1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Quem realmente está contribuindo com o Linux?

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por APLinhares, 26 de Outubro de 2008. (Respostas: 35; Visualizações: 2070)

  1. APLinhares

    APLinhares OpenSource Moderator
    Staff Member

    Fonte

    Aqui está um artigo interessante ;) Quem verdadeiramente contribui para o Universo Linux, de forma real e efectiva.
     
  2. Death_Knight

    Death_Knight Power Member

    Mas por exemplo podemos dizer que a canonical contribui de outras maneiras, uma delas é devido ao seu SO ser user friendly trás novos utilizadores ao mundo linux, utilizadores esses que mais tarde também poderão contribuir para o desenvolvimento deste.
     
  3. van_Zeller

    van_Zeller Power Member

    Concordo. Uma simples volta à distrowatch indica que o ubuntu é neste momento o Linux mais popular de todos. Por outro lado, nos últimos 12 meses a cota de mercado do Linux passou de 0.57% para 0.91%, ou seja um crescimento de 60%. Destes novos utilizadores, quantos usarão ubuntu?

    Market Share
    Distrowatch
    Google Trends
     
  4. John Silva

    John Silva Power Member

    A Canonical só tem que respeitar o GNU/Linux e a sua contribuição poderá ser maior ou menor de acordo com as suas capacidades ou com a sua própria filosofia.
    Temos que agradecer à Canonical e à Red Hat por terem tornado o Linux mais popular, mas obviamente, como utilizador do Linux, esperava bem mais destas empresas sobre tudo sabendo que são fortes financeiramente e poderiam fazer algo mais.

    É sabido que a Canonical anda a reboque do que é feito na Debian assim como muitas outras distribuições e ninguém as poderá censurar.

    Quanto à ideia de que a Canonical tornou a distribuiçõa Linux user-friendly é igualmente um mito caro Death_Knight, muito antes de Ubuntu aparecer já existiam outras distribuições populares cujo objectivo era precisamente a facilidade de interacção com os utilizadores sem que fosse necessário o uso constante do CLI.

    Cumps.
     
  5. Corpsegrinder

    Corpsegrinder Banido

    Há que agradecer a Canonical pelo dinheiro que injectou para tornar no Ubuntu aquilo que ele é!

    A grande vantagem é que o dinheiro injectado foi por parte da empresa e não dos clientes. E isso deu margem para algumas coisas bastante benéficas verificadas no Ubuntu que não se verificaram (logo) nas outras distros.

    Até que ponto isso seguiu a filosofia do linux?
    Não sei, mas parece que há quem ache que um pouco de trabalho (em vez de se pendurarem no dinheiro) não faz mal a ninguem.
     
  6. TuxBoss

    TuxBoss Power Member

    Só quem anda fora do mundo do Linux é que fica surpreendido com isto.

    A Canonical não passa de um "scavenger" que colhe louros pelos trabalhos de terceiros. Basicamente temos aqui a versão Linux da Microsoft dos primeiros tempos.
     
  7. John Silva

    John Silva Power Member

    UUiiii ! Essa foi a doer !
    lol
     
  8. trmanco

    trmanco Power Member

    Uma só coisa...

    Já viram a "idade" que a Red Hat, Novell, IBM, etc tem em relação à Canonical ? E número de empregados? A Canonical ainda é uma empresa muito nova no mercado...
     
  9. Bad_Cop

    Bad_Cop Power Member

    a nivel de compatibilidade por defeito e a de how-to's copy/paste não tens distro que bata o ubuntu. e isso é muito do que importa, para quem está a começar.

    o ubuntu é a distro lider de linux e o linux está a crescer, porque é se continua a negar o contributo do mesmo?

    o linux é kernel, ok.. graças à canonical nao temos um linux melhor concerteza.. mas temos mais gente a usar linux com todas as vantagens que isso tem (e que o linux precisava bastante, nomeadamente de algum software proprietário - batam-me lá na cabeça por isto).

    PS: não uso ubuntu no dia a dia. é a minha distro de recurso quando preciso de um sistema a funcionar numa hora.
     
  10. John Silva

    John Silva Power Member

    Aí é que te enganas ! Quantas distros conheces ? Eu experimentei Ubuntu por alguns meses e posso dizer que não podias estar mais desfasado da realidade. Melhor distro "copy/paste" e "how-to" ? Nããã !
    Eu agradeço à Canonical por tudo aquilo que ela está a fazer pelo Linux, mais exactamente pela sua popularidade à custa dos milhões que foram injectados, milhões esses que provavelmente mais nenhuma outra distro tem....
    Como deves compreender, com esses milhões pode-se ganhar "estatutos" que por vezes nem sequer lhe pertence, principalmente o "mito" do ser a distro mais user friendly e a melhor documentada etc... Para mim isso é mentira e fruto de muita publicidade. Mas como já disse muitas vezes, é a minha modesta opinião e não quero fazer disto uma guerra de distribuições já que o mais importante é usar Linux.

