1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Rasto de Estrelas

Discussão em 'Fotografia e Vídeo' iniciada por whisper07, 31 de Julho de 2007. (Respostas: 9; Visualizações: 1489)

  1. Oi...
    Possuo uma nikon D50 com as lentes de origem a 18-55 e a 55-200
    gostaria de fotografar o ceu a noite.
    gostaria de vossa opiniao sobre tempo de exposição a usar e aberturas...penso (e gostaria que me confirmassem) que para usar o modo bulb seja impreterivel ter o control remoto por cabo ou infraR, correcto???
    no entanto ja experimentei com 30seg so para testar mas o obturador fecha-se ao fim de poucos segundos!!!
    outro problema é que so consigo sequer executar a foto com algo para focar...algum objecto na imagem....pois só ao ceu nao foca nada nem deixa carregar no obturador
    terei de usar o foco manual na maquina e lente?
     
    Última edição pelo moderador: 1 de Agosto de 2007
  2. adolfo dias

    adolfo dias Power Member

    o modo bulb consiste em manter o obturador aberto enquanto se carrega no botão de disparo. soltando o disparador o obturador fecha-se
    o ideal seria um cabo disparador e uma cadeira.
    se o objectivo é o rasto das estrelas então convem uma exposição de pelo menos 1hr preferencialmente sem luar. relativamente à abertura deverá ser na casa dos f/20 a f/30 n sei qual o minimo da lente
    a questão da focagem penso que terá que ser em modo manual com foco para o infinito
     
  3. ricreis

    ricreis Power Member

    A técnica é simples... Mínimo de abertura possível (= maior f possível) e a exposição vai depender da sensibilidade do CCD da máquina e do ISO que lhe puseres. Um ISO pequeno significa mais tempo de exposição, mas menos grão na imagem. Agora tens mesmo de testar para ver o que resulta melhor. Começa com pouco tempo, estilo 15 minutos, e vê o que dá.

    Quanto ao uso do disparador... depende se tens um bom tripé, uma mão firme e quanto tempo aguentas com o dedo no botão! :-D

    Com um bom tripé podes manter o dedo no botão (até que te doa o braço, claro está), mas naturalmente que com um disparador podes bloquear o botão, ires beber um café e voltar passado algum tempo. Muito melhor, na minha opinião.

    Podes comprar disparadores genéricos baratos no ebay. Para a minha Pentax K100d, comprei um por 3 ou 4 euros.


    Uma pequena dica... se apontares a máquina para a estrela polar, estás alinhado com o centro dos circulos que as estrelas "desenham" no céu.
     
    Última edição: 1 de Agosto de 2007
  4. vsmn

    vsmn Power Member

    Dia 12 e 13 vai ser porreiro. Rastos de estrelas cadentes com abundância.
     
  5. ricreis

    ricreis Power Member

    Atenção à "abundância"... As perseides são uma chuva de estrelas que tem vindo a perder "potência" nos últimos anos, e este ano espera-se que, no máximo, se vejam 80 - 100 por hora, o que dá pouco mais que 1 por minuto.
     
  6. Edgar_

    Edgar_ What is folding?

    A abertura mete o numero f mais pequeno que conseguires quanto a mim.. vai para uma zona escura, sem luzes de cidade etc e com o modo bulb começa a fotografar.

    nao subas do iso200, que é o mínimo na D50.
    por vezes se abusares no tempo os cantos da imagem começam a ficar violetas. é o aquecimento do cdd.

    Não me lembro bem dos valores que usei, mas foi com uma lente Nikkor 50mm aberta a f1.8 visto que a profundidade de campo aqui nao interessava, e foi mais rápido de obter os resultados.

    Eu tenho aqui uma foto com isso, e dupla exposição ,uma para as estrelas e outra para os edifícios, juntei no photoshop.
    [​IMG]
     
  7. ricreis

    ricreis Power Member

    O problema de usares valores muito baixos (quer f, quer de tempo de exposição) é que ficas com uma foto que não se distingue de uma obtida simplesmente dando um toque na máquina.

    Se queres obter uma coisa como esta,

    [​IMG]

    tens de expor durante umas 3 horas.
     
  8. MaxDamage

    MaxDamage Power Member

    ricreis que máquina usaste para essa exposição ?
     
  9. ricreis

    ricreis Power Member

    Esta não é minha. Fiz uma pesquisa no google images por "sky rotation" e pus a primeira que apresentava a rotação e o incluia o horizonte no campo.


    A única experiência deste género que fiz com a minha Pentax K100d (e a objectiva Pentax smc 18-55 mm) saiu furada, já que fiz uma exposição aqui ao céu do Porto. A poluição luminosa é tanta que só me saiu uma foto cor-de-laranja.

    Vou ver se um dia destes arranjo tempo para ir a um sítio com um bom céu e faço algo do género.
     
    Última edição: 7 de Agosto de 2007
  10. Obrigada pelas respostas!!! Foram uma boa ajuda!:001:
     

Partilhar esta Página