1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Porque o Open Source é tão importante para nós utilizadores....

Discussão em 'Programação' iniciada por mundano, 19 de Maio de 2008. (Respostas: 30; Visualizações: 1871)

  1. mundano

    mundano Power Member

    Muitas vezes, quando olhamos para a beleza que são alguns programas proprietários em comparação com o que há no mundo open source, temos alguma tendência para esquecer o quão importante este é na defesa dos nossos direitos...

    Deixo aqui um caso que demonstra bem como com programas de código fechado facilmente perdemos o controlo daquilo que é feito com o nosso PC..


    Quando se começou a discutir as especificações das primeiras versões beta do Windows Vista muito se falou das restrições que estavam previstas na raiz do sistema à liberdade dos utilizadores..

    Muitos atacaram a Microsoft, outros disseram que os primeiros eram alarmistas e que o Vista era o melhor software que já tinham visto.. Etc.. Etc... O circo do costume..


    A verdade é que o sistema saiu e a maioria das tecnologias restritivas tem estado adormecidas.


    Mas aparentemente as coisas começam a mudar.

    Nos EUA, onde a TV digital de alta definição já é mais a regra do que a excepção, muitos tele-espectadores usam o PC como videogravador para gravarem as suas séries. Muitos usam as capacidades do Windows Vista Media Center para isso.

    Bem, ao que parece na semana passada algumas gravações da NBC Universal falharam.

    http://www.news.com/8301-10784_3-9943631-7.html

    Muito se especulou, até que a Microsoft reconheceu o que já se sabia..

    http://www.news.com/8301-10784_3-9946780-7.html?tag=nefd.riv

    O Windows Vista tem tecnologias que permitem impor a vontade das televisões sobre a vontade dos donos do PC. E sempre que uma estação de TV marque um programa como tendo gravação restringida o Windows Vista impede o utilizador de o gravar.


    É esta a bela imagem com que os utilizadores são presenteados:

    [​IMG]




    O mais triste é que estas tecnologias só empatam a vida a quem quer ver as coisas legalmente. Porque gravar um programa para ver mais tarde ainda não é proibido.. Os piratas contornam a situação..


    Enfim, ainda bem que eu não sou um dos milhares de americanos que pagaram pelos PC's e pelo Windows Vista, para agora descobrirem que quem no fundo controla a máquina é a NBC e não o dono.. Eu ficaria um bocado fo......


    Felizmente com Open Source este tipo de tecnologias que visam prejudicar o utilizador final nunca teriam sucesso. Porque sendo o codigo aberto alguém facilmente removeria essa parte do codigo e faria uma variação igual, mas sem a parte do codigo prejudicial..
     
  2. pedropcruz

    pedropcruz Power Member

    tipo eu li tudo com atenção 2 vezes... mas por exemplo.. o Virtual Box.. na parte dos Downloads tens a parte dos Binaries e tens as partes do Open Source... Eu nao consiguo perceber mesmo para que serve... gostava de saber..

    CumpZ

    RiTuAiS
     
  3. timber

    timber Zwame Advisor

    O DRM sem dúvida que é um exemplo clássico.
     
  4. mundano

    mundano Power Member

    Isto nem é bem DRM típico, porque o broadcast de vídeo não é codificado de nenhuma forma.. Tem simplesmente uma flag à qual o Windows obedece cegamente independentemente da vontade do utilizador.
     
  5. timber

    timber Zwame Advisor

    DRM é o acrónimo de Digital Rights Management.

    Pode não ser a típica protecção da cueca de ficheiros de música mas na minha opinião é claramente DRM.
     
  6. Romani48

    Romani48 Power Member

    contractos e muito dinheiro envolvido.. já era de esperar.. por exemplo isto acaba por ser lógico do ponto de vista das estações televisivas.. imaginem que a FOX por exemplo.. está a passar uma série.. digamos os Heroes.. em HD.. então vamos todos gravar a série.. no final sai a série em DVD.. e nós que até já temos aquilo em HD nem sequer pensamos em comprar.. ou seja eles perdem dinheiro

    Agora perguntam me:
    Defendes isto?
    Nunca!

    Se não querem que nós gravemos os tais programas.. não passem.. simples..
     
  7. skorzen

    skorzen Power Member

    Confesso que estava à espera de um texto melhor, assim que li o título do tópico.
    No entanto, dá para ter uma ideia do que se passa nesse mundo em particular, o das televisões.
     
  8. CrazyBomber

    CrazyBomber Power Member

    Já fazem milhões, mas nunca estão satisfeitos.
    Cancelam o que o público quer, em favor do que atrai mais dinheiro.
    Raios partam a Microsoft por enveredar por estes caminhos. Sempre usei a porra do Windows, desde o 3.1 até ao XP. Por este andar, quando o XP deixar de servir, não me parece que entre cá mais nenhum SO da Mitrosoft.

    Damn it Bill!! >(
     
  9. Romani48

    Romani48 Power Member

    Mas porque assumes que a culpa é da MS? Afinal estes limitaram se a bloquear um programa porque a estação televisiva lhes pediu.. não porque quiseram.
     
  10. DarkButterfly

    DarkButterfly Power Member

    Mas a Microsoft se fosse "boazinha" não acedia a tal pedido. Mas é como dizes acordos e guito por detrás.

