Multiplataforma PS Now Vs. Xbox Game Pass [Comparações -> Ofertas e Serviço, etc.]

Freddo

Power Member
Vejo isto a ser referido várias vezes pela Internet fora. O GamePass não substituiu o mercado físico (novos e usados) e o digital (loja Microsoft e sites de Keys).
Já não é a primeira vez que vejo pessoal a dizer "ah, mas um dado jogo não sai no GamePass". Como fazem se querem esse dado jogo em outra plataforma? Compram. Na Xbox é a mesma coisa. Vejam o GamePass como um complemento, não um substituto.
O controlo continua a estar do lado do jogador.

Concordo plenamente. Mas estávamos a avaliar as partes positivas e negativas do game pass. No game pass ganhas uma vasta biblioteca de jogos, mas perdes o controle do ownership: estás a mercê dos jogos que lá estão, e enquanto eles lá estão. Isto para dizer que o game pass não é para todos, tal como o Netflix não é para todos, nem o Spotify. Eu pessoalmente, deixei de comprar música porque o Spotify satisfaz as minhas necessidades. Mas tenho serviços de filmes/TV para além do Netflix, e continuo a comprar jogos porque o game pass não tem tudo o que eu quero.

Queria muito jogar o Dishonored: Death of the Outsider, mas não o comprei porque já sabia que iria chegar ao Game pass mais cedo ou mais tarde. Já o Hades comprei-o há dois meses atrás na Steam, e bom, não teria comprado se soubesse que ia sair para o game pass, mas por outro lado, posso-o jogar quando quiser sem me preocupar que um dia poderá sair da biblioteca.

Isto tudo para dizer que entendo perfeitamente que haja pessoal que prefira comprar jogos por causa da propriedade, e que opte por não utilizar o game pass. Agora, acho que era bom entender que o game pass não é só retros e indies, que as pessoas associam a jogos com gráficos datados e jogos pouco polidos, mas tem uma data de jogos que eu já os tinha comprado antes de ter o game pass, e outros que joguei e que estão na minha lista de melhores jogos de sempre.

Vou aproveitar os 3 anos de game pass e usufruir as ofertas generosas da Microsoft, não acho que seja um modelo sustentável ao ponto de pensar que daqui a 5 anos as coisas continuem igual, especialmente se a Microsoft conseguir o monopólio.
 
Última edição:

broken

Power Member
Pergunta a um casual Joe se sabe o que é Uncharted e se sabe o que é o Gears.

Olha, eu antes de comprar consola, sabia tanto de Gears como de Uncharted, The Last of Us, e outros exclusivos das consolas... (Halo conhecia porque tinha jogado numa Worten na primeira Xbox).

Agora sim, o título The Last of Us conheço porque esteve em muitas superfícies nos expositores, Uncharted não conheço.

O top de vendas da steam, top de seeds/L, e amigos eram provavelmente os únicos sítios onde procurava novos jogos.

Agora só procuro no Game Pass, é mais um ou outro franchise que já conheça como CoD.
 

ManSCP

Power Member
Por acaso é engraçado como o Gears é underated por muita gente quando foi um dos principais influenciadores dos third person shooters, incluindo o Uncharted.
 

lpmacedo

Power Member
Eu por acaso não percebo porque muita gente mete indies todas no mesmo cesto. Há jogos indie que eu meto ao nível, ou até superior a muitos AAa first Party. Depois is indies passam por muito géneros, certo que existe preponderância de walking simulators, mas existem jogos de todos os géneros.

Depois há third party iguais ou melhores que fist party's (de qq uma das consolas). É tudo uma questão de gosto e não nos limitarmos sempre às mesmas escolhas.
 
O Game Pass tem uma característica curiosa que não vejo muita gente a mencionar directamente (não o vi por aqui mas peço desculpa se já o fizeram), que é a forma como facilmente 'muda' o perfil de um jogador. Falo por mim, durante os últimos anos, até por falta de tempo, o meu perfil foi exclusivamente focar-me em 1-2 jogos de RPG no máximo e jogá-los até à exaustão durante esse tempo (o último foi o RDR2). Foi apenas após subscrever o GP que comecei a olhar para gaming de forma diferente.

