• COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
  • Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

  • ZWAME Jogos: A dupla Ratchet e Clank está de regresso para uma nova aventura na PS5, em Ratchet & Clank: Rift Apart. Não se esqueçam de ler a nossa análise!

Qual foi a situação mais realista/crazy/marcante que te aconteceu num jogo?

Outrunner

Power Member
Tudo depende de factores pessoais, existem momentos em que outros dominios da tua vida pessoal se sobrepoem aos jogos. Também não tenho paciência para grande parte dos jogos que saem, sou bastante selectivo no que jogo.
 

scala

Power Member
Eu já estou na casa dos quarente e estou um pouco enjoado de jogos porque não têm saído muitas novidades. Vou me explicar.

Geralmente os jogos são sempre os mesmos apenas com ‘upgrades’ gráficos, não quero dizer que isso seja mau, mas por exemplo começo a ficar cansado de, por exemplo, call of duty ou assassins creed que são muito parecidos na mecânica e na forma de jogar, penso que como disse o que melhora de ano para ano são os gráficos que geralmente são fantásticos.

Uma coisa que também me aborrece é o tamanho dos jogos porque demoram muito tempo a acabar por isso quando chego ao fim já estou cansado de jogar o jogo e arrumo o jogo num canto e não o chego a passar uma segunda vez.

Sou do tempo dos salões de jogos onde se colocava moedas para jogar e quando um jogo "durava" 15 minutos, nós já o achávamos grande e estávamos a jogar bem e a acabá-lo, mas mesmo assim não deixava-mos de jogar, jogávamos para melhorar o record, que eram os pontos feitos no jogo. Hoje os jogos já nem têm pontos :) mas as vezes gostava que existissem jogos que tivessem a mesma intensidade que tinham os jogos arcade (de moedas) porque também nem sempre tenho tanto tempo disponível para jogar. Quando vejo jogos de 100 horas para terminar muitas vezes nem tenho vontade de jogar porque não quero andar um semestre a jogar a sempre mesma coisa por isso costumo jogar jogos de mais ou menos 20 horas
 

ObscureAngel

I quit My Job for Folding
@scala Não digo jogos de "moedas", mas diria que o teu estilo de mercado já não está nos jogos AAA como os Assassins Creeds e Call of Duties mas sim no mercado indie, ou quem sabe jogos online rapidos como o Rocket League que são partidas de 5/7 minutos.

Eu pessoalmente tambem não gosto da moda dos jogos de 100 horas, há jogos que sabem aproveitar bem esse tempo, outros nem por isso, e em quase todos os casos é sempre a ultima!
 

scala

Power Member
@ObscureAngel tens uma certa razão quando te referes aos jogos indie.

Mas devo-te de dizer, por outro lado, que gosto de gráficos e embora não aprecie jogos grandes, gosto por exemplo de um Tombraider, adorei o ultimo Shadow of Tombraider, mas este tipo de jogos esta de certa forma estagnado no PC, tens tiros com os call of duty e battlefields, tens stealth com os assassyns creed, depois existe os RPG que geralmente é onde estão os jogos de muitas horas que não aprecio tanto e depois existem as simulações de carros, futebol, basket e aviões, tens os citybuilders e os estratégia tipo age of empires e da segunda guerra.

Continuo a pensar que nos ultimos anos os principais estudios se centraram muito em melhorar os gráficos e não diversificaram muito o tipo de jogo embora melhorem a forma de jogar (as vezes ate facilitam demais)

Por exemplo para mim um jogo perfeito devia ter muitas possibilidades de jogar e muitos finais e ter no máximo 2 ou 3 horas para repetir muitas vezes. Estas características num jogo de terceira pessoa.

Sabes, no meu tempo, o problema dos jogos de moedas é que eram repetitivos porque o jogo começava do inicio e ate ao fim era sempre igual. Uma das formas que existiu para ultrapassar isso é que estavam sempre a aparecer maquinas com jogos diferentes por isso de tempos a tempos trocavam as maquinas nos salões de jogos.

Eu muitas vezes imaginava um jogo que se construisse cada vez se colocava uma moeda. ou seja, o percurso do jogo e os inimigos apareciam de forma diferente de jogo para jogo, por isso jogavas sempre com o mesmo heroi mas tinhas tarefas e percursos diferentes pela frente.

Esta ideia, de certa forma ainda hoje não foi implementada num jogo, o mais parecido que existe são os jogos de open world que demoram muito tempo a jogar.
 

Raen

Suspenso
Eu muitas vezes imaginava um jogo que se construisse cada vez se colocava uma moeda. ou seja, o percurso do jogo e os inimigos apareciam de forma diferente de jogo para jogo, por isso jogavas sempre com o mesmo heroi mas tinhas tarefas e percursos diferentes pela frente.
Dá uma espreitadela a jogos rogue-like, onde cada run é diferente da anterior. Tens jogos de praticamente todos os géneros a incorporar elementos rogue-like. Desde RPGs, a FPS, a RTS, Shmups, plataformas, etc.

Dead Cells, Enter the Gungeon, Hades, The Binding of Isaac, Spelunky, Crypt of the NecroDancer, FTL: Faster Than Light, Void Bastards, West of Dead, Slay the Spire, etc.
 
Topo