1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Programar C++ em Ubuntu

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por OubeLa, 1 de Agosto de 2007. (Respostas: 18; Visualizações: 9330)

  1. OubeLa

    OubeLa Power Member

    Eu programo em C++ mas em Ambiente Windows. Uso o Dev-C++ bem como o Visual C++ 2005. Também já usei o Eclipse, mas não gostei.

    Quais as vantagens de programar em ambiente Unix?

    Como ainda não estou muito por dentro do assunto, gostaria que me ajudassem. Preciso de instalar algum IDE no Ubuntu ou já está instalado? Se sim onde o posso ir buscar? Sei que o Ubuntu já traz o gcc e o g++. Preciso de mais alguma coisa?

    Desculpem lá tantas perguntas, mas sou novo no mundo Linux, já sei algumas coisas, mas tem que ser aos bocados xD Desde os meus 5 anos a usar Windows e MS Dos, mas agora decidi experimentar outras coisas.
     
  2. madskaddie

    madskaddie Power Member

    Se fores programar para ambiente exclusivamente Win, não vejo qualquer utilidade... Mas: se quiseres fazer código portável ou se quiseres precisares de threading ou multiprocessing, não vejo melhor que sistemas que implementem standards como o POSIX. Nunca usei o windows para isso, mas já ouvi falar mal (MUITO MAL).

    Não existe nenhum IDE standard no mundo UNIX. Existem vários como o Eclipse, o Kdevelop ou o anjuta. Mas muita programação é feita em editores de texto como o Emacs ou o Vim.

    Vais sentir um problema: Linux is not a free windows, visto que claramente tens maus vícios :P
     
  3. Heron

    Heron Power Member

    Se estás habituado ao Dev-C++ dá uma vista de olhos ao Code::Blocks (também existe para windows).
     
  4. CR_

    CR_ Power Member

    Se não tiveres gcc e o g++ basta fazeres na consola: #aptitude install build-essential

    Tens aqui alguns IDE's (vê os que te servem):

    IDEs:

    - Geany
    - Emacs
    - Vim
    - Quanta - web development
    - Eclipse - Um pouco pesado por usar java mas com bastantes opções
    - Anjuta
    - Kdevelop
    - EasyEclipse - Eclipse simplificado a adaptada ás necessidades de cada um. Link dado por magician
    - NetBeans - Java IDE. Link dado por magician
    - CSSED - IDE de CSS. Link dado por magician
    - Code::Blocks - free C++ IDE

    De qualquer maneira uma pesquisa no google dá-te muitos resultados :)
     
  5. Rui_Carlos

    Rui_Carlos 1st Folding then Sex

    eu não chamaria IDE ao Vim (apesar de que, com tantas extensões, também já não fica muito longe), mas parece-me claramente a melhor alternativa :D

    em conjunto com mais umas aplicações, como o make e gcc, não há melhor...
     
  6. El_UnO

    El_UnO 1st Folding then Sex

    Eu faz-me impressão programar em win...sinto a falta da shell com cores e poderosa, do emacs, de ferramentas como o make/makefiles, do CVS, etc. Sei que praticamente tudo o que referi também se pode ter em windows, mas não é a mesma coisa :D

    Quando tiver projectos assim maiores aí começo a usar um IDE bonitinho e completo, tipo o Eclipse, até lá é tudo á patex :P
     
  7. slack_guy

    slack_guy Power Member

    O Vim não é um IDE.

    Bom, eu lido com projectos com centenas de ficheiros (quase todos Perl) e o Vim dá conta do recado.

    [​IMG]
     
  8. HecKel

    HecKel The WORM

    slack_guy, não és nada biased :205:

    Por acaso adoro usar o vim, em gnu/linux é dos editores que mais uso ;) Emacs nunca fui muito à bola...

    @tópico, é pá, só pelo facto de teres menos mariquices e pelo próprio ambiente a tua produtividade aumenta, não é que Windows seja mau para quem programa, até é, mas GNU/Linux é para quem gosta de trabalhar, Windows é para quem gosta de estar no PC.

    HecKel
     
  9. xtr3me

    xtr3me Power Member

    Não é assim tão linear.

    Primeiro por causa das tecnologias e linguagens "proprietárias" da Microsoft como o C#, .NET, etc.

    Segundo, e este mais na linha do tópico, tenho de dizer que já tendo programado nos dois SO, foi precisamente por causa disto que considero o Visual Studio como a melhor ferramenta da microsoft e um IDE de topo, seja de que plataforma falemos.