Tenho o serviço desde o início do ano e já completei 17 jogos e experimentei outros 3 que não cheguei a completar. Nunca sequer teria olhado para a maioria destes jogos se não tivesse GP, e vários acabei por jogar por saber que iam sair do serviço. O interessante é que acabei por ter uma experiência fantástica de gaming com a maioria dos que experimentei, raramente tive uma experiência que não tenha sido pelo menos um 4 em 5. Tenho comprado vários jogos em promoção para compensar o tempo 'perdido' em que não jogava muito e, tirando o The Witcher 3, ainda nem sequer peguei neles, em grande parte devido ao GP.

Com o serviço dou por mim a experimentar uma data de géneros diferentes e a redefinir a forma como abordo um jogo e como olho para ele em termos de narrativa, gameplay, artwork, etc. Neste momento tenho um backlog de mais de 100 jogos de todos os géneros e feitios à espera - e ainda estou para dar uma olhadela no Outer Wilds e o Monster Hunter antes que saiam no final do mês.

Claro que o serviço não é para todos, nenhum serviço nunca o vai ser independentemente do sector. Mas a grande vantagem do GP é precisamente essa, a de se ajustar a um sem-número de perfis de gamer diferentes, ao mesmo tempo que redefine esses perfis (aliás basta ver o survey que saiu há pouco tempo a falar da forma como o serviço influencia os gamer profiles). Para um perfil como meu acaba por ser um serviço quase perfeito. Não podia estar mais satisfeito com a relação preço/qualidade da subscrição (especialmente ao preço que a maior parte de nós conseguiu subscrever). Podiam era avisar com mais antecedência os jogos que vão sair :)
 
Última edição:

broken

Power Member
Um dado curioso olhando para os tópicos da Zwame...

PS Now - 1 664 posts desde Jun 2014 - média 20 posts/mês
Game Pass - 10 318 posts desde Fev 2017 - média 202 posts/mês

(PS Plus - 16 910 posts desde Out-2012 - média 164 posts/mês)

Se olharmos para a interação aqui no fórum, o Game Pass tem sido até agora o serviço mais falado, e por aquilo que se vai lendo no tópico do mesmo, este é um "system seller", com gente a comprar Xbox para ter acesso ao catálogo GPU.
 
O Game Pass tem uma característica curiosa que não vejo muita gente a mencionar directamente (não o vi por aqui mas peço desculpa se já o fizeram), que é a forma como facilmente 'muda' o perfil de um jogador. Falo por mim, durante os últimos anos, até por falta de tempo, o meu perfil foi exclusivamente focar-me em 1-2 jogos de RPG no máximo e jogá-los até à exaustão durante esse tempo (o último foi o RDR2). Foi apenas após subscrever o GP que comecei a olhar para gaming de forma diferente.

Tenho o serviço desde o início do ano e já completei 17 jogos e experimentei outros 3 que não cheguei a completar. Nunca sequer teria olhado para a maioria destes jogos se não tivesse GP, e vários acabei por jogar por saber que iam sair do serviço. O interessante é que acabei por ter uma experiência fantástica de gaming com a maioria dos que experimentei, raramente tive uma experiência que não tenha sido pelo menos um 4 em 5. Tenho comprado vários jogos em promoção para compensar o tempo 'perdido' em que não jogava muito e, tirando o The Witcher 3, ainda nem sequer peguei neles, em grande parte devido ao GP.

Com o serviço dou por mim a experimentar uma data de géneros diferentes e a redefinir a forma como abordo um jogo e como olho para ele em termos de narrativa, gameplay, artwork, etc. Neste momento tenho um backlog de mais de 100 jogos de todos os géneros e feitios à espera - e ainda estou para dar uma olhadela no Outer Wilds e o Monster Hunter antes que saiam no final do mês.

