1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Qual a dock que usam?

Discussão em 'Desktop e Software Modding' iniciada por nunkapior, 1 de Maio de 2010. (Respostas: 172; Visualizações: 24910)

  1. PreTO

    PreTO Power Member

    Eu só não percebo qual é o cerne destas picardias. Há muitas, cada um usa a que quer xD
     
  2. Nazgulled

    Nazgulled Power Member

    Essa do cérebro humano é ridículo. E não precisas de me mostra estudos ou whatever a confirmar isso. O que quero dizer é que a culpa não é do cérebro humano, é simplesmente da preguiça que os utilizadores têm. PONTO.

    Uma coisa é um gajo andar às voltas e voltas à procura da opção para fazer o que quer e por algum motivo não encontra. Outra coisa é querer fazer algo e simplesmente nem se dar ao trabalho de procurar. É isso que eu condeno nos utilizadores e não me vou preocupar em chapar as opções na cara de utilizadores assim. Estou literalmente a borrifar-me para esse tipo de utilizadores.

    Como disse lá em cima, não é questão de ignorar as coisas, é questão de se dar ao mínimo de trabalho para saber usar as coisas. Se eu estou a testar vários programas semelhantes para escolher aquele que me agrada, é do meu interesse investigar e procurar pelas opções que quero. Não é instalar, brincar com a dock e ela não faz o que quero, não procuro, desinstalo e mando vir porque não encontrei opção X no primeiro menu que me apareceu pela frente. Isso é completamente ridículo e demonstra desrespeito para com o programador.

    Não, as aplicações são para mim e para os utilizadores. Em muita coisa já corrigi bugs apontados pelos utilizadores e implementei funcionalidades que não me interessavam minimamente mas que tinha interesse para outros. Mas não vou implementar tudo que eles dizem ou como eles dizem. Não vou chapar as opções todas no menu mais acessível só porque sim ou só porque eles não se dão ao trabalho de procurar quando a opção está lá, perfeitamente organizada, é só procurar.

    Isto demonstra perfeitamente a diferença entre software proprietário e open-source. E não, eu não sou 100% apologista do open-source, só estou a tentar demonstrar algo. Tu, como programador de software proprietário, fazes a tua aplicação para agradar as massas e só queres vender o teu produto (não te condeno, cada um é como cada qual). A maior parte dos programadores open-source está-se a borrifar para isso, fazem as aplicações como devem ser feitas, com a ajuda da comunidade, mas não vão poluir um menu com 1001 opções só porque há utilizadores que se queixam que não encontram a opção e desinstalam a aplicação por isso. Claro, o open-source tem a vantagem de não querer vender nada, mas muito deles aceitam donativos e se não agradam aos utilizadores, não recebem donativos, por isso vai dar quase ao mesmo.

    Uma aplicação não é boa só porque tem 1001 opções ou faz o que outras semelhantes não fazem. Uma boa aplicação vai muito além disso. É como tudo, a Nexus é boa em certos aspectos, já eu e vários o disseram mais que uma vez. Mas noutros aspectos, deixa muito a desejar e é fraca.

    Eu continuava a fazer as duas. Obviamente que uma primeiro que a outra porque só tenho duas mãos e o meu cérebro é single-core. Mas queres saber mesmo o que faria? Tratava dos botões primeiro. Porquê? Primeiro, eu gosto de ter os pormenores todos limados e isso é daquelas coisas que me atrofia bastante a desenvolver uma aplicação e na minha opinião, demonstra pouco profissionalismo. E segundo porque não deve ser algo assim tão complicado de resolver. Enquanto que implementação de stacks nativa ainda demora. Ou seja, nuns dias lançava uma versão com uma data de bugs corrigidos e noutra uma versão com novas opções. É simples.

    O que tu fazes é o que muitos fazem... Só pensam em funcionalidades novas e tudo mais, mas limar a aplicação, está quieto... Depois acumulam bugs e problemas e claro, demora mais tempo a resolver tudo. Se de vez em quando parassem para lançar versões só com bugs corrigidos e limar a aplicação, tinhas um melhor produto no final.

    Nenhuma opção deve ser removida porque um utilizador não a usa, há quem a use de certeza. A organização dessas mesmas opções é que deve ser melhorada, nada mais.

    Só para venderes o teu peixe em deterioramento de uma melhor aplicação. Como já se tem dito, são opções. Essa é a tua filosofia, tudo bem. Tu é que sabes.

    Algumas dessas coisas fui eu que apontei, o que não significa que seja necessariamente a opinião do resto do pessoal que tem comentado no tópico. Pah, foram só opiniões/sugestões. Não é necessariamente o que esta mal na dock, é o que eu não gosto e que acho que devia ser melhorado. Se tu não concordas ou não queres perder tempo com estas pequenas coisas, tudo bem, a decisão é tua,


    E não foi o que eu fiz? Eu usei, por pouco tempo porque não tive mais, e disse exactamente aquilo que não gostava na dock e aquilo que me mantinha afastado da mesma. Foram as minhas opiniões/sugestões. Não foi intenção alguma mandar o trabalho abaixo ou criticar por criticar.

    A complexidade do interface é muito "simples" de resolver... É repensar em todo o interface que envolve configurar a dock. Dado à quantidade de opções que a Nexus tem, não será tarefa fácil não. Mas ninguém está a sugerir fazeres isso para amanhã. A sugestão que te posso deixar é seres um pouco mais aberto naquilo que fazes (não sei se já és assim ou não noutros lados). O que quero dizer é, não começares a desenvolver um novo interface e um dia destes chegas aqui com nova versão já com o novo interface implementado. Mas sim, desenvolver mockups, apresentar ideias, fazer experiências e pedir a opinião ao pessoal ao longo do desenvolvimento a ver se esta a agradar. Isto para não teres trabalho para nada pois os utilizadores podem não gostar e achar ainda mais complicado

    É a única coisa que posso sugerir, mais que isso era fazer o trabalho por ti. A minha última sugestão é a seguinte:

    Suponho que já estejas a "meio" do desenvolvimento de stacks nativo? Se sim, ok, acaba isso e acaba o que tiveres planeado para a próxima versão. Após isso, sugiro que te foques em melhorar a Nexus. Já é uma dock com grande potencial e com enumeras funcionalidades que as outras não têm. Há alguma coisa que as outras docks façam que a Nexus não faz? Se calhar não, ou deve ser só uma coisita ou outra. Não te preocupes com isso, a não ser que seja algo simples de implementar. Ou seja, preocupa-te apenas em melhorar a aplicação e esquece novas funcionalidades durante as próximas versões (mais uma vez, se forem coisas simples que dê pouco trabalho, why not?).

