1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Questão sobre garantia (ASUS-FNAC)

Discussão em 'Dúvidas e Suporte Técnico Portáteis' iniciada por btR, 2 de Março de 2009. (Respostas: 9; Visualizações: 4160)

  1. btR

    btR Power Member

    No dia 19 de Janeiro o meu portátil (Asus Z53s) deixou de funcionar, simplesmente a imagem aparecia tudo a quadruplicar sem nada nítido. Dia 21 desloquei me ao estabelecimento onde o adquiri (Fnac do Norteshopping) onde foi enviado para o reparador visto que estava dentro da garantia, deram me um papel para levantar o equipamento quando tivesse pronto onde anotaram pequenos riscos suaves de utilizaçao. Até aqui tudo bem, dia 8 de Fevereiro la recebo a mensagem da Fnac a dizer que o meu computador tinha sido reparado desloquei me a Fnac pra levantar o portátil quando o abro la na loja realmente estava a funcionar mais tinha dois grandes e profundos riscos na parte superior e cheio de sujidade e com a falta da letra A e S da palavra Asus que tinha na parte inferior do ecra, visto que nao tinha entregue o portatil naquele estado voltou para o reparador, ficando eu com o mesmo papel que tinha recebido no dia 21 de Janeiro da primeira vez que lá fui. Até agora nunca mais me disseram nada já liguei para lá não me sabem dizer o prazo da entrega e como necessito mesmo de um portatil para o trabalho estou desesperado cheguei até a perguntar se emprestavam um para substituir mas a resposta foi negativa claro.

    A minha pergunta era se tenho mesmo de aguardar ou posso exigir que me devolvam o valor do portatil, que me arranjem outro idêntico aquele ou talvez um para substituir aquele visto que ja passou mais de 30 dias utéis desde o dia que o entreguei para reparação da primeira vez e 15 dias úteis da 2ª mas já por culpa deles visto que me queriam entregar o portatil todo arranhado?!

    Desde já obrigado a todos que me puderem esclarecer sobre este assunto.

    btR
     
    Última edição: 2 de Março de 2009
  2. Isto não te deve esclarecer muito, mas, segundo a lei, a reparação tem que ser feita num prazo razoável, e sem grave inconveniente para o consumidor.
    Um mês, não parece ser um periodo razoável para uma ferramenta de trabalho.
     
  3. BountyNunes

    BountyNunes Power Member

  4. btR

    btR Power Member

    A minha duvida é se devo fazer conta à primeira vez que entreguei o portátil ou se faço da 2º vez mas o Guia de reparação que tenho é o de 21 de Janeiro.
     
  5. BountyNunes

    BountyNunes Power Member

    Tens de fazer conta dessa guia q tens!

    Tens direito a exigir algo do mesmo valor que o teu portatil!

    Le as paginas que deixei q vais perceber melhor :D
     
  6. Urhilf

    Urhilf Power Member

    O que interessa é o dia em que deixaste de poder "usufruir" do computador - suponho que seja entao o dia da 1ª guia... Estás impedido de usar o computador desde esse dia, assim como te encontras "privado" do dinheiro que pagaste por ele (no dia em que o compraste).

    Neste momento nao tens nem portatil, nem dinheiro - a lei protege-te e dá ao vendedor 30 dias para reparar, e devolver o bem ao proprietario do mesmo. Ficaste sem o portatil dia X, e 30 dias passados desde essa data, entram determinados direitos na tua esfera jurídica - direitos esses que estao devidamente explicados nas paginas citadas pelo BountyNunes...
     
  7. btR

    btR Power Member

    Estou a perceber. O que estava mesmo em duvida era porque eles realmente arranjaram o portátil ate dia 20 de Fevereiro mas ele vinha todo riscado e sem letras e como ainda nao tinha passado esses trinta dias após o dia 20 de Fev. pensei que ainda não podia reclamar. Mas sendo assim vou me dirigir a loja e devo exigir um portatil do mesmo valor ou um equivalente? Eu quero é um portatil porque realmente preciso para trabalho.

    Muito obrigado a todos que ajudaram.

    Só mais algumas questões se puderem responder agradecia.

    Quem é que tem de me devolver a quantia ou dar me um portatil com as características idênticas? A asus ou a Fnac?

    Eles não podem implicar por eu não ter aceitado o portátil cheio de risco alegando dizer que ainda não passou os 30 dias apôs ir para trás outra vez?
     
    Última edição: 2 de Março de 2009
  8. Urhilf

    Urhilf Power Member

    1ª situaçao- nunca digas que queres o laptop "para trabalho" - se for esse o caso, já nao és um consumidor, mas sim um trabalhador que adquiriu uma ferramenta de trabalho; se compraste o laptop através de uma empresa, ou se o usas exclusivamente para fins "comerciais", nao se aplica o regime de garantias do DL 67/2003, que é onde se prevê o prazo de 2 anos de garantia, 30 dias para reparacao, etc., mas sim o regime geral de garantias do Codigo Civil, que é uma porcaria (6 meses apenas de garantia, etc...);

    2ª situaçao - a partir do momento em que o portatil te ia ser entregue, e foi detectado que estava "danificado" exteriormente, ja nao sei até que ponto se aplica o regime de garantias, ou se pelo contrário, estamos a falar de qualquer outro tipo de responsabilidades legais...

