1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Portugal em 8º na velocidade de banda larga

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por MySeLf, 22 de Janeiro de 2008. (Respostas: 31; Visualizações: 1869)

  1. MySeLf

    MySeLf Power Member

    Segundo esta noticia da TEK portugal está em 8º lugar dos países do mundo no que toca á disponibilidade de banda larga.

    Será que estamos assim tão bem?!

    Cumprimentos,
     
  2. Salvador_

    Salvador_ Power Member

    a nivel de download medio penso que sim pelo menos a tipo de oferta dos ÎSP's agora o resto eh diferente... por exemplo acho ridiculo a largura de upload que os ISPs por ca disponibilizam... o aumento de largurda de banda da netcabo recentemente por mim podiam deixar-se de atirar golpes publicitarios... preferia ter 10 Mbps de download ai com uns 3 de upload do que ter 18/512 é ridiculo...

    agora impressionante no artigo eh o valor medio no japao !!!! eles tao todos ligados em LAN praticamente lol 96 Mpbs :wow:
     
  3. nexp

    nexp Power Member

    Pelo que entendo, este valor médio é da capacidade/oferta dos isps, como andam todos para ai nos tarifários mais altos a oferecer 24 ou 30 mb, devemos andar por esses valores na média. Agora, se isto fosse ajustado ao que os clientes têm ou podem ter, não em parece que de algum modo seja esse valor.


    nexp
     
  4. bluei16_

    bluei16_ Banido

    Nem mais. Acho que é uma comparação rid+icula só para por Portugal Num patamar superior. E mesmo que se considerassem as velocidades contratas, continuaria a não fazer muito sentido pois o verdadeiro interesse está nas velocidades reais

    Cumps
     
  5. nickie

    nickie Power Member

    Este tipo de análises é um bocado falaciosa. Acham que nos outros países têm toda a velocidade contratada? Acham que nos outros países a diferença entre download/upload é menor? Acho que não. Estou a morar no UK e posso dizer que a oferta portuguesa, de uma forma genérica, é bem melhor. No UK, salva-se o serviço que tenho (Be) que me dá 8mbits/1.3mbits com tráfego ilimitado (no entanto têm regras quanto a fare usage), mas mesmo assim por vezes anda pelos 2/3 mbits dependendo da hora do dia. Só recentemente a BT decidiu lançar um pacote com tráfego ilimitado (o melhor que têm até ao momento) e mesmo assim a velocidade máxima é de 8mbts. Para ter adsl tens que pagar o aluguer da linha à BT (quais Clix,Vodafone e afins...). Os preços é que não são (muito) maus.
     
  6. LMOF

    LMOF Power Member

    Uma coisa e' o que esta' no papel.. outra coisa e' o que realmente temos.. por exemplo eu, 24 MB's... e tenho cerca de 11mb's reais.. isto de manhã, porque para o fim da tarde.. cai para os 8...

    Velocidade não e' qualidade...
     
  7. nexp

    nexp Power Member

    o que eu quis dizer era que este tipo de análise não traziam nada de realmente informativo, não informa da realidade dos acessos à internet na generalidade, e não apenas em Portugal.

    É perfeitamente inútil e facilmente alterável. Se por exemplo, em Portugal todos os ISP's tivessem ofertas de 100mbits, mas que as condições técnicas limitavam o seu acesso a uma quantidade insignificante de utilizadores, nós obteriamos um melhor lugar.

    nexp
     
  8. Skywatcher

    Skywatcher Power Member

    Nem cá, nem em lado nenhum. Portanto os números dos outros países serão tão falaciosos como os nossos. A tecnologia funciona tão bem/mal num país como noutro. As leis da física não se alteram na fronteira.

    Concordo que o estudo perca um pouco de credibilidade por considerar a oferta existente ao invés da oferta contratada, mas as regras são as mesmas para todos, portanto...
     
  9. bluei16_

    bluei16_ Banido

    Errado. Por causa disso mesmo que mencionaste das leis da física é que estás errado. Se a velocidade máxima em relação à central pode ser (aproximadamente) calculada através de uma fórmula, imaginemos uma coisa do género:

    A velocidade max a 3km da central é 9mb. Em Portugal os isps oferecem 24mb de download e no UK 8mb. Portugal vai ter, para estas pessoas neste caso especifico, uma estatiscitica ridiculamente superior (13mb de diferença), quando na verdade so navegam a mais 1mb
     
  10. Skywatcher

    Skywatcher Power Member

    :arrow:
     
  11. bluei16_

    bluei16_ Banido

    :arrow:

    Este tipo de post é engraçado
     
  12. Skywatcher

    Skywatcher Power Member

    Um pouco = não a perde toda, pois há sempre conclusões que se podem extraír do estudo (ver abaixo), embora eventualmente não aquelas para que o estudo pareceria apontar à 1ª vista.
    as regras são as mesmas para todos = O facto do estudo se afastar da realidade das velocidades usadas de facto pelo utilizador médio, acontecerá em todos os países.