    Se ainda tivesses a jogar o jogo do gato e do rato, ainda percebia. Mas não é esse o caso, a Nexus já tem quase tudo, acho que nas próximas versões devias perder mais tempo só a melhorar o que precisa de ser melhorado. A RocketDock está mais que morta e não sei se vai aparecer assim do nada uma nova versão, a Stardock apesar de ter possibilidades de o fazer, por algum motivo está-se a desleixar, a XWindows Dock também parece que estagnou durante uns tempos. O resto é paisagem. Se ainda muita gente prefere a RocketDock, ObjectDock ou até mesmo XWindows Dock, é porque algo de errado se passa com a Nexus, mesmo sendo ela a dock com mais potencial, não achas? Pensa nisso ;)

    E lembra-te ainda, a maioria do pessoal, principalmente neste tópico, procura uma aplicação para docks, algo para substituir a dock que usa e pronto. E não um conjunto de aplicações para modificar o sistema todo e/ou a shell e não se interessa minimamente pela integração com o Winstep. É só uma sugestão, tu faz o que quiseres claro :)
     
    Última edição: 14 de Novembro de 2010
  3. JcRabbit

    JcRabbit Power Member

    Pronto, de facto até a mim me chateia quando isso acontece, como te disse - mas é uma opção tua. Tens, no entanto, consciência que uma atitude assim te vai custar MUITOS utilizadores, certo?

    Basta ver o exemplo do Nexus poder usar skins de outras docks, o que, apesar de estar escrito em todo o lado que seja relevante (documentação, tutorial de temas, página principal dos temas), mesmo assim não chega. Qual seria a solução para isto? Talvez incluir igualmente links para repositórios de temas que não sejam nativos do Winstep - mas não é uma opção que me deixa muito confortável, já que tem os seus prós e contras.

    Se todos os utilizadores pensassem (e agissem) como tu neste aspecto, tinha o problema resolvido. Infelizmente a maioria não pensa assim - a maioria das pessoas pega num livro - e só se a capa lhes chamar a atenção - lê o sumário na parte de trás, folheia o mesmo ao acaso e, se um ou dois parágrafos lhes agradarem, ficam com o livro, se não, passam ao próximo e nem sequer pensam mais nisso. Claro, a história é completamente diferente se o livro lhes for recomendado por um amigo, ou tiverem lido uma boa critica sobre o mesmo.

    O Nexus é uma doca muito recente num mercado onde existem muitas alternativas - em pouco tempo atingiu um nível de utilizadores muito aceitável, mas ainda lhe falta um bocado até atingir aquele 'ponto critico' onde é mencionada sempre que alguém fala em docas para o Windows.

    Obviamente que também não implemento tudo o que os utilizadores me pedem, apenas aquilo que pessoalmente acho importante ou que acho que tenha um interesse geral.

    Também acho fundamental uma boa organização, e sei que isso é um dos 'calcanhares de Aquiles' do Nexus, apesar do (muito) esforço que já foi feito no sentido de melhorar esse aspecto (não sei se te lembras da UI dos programas do Winstep antigamente, antes de esta ser completamente remodelada - cada quadro parecia o cockpit de um 747!).

    Também tenho consciência que tenho uma certa dificuldade nisso, até porque não sou um designer de UIs, apenas faço o melhor que posso.

    Por outro lado, a solução não passa por 'cortar' funcionalidade existente para simplificar a UI, ou deixar de adicionar novas funcionalidades. A Stardock escolheu a primeira opção com a versão 2.0 do ObjectBar (um concorrente do NextSTART) e foi um autêntico desastre - essencialmente mataram o programa.

    Creio que, como tu dizes, tem tudo a ver com uma boa organização. O problema é que, à medida que se vai implementando mais funcionalidade, a organização de todas as opções torna-se cada vez mais dificil. Por exemplo, tu disseste que fazia falta um espaçamento de ícones vertical separado do espaçamento horizontal. Concordo que isso seria util, mas agora vê isto:

    [​IMG]

    Aquilo que começou, na primeira versão do Nexus, como um ecrã de Preferências bastante simples e com muito espaço em branco, à medida que mais e mais funcionalidade foi sendo implementada, já vai nisto. Como está nesta altura, já está demasiado complicado, sem dúvida.

    Agora, há ali mais duas funções que é preciso adicionar: uma para o espaçamento vertical, com uma opção 'a la Photoshop' para 'linkar' as duas de forma a não ser necessário estar sempre a mudar uma e outra quando queres um espaçamento vertical igual ao horizontal, e outra para definir a opacidade dos ícones independentemente da opacidade do fundo.

    Como é que tu re-organizarias esta tab neste caso?

    A maioria das pessoas que fazem Open-Source ou aplicações freeware têm outras fontes de rendimento, de forma que se podem dar ao luxo de fazer o que bem lhes apetece e de depender da boa vontade dos seus utilizadores. :)

    Por acaso foi importante para mim o vosso feedback em termos de o Nexus já fazer muitas coisas que outras docks não fazem, e vou explicar porquê: como devem calcular, não é nada fácil um tipo sozinho, neste País à beira mar plantado, concorrer com uma Stardock a nível de software comercial (e não me estou a vitimizar, por amor de Deus, estou apenas a relatar as coisas como elas são).

    O WindowBlinds foi, durante muito tempo, um 'killer app' e o 'cash cow' da Stardock. A Stardock em 1998 estava quase na falência quando contratou o Neil Banfield para comercializar o WB através da Stardock apenas a troco de uma royalty. Foi sem dúvida o WB, em conjunto com o génio de marketing do Brad Wardel, o dono e CEO da Stardock (que antes era uma empresa importante no mercado de aplicações do OS/2 até a IBM abandonar este SO), que criou a fonte de rendimento estável que permitiu à Stardock expandir-se, e, eventualmente, 'engolir' práticamente todo o mercado de customização do Windows.

    Muitas outras empresas (estamos a falar de software comercial) ficaram pelo caminho e a Stardock hoje em dia é essencialmente um monópolio nesta àrea.

    O Winstep sobreviveu porque, bem, sou só eu, e, porque, por uma série de razões (que depois, se quiserem, eu explico), é 'tolerado' pela Stardock. A Stardock, depois de eliminar práticamente toda a concorrência, virou-se para o mercado dos jogos, que, para além de ser um mercado *extremamente* rentável, é aquilo de que o Brad realmente gosta.

    Daí o aparecimento do Impulse e a razão porque o ObjectDock ficou quase 2 anos sem uma unica actualização, etc... Quando não há concorrência, a inovação sofre, como se viu com o IE e a Microsoft (quando a Microsoft ganhou as 'browser wars', deixou de actualizar o IE, facto depois aproveitado pela Mozilla e o Firefox).