    Cumps.
     
  11. Homem do Saco

    Homem do Saco Power Member

    Em duas vezes que usei ubuntu, tive duas opiniões radicalmente diferentes.

    Na primeira vez, já há uns dois anos, tive a mesma opinição que o John Silva, uma distribuição em que não era propriamente facil ir à net e encontrar um bom howto para alguma coisa avançada que seja só copy paste. Parecia que caso tivesse hardware 100% compativel e quisesse usar apenas aquilo que já vem instalado era uma distribuição muito boa, mas se tivesse algum problema ou quisesse fazer algo mais, estava tramado e o melhor era usar outura coisa (foi o que fiz).

    Recentemente voltei ao ubuntu (Intrepid Ibex beta) e tenho uma opinião completamente oposta. Se o hardware não for 100% compatível, não dá assim tanto trabalho po-lo a funcionar. É fácil instalar coisas novas e existe muito suporte, por haverem muitas pessoas a usar o ubuntu. Até hoje encontrei howtos para tuudo aquilo que precisei de fazer.

    Se há dois anos não recomendava ubuntu (e linux no geral) e alguém que não seja minimamente geek, hoje estou a tentar convencer a minha namorada a usar ubuntu.


    Por isso sim, o ubuntu fez muito pelo linux.
     
  12. TuxBoss

    TuxBoss Power Member

    O Ubuntu trouxe pessoas novas para o mundo do Linux? Sem dúvida.

    Foram pessoas "de interesse" ? Nem por sombras.

    O Linux é feito por developers, period. Não é minimamente de interesse ter 5.000.000 de utilizadores que só whinam por tudo e por nada, e retiram tempo aos devs para desenvolver e evoluir as coisas como tem de ser. O Linux evolui sim, quando tens 100.000 users que participam activamente no desenvolvimento.

    O Linux nunca foi, nem nunca deverá ambicionar ser um SO de massas. No dia em que o modelo Ubuntu "ganhar" o mundo Linux, é o dia em que o Linux morreu.
     
  13. Homem do Saco

    Homem do Saco Power Member

    Por favor, não vamos tornar o linux numa coisa elitista...

    Se querem exclusividade vão usar outra coisa que poucos usem, tipo bsd no desktop.



    Uma pessoa que não pecebe grande coisa de computadores a mexer no teu pc, pode estragar o teu linux. Uma pessoa que não pecebe grande coisa de computadores a mexer no pc dela, não te vai estragar o teu linux, está descansado.
     
    Última edição: 28 de Outubro de 2008
  14. joe_le_taxi

    joe_le_taxi Power Member

    a ideia de que foi com o ubuntu que a coisa ficou mais user-friendly, como se disse acima, é, na minha opinião, falsa.

    mas a ideia de que foi com o ubuntu que mais facilmente se detectou hardware right-from-the-box, é, penso eu, verdadeira. já haviam outras distros boas nisto é certo. mas lembro-me que a suse já há uns 10 anos eram 4 ou 5 cds... e há 10 anos eu tinha um modem de 33.6K, sacar 4 cds era hardcore acreditem :)

    a questão é que os utilizadores não querem desenvolver o kernel, tão-se a borrifar para o kernel. e nem sei até que ponto é que eles no kernel.org querem malta a "mandar postas de pescada" a torto e a direito..

    mais importante do que identificar quem está contribuindo é ver porque não se contribui.. e aqui deixo este artigo, cujo título é Ubuntu's Shuttleworth: "I don't think anyone can make money from the Linux desktop."

    http://blogs.computerworld.com/ubun..._anyone_can_make_money_from_the_linux_desktop

    sim, o Mark Shuttleworth é o fundador do ubuntu e CEO da canonical.
     
  15. silvino

    silvino Power Member

    Experimentei o Ubunto apenas uma vez, depois de verificar que é apenas um copy past do debian, desisti da sua utilização e passei a optar pelo original.

    Ubunto é excelente para quem deixa Windows, com o tempo, e muito naturalmente, estes utilizadores deixarão de utilizar o ubunto e procurarão algo mais "sólido".

    De utilizador Desktop a Programador, é como de, condutor a fabricante de carros e neste caso estamos a falar de Ferrary (kernel). Take a Ride ?