    Como tal, essa tua ideia de "pedir um portatil" igual novo ou de valor equivalente nao é tao linear como parece...

    Compraste à Fnac, é com eles que tens de te entender! A factura que tens é de quem? Fnac ou Asus? A Fnac (e qualquer outro vendedor) actuam como intermediário entre vendedor e fabricante! A funçao das lojas, enquanto "retalhistas" nao é apenas vender e ganhar lucro! têm de representar o comprador perante o fabricante em situaçoes como a tua! E reitero: tu tens um contrato de compra e venda assinado com a Fnac, nao com a Asus... Se tens de "modificar" ou "rescindir" dito contrato, é com a Fnac e nao com a Asus, né?

    Se comprasses uma esfregona estragada no supermercado, ias-te queixar a quem? Ao supermercado, ou à empresa/fàbrica chinesa que fabricou essa esfregona num qualquer país asiático? Situaçao identica!

    Eles podem implicar com o que quiserem...e tu podes implicar ainda mais!

    Situaçao:

    - compraste um portatil;
    - portatil avaria dentro do periodo da garantia, por um defeito de fabrico (nao imputavel á utilizacao normal que lhe deste);
    - levas o portatil ao sitio onde o compraste, para que se tramite a garantia;
    - ao fim de X dias, devolvem-te o mesmo portatil, com evidentes sinais fisicos de incorrecto manuseamento, e com imperfeiçoes que nao apresentava antes de o teres enviado para reparaçao;
    - ninguem no seu perfeito juizo aceitaria de volta um portatil em tais condiçoes;

    Repito: a ti, eis o que te interessa dizer-lhes:

    - dia X, deixaste o portatil com eles para arranjar, por defeito de fabrico;
    - X dias depois, quando supostamente vais recolher o portatil, este vem danificado;
    - ja passaram mais de 30 dias desde que ficaste sem o portatil;

    ... e a bola fica do lado da fnac, para te responder "num prazo razoavel", para que tenhas aquilo a que tenhas direito (que é, no minimo, direito ao teu portatil, 100% funcional, e nas mesmas condiçoes fisicas que apresentava no dia em que o levaste para arranjar);

    Se a partir daqui a Fnac demorar muito em responderte (para mim, um prazo razoavel, depois de tudo o que ja passou, nao seria mais do que uma semana), avanças com queixa na Deco, DG Consumidor, ASAE, etc...

    De qualquer forma, tudo isto que te estou a dizer, teria que ser comunicado ä fnac por escrito (carta registada, de preferencia com aviso de recepcao), e nao oralmente...palavras, leva-as o vento...
     
    Última edição: 2 de Março de 2009
  9. z53s

    Boa tarde,
    Comprei o meu asus á cerca de um ano e sempre foi um pouco barulhento e aquecia bastante, aconselhada por um tecnico resolvi dirigir-me á ***** 8loja onde o comprei) e reportar a situação a fim que eles o reparassem, desde então foi:

    20 março - entrega na loja

    16 abril- de passagem por lá perguntei, disseram que ele ja estava na loja,tinham trocado a Board, cheguei a casa n arrancava tentei ir á Bios e as setas não funcionavam

    16 abril - de volta á loja deixei-o lá e disse pra eles ligarem o teclado que ao trocar a board n teria ficado bem ligado ou n sei....

    21 abril- voltei á loja perguntei pelo portatil eles disseram que ainda n estava lá pedi então o livro de reclamações, onde reportei esta situação...

    A sra disse que não me poderia proceder á substituição porque eles abriram novo processo dia 16 uma vez que eles receberam o portatil na loja logo assinaram a folha de trabalhos foi encerrada, abrindo uma nova o que dá á loja mais 30 dias

    com isto tudo a unica preudicada sou eu...que preciso dele pra trabalhar...

    Se o pc foi pra lá com as setas a funcionar... e sem arrancar... como é k veio de lá sem arrancar e sem as setas a funcionar??? estranho

    Como hei-de agir legalmente?

    Eu só perguntei á senhora partindo do principio que agimos todos de boa-fé... mas assim eles podem ter eternamente o meu portatil lá...
     
  10. pika83

    pika83 Power Member

    pelo que me da entender nao poderas fazer mto.... a partir do momento que assinas uma guia em como recebes o portatil reparado e vais para casa perdes a hipotese de mandar isso na mesma guia logo sumar o tmp todo...a lei parece-me estar no lado da ***** que neste caso nao deve ter culpa nenhuma...deve ter sido na asus ou os proprios transportadores...agora a asus devera assumir o erro e reparar-te isso...mas ai esta mais 30 dias maximo...claro que neste tipo de situacoes eles aceleram o processo...

     

Partilhar esta Página