    Da mesma maneira, para aproveitar esta 'janela de oportunidade', que eu sabia que não ia durar para sempre, pus-me a trabalhar que nem um doido para colmatar os grandes problemas que as aplicações do Winstep tinham na altura. Há anos que não sei o que é férias - e só quem trabalha, ou já trabalhou, por contra própria sabe o que isto é. As pessoas com empregos normais chegam às 17h e podem 'desligar-se' do emprego, sabendo igualmente com o que podem contar ao fim do mês - nada é certo para quem trabalha por conta própria, para além de não se poderem dar realmente ao luxo de 'desligar', especialmente quando se está naquela fase inicial de (re-)construção. É trabalhar até cair para o lado.

    Foi um periodo muito dificíl, até porque tinha que continuar a manter as vendas do Winstep para sobreviver, não podia simplesmente parar até estar tudo pronto.

    Uma das estratégias foi precisamente fazer uma versão 'free' da doca que fazia parte do Winstep Xtreme. A primeira versão era muito fraquinha em termos de diferenciação com as docks já existentes, de forma que o objectivo principal foi o de adicionar mais e mais funcionalidade, até o Nexus passar de 'seguidor' a 'inovador'. Isto era extremamente importante porque eu sabia que, mais tarde ou mais cedo, a Stardock ia acordar de novo. Não havia assim muito tempo para parar e limar arestas.

    Devido, em parte, ao vosso feedback, creio ter atingido este objectivo, e que chegou agora a altura de limar as tais arestas. Acreditem que, na minha cabeça, ainda estava em modo de 'acrescentar mais funcionalidade', daí o ter ficado um pouco exasperado quando o Nazgulled me veio falar de ícones do systray e de borderzinhas brancas à volta dos botões. :P

    No fim concordo contigo, até porque vou finalmente de férias em Dezembro (yay, apesar de ser só uma semaninha) e daqui até lá tinha tempo para isso. E, de facto, depois de parar e olhar bem para ele, aquele ícone do Nexus no systray é mesmo execrável. lol

    Correcto, e ainda bem que concordas que nenhuma opção já existente deve ser removida.

    Não, isso eu sei. Mas percebes agora porque eu fiquei um bocado exasperado (daí o ter cortado a discussão) quando me vieste falar de 'pormenores', estando eu ainda completamente focalizado em acrescentar mais e mais funcionalidade? Foi preciso parar durante o fim-de-semana e pensar um pouco (daí o só responder agora) para conseguir sair da minha caixa e ver as coisas sobre outra perspectiva.

    Pois. lol

    E sim, se fores aos forums do Winstep vais ver que muitas 'inovações' são primeiro apresentadas aos utilizadores, e passam pelas mãos dos 'beta testers'. O problema destes ultimos é que já estão todos habituados ao Winstep Xtreme e à Interface actual.

    Tens toda a razão. Mas parte do problema também tem a ver com o meu próprio calcanhar de Aquiles, que é o marketing (ou melhor, a inexistência prática do mesmo). Podes ter o melhor programa do mundo, mas ninguém o vai usar se nunca tiver ouvido falar sobre ele.

    Correcto. Daí também o 'desdobramento' do Winstep Xtreme no Nexus Ultimate e na versão free do Nexus (e, brevemente, de uma aplicação de nicho simples, baseada no NextSTART, para substituir o 'RightClick', que a Stardock deixou de desenvolver).

    Bom, e para finalizar, tenho que te agradecer mais uma vez. Muito pouca gente se dava ao trabalho - ou gastava o tempo - de dar respostas tão detalhadas como as que deste - houve, inclusive, quem me tivesse dito que não tinha paciência sequer para ler os nossos 'testamentos', hehe.
     
  4. Nazgulled

    Nazgulled Power Member

    Perfeita consciência, mas estou-me a borrifar.

    Eu compreendo que a minha situação é diferente da tua. Eu desenvolvo para mim e para os utilizadores, mais por gosto e divertimento e não comercializo nada nem tão pouco tenho uma página para donativos (mas brevemente terei lol) e um dia que trabalhe por conta de outrem, então ai é que me irei preocupar menos pois não sou eu que mando. De qualquer maneira, mesmo que trabalhasse como tu, ser este o meu sustento de vida, ou mesmo que um dia trabalhe para alguém e que certas decisões passem por mim, o meu orgulho, brio e princípios naquilo que faço, faz-me ignorar esses utilizadores.

    Mas porquê que os utilizadores são assim? Porque estão mal habituados, muito mal habituados e quem os habituou mal? Os programadores que lhes fazem os favores todos... A culpa não é toda toda, mas sim de toda uma industria que sempre foi assim, o importante, infelizmente, sempre foi o dinheiro e poder. Por isso é que software brutal com grande potencial mas com cada bug mais idiota que mostra desmazelo por parte dos seus programadores, porque eles não pensam com clareza e em desenvolver o melhor software, só pensam no lucro. Claro, a tua situação é diferente, não és nenhuma corporação que só pensa em $$$, mas foi uma opção tua seguires esse caminho e já sabias o que te esperava provavelmente. Por isso é que compreendo perfeitamente a tua atitude em certas coisas, não concordo e nunca faria, mas compreendo.

    A solução é relaxares, teres calma e apresentar aos utilizadores essa funcionalidade sempre que achares necessário. Repara que tudo isto é culpa tua... O que quero dizer é, foste tu que optaste por desenvolver essa funcionalidade, agora acarretas com as consequências, sejam elas boas ou más. Ou então continuas a fazer as coisas como sempre tens feito até agora que têm funcionado muito bem até eu aparecer neste tópico com criticas :P

    Mas não vês as editoras a pegar no sumário e a escreve-lo na capa à frente para "obrigar" as pessoas a ler pois não? ;) Por mais preguiçosas que as pessoas sejam em perceber se gostam do livro, as editoras não fazem nem mais nem menos para tentar cativar as pessoas a comprar o livro.

    Eu acho que se: a) simplificares em bastantes dos pontos que mencionei anteriormente b) torna-la mais nativa com o sistema operativo c) implementares um excelente módulo de stacks na versão free (*) e d) mudares radicalmente a aparência do 1º contacto que o pessoal tem com a dock quando a instala (na minha opinião, é a que menos cativa só a olhar para ela logo depois de instalar sem modificar nada), tens uma dock que será falada por todo o mundo. Basta para isso publica-la nos sitios e fóruns certos que suponho que deves conhecer mais do que eu.

    (*) Porquê free? Porque isso vai "vender" muito e tu sabes que sim. Não existe uma única implementação nativa de stacks de jeito, a que existe na XWindows Dock deixa um pouco a desejar (não gosto especialmente dos menus não nativos, apesar de ser tal e qual o Mac, fica bonito no Mac, mas no Windows não). E os plugins existentes para as docks são um pouco foleiros, cheios de bugs e o seu developer não mostra grande interesse em ter o projecto activo. Nem que tenhas que implementar 2 modulos de stacks, uma versão lite com menos funcionalidades, talvez catives pessoal pelo facto de ter stacks nativo e depois os faças comprar a versão pro pelas funcionalidades extra.