Claro que o serviço não é para todos, nenhum serviço nunca o vai ser independentemente do sector. Mas a grande vantagem do GP é precisamente essa, a de se ajustar a um sem-número de perfis de gamer diferentes, ao mesmo tempo que redefine esses perfis (aliás basta ver o survey que saiu há pouco tempo a falar da forma como o serviço influencia os gamer profiles). Para um perfil como meu acaba por ser um serviço quase perfeito. Não podia estar mais satisfeito com a relação preço/qualidade da subscrição (especialmente ao preço que a maior parte de nós conseguiu subscrever). Podiam era avisar com mais antecedência os jogos que vão sair :)
Esqueci-me ainda de mencionar o 'pormaior' que é o FPS boost, uma fantástica adição para as novas consolas e que beneficia muitos dos jogos que estão no GP. Excelente para quem quer revisitar alguns dos seus favoritos ou simplesmente não jogou estes jogos quando saíram. Não concordo nada com a malta que diz que 30FPS não é 'jogável', mas a diferença entre 30 e 60FPS é notória sem qualquer dúvida.
 

snamer

Power Member
Malta, sei que pode ser uma seca responder a isto, mas estou a pensar passar da PS4 para a xbox series S.

Quais são, para vocês as principais vantagens do online em comparação com o plus da Playstation?

Tenho saudades do comando da Xbox, mas não queria mudar só por isso!
 

Nerusonu

Moderador
Staff
Malta, sei que pode ser uma seca responder a isto, mas estou a pensar passar da PS4 para a xbox series S.

Quais são, para vocês as principais vantagens do online em comparação com o plus da Playstation?

Tenho saudades do comando da Xbox, mas não queria mudar só por isso!
Para mim só a junção de live(equivalente ao Plus)+Gamepass(mais aproximado ao Now)+ cloud gaming tudo num vale bem a mudança
 

Ulpianus

Power Member
Interessante, última pergunta. Por exemplo, vejo que o Fifa está no catálogo, mas suponho que não esteja day one, certo?

Os jogos da EA Sports geralmente ficam disponíveis perto do fim das épocas desportivas.
Já o disse várias vezes, sou daqueles que todos os anos comprava todos os jogos de desporto e de automóveis.
Este ano, com o que poupei nessa compra, pagou o Gamepass por 3 anos e já estou a amortizar ao preço da consola.
No Gamepass deste ano da EA, tens o Fifa21, o NHL21, o Madden21 e o F12019 (daqui a uns dias é lançado o F12020), mas também tens disponível o UFC3, o PES2021, o NBA 2k21(a versão é que não para as consolas de nova geração), o Moto GP e o MLB the show 21(este foi dia 1 e é um jogo feito num estúdio da Sony),
 

RuiBK

Power Member
Esta, para mim, é a única vantagem que encontro face ao Now, aliada ao preço. Tudo o resto que referes no que aos jogos diz respeito, é bastante subjectivo, vai sempre depender dos gostos de cada um. Olhando de uma forma geral, até concordo com o que referes mas depois há casos e casos.

Pessoalmente e olhando actualmente para ambos os catálogos, não vejo onde o GP tem melhor oferta relativamente ao Now. Aliás, tive um mês de borla no GP que nem o utilizei até ao fim, porque a oferta face aos meus gostos pessoais e ao que já haveria jogado antes, era curta.

É a velha história do que para mim é bom, pode não agradar aos outros e vice versa. Mas isto já é demasiado off-topic, importante é que cada um escolha o serviço com que mais se identifique, porque no fim só os jogos é que contam.


Gostos são subjectivos,factos não. A MS faz bem mais para adicionar valor ao catálogo do Gamepass. Podes não gostar do que adicionam,mas eles adicionam bem mais valor. Nesta altura do campeonato é um diferença substancial.
 
Topo