1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Informação: Pela 0:30 desta Sexta-feira (9 de Dezembro, 23:30 de Quinta-feira nos Açores) o Fórum e restantes sites da ZWAME vão estar offline para manutenção durante cerca de 1h30.
    Se necessário faremos actualizações via Twitter e Facebook.
    Remover anúncio

Radiomóvel estuda oferta de banda larga para mercado residencial

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por rml, 17 de Novembro de 2004. (Respostas: 0; Visualizações: 665)

  1. rml

    rml Power Member

    A Radiomóvel planeia vir a disponibilizar uma oferta de banda larga móvel para o mercado residencial em zonas menos exploradas pelos operadores fixos, tirando partido da cobertura nacional que lhe garante a sua rede CDMA em fase de conclusão.

    João Barbosa, director geral da empresa explicou ao TeK que o core business da Radiomóvel irá manter-se no mercado empresarial, mas o operador equaciona a possibilidade de rentabilizar a nova rede móvel desenhando "uma oferta competitiva com as existentes para os serviços de banda larga fixa", sobretudo em zonas pouco exploradas pelos operadores de rede fixa.

    A rede CDMA da Rádiomóvel está em fase de conclusão oferecendo para já uma cobertura de 85 por cento da população, que até Maio do próximo ano passará a 95 por cento.

    Este novo serviço móvel de dados deverá chegar ao mercado ainda no primeiro trimestre de 2005, permitindo uma velocidade máxima de transmissão de dados de 2.4 Mbps, explicou o responsável. O modelo de tarifação para particulares não está ainda definido, mas a decisão deverá variar entre uma tarifação por pacotes de Mbits ou por tempo de utilização.

    Durante o Congresso da APDC, a Radiomóvel apresentou ainda uma nova marca para o mercado empresarial - Zapp Professional Solutions - que passará a agregar os novos produtos para este segmento. No Business Lounge anexo à feira a empresa relançou um produto que tinha já disponível desde Maio e que é a primeira oferta assente na nova rede CDMA- PAMR (Public Acess Mobile Radio). Trata-se de uma oferta integrada que se baseia num terminal profissional com comunicações PTT - Push-to-Talk, telefonia móvel e Serviço de Dados Móveis e Soluções Empresariais à medida.

    A Radiomóvel conta actualmente com uma base de 7,500 clientes, na sua maioria ainda afectos à rede de trunking, ou ao seu upgrade (Tetra) com os quais está a trabalhar na migração para a nova rede.

    O novo serviço CDMA apresentado à margem do Congresso implica um custo médio de 250 euros para aquisição do equipamento terminal, ao que acresce uma mensalidade de 30 euros para um pacote de comunicações PTT com tempo de comunicações ilimitado.

    A Radiomóvel foi adquirida pela Inquam em 2002, que na altura adquiriu também a Repart, outra empresa de trunking que actuava no mercado empresarial, juntando as duas bases de clientes.

    Os objectivos da Inquam que vai investir 140 milhões de euros até 2006 - valor que inclui a aquisição de activos e a nova rede CDMA - apontam para a angariação de 180 mil clientes até 2006.

    Espera-se que a maioria dos clientes seja suportado pela rede CDMA embora as redes de trunking e Tetra devam manter-se activas, através da Repart.

    in: http://tek.sapo.pt/4O0/524232.html

    Para saber mais: http://www.radiomovel.pt/
     

Partilhar esta Página