    Eu não tenho qualquer dúvidas que o que afasta a maioria do pessoal nesta dock é a complexidade da mesma e não o facto de ter 1001 opções mas o facto de o primeiro contacto com a dock despejares essas 1001 opções na cara do utilizador. É o tipico "bloat software" que o pessoal olha para aquilo e acha de mais. A maioria não quer/precisa de tanta opção, mas há quem queira, mas é óbvio que isso atrai menos pessoal. Se conseguires simplificar isso, acho que é um grande passo a teres mais sucesso.

    Não reorganizava de maneira alguma, o interface precisa de ser redesenhado completamente. O problema é o que acabei de descrever, não é o facto de teres 1001 opções mas sim o facto de o pessoal abrir a configuração e ver essas 1001 opções à sua frente quando o que procura é apenas o essencial e evidentemente se afastam e desinstalam a dock porque é demasiado "bloat" para o que querem.

    Uma sugestão que não sei gostas... Que tal um género de about:config a-la-firefox (não necessariamente configurável da mesma forma)? Ou seja, pegar naquelas opções mesmo mesmo avançadas e pouco utilizadas pela maioria e separa-las para um ecrã completamente à parte. Ya, vais ter ainda mais o problema de utilizadores que não encontram a opção X, mas é uma decisão que tens de tomar. Ou fazes isso e talvez catives muitos mais utilizadores ou não fazes e continuas na mesma.

    Mas tens de perceber que isso foi uma decisão única e exclusivamente tua. E tens de tomar as decisões apropriadas e que achas melhor, eu e o resto da malta só estamos a dar sugestões, mas tu é que sabes.

    Eu sou assim, falo daquilo que a maior parte dos programadores negligencia e os utilizadores ignoram. Porque eu quando programa sou assim e logo, critico de igual forma ;)

    Mas espero que consigas perceber o que realmente faz falta à Nexus para combater as outras docas não são mais opções, para além de stacks nativo que acho que se for bem feito, vale muitos pontos.

    Mas eu nem estou a sugerir beta-testers, mas se achares por bem fazê-lo, deve haver aqui muita gente que não se importa. Mas apenas demonstrar as ideias antes de perderes tempo com elas, fazeres um esboço de um UI de configuração e logo vês se tas a melhorar ou a pior e o pessoal vai dando sugestões.

    E nunca pensaste adicionar alguém à equipa? Talvez fosse uma mais valia... E não, não estou a sugerir a minha pessoa lol.

    Isto já é um assunto diferente mas, ainda achas que este mercado vale a pena? Há uns valentes anos atrás tive muito interesse neste tipo de costumização, até cheguei a escrever um artigo sobre isto para uma revista na altura que era composta só por artigos dos utilizadores. Mas agora, acho que isto está a morrer com as novas versões do Windows. O povo já não quer saber muito disso.

    Por exemplo, muitos dos Visual Styles que se vê por aí agora é tudo à base do Aero/Glass, já não se vê muita inovação como antigamente. Os gadgets do Vista/7 tem servido a muita gente e é suficiente, o resto tornou-se um pouco irrelevante. Pelo menos é a sensação que tenho.

    No que toca a docks, pessoalmente só quero uma coisa para criar atalhos dos programas mais usados. E hoje em dia há quem use a "dock" do Win 7 para isso que serve bem (para eles, não para mim). Sei lá, acho uma área que já teve os seus anos e que mais dia menos dia desaparece, mas é só o feeling que tenho, tu é que tas mesmo na área.

    Sabes o que acho que faz realmente falta ao Windows? Um bom Exposé e Spaces do Mac, alternativas igualmente boas e atraentes, não existe nenhuma. Sim, existe aplicações de desktops virtuais, sim existe alternativas ao Exposé que fazem coisas parecidas. Mas nenhuma dessas é tão simples, elegante e funcional como a harmonia que existe nessas aplicações com o SO. Faz falta isso no Windows e acho que era uma área a apostar para quem tem interesse, tempo e conhecimentos nesse aspecto da programação para Windows.
     
    Última edição: 17 de Novembro de 2010
  5. JcRabbit

    JcRabbit Power Member

    Nem por sombras. E, de facto, não é o dinheiro que me move (apesar de também fazer falta, como a toda a gente, hehe).

    Quando era 'puto' fiz umas coisas engraçadas para o Zx Spectrum em Assembly Z80, uma das quais talvez alguns dos mais velhinhos daqui ainda se lembrem: o OmniCopy II, que era um copiador estilo o LERM, e que demorou quase um ano a aperfeiçoar.

    Mas o mais importante que fiz nessa altura nunca chegou sequer a ver a luz do dia: imagina um interpretador de Basic no Zx Spectrum, todo em Assembly Z80 e optimizado ao T-State, super avançado para a altura, compativel com o ZX Basic, com janelas gráficas que se podiam sobrepor, tipos de letra definidos pelo utilizador, sprites, gráficos wire-frame 3D (fartei-me de ler livros e andei a chatear professores Universitários de Matemática para aprender a fazer aquilo e toda a parte de aritmética em virgula flutuante), double buffers, enfim, mais que um interpretador de Basic, quase um SO.

    Claro, quando finalmente acabei aquele monstro, ainda fui a Londres mostrar aquilo a uma revista, mas já o Zx Spectrum estava em declinio... Depois estava em Portugal, numa altura onde ainda niguém tinha ouvido falar de uma coisa chamada Internet, que abriu a comunicação e o mercado global. Em parte por causa disso, passei a dar aulas de informática e a fazer 'salsichas' (leia-se 'aplicações de gestão') durante muitos anos para poder viver. Era uma seca, comparativamente, apesar de adorar computadores.

    Fiz o NextSTART depois de sair da Expo98, porque não me apetecia muito voltar ao rame-rame do costume e não havia nada na altura que emulasse o sistema de menus de outros SO no Windows (curiosamente, muitos dos skinners profissionais que hoje trabalham, ou trabalharam, para a Stardock começaram por fazer skins para o NextSTART).

    Fi-lo mais para mim, mas reconheci que havia ali potencial e pedi um empréstimo ao banco para poder trabalhar no NextSTART durante alguns meses sem ter que me preocupar com a renda da casa. Foi um risco, e nunca me passou sequer pela cabeça que, mais de 10 anos depois, ainda estaria a trabalhar naquilo. Pensei que conseguiria vender umas quantas cópias e que depois me iria dedicar a outra coisa - em vez disso, acabei por fazer do Winstep a minha vida até hoje.

    Mas não, na altura não fazia a menor ideia do que me esperava.

