1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Preços do Wi-Fi na Europa baixam a ritmos diferenciados

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por RavenMaster, 8 de Novembro de 2004. (Respostas: 0; Visualizações: 653)

  1. RavenMaster

    RavenMaster Power Member

    "O Wi-Fi na Europa conheceu nos últimos meses um desenvolvimento acentuado, acompanhado por uma descida de preços do serviço, que ainda assim mantêm níveis elevados, comparativamente aos Estados Unidos e à Ásia.

    Segundo um estudo recentemente divulgado pelo BroadGroup existem na Europa 27 mil hotspots, dos quais 122 foram aqui analisados pela consultora nos 28 países de contagem, revelando um decréscimo generalizado nos preços praticados, sobretudo nos modelos de acesso para períodos de tempo mais longo, as menos usadas no velho continente.

    O preço médio para utilizações de uma hora ronda hoje os 5,74 euros, numa queda de 11 por cento face a valores de Janeiro, na segunda modalidade de serviço mais usada (períodos de 24 horas) a descida de preços ronda os 56 por cento, enquanto a utilização mensal caiu em média 37 por cento.

    Os principais cortes sentem-se, no entanto, ao nível das modalidades com menos procura como duas horas, três horas e um ano (onde o preço caiu para metade), sublinha o estudo que identifica como prática comum na Europa as ofertas para períodos de tempo mais reduzidos.

    O documento nota ainda que a generalidade dos operadores com ofertas nesta área na Europa, opta pelos modelos pré-pagos em detrimento da subscrição de serviço. Cerca de 77 por cento das ofertas analisadas seguem esta tendência.

    A Alemanha, França e Reino Unido lideram no número de antenas disponíveis, dentro do universo de países analisados com 68 por cento dos hotspots existentes. No conjunto dos países o estudo identificou 122 operadores com ofertas WI-FI, dos quais 30 controlam 58 por cento da oferta. "


    fonte
     

Partilhar esta Página