum em o utilizar.
     

Partilhar esta Página