    O exemplo que apontaste é verdade apenas em alguns casos, noutros as pessoas estão de facto a ter acessos superiores a 8Mb ou 9Mb. Conheço muita gente a 12 (com o tarifário de 24), assim como conheço a 20 (idem). O facto dessas pessoas existirem (e poderem existir, pois a oferta existe) é que dá alguma importância ao estudo. Obvio que seria muito mais credível se a média fosse feita a partir das velocidades efectivamente obtidas por cada cliente, mas não invalida o facto de que em Portugal existem pessoas com velocidades efectivas superiores às sequer disponíveis em muitos outros países. Daí o tal grau de credibilidade que acho que o estudo mantém, ou, se preferires, o não perder toda a credibilidade.
    Mais claro agora?
     
  13. bluei16_

    bluei16_ Banido

    Sim, mais claro, acabaste por não acrescentar muito, penso que um estudo ou é claro ou não é. Não há meio termo, já por isso sou apologista do rigor e acho que é esse o caminho que se deve tomar. Se me dizes que o resultado de um estudo é mais ou menos este, certamente não serás de ciências ou, numa fase mais avançada, engenharia.

    Bom, só queria adicionar mesmo isto. Se o estudo é falível, e parece-me bastante óbvio que o é, não é credível. Se pensam o oposto, estão no vosso direito, acreditem no que quiserem :)

    Cumps
     
  14. Neptune

    Neptune 1st Folding then Sex

    É que é mesmo LAN. Têm essas ofertas, mas só entre eles é que usufruem delas. Se fizerem um download externo à rede, aquilo arrasta-se tudo.
     
  15. bluei16_

    bluei16_ Banido

    Nem sabes quanto é o upload deles... (nem se a velocidade é real)
     
    Última edição: 23 de Janeiro de 2008
  16. Paulo Truta

    Paulo Truta [email protected] Member

    Pois, porque nós ao fazer um download temos de pensar na velocidade de upload ''deles'' e não de download da ''nossa'', porque se reparares a velocidade de upload é sempre mais baixa do que a de download...

    OFF-TOPIC: Uma vez disse isto a um tipo da Sapo que andava para aqui a fazer o seu trabalho e dicou de boca aberta. Depois para não o deixar triste disse que valia a pena ter esta net porque dá para navegar em várias páginas ao mesmo tempo sem perder velocidade... xD

    Cumps ;)
     
  17. Paulo Truta

    Paulo Truta [email protected] Member

    Claro que não é real... achas? Se aqui não é, duvido que nos outros seja... Mas prontos, estamos em portugal e não me admira nada que nos outros as velocidades sejam melhores e aqui apenas ''supostamente'' melhores, porque vê-las, tá quieto!!!

    Cumps ;)
     
  18. bluei16_

    bluei16_ Banido

    Lol. Só depende da distância a que estás da central. Isto se as linhas estiverem todas boas e as ligações em tua casa bem feitas
     
  19. Skywatcher

    Skywatcher Power Member

    Ok, a ver então se com um desenho me consigo fazer entender pois parece que estou com problemas em fazer passar a mensagem.
    Se te quiseres cingir às conclusões que este estudo nos faria crer à 1ª vista, e se quiseres perguntar se é um estudo credível, em relação a essas conclusões em específico, então a resposta é não! Não é! Como é óbvio já ambos (junto com mais colegas de fórum) verificamos que o método utilizado introduz um desvio grande o suficiente a nível de erro para que as conclusões não possam ser tomadas em absoluto, sem qualquer relativização.

    O que eu também digo, e mantenho, é que existem conclusões (outras) que podem continuar a ser retiradas deste estudo, pois o enviesamento do mesmo não as altera grandemente. Estas novas conclusões chegam através da relativização das primeiras, tendo em conta o factor de erro (velocidade contratada Vs. efectiva) de que as mesmas sofriam. Isto é algo que se faz no dia-a-dia em vários estudos a nível de estatística, matemática, ciências e mesmo engenharia.

    Eu digo que o resultado de um estudo pode proporcionar várias outras leituras ou conclusões que não apenas a principal que se propunha passar. Sendo que neste caso essa até conteria erros.

    O rigor do qual és apologista dever-te-ia levar a primeiro informares-te sobre os teus interlocutores e apenas depois extrapolar sobre eles. Porque, essa tua certeza, posso-te dizer que não foi muito rigorosa... mesmo na fase mais avançada do termo. :)
     
  20. Skywatcher

    Skywatcher Power Member

    Pegando numa frase que gosto de usar, a tecnologia não é racista ;)

    Se tiveres as mesmas condições técnicas que alguém no estrangeiro (distância à central, ruído na linha, etc.) terás a mesma velocidade.
     

Partilhar esta Página