1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

proxy netcabo, sapo, telepac?

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por anonymopt, 29 de Março de 2007. (Respostas: 12; Visualizações: 3636)

  1. anonymopt

    anonymopt Power Member

    alguem sabe de algum proxy a funcionar netcabo / sapo / telepac ?
     
  2. null-fact

    null-fact What is folding?

    Pública? Dúvido... Depois daquilo que houve de abusos de proxy's abertas, acho que o pessoal aprendeu a não utiliza-las. Digo eu né! :)
     
  3. anonymopt

    anonymopt Power Member

    pois.. mas neste nao havia grande problema de o ppl ver as coisas... era so mesmo para ppl que não é da rede sapo poder aceder a conteudos dela... ng quer fazer um? XD
     
    Última edição: 29 de Março de 2007
  4. cula_ru

    cula_ru Power Member

    boas.. estava pesquisando acerca da utilização de proxys na rede sapo, isto porque já passei os limites de trafego no inicio do mes, e agora para fugir um bocadinho estou a usar um proxy em Portugal para aceder a sites de trafego internacional.

    Com a experiencia que já tenho posso dizer que 80% dos sites portugueses estão alojados no estrangeiro! Não faz sentido nenhum este famoso ISP contabilizar trafego nacional, ou ainda em jeito de super promoção oferecer trafego nacional ilimitado... uau!!! para que??? brutal disparate! nem na rede P2P se consegue sacar em condições só com trafego nacional, para alem de que há isp portugueses que contam como trafego inter!... way nice!
    O trafego de Internet a sério - porque a Internet a sério está 99.999% fora de Portugal - oferecido por exemplo pelo sapo tarifario 8Mb são 8GB! 8 GB evaporam em 2 dias!

    Quero saber se há algum problema em redireccionar o trafego por proxys em Portugal porque descubri que no contrato sapo está escrito que não se pode usar proxys para este fim, mas depois não dizem o que é que acontece se o fizermos...
     
  5. volcanlx

    volcanlx Power Member

    O uso de proxy é ilegal para esse tipo de fins...

    Não reparei se consta no contracto, mas no mínimo devem levar-te a tribunal para lhes dares uma indeminizaçãozita...

    Os proxy são servidores que fazem o pedido por ti na internet.(resumidamente é isto que significa um proxy).

    Legal
    Usar um proxy para permitir acesso à internet de vários computadores, permitindo assim por exemplo a uma escola aceder à internet usando apenas um IP externo, o proxy depois reencaminha os pedidos para os destinatários através dos ips da rede interna e de atribuição de portas.

    Ilegal
    Usar Proxys na internet para fazer pedidos com o objectivo de ludibriar ou provocar contagens de tráfego diferentes no ISP (transformar tráfego internacional em nacional através de um proxy (cula_ru), ou permitir acessos exclusivos de serviços através de um (anonymopt)).Ou seja, a partir do momento em que a tua máquina tem um IP externo (o que acontece neste caso) não podes usar proxys na internet, ao faze-lo estás a cometer uma ilegalidade.E como o ISP regista as tuas ligações, se o proxy que usas calha de ser descoberto, a judiciaria facilmente chega aos utilizadores que o usam/usaram. (tanto é culpado quem o cria como quem o usa)

    Solução: resignares-te aos limites que o ISP te dá (concordo que são baixissimos);
    Dares mais 7.5 euros para tráfego ilimitado;
    ou arranjares outro ISP;

    Cumpz
     
    Última edição: 28 de Outubro de 2007
  6. news_js

    news_js Power Member

    Usar proxies para para esses fins só é ilegal se não tiveres autorização do dono do proxy para te ligares. Outra coisa é violar o contrato com o teu ISP. Violar o contrato com o ISP não é sinónimo de ilegalidade.
     
  7. volcanlx

    volcanlx Power Member

    Não precisas da autorização do dono do proxy, precisas sim de autorização legal para poderes usar um proxy para confundires as leituras de tráfego no ISP, e acho que essa não te dão.
    O contracto do ISP tem validade legal, por isso não arranjas problemas só com o ISP. A queixa parte sim do ISP...
     
  8. cula_ru

    cula_ru Power Member

    5. Ao utilizador não é permitido utilizar computadores remotos como “proxies” para fins de encaminhamento de tráfego.

    ...é o que está no contrato que nem sequer assinei...

    1º a rede de proxys onde me ligo é publica, o ISP não me pode impedir de aceder a uma determinada rede, nem me pode dizer que é ilegal aceder a determinada rede!

    2º Na pequena frase que está no contrato só diz que não é permitido usar proxies, não diz que é ilegal usa-los!

    Além disso ainda estou para saber se existe alguma lei portuguesa que proiba a utilização de proxies... pois não conheço, nem ouvi falar em nenhuma, mas vou procurar.

    :kfold: brb
     
  9. news_js

    news_js Power Member

    "5. Ao utilizador não é permitido utilizar computadores remotos como “proxies” para fins de encaminhamento de tráfego."

    Não se deve confundir o conceito de valor legal do contrato com o tornar ilegal o uso de proxies.