    Tudo isto porque anula a necessidade de estar a criar uma makefile à pata. Desde que tenhamos todos os ficheiros organizados dentro do mesmo projecto, ele cria as próprias linkagens. Compilar um projecto inteiro seja com 2 ou com 200 ficheiros é tão simples como clickar com o botão direito do rato sobre a solução (é o nome "técnico" no VS) e fazer build. As simple as that.

    De qualquer maneira, continuo a preferir o linux para desenvolvimento.

    Projectos pequenos, Vim sem dúvida. Poderosíssimo. O problema do vim é a aprendizagem inicial, mas depois de estar controlado ... é mesmo muito poderoso.

    Para projectos maiores um ide é precioso. O Eclipse é bastante aceitável, mas tens o kdevelop (se usares kde). Para já o eclipse vai fazendo o que lhe compete.
     
  10. madskaddie

    madskaddie Power Member


    Só se for o IDE, porque, pelo menos 'OutOfTheBox', o compilador aceita tudo e mais alguma coisa sem se queixar. E a linguagem desse compilador é Ms Visual C++, e não C++: it SUCKS! Quando trabalhava mais na programação fiz uma app nessa coisa, e depois quis portar para LINUX... e foi terrível... de tal forma que nem tive paciência. A partir de aí, nunca mais utilizei nenhum compilador que não fosse o gcc (g++) e o MingW. Ah, e a app era uma app OpenGL e eu metia meshes com alguns milhares de pontos directamente no código (por preguiça, eu sei que não devia ;) ) e alguém teve que descobrir que no sitio XPTO tinha que colocar-se um parâmetro qualquer para compilar mais X linhas.... que desgraça!
     
  11. xtr3me

    xtr3me Power Member

    Sim. O compilador é mais "complacente" com coisas não ansi.
    Por isso é que convém sempre programar de acordo a norma ansi ;)
     
  12. Xtrg_32

    Xtrg_32 Power Member

    Boas.
    Alguem me pode ajudar. começei a usar ubunto e a fazer trabalhos de programaçao em c++ mas nao consigo correr os programas.. cria um ficheiro objecto mas nao sei como correr o programa.
    cumprimentos
     
  13. mauro1855

    mauro1855 I'm cool cuz I Fold

    Epá, não sei se é a mesma coisa, mas eu cá uso este software (para C):

    https://fenix.ist.utl.pt/disciplinas/pro3/2009-2010/1-semestre/software
    Caso seja a versão 9.04: https://fenix.ist.utl.pt/disciplinas/pro3/2009-2010/1-semestre/faqs/kdevelop


    Cumps
     
  14. Aparicio

    Aparicio /dev/mod
    Staff Member

    Se já tiveres o executável é só fazer ./<nome do programa>
     
  15. xetiro

    xetiro Power Member

    1) g++ -c nome_do_programa.cpp (compila e cria o ficheiro objecto)
    2) g++ -o nome_do_programa.o (faz a linkagem e cria o executável)
    3) ./a.out (corre o executável)

    Isto partindo do principio que não queres gerar o executável com um nome expecífico. Caso queiras basta fazeres:

    2) g++ -o nome_expecificio_do_executável nome_do_programa.o (faz a linkagem e cria o executável com o nome expecifico)
    3) ./nome_expecifico_do_executável (corre o executável que expecificas-te)
     
  16. mauro1855

    mauro1855 I'm cool cuz I Fold

    Pode fazer isso pela consola, ou pode usar um ambiente de desenvolvimento... Deixa de precisar de fazer comandos na consola. Então se o programa tiver multiplos ficheiros .c e .h mais complicado fica fazendo isso por comandos.

    Cumps
     
  17. Aparicio

    Aparicio /dev/mod
    Staff Member

    É para isso que servem os Makefiles.
     
  18. Dkid

    Dkid Power Member

    Boas, experimentei à poucos dias o Qt SDK da nokia http://qt.nokia.com/

    E até gostei, embora C++ não seja a minha linguagem, do pouco que consegui fazer gostei.
     
  19. Meados

    Meados Power Member

    Para programar em C (as opções devem ser semelhantes ao c++), comecei com gcc + gedit, mas depois de algum código comecei a "atrofiar" com aquilo, e mudei-me para o completo Eclipse, pois já tava habituado a ele devido a programação java. E digo que foi o melhor que fiz, está mesmo muito bom e facilita a vida a quem quer programar programas não muito pequenos.
     
    Última edição: 14 de Maio de 2010

Partilhar esta Página