1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Portugal na Presidência da UE e os Jogos violentos

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por B3n3v3nt3, 15 de Junho de 2007. (Respostas: 23; Visualizações: 1164)

  1. B3n3v3nt3

    B3n3v3nt3 Power Member

    Que impacto acham que a presidência portuguesa na UE vai ter? Será que vão adoptar as medidas da Alemanha sobre os jogos violentos em todos os Estados membros e quais serão as consequências disso?
     
  2. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    Ou somos obedientes e fazemos como os "grandes" querem ou temos uma opinião própria...

    Infelizmente, se tivermos, deve ser algo muito católico e ao estilo paranóico :-D

    Existe um sistema de rating que os pais ignoram... eles têm é que sensibilizar os pais para os ratings e sugerir que se envolvam mais no que os filhos fazem.
     
  3. timber

    timber Zwame Advisor

    Acho que a nossa presidência tem mais com que se entreter que palermices destas.

    Tem pelo menos o assunto do tratado constitucional, as relações com a Rússia e a nova crise na Autoridade Palestiniana.
     
  4. lord_zed

    lord_zed Power Member

    A verdade é mesmo essa, ninguém respeita o rating dos jogos. Se o menino quer o GTA...leva o GTA..
     
  5. Crrash

    Crrash Power Member

    que tal ensinar aos pais os ratings e proibir vender jogos violentos a crianças? ... só acho é que muitos jogos 18+ bem poderiam ser 16+. as crianças já viram na TV sangue e mortes e palavrões mais reais e piores do que no pc.

    no outro dia um miudo de 8 anos pediu à mãe o liberty city stories. A mãe disse que não. será pela violencia? não, foi o preço (uma preocupação que tambem pouco vejo cá).
     
  6. lord_zed

    lord_zed Power Member

    Não quer dizer que a violência presente nos jogos, influencie de alguma maneira as pekenas mentes dos miudos, mas é possivel que uma minoria seja influenciada.
    Os papas e as mamas deviam saber se o seu fllho de 14 sabe distinguir a realidade do jogo, da realidade do dia a dia..é 1 questão moral..
     
  7. abc

    abc [email protected] Member

    Estás a esquecer-te da questão iraniana também. O Ahmadinejhad manifestou várias vezes o seu interesse em dialogar com a UE assim que Portugal estivesse na presidência. Aliás, aparentemente foram comemorados no Irão, os 600 anos (salvo erro) das relações entre Portugal e o Irão e até abriram um curso de língua portuguesa na Universidade de Teerão. Isto pode ser um monte de balelas mas sinceramente, acho que dentro da UE, existem poucos países com um perfil diplomático como o nosso no que diz respeito aos países árabes. Na minha experiência pessoal em viagens a países árabes, vi bem a diferença com que tratam ingleses, americanos, franceses, alemães, etc e nós...
     
  8. Yggdrasil

    Yggdrasil Power Member

    Há assuntos bem mais relevantes a abordar pela presidência portuguesa, duvido que em seis meses encontrem espaço para tratar desse assunto. No entanto, se se mostrarem teimosos nisso, vai ter que haver uma mobilização de jogadores nos 27 Estados membros para mostrar que estamos em total desacordo com isso.
     
  9. Cage57

    Cage57 Power Member

    Epa e assim, proibir axo k e estupido mas podiam fazer cm fazem o alcool ou o tabaco, se um jogo fosse para maior de 16 anos ou 18 entao so podia comprar km tivesse mais ou igual idade, e uma ideia um pouco absurda mas a meu ver uma ideia k devia ser implementada, sempre e melhor isto k tirarem os jogos violentos ao ppl de uma vez, mas e claro s nao ha venda dos jogos entao um gajo sabe aonde os ir buscar nao e verdade?
     
  10. Crrash

    Crrash Power Member

    hehe o que a falta de acentos pode fazer ao signifcado das palavras :-D


    realmente, em termos de politica não somos os melhores, mas hoje em dia qual pais tem uma politica boa?
    Diplomacia, isso é que conseguimos. fazemos amigos na africa, na india, no japão, no macau (enquanto a inglaterra segue os nossos barcos e lá vai conquistar tudo), "chateamo-nos" com os espanhois e depois ficamos "amigos" na mesma, deixamos judeus e outros perseguidos fugir por cá e fazemos como se não soubessemos, deixamos fazerem encontros secretos de resistencias e espiões, deixamos os americanos aterrar no nosso territorio. Em suma: somos amigosde toda a gente, a não ser os ingleses que ainda estão chateados porque nós os vencemos a maior parte das vezes no futebol
     
  11. timber

    timber Zwame Advisor

    Sabes o que se diz na zona do Dubai quando as crianças não querem comer?

