1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Multi Polymega-The world's most compatible game console

Discussão em 'Retro / Legacy / Arcade' iniciada por sniperfox, 8 de Setembro de 2018. (Respostas: 4; Visualizações: 729)

  1. sniperfox

    sniperfox Proud Donor

    Dei hoje de caras com um vídeo disto no YouTube, não conhecia.
    Um hardware onde pudemos usar, muitos dos nossos jogos retro originais, muito interessante.
    O preço não é muito acessível, mais módulos á parte para os cartuchos. Suposto sair em 2019, vou seguir com atenção para ver o que sai daqui.
    Deiam uma vista de olhos :

    Site oficial : https://www.polymega.com


     
  2. Slyzer

    Slyzer Power Member

    Há quem já tenha visto a funcionar na E3.
    A mensagem é demasiado confusa para o meu gosto, supostamente funciona por emulação por software mas depois há referência a FPGA nalguns módulos como as consolas 8 e 16 bit como acontece nas consolas da Analogue.
    Também há referência a uma loja online, parece-me uma mensagem confusa e a finalidade da consola pouco definida.
    Cheira-me muito a Ouya.
     
  3. JuMeSyn

    JuMeSyn Power Member

    Acho o mesmo, isto não me convenceu.
    E a situação da Sega Saturn, deixou-me com um pé bem atrás. Basicamente, disseram que corria Sega Saturn mas o que passou no trailer era a versão Arcade....:lol:
     
  4. JuMeSyn

    JuMeSyn Power Member

    Já estão a aceitar pre-orders. Neste momento, Sega Saturn totalmente compatível mas via emulação (acho que é o Medfanen) e não por FPGA. De qualquer forma, os vídeos disponíveis no YT são impressionantes, a meu ver.
    Outra coisa a favor é a possibilidade de fazer "dump" dos jogos originais para a consola, o que é um grande "plus" a meu ver.

    O grande problema são os custos de transporte para a Europa. Para Portugal, além dos 299 dolares, são mais 80 para transporte. Isso é demasiado...
     
  5. Embora digam que não usam o retroarch, mas sim emuladores licenciados (há uma lista nas faqs).

    No fundo não passa de um PC x86 com CPU Intel, distro linux com um front-end custom, um gamepad que se pode comprar em qualquer lado (da gamesir) e um interface para conectar os cartuchos originais.

    Nada de novo... E por $299 + o preço dos módulos e da alfândega... No thanks.

    A única coisa minimamente apelativa na minha opinião é o facto de se poder usar os jogos que já temos, mas tendo a opção de instalar os jogos na consola não vejo grande diferença (à parte da legal) entre usar um rumo dum cartucho que se tenha ali ao lado e uma dump duma rom.

    Tirando isso não há nada que a polymega faça que um PC ou portátil em 2a mão com uma distro de Linux tipo o Batocera não faça, tendo este a vantagem de suportar mais sistemas e no caso do portátil já ter um ecrã incluído.
     

Partilhar esta Página