    Bom, os menus de contexto do Nexus são skinnable, apesar de essa opção não estar disponível ao utilizador a não ser no Xtreme. Pensando bem, não me custa nada adicionar uma skin alternativa igualzinha aos menus do Windows - o utilizador que escolha. :)

    Ora aqui está uma coisa sobre a qual eu tenho sentimentos muito ambiguos. Eu já implementei várias coisas na versão free do Nexus que, ou só existem na versão paga do ObjectDock (o caso do systray, por exemplo), ou não existem sequer em nenhuma outra dock.

    A minha intenção não é só a de fazer um programa que seja usado por muita gente (por mais que isso agrade a qualquer programador), mas também a de viver daquilo que faço. Ao implementar o Stacks na versão free, estou, em parte, a diminuir o valor da funcionalidade das sub-docks que só estão disponíveis no Nexus Ultimate.

    É a funcionalidade extra, que não existe na versão free, que faz com que as pessoas paguem pelo Nexus Ultimate (e vais, infelizmente, perceber isso da pior maneira quando criares a tua página de donativos - mas Deus queira que esteja enganado, claro!).

    Ao implementar o Stacks na versão free, arrisco-me a fazer uma versão free tão boa que se torna 'mais do que suficiente' para quase toda a gente, e que, por isso, deixam de comprar o Nexus Ultimate. É lixado arranjar um equilibrio.

    Por outro lado, é um pedido muito frequente, e tens razão quando dizes que isso seria uma tremenda mais-valia para a versão free do Nexus.

    Hmmm, a solução talvez passe por aí.

    Comprendo, e tens razão, mas tens noção que a Interface das aplicações Winstep foi completamente re-desenhada há pouco tempo, não? Está mil vezes melhor agora - portanto imagina o horror que era, lol

    E foi o que fiz com esta Interface, 'enterrei' as opções menos utilizadas em caixas de dialogo secundárias, apesar de isso ser bem mais evidente nas aplicações do Winstep Xtreme. A versão original do Nexus tinha muito mais espaço em branco - mas depois levou com um ano de 'feature creep' e pouco tempo disponível para pensar em re-organizações.

    Eheh. Curiosamente, no inicio, tive um sócio, um americano chamado John T.Folden. Aliás, foi das nossas discussões que nasceu o NextSTART e o Winstep - fui eu que lhe ofereci 30% do Winstep, ao que ele respondeu 'Bah, 30% de zero continua a ser zero', tal era a fé que ele tinha naquilo. :) Mais tarde engoliu o que disse, eheh.

    Infelizmente, apesar de ser a melhor pessoa que já encontrei para fazer brain-storming, ele não programava, e chegou a um ponto onde não só senti que ele não carregava o próprio peso, como a visão de ambos sobre o Winstep divergiu irremediávelmente (ele queria focar-se mais nos power users, o que prendia o Winstep a um nicho muito pequenino, e eu no utilizador normal). No fim, comprei a parte dele e continuei sozinho.

    Percebi então porque a maior parte das sociedades, mesmo aquelas entre amigos, dão eventualmente para o torto. Portanto o que resta é out-sourcing, o que, como é obvio, requer dinheiro para pagar a quem faz os trabalhos. É a velha história do dinheiro faz dinheiro, mas para isso é preciso dinheiro. ;)

    Vale a pena, não tanto pelo número de possíveis vendas (que não serão muitas, tenho consciência disso), mas porque aumenta e diversifica o 'portfollio' das aplicações Winstep, vai buscar utilizadores a outros lados, e porque o trabalho já está essencialmente feito (lembra-te que tem por base algo que já existe, o NextSTART).

    Foi como o Winstep Start Menu Organizer: só criei essa aplicação para acrescentar mais valor ao Winstep Xtreme e porque era relativamente fácil de fazer (apesar de, no fim, me ter dado muito mais trabalho do que estava à espera). Na altura disse que mesmo que só vendesse uma cópia, já teria valido a pena. Para minha surpresa, até nem tem vendido mal, apesar de eu lhe fazer zero de publicidade.

    Quanto à parte da customização do Windows, é verdade, até o próprio Brad Wardel reconhece isso. O WindowBlinds já não é, nem de longe nem de perto, o cash cow para a Stardock que foi outrora, embora ainda se possa fazer muito dinheiro no mundo da customização do Windows (pelo menos foi o que o Brad disse uma vez a alguém que conheço: que só não abandonava o negócio da customização do Windows em favor do dos jogos porque ainda lhe dava muito dinheiro a ganhar).

    O truque está em re-direcionar não tanto para a customização do Windows mas para os utilitários - daí a existência de um Nexus Ultimate como uma aplicação separada do Xtreme, uma vez que este ultimo está mais virado para a customização do Windows. A nova aplicação seria assim um utilitário, ou um 'launcher' simples, orientado para quem prefere menus a docks (ou até mesmo para quem quiser usar os dois em conjunto).

    De facto. O Vista e o Windows 7 trouxeram muito 'eye candy' ao Windows e tornaram-no num SO muito mais moderno, que já não é aquela coisa meio horrivel que foi durante anos. E, mesmo assim, a Microsoft podia ter ido muito mais longe, mas escolheu não o fazer: dá uma olhada no video que está no fundo desta página para um exemplo.

    Creio, no entanto, que ainda há muita coisa para explorar nesta àrea, mas seguindo numa direcção diferente, apoiada na aceleração por hardware fornecida pelas actuais placas gráficas, em vez do velhinho GDI ou GDI+.

    Sim, mas pessoalmente penso que a Stardock tem muita culpa nisto: ao matar as alternativas, matou também a inovação nesta àrea, não se sabendo tornar, ela própria, num inovador. É o mal dos monópolios. Mas isto é apenas a minha opinião.

    Concordo, e já várias vezes pensei nisso. Uma boa VDM está na minha lista de coisas a fazer - infelizmente, há vários anos que não sai de lá para a realidade.
     
    Última edição: 17 de Novembro de 2010
  6. bseixas

    bseixas Power Member

    Neste momento, estou a utilizar a Objectdock v2 em ghost-mode e não quero outra coisa, a única coisa que gostaria de ver lá eram stacks, de resto, funciona muito bem para o que pretendo. :D

    Keep it simple é um bom lema em muita coisa e ainda para mais nesta questão das docks, quanto a essa ideia do Exposé à Mac parece-me bem, isso a funcionar ao instalar uma dock e era certo que a utilizaria, independentemente dos outros defeitos que tivesse, até preferia isso às stacks.
     
  7. Nazgulled

    Nazgulled Power Member

    Pois, mas a minha sugestão não é essa lol. Uma skin "igualzinha" aos menus do Windows, "não é" igual. O que eu sugiro são menus 100% nativos. Já sei que tiveste de desenvolver uns custom por causa do Winstep e tal, mas eu sugiro que quando te quiseres dar ao trabalho, implementar os menus 100% nativos, mantendo a integram com esse tipo de menus custom para quem usar o pacote completo de aplicações. Repara que isto é trabalho que só terás de fazer uma vez se for bem implementado. Imagina, tens uma estrutura de menus, a hierarquia de opções e respectivas acções, depois 2 métodos, um que "transforma" a estrutura num menu skinnable e outro que a "transforma" no menu nativo, é só chamares o método respectivo conforme uma opção ou conforme o utilizador esta a usar o pacote completo ou só a dock. Claro, isto é só uma sugestão de implementação que me veio de repente à cabeça, pode não ser a melhor maneira.