    Sendo o Ubunto um devoto do KISS Protocol leva-me a crer que a documentação seja nesse sentido...
     
  16. Bad_Cop

    Bad_Cop Power Member

    já usei 5: ubuntu, mandrake, arch, gentoo e slackware. e sim, de todas acho o ubuntu a melhor documentada. e nem tudo é necessáriamente copy paste, nos foruns já se encontra muita explicação do que se está realmente a fazer.

    já agora, e só a titulo de curiosidade, qual é para ti a distro mais user friendly e melhor documentada então?


    e quem decide quem interessa ou não ao linux?

    o linux é um so, é uma "ferramenta" que felizmente é gratuita e por isso usa quem quer. o que o objectivo do linux nao é, é fazer alguem sentir-se especial ou elite por ter algo que mais ng tem.

    não percebo bem essa ideia de só poder usar quem desenvolve mas pronto, cada um na sua.
     
  17. John Silva

    John Silva Power Member

    Eu discordo! A RH está a facturar bem depois que ser virou exclusivamente para o mercado empresarial. Poderão dizer ... "hãã e tal isso não é bem desktop" ! É uma verdade, mas há empresas que além de servidores RH também têm desktops RH ou Fedora.... como a NASA por exemplo.
    Não se pode esperar que as distribuições Linux facturem o que a Microsoft ou a Apple facturam pelo seu SO, mas podem com alguma imaginação à mistura, serem empresas com fins lucrativos. Agora se o ivestimento que esse Sr. fez terá retorno ou não, aí é outra questão.

    Não nos podemos esquecer que os "super-computadores", os grandes servidores empresariais são maioritariamente Linux, portanto, apostar no fornecimento de serviços garante uma boa maquia.

    Não serão os utilizadores normais como eu que iremos contribuir para o Kernel ! Serão aqueles que pertencem ás distribuições mais comuns que terão de o fazer pois têm recursos humanos com conhecimento para tal. Fazer do Linux um SO de elite não é correcto pois ele é suficientemente acessível para as tarefas mais comuns e cada dia que passa, a compatibilidade com hardware aumenta e novas funcionalidades são acrescentadas melhorando em muito a interacção com os seus utilizadores.
    Independentemente da distribuição em causa, o Linux é cada vez mais um SO mais inovador e seguro e o mito de que é só para "geeks" pertence ao passado já longínquo.
     
  18. silvino

    silvino Power Member

    Linus Torvalds usa Fedora ,

    Fonte
     
  19. LnxSlck

    LnxSlck Power Member

    Já aqui disseram tudo, o Ubuntu não passa de um rip-off do Debian, e se é parecido com o Windows... Lá isso é, até nos erros. Ainda ontem estava a utilizar Ubuntu num pc que tenho para ali encostado, e era do género, teclado deixava de funcionar... Lá vai um reboot... O redraw das janelas igual... Enfim..

    Ubuntu é bom, para iniciantes, para introduzir pessoas no mundo do Gnu/Linux, mas utilizadores que comecem a abrir os olhos, depressa mudam.

    Quanto à documentação, o Ubuntu ser o melhor? É porque nunca viram a documentação/comunidade do Gentoo, aquilo é tão bom, que até dá para as outras distros, e é nestas distros que se ve o poder do Gnu/Linux, é tu com um tutorial do Gentoo, conseguires aplicá-lo ao Slackware ou ao que for, agora tenta o mesmo com Ubuntu.

    Em relação aos novos utilizadores que o Ubuntu trouxe, sinceramente não passam de um bando de bebés chorões, que usam Ubuntu para impressionar os amigos, e depois veem-se todos aflitos quando têm que usar a consola. E contribuições destes users para a distro? Tá quieto...
     
  20. souto

    souto To fold or to FOLD?

    Uma notícia que não me surpreende nada. Basicamente, o que fazem com o ubuntu é pegar no trabalho de toda a comunidade Linux, colar tudo com cuspo, dar-lhe o tal look Castanho M e siga.

    Ainda há muito trabalho para fazer para moldar o kernel para sistemas usáveis, e a Canonical podia ser pioneira nisso, mas não.

    Mas também, já tive melhor opinião do kernel do linux em si... vai-se tornar num monstrinho intratável... é uma questão de tempo. Se tivesse na canonical, seria exactamente o que faria: não tocava no kernel. Deviam perder mais tempo a torná-lo tratável (documentação, melhores API's...) mas preferem lançar um de 3 em 3 semanas com 50 funcionalidades novas. É completamente caótico.
     

Partilhar esta Página