    "Se não comes chamo o Albuquerque"

    Até fiquei KO quando me contaram isto
     
  12. Anoni Mus

    Anoni Mus I'm cool cuz I Fold

    isto da violencia e dos da idade que dao nos videojogos tem a ver com as mentes, eu por exemplo tenho 15 anos e tenho o GTA que me influênciou, no outro dia tava a andar normalmente vejo um policia á minha frente tiro-lhe a pistola rapidamente e fujo, com essa pistola já matei 3 pessoas, TOU NO GOZO.:007:

    Mas sinceramente acho que sei distinguir os videojogos da vida real embora esteja viciado em COD2 e de vez em quando imagino que ta um gajo de sniper num telhado á minha frente e eu começo a fingir que o mato com outra sniper (mas isso n tem a ver com a violência, isto é só vício.
     
  13. abc

    abc [email protected] Member

    Wow... Com essa é que me tramaste. ;)

    Mas há que ver uma coisa, na maioria dos casos de passados históricos nefastos e conflituosos, com o passar do tempo as coisas amenizam-se ainda que esse tipo de amargos residam para sempre nas memórias e mais vale ter essa vivência comum que passado nenhum. É verdade que muitas vezes isto não acontece mas acho que não é o caso.
     
  14. timber

    timber Zwame Advisor

    Julgo que nem eles sabem quem será o tal do Albuquerque.

    Outra com piada foi um amigo meu que está baseado em Macau enquanto visitava um local algures pela Malásia, zona totalmente muçulmana como sabes, encontrou uma cidade quase um enclave onde a festa anual incluía uma matança do porco e respectiva comezaina e onde a população tinha "estranhas" características como olhos azuis.
     
    Última edição: 15 de Junho de 2007
  15. KOKAS

    KOKAS Suspenso

    nao se compra nas lojas,compra-se via internet..quem perde com isso é a economia portuguesa.
     
  16. Blackened

    Blackened Power Member

    Sinceramente, preocupa-me mais saber quem é que o Benfica vai comprar para ponta de lança :007:

    Legislação já existe, o problema é que hoje em dia 90% dos pais se estão a ca*** para os miúdos.
     
  17. Jeust

    Jeust Colaborador
    Staff Member



    ahahaha se eles dizem k vão fazer, bem podes esperar sentado... Primeiro que se façam os estudos (de anos) acerca das medidas a implementar e do seu impacto.

    E tb depois vem o lobby das empresas relacionadas com o mundo dos jogos... perde-se mto dinheiro com leis severas... não sei se vai acontecer grande coisa :p
     
  18. abc

    abc [email protected] Member

    Não é ao acaso que somos os pais da globalização. Quando vejo esse tipo de fenómenos fico sempre impressionado com a clarividência de personagens históricas como o Padre António Vieira por exemplo, que de certa forma previu o fenómeno.
     
  19. Yggdrasil

    Yggdrasil Power Member

    Offtopic: Quando um empresário português, nos anos 70, foi a um estado do Golfo (não sei qual, provavelmente ao Koweit, aos EAU ou Bahrain...) encontrar-se pessoalmente com o emir local para investir naquele país, o emir disse que o queria ver a brandir uma espada porque na imaginação local, os portugueses eram grandes espadachins - se fosse outro homem qualquer a fazê-lo, iria parar à prisão ou seria condenado à morte por ter exibido uma arma em frente ao emir. Mas o homem queria mesmo ver um português com uma espada.

    Ontopic: o António Costa já não é ministro, ele agora está *tosse* totalmente dedicado *tosse* a Lisboa *tosse tosse* :-D
     
  20. Vandrare

    Vandrare Power Member

    Quando estive no Canadá, fui à casa de uma pessoa em que o filho de 4 anos já andava a jogar GTA 3 na playstation 2 e os pais nem se importavam...enfim.
     

Partilhar esta Página