    Menus 100% nativos tem vantagens sobre uma skin igual à do Windows. O que vai acontecer aos que usam WindowBlinds ou que usam um VisualStyle alternativo com recurso a outros métodos? Vão ter uma inconsistência nos menus do sistema com os da dock. Um dia que saia uma versão nova do Windows, não tens de preocupar, vão ser sempre nativos e sempre com o aspecto nativo e com uma skin, terás que redesenhar.

    Portanto sugiro-te mesmo a possibilidade de menus 100% nativos. É só mesmo uma sugestão...

    É como disse, implementares na free e na pro, e na pro forneces mais opções. Mas não é tirares funcionalidades básicas da free para a pro, como escolher o ícone e o estilo entre fan/grid. Podes por exemplo implementar mais estilos e ser só dá pro, mas os básicos/comuns estarem na free. Acho que isso, bem feito, coloca a Nexus no topo junto com as mais usadas (com alguma publicidade nos sítios certos). Mas claro, tu é que tens que ver o que é melhor para ti.

    Não percebi a relação...

    Practice makes perfection... Aqui não é prática, mas acho que percebes o que quero dizer ;)

    Mas ainda continua com demasiadas opções que a maioria não deve usar muito ou deve configurar uma vez quando instala a dock pela primeira vez e pronto, é tentar estudar isso, averiguar junto dos utilizadores e tomar uma decisão. É um trabalho chato, mas no final acho que compensa. Ficas com um bom produto, bem desenvolvido, organizado e gratificante porque de certeza que vais ter mais gente interessada e a louvar o trabalho ;)


    Quando sugeri isso era mesmo alguém que não programasse mas que fizesse outras coisas que te sentes menos à vontade para fazer, como marketing e assim. De certeza que uma pessoa dessas se contenta com 30% :P Digo eu, não sei...

    São casos... Há pequenas empresas ou pequenos grupos de amigos em que as coisas funcionam, precisa é de muito trabalho e dedicação da parte de todos.

    E ainda bem... Os efeitos estavam giros e tal, mas tudo em exagero também enche... Na minha opinião, simplicidade é a chave. Os efeitos simples do Windows chegam perfeitamente, apesar do Aero ter capacidade para muito mais. Acho é estranho não existir alguém que use essa capacidade para fazer aplicações extra, isso sim valia a pena, que fossem configuráveis e que desse para escolher porque nem todos gostam de tanto eye-candy. Talvez seja uma API pouco aberta, não sei, mas isto já é off-topic.

    Concordo que ela tenha em parte culpa, mas a grande "culpa" é da Microsoft e digo isto no bom sentido. A necessidade de costumizar tanto o SO só se deve a facto das versões do Windows serem demasiado horríveis. Olha para o Mac OS X, não vês assim tanta costumizaçãm quanto isso. Porquê? Porque eles já têm o suficiente em tudo que é preciso. Os efeitos simples estão lá, a dock simples está lá, o Spaces simples está lá, o Exposé simples está lá, os widgets simples estão lá. Tem tudo que é "essencial" num desktop hoje em dia, o povo já não quer saber de demasiadas mariquices. Apenas duns extras engraçados. Já não existe aquele interesse em modificar a shell do Windows como antigamente, mas isto é só o que eu acho.

    Hoje em dia vês o pessoal com uma dock, Rainmeter e ou semelhantes e pouco mais.

    Força nisso :P

    EDIT:
    Mas são coisas distintas, junta-las numa só app não acho que faça muito sentido. Nem todos gostam/usam docks, até há quem preferia a "dock" do Windows 7 e que a considere superior a qualquer outra. Logo, uma aplicação individual para fazer igual ao Exposé (no fundo é um Alt+Tab alternativo) acho que faz mais sentido. Assim como desktops virtuais ser outra aplicação independente.
     
    Última edição pelo moderador: 17 de Novembro de 2010
  8. artificiaL+

    artificiaL+ Power Member

    Pá, que walls-of-text. Comecei a ler o inicio da thread, mas depois saltei cá para a última.
    Compensa ter a Nexus Ultimate ou a free chega e sobra?
     
  9. JcRabbit

    JcRabbit Power Member

    Hehe. Pois.

    Eu sou obviamente suspeito para te responder, mas essencialmente depende do que queres e do que precisas.

    Para já experimenta correr o Nexus free, se não o estiveres já a fazer.

    A limitação do Nexus free é que só te deixa ter uma unica dock. Se depois adicionas a essa mesma dock os teus atalhos, a lista de aplicações em execução, e ainda o systray, acabas por não ter espaço no ecrã para isso tudo (quer dizer, o tamanho dos ícones no Nexus diminui automáticamente para acomodar a dock inteira no ecrã, se adicionares muita coisa ficas com ícones muito pequeninos).

    O Nexus Ultimate, por outro lado, tem uma coisa chamada sub-docks que te permite organizar os teus atalhos em grupos. Por exemplo, crias uma sub-dock para programas gráficos, outra para browsers, etc... As sub-docks estão associadas a ícones na dock principal, clicas nesse ícon e a sub-dock abre (ou podes, opcionalmente, fazer com que as sub-docks abram automáticamente ao passar o ponteiro do rato sobre o ícone).

    Na realidade, até podes ter sub-docks dentro de sub-docks e por aí fora.

    Este é um dos aspectos. O outro é que o Nexus Ultimate te permite ter também multiplas docks. Podes ter uma dock diferente em cada lado do ecrã, ou mesmo uma dock com os teus atalhos e outra, separada, com a lista das aplicações em execução e o systray. Cada dock pode ter temas e efeitos individuais.

    Mas há mais: o Nexus Ultimate permite-te ter também uma dock com tabs chamada a 'Shelf', em que apenas as tabs são visiveis quando em modo 'escondido'. Podes criar tabs na Shelf de forma a categorizar os teus programas (tal como no exemplo das sub-docks acima, poder ter uma tab para programas gráficos, outra para jogos, etc...). Só que, para além disso, a Shelf do Nexus Ultimate também te permitem ter tabs 'especiais', que são uma 'janela' para pastas no teu disco rigido ou pastas virtuais do sistema.

    Desta maneira podes ter uma tab especial que mostre o conteúdo do teu Ambiente de Trabalho, o que te possibilita esconder os ícones do Ambiente de Trabalho e ficares com um ambiente 'limpo', onde só aparece o wallpaper. Também podes criar tabs que te mostrem o conteúdo do Painel de Controle do Windows, outra que te permite visualizar os temas do Winstep instalados e aplicá-los com um click do rato, etc...

