1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Ratings dos jogos e os jovens

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por Aftermath, 7 de Agosto de 2007. (Respostas: 30; Visualizações: 2133)

  1. Aftermath

    Aftermath Power Member

    Eu li neste mes da Bgamer uma cronica escrita pelo director da revista (Nuno Catarino) que veio a exprimir por palavras uma questao na qual eu ja pensava á muito tempo.
    Recentemente no UK foi proibido o jogo Manhunt2, proibido, mesmo PROIBIDO, o jogo manhunt2 n pode ser de qualquer maneira vendido no UK sendo a infração punida por lei que podendo levar os infratores a passar umas temporadas na "choldra".

    Acham que este tipo de decisões não em relação ás classificações mas em relação a uma medida tao extrema é "legal", isto é, será que os organismos que dao as classificações de idade aos filmes, jogos etc teem o direito de proibir assim os jogos, que sao uma industria que perante estes casos dificilmente se consegue defender?

    Eu acho que não, eu acho que deve caber a cada jogador saber os seus limites e decidir por si mesmo, estimulando uma certa autonomia de pensamento sempre acompanhado pelos pais enquanto menor que o ajudam a compreender a realidade e jogo.

    Só que isso raramente acontece,e depois temos putos de 10 anos como um primo meu que vai á vobis sozinho e compra o GTA SA que como sabemos contem drogas, sexo, violencia e passado uma semana anda viciado naquilo e a fingir que é um Homie.
    E na vobis nem disseram nada. Agora só uma coisa. Para que é que tava la o rating? o 18+?

    Isto tb n esta bem. Devia haver mais controlo, mas isto´é a minha opinião,
    agora expressem as vossas.
     
  2. rfgfraga

    rfgfraga Banido

    Tem que haver controlo dos pais.
    Não dos vendedores
     
  3. Crrash

    Crrash Power Member

    deveria, mas eu acho que na venda de um jogo a um menor tem-se de pedir uma autorização dos pais e ter a certeza que sabem o que se está a comprar.

    Bem o que me preocupa mais são casos como na america. Manhunt 2 não foi banido, mas recebeu um rating de 18+ /AO que a nintendo na america não autoriza ser jogado nas suas consolas (cá é possivel porque não temos o rating 17+ que eles tambem tem). Ou seja recebe um rating, não é banido mas não pode ser jogado na mesma...
     
  4. BrunoAlexS

    BrunoAlexS I Quit My Job for Folding

    É sempre a mesma conversa em relação aos conteúdos impróprios nos videojogos.

    Existem filmes violentos, existe sexo na Internet, em revistas, em livros, na televisão, em todo o lado. Como já disse o rfgfraga, a responsabilidade de manter as crianças afastadas destes conteúdos recai única e exclusivamente nos pais ou tutores.

    Não há maior atestado de estupidez do que ir à TV dizer que os videojogos são maléficos porque o filho matou 5 pessoas depois de ter jogado GTA. A pergunta que se impõem não é o que ele jogou antes de matar as 5 pessoas... A pergunta é: onde arranjou ele a arma? E onde estavam os pais quando ele jogou dito jogo? Quem lhe comprou o jogo?

    Sim, é verdade que está provado que as crianças mais novas podem ter tendência a reproduzir actos que executem num videojogo, mas também está provado que fumar prejudica gravemente a saúde. Vamos banir os cigarros para salvar as criancinhas?

    Os videjogos sofrem do grave e ridículo preconceito de que o seu público alvo são sempre as crianças. Quem lança ataques a videojogos (como o excelentíssimo senhor Jack Thompson) são pessoas ignorantes que não percebem que há jogos para crianças e jogos para adultos, assim como há filmes, livros e sites de Internet para ambos.

    Esse tipo de preconceitos idiotas têm povoado os EUA, mas é triste ver que tal idiotice também alastra pela Europa. Só espero que nunca chegue a Portugal.
     
  5. Crrash

    Crrash Power Member

    o problema é que se ninguem ensinar aos pais eles nunca vão tomar responsabilidade pelo que os filhos jogam. Se os pais tiverem de dar autorização pelo menos eles param por um momento e perguntam-se porque que é preciso uma autorização para uma criança jogar um jogo?
     
  6. Romani48

    Romani48 Power Member

    sinceramente concordo com todos os comentarios que li aqui..

    não se deve proibir um jogo baseado no seu rating...
    se não os filmes também deviam ser proibidos.. Daqui a bocado, tudo era proibido..

    Claro que o controlo deve passar pelos pais.. Como disseram qualquer criança vai a uma superficie comercial e compra um jogo, claro eles querem é vender.. mas muitas vezes as pessoas que estão lá também são pais que não se estão para incomodar com isso

    depois também passa pela educação...

    Eu tinha 11, 12 anos e deram me o GTA3.. (isto em 2001/2002) na altura joguei, e como tal matei e roubei.. como já tinha feitos em outros jogos.. porém não me pus a emitar o nosso amigo Claude Liberty a matar e a roubar..

    Isto porque não faz parte de mim ser influenciado, sei muito bem distinguir as realidades..

    PEnso que as idades não devia ser o factor pelo qual isto devia ser regido, mas talvez um indice psicologico.. uma criança devia no médico ser de x em x tempo se calhar ser avaliada..

    porque há pessoas e pessoas... conheço pessoas de mais de 30 anos que se impressiona com sangue.. mas também conheço crianças de 12/13 anos, na altura também eu, que sabe o que é realidade e o que é jogo..



    Claro que no sistema actual podia mesmo assim tudo ser evitado e melhorado.. mas aqui trata se de quem ganha mais e não de quem mata e rouba mais... enfim

    Por isso é que os pais devem, alias, têm de ter um papel preponderante na educação e no que os seus filhos fazem..
    e devem conhecer suficientemente os seus filhos para saber se este pode ou não comprar o jogo X e o jogo Y..

    tenho dito

    saudações :D
     
  7. BrunoAlexS

    BrunoAlexS I Quit My Job for Folding

    A tua ideia é utópica e seria o ideal se não fosse tão difícil de implementar. Já se pressupõe que as lojas se devem recusar a vender jogos a clientes que não cumpram a idade exigida pelos ratings, e isso deveria bastar se alguém o cumprisse. Vai na volta, quem está por detrás do balcão numa loja de jogos (ou numa FNAC ou numa *****) também não percebe nada do assunto e presume logo que todos os videojogos são bons para crianças. Ou então está-se nas tintas.

    Concordo contigo que os pais devem estar informados. É natural que seja difícil para certas pessoas habituarem-se e informarem-se sobre um mundo em constante evolução e que a muitos passou ao lado como o mundo dos videojogos, mas é responsabilidade dos pais informarem-se sobre aquilo a que os filhos andam sujeitos. Qualquer pai deve estar informado sobre a Internet, drogas, a "noite", videojogos, coisas que a si podem não lhe dizer nada mas que são o "pão nosso" dos filhos.

    Mas lá está... Para muitos pais é mais fácil mandar vir com a Rockstar do que assumirem responsabilidades...
     
  8. Joao Tiago

    Joao Tiago I quit My Job for Folding

    Porque no verso diz 10+ ou que contém linguagem obscena ou que contém pornografia ou violência. Eles já