    Isto dos proxies já foi bastante discutido aquando da operação da PJ "Proximo" (creio que era esse o nome de código). Segundo entendi, na altura alguns chicos espertos lusos utilizaram proxies mal configurados de terceiros para acederem a tráfego internacional e pouparem umas massas. Dessa forma os donos dos proxies viram-se lesados em muito dinheiro, pois foram elee que tiveram de pagar as contas.

    Agora a PT coloca esta cláusula nos contratos. Pode-se discutir se será ou não uma cláusula abusiva, mas o seu incumprimento não é crime (era o que faltava!). Viola é o contrato e como tal o violador sujeita-se às acções apropriadas por parte do ISP.
     
    Última edição: 28 de Outubro de 2007
  10. cula_ru

    cula_ru Power Member

    Não conhecia essa operação da PJ, deve ter sido por isso que essa cláusula apareceu porque no contrato da tvcabo está:

    1.5. Ao utilizador não é permitido utilizar serviços de proxy sem autorização (expressa) do detentor dos mesmos, para fins de encaminhamento de tráfego.

    Claro... sem autorização não, aí a clausula já se consegue enquadrar melhor no resto das outras que dizem respeito à utilização da net para fins ilegais, como quebras de privacidade, tentativa de prejudicar servidores, intercepção de dados, etc...

    Agora esta cláusula da maneira que está escrita no contrato do sapo, que por acaso é a ultima, em nada se enquadra e nada se relaciona com regras de segurança de redes em que querem inclui-la!

    A. Segurança de Rede e Sistemas
    1. Não é permitido ao utilizador a violação (ou tentativa de violação) de qualquer sistema de autenticação ou
    segurança que proteja contas de acesso, servidores, serviços ou redes. Nos casos de violação incluem-se,
    nomeadamente:
    1.1. Acessos não autorizados a dados alheios (quebra de privacidade).
    1.2. Pesquisa não autorizada de vulnerabilidades em servidores, serviços ou redes, nomeadamente fazer detecção
    sistemática de resposta a serviços (Scan).
    1.3. Entrada ou tentativa de entrada em máquinas sem autorização expressa dos responsáveis (Break In).
    2. Não é permitido ao utilizador interferir intencionalmente no bom funcionamento de servidores, serviços ou redes.
    Nestes casos incluem-se, nomeadamente:
    2.1. Acções de sobrecarga, combinadas ou não com exploração de vulnerabilidades de sistemas, que visem sabotar o
    funcionamento de serviços (Denial of Service).
    2.2. Envio em massa de pacotes (Flooding).
    2.3. Quaisquer tipo de tentativas de entravar ou perturbar servidores, serviços ou redes.
    3. Não é permitida a intercepção de dados em qualquer rede ou servidor sem autorização expressa dos legítimos
    proprietários.
    4. Não é permitido falsificar (introduzir, modificar, suprimir ou apagar, no todo ou em parte) dados, após a sua
    produção, com intenção de iludir e induzir em erro os receptores desses dados. Nos casos de falsificação incluem-se,
    sem se limitarem a isso:
    4.1. Alteração de endereços IP (IP Spoofing).
    4.2. Alteração da identificação de mensagens de Correio Electrónico ou News.
    5. Ao utilizador não é permitido utilizar computadores remotos como “proxies” para fins de encaminhamento de
    tráfego.



    Os advogados do sapo acharam por bem remover da frase sem autorização (expressa) do detentor dos mesmos e virar a coisa a favor deles, porque assim a malta vê-se obrigada (ou n) a pagar 15€/GB !! de tráfego internacional para além do estipulado!

    Aí sim não tenho dúvidas nenhumas que existe um pouco de hipocrisia e abuso desta espectacular empresa! Olha que fantástica conclusão que ainda ninguém conhecia! :-D
    :rolleyes:

    E o que querem fazer cancelar o contrato? Be my guest!
     
  11. cula_ru

    cula_ru Power Member

    :009:


    então ficaram sem fala ou sem teclas?

    Bem.. o sapo ainda n me disse nada. Vou mandar um mail a perguntar: está lá! Posso usar um proxy e chular-vos trafego internacional? :x2: O que é que acontece quado o cliente passa de xulado a xulador? :P
     
  12. Com 3 anos de atraso, a minha opinião é a seguinte:

    Existem proxies anónimos gratuitos e públicos.

    Se ao ISP faz comichão que o cliente utilize um proxy para evitar tráfego internacional para o cliente é irrelevante.

    O Cliente tem autorização do dono do proxy para o utilizar (visto ser público). Todo o tráfego que recebo vem misturado no restante tráfego dos restantes utilizadores do proxy e para mim isso é transparente pois eu ligo-me ao proxy.

    Outro caso: Pirataria. Como ficar protegido? Neste momento ainda ninguém da raia míuda foi condenado, por isso estou tranquilo. No entanto ,se isso se alterar basta alugar um proxy anónimo nas Maldivas (por exemplo) e ligar-me a P2P e torrents a partir do proxy. Para o ISP eu estou ligado nas Maldivas e na verdade o cliente está ligado ao Mundo inteiro.

    O proxy é anónimo e como está num país onde as autoridades Mundiais não podem ir lá farejar... teoricamente a minha privacidade está salvaguardada.

    Abraço
     
  13. Red_Beret

    Red_Beret Power Member

    E a largura de banda? Deve ser bem baixa, não?
     

Partilhar esta Página