    É a velha história do mexilhão 8|
     
  11. oscarolim

    oscarolim Power Member

    Ja re-li duas vezes, mas continuo sem perceber: os americanos (neste caso) pagaram o acesso à TV para ver o canal, e este apenas permite a sua reprodução e não a gravação. Se o windows media center ou outro programa qualquer permitisse a gravação. daria origem a uma ilegalidade. Por isso, novamente, nao vejo onde está o problema.

    Se não gostam assim, queixem-se das empresas televisivas e não de quem faz o software.

    O DRM existe para proteger a propriedade intelectual. Já se sabe que a mentalidade tuga é o de roubar o maximo possivel, mas para quem trabalha na área certamente sabe muito bem como não é nada bom quando vemos o nosso trabalho roubado.
     
  12. Sahaqiel

    Sahaqiel Power Member

    Na minha opinião não vejo nada de mal nesta situação. Se a NBC pensa que faz mais dinheiro desta maneira, é porque sabe que grande parte dos utilizadores não se importam.

    A Microsoft desenvolveu o sistema porque sabe que ia ter procura pelas estações televisivas. As estações enquanto não virem os lucros a baixar devido à aplicação de DRM também não vão mudar de ideias tão cedo.

    A lei do mercado vai decidir o futuro do DRM como alternativa na distribuição, portanto quando os utilizadores ligarem mais às suas liberdades, as empresas abrem os olhos.
     
  13. DarkButterfly

    DarkButterfly Power Member

    Já estive a ler isso, e acho que está a dar o dito pelo não dito. Por um lado apoia a inclusão DRM no Linux, mas pelo outro lado é contra este tipo de ferramentas, pois vai contra a liberdade dos programadores e não só.

    Uma das razões que me fazem usar Linux, é em primeira linha a liberdade que não encontramos em sistema proprietários. Pouco me importa se X canal de televisão quer restringir acessos. É possível "danificar" vídeos gravados pela televisão (ou pelo menos em teoria). Não sei se já foi desenvolvida tal tecnologia. Prefiro que criem (canais de de televisão) tal tecnologia, e assim impedir que qualquer pessoa grave o que quer que elas queiram impedir, do que ver o Linux "subjugar-se" a interesses.

    Mas lá está, para quem perceber de programação e deste tipo de tecnologia proibitiva, acredito que não terá qualquer dificuldade em modificar o sistema de forma a tirar essas proibições. O que acontece é que não poderá redistribuir esse "novo" sistema, sem que seja considerado ilegal.

    Muito sinceramente acredito que o Linus anda a ficar "choné", ou então com a mania das manias. Ele até pode ter sido o imaginador do Linux, mas este sistema não foi única e exclusivamente desenvolvido por ele. Aliás, só nestes últimos anos é que tem tido um papel mais activo. Portanto, pergunto, que "direito" tem ele de sugerir tal coisa?
     
  14. Armadillo

    Armadillo Folding Member

    Simples: se as tvs sao detentoras dos direitos de transmissao dos seus conteudos e dos próprios dos conteudo, se lhes apetecer proibir a gravação, É COM ELAS. O produto é delas e fazem o que bem lhe apetecer, como eu faço o que me der na tola com as macacadas que possa vir a produzir.

    Agora, como consumidor, nao ia achar nenhuma graça.
     
  15. esquiso

    esquiso Power Member

    Responde-se com isto:

    Se eu quiser ter um mecanismo de DRM no meu sistema GNU/Linux, não o posso ter porquê? Porque me proibem de o ter? Bela liberdade :rolleyes:
     
  16. PrOdG

    PrOdG Power Member

    esquiso, é exactamente isso.

    Essa "notícia" que o Armadillo postou não é nada que não se estivesse já à espera. Não é a primeira nem a última vez que lhe retiram frases do contexto e fazem headlines polémicos com elas. O nome Linus Torvalds ainda desperta muita atenção, infelizmente.
     
  17. DarkButterfly

    DarkButterfly Power Member

    Podes, e isso eu não "condeno". O que eu "condeno" é que, segundo, pelo menos daquilo que eu me apercebi, é que ele pretende incluir o DRM no núclo, ou seja virá em todas as distribuições. Isso é que eu não aceito.

    As empresas têm todo o direito a ter acesso ao Linux e modificá-lo para as suas necessidades. Tudo bem. Mas eu também tenho o direito a ter acesso a um sistema livre (liberdade de fazer o que quero). Julgo ser esta a filosofia do Linux.

    Mas ao colocar esse mecanismo no Linux, o mesmo código fonte teria que ser disponibilizado? Ou seria escondido? Aí já não seria de código aberto, mas sim meio fechado e meio aberto. Ou seja, nem um coisa nem outra.

    Pessoalmente, não é coisa que me arrefece, pois ultimamente tenho-me virado para o Solarias e FreeBSD.

    Mas não compreendo certas coisas. Nem sempre temos a essa capacidade, e calha a todos. Desta vez é a minha vez de não compreender.

    Abraços.
     
  18. esquiso

    esquiso Power Member

    Como deves saber, os kernels são (re)compiláveis.
     
  19. PrOdG

    PrOdG Power Member

    DarkButterfly, vai ler o que ele disse (o post original, não o resumo nesta thread), depois re-escreve esse post.
     

Partilhar esta Página