    Se estiveres a trabalhar num projecto, por exemplo, podes criar uma tab na Shelf que esteja associada a uma pasta no teu disco rigido. Podes fazer drag & drop dentro desta tab como farias normalmente numa pasta do Explorer, com a vantagem de não teres que andar à cata de janelas do Explorer escondidas umas por baixo das outras.

    ----

    O moderador que me perdoe desta vez por dar duas respostas seguidas e separadas, mas não quero que ninguém se perca no meio destes autênticos testamentos. lol

    Não leves a mal, mas agora não percebi qual é a vantagem. Se tem um bico à pato, grasna como um pato, anda como um pato, tem penas como um pato, e nada como um pato, então é porque é um pato. ;-)

    Se bem me lembro, tu queixaste-te apenas do aspecto do menu.

    Ok, aqui respondeste à pergunta que fiz acima e deste-me uma boa razão. O problema é que o Nexus tem a sua maneira interna de criar os menus - enquando mudar a skin é trivial, mudar o próprio funcionamento seria uma trabalheira enorme para pouco retorno, na minha opinião, para além de que os menus do Nexus têm certa funcionalidade que seria muito dificil de implementar (se não mesmo impossivel) com os menus nativos do Windows.

    O mais provável seria eu ter uma trabalheira enorme a tentar implementar isso para depois chegar à conclusão que os menus nativos do Windows simplemente não estão preparados para aquilo que eu posso fazer com os menus customizados do Nexus.

    Vou-te dar um exemplo: como te disse numa mensagem anterior, podes usar os menus do Nexus para navegar toda uma estructura de pastas no disco rigido - é uma função muito util utilizada por muita gente. Isto também o ObjectDock faz, por exemplo.

    Só que o Nexus vai ainda mais longe: os menus do Nexus permitem-te fazer drag & drop de ficheiros para dentro e para fora dos mesmos, como se estivesses a trabalhar com as próprias pastas. Os menus do Windows não têm função nenhuma que te permita fazer isto.

    Outra coisa que os menus do Nexus fazem que também é muito util, é que quando passas com o ponteiro do rato por cima de um documento, imagem, ou video nesse menu, te aparece ao lado do mesmo um thumbnail desse ficheiro. Isto *talvez* já fosse possível de implementar com menus nativos do Windows, mas não há garantias, teria que ver primeiro.

    Isto para não falar na duplicação de código que teria forçosamente de haver para poder utilizar menus nativos e menus customizados. Portanto, a resposta neste caso terá mesmo que ser uma 'skin' - e isso das várias versões do Windows não me mete medo: cada vez que sai uma nova é necessário actualizar muitas funções (por exemplo, as rotinas de suporte do systray).

    É uma ideia, apesar de criar mais estilos não ser provávelmente algo trivial.

    O que eu quiz dizer é que as pessoas, por norma (e claro que há excepções à regra, mas são muito poucas) não vão pagar por aquilo que podem obter de graça, a não ser que tenham alguma vantagem pessoal nisso. Pior, algumas são mesmo ingratas:

    O Rafael passou 9 anos a modificar, à borla, o Uxtheme.dll de forma a se poder usar ficheiros .msstyle customizados (Visual Styles) no Windows. Milhares de pessoas beneficiaram disto durante esses 9 anos.

    Um dia resolveu criar um método melhor (o UxStyle) e começar a receber algum dinheiro pelo seu trabalho, o que seria mais do que merecido. Passou a cobrar $4 pelo UxStyle ($4!!!!). Resultado: foi bestialmente criticado por uma grande parte da comunidade que, durante 9 anos, não teve quaisquer problemas em usufruir do seu esforço!

    No fim o Rafael optou por separar o UxStyle em duas versões: uma donationware e outra paga. Não me surpreenderia nada que os donativos que ele recebe pela versão Core não cheguem sequer para pagar um café.

    Há muita gente hoje em dia que acha que 'free' é um direito e não um beneficio. Não é. 'Free' é um *presente* da pessoa que trabalha, para que outros possam beneficiar do seu esforço.

    Há muito poucos 'Brad Wardel' neste mundo. Já percebeste que, apesar de não concordar com muita coisa que ele faz, admiro bastante o homem neste aspecto. E creio que ele deve ter um certo respeito por mim também, estilo "Eh pá, mas este gajo ainda mexe?!! Xiça, é pior que uma barata!' ehehe

    A API do Aero resume-se a quase nada. Uma mão cheia de rotinas para criar borders Glass nas janelas, e fazer thumbnails de outras janelas.

    No Mac OSX o problema tem mais a ver com a falta de suporte do OS para criar coisas diferentes - e depois, cada vez que a Apple cria uma nova versão, está-se um bocado a borrifar para que esta seja backwards-compatible, ao contrário da MS - o que cria uma série de problemas.

    É verdade. É o resultado de algo ser 'good enough' (isto é, não é lá muito poderoso nem muito flexivel, mas o que faz chega bem para a maioria das pessoas). O que também vem ao encontro daquilo que tens estado a dizer sobre o Nexus. ;-)
     
    Última edição pelo moderador: 18 de Novembro de 2010
  10. bseixas

    bseixas Power Member

    São opiniões, mas eu não vejo problema nenhum em ter uma dock que activasse o Exposé, aliás prefiria isso a andar a instalar 2 programas para ter uma dock e o Exposé, além disso, quem não gosta de docks e prefira a do Windows 7 dificilmente encontrará utilidade para o Exposé.
     
  11. xikituh2005

    xikituh2005 Power Member

    Mas porque é que perdem tempo a escrever tanta coisa? Acham que alguém vai ler isso?
     
  12. JcRabbit

    JcRabbit Power Member

    Eheh. Quem quiser lê, quem não quiser, não lê. :)

    Para mim não foi perca de tempo nenhuma, foi uma boa troca de impressões que vai acabar por beneficiar todos os utilizadores do Nexus.
     
  13. eu utilizo o objectDock já há bastante tempo, e nunca me deu problemas ;)
     
  14. Nazgulled

    Nazgulled Power Member

    Nunca será um pato, mas uma imitação. E às razões já as leste no outro paragrafo...

    Não me fiz entender então. Não gosto do aspecto, é certo, usa parte do estilo do Windows mas não é a mesma coisa, na minha opinião fica feio. Mas também não gosto do facto de não ser nativo. Há coisas que para mim têm de ser nativas porque quero que a aplicação encaixe no Sistema Operativo,, uma delas é os menus de contexto.

    Mas a questão da simplicidade é mesmo essa... E simplificares a aplicação de tal forma que os menus não precisem de ser XPTO e os do sistema sejam mais que suficientes. Isso é aquilo pelo qual estou a "lutar" nesta discussão.

    E isso não é usado em qualquer atalho da dock pois não? Só num ou outro próprio para o efeito? Porque não usas esses especiais quando for preciso e onde puderes evitar, usas os nativos? Assim, gajos como eu que não usam essa funcionalidade para nada, iam ter sempre menus nativos lol :P

    Mas já estou a ver que isto nunca irá mudar e consequentemente eu nunca irei usar a Nexus, paciência, não se pode ter tudo.

    Bastante errado...

    O que não falta é pessoal a fazer donativos a tudo e mais alguma coisa, muitos até são bem generosos. Eu vejo isto em todo o lado, nas mais diversas situações. Isso que contaste do Uxtheme, é um caso particular e foi uma questão de as pessoas habituarem-se à mudança. Acredita que se ele tivesse desde o inicio suportado uma versão donate e outra paga, a história seria bem diferente.

    Claro que há sempre pessoal que não gosta, sempre pessoal que não irá doar, que acha errado e bla bla, é como tudo, não somos todos iguais. Mas o problema nesse caso foi mesmo a mudança, foi do género "este teve 9 anos a fazer isto assim, nunca se preocupou e agora quer dinheiro? está-se aproveitar da fama". Não é que isso seja errado, foi juntar o útil ao agradável, mas há pessoas que não gostam/concordam com isso (e se estão certas ou erradas não é discussão para aqui) e ficaram "chateadas".

    É a crise... :P É como tudo, há quem entenda e suporte, há outros que não. As pessoas são é resistentes à mudança. Tipo, estou a desenvolver uma app para o Facebook e vou colocar donativos desde o inicio (a app será free quer o pessoal doe ou não). Mas imagina que eu lançava isto sem donativos e durante 2 anos ganhava um tremendo sucesso e depois colocava donativos e publicitava isso em todo o lado? Alguns iam doar para apoiar, outros iam mandar vir porque tive assim 2 anos e não quis ver um tostão e assim do nada lembrei-me. Faz parte da natureza do ser humano contestar tudo e mais alguma coisa :P

    Sem dúvida, mas a questão que coloco é: será que se houvesse mais liberdade como no Windows, o pessoal ia ter interesse em novas shells por exemplo? Se calhar não... No Windows isso já é comum porque o Windows sempre foi muito mau nesse aspecto, mas no Mac, existe uma harmonia brutal e a maioria não quer substituir o que tem, provavelmente gostavam de melhorar um ou outro aspecto. Mas estender o que existe é uma coisa, criar algo novo para substituir o que existe é outra.

    Não é "problema", eu entendo o teu ponto de vista e aceito perfeitamente que como tu, existe mais gente com essa opinião. De certa forma até podem estar relacionados, mas há quem prefira usar só a dock ou só o exposé. Não faz muito sentido alguém ser obrigado a usar um programa completo por causa de apenas uma parte. Como disse, estão de certa forma relacionados, mas não tanto quanto isso.

    Era a mesma coisa que o o JcRabbit apenas lançasse o Winstep e a dock apenas vinha lá. Eras obrigado a usar o pacote todo só por causa da dock. Estão de certa forma relacionados, mas por alguma razão ele lançou-os separadamente, porque há quem só se interesse na dock.

    Mas isto na programação tudo é possível. Bastava desenvolver o exposé de forma que um (ou mais) dlls fossem as bibliotecas que faziam o trabalho todo. Bastava depois integrar isso num programa individual e depois numa docklet para a dock. E todos ficavam satisfeitos. :009:
     
  15. Nazgulled

    Nazgulled Power Member

    Para quem usa a ObjectDock 2:

    Que Stack Docklet estão a usar? Todas as versões que testei têm algumas incompatibilidades, têm alguma que funcione minimamente bem?
     
  16. eX Radikal

    eX Radikal I quit my job for Folding

    Boas, como é que posso com que na ObjectDock encher o ecrã de uma ponta à outra com o tema de background sem ser com separadores mas posicionar os icones onde quiser. Se não der para fazer isso tenho outra pergunta, alguma outra dock dá (nexus ou rocketdock ou assim)?

    EDIT: na nexus dá para simular a taskbar do windows BEM? incluindo os icones do lado direito da task
     
    Última edição: 28 de Novembro de 2010
  17. Nazgulled

    Nazgulled Power Member

    Isso não é possível... Talvez se editares o tema o consigas extender o background de uma ponta a outra, mas não vais conseguir posicionar os ícones onde quiseres. Isto na ObjectDock e RocketDock, na Nexus não sei mas presumo que tenha as mesmas limitações; digamos que não é um pedido comum :P
     
  18. JcRabbit

    JcRabbit Power Member

    De facto não é um pedido comum. Creio que a unica solução é usares separadores em branco.

    Vê por ti próprio (mas baixa o som primeiro):

    [​IMG]
     
    Última edição: 28 de Novembro de 2010
  19. eX Radikal

    eX Radikal I quit my job for Folding

    Parece fixe, no entanto não fizeste uma coisa, abrir o menu iniciar, quando clicas ali no icon ele abre no sitio onde está o icon na dock ou no sitio onde está a barra do windows? É que com o objectdock abre onde está a barra do windows. E já agora, adicionares essa função que disse acima do background completo e moveres os icones para onde quiseres individualmente não queres fazer? :P

    EDIT: Já agora, como fazer com que algo fique por cima da taskbar do windows? É que lembro-me que com o XP e versões anteriores dava (no vista já não me lembro se dá também ou não).
     
    Última edição: 28 de Novembro de 2010
  20. JcRabbit

    JcRabbit Power Member

    No Vista e XP o menu iniciar abre no sitio onde está o ícone com o Nexus. No Windows 7 tanto o Jeff (o developer do ObjectDock) como eu fomos obrigados a chegar à mesma conclusão: o menu iniciar tem que abrir na posição da barra, isto é, onder iria abrir originalmente.

    Isto porque a Microsoft, na sua 'infinita sabedoria', fez com que o menu iniciar do 7 fique visualmente corrompido ao passar o ponteiro do rato por cima se não estiver na posição original. Inicialmente ainda deixei isto assim, mas quando me apercebi que os utilizadores achavam que isto era um bug do Nexus, e não uma limitação imposta pelo Windows 7, decidi fazer com que o menu abrisse na posição original. O Jeff chegou à mesma conclusão que eu.

    Não, desculpa. Não é um pedido de interesse geral nem fácil de implementar - até porque podes conseguir o mesmo dando-te ao trabalho de adicionares separadores com ícones em branco (o Nexus permite-te associar um ícone individual a cada um dos separadores, se quiseres, de forma que podes criar um ícone completamente transparente e resolver o problema dessa maneira).

    Não percebi, desculpa? Queres que a dock fique em cima da taskbar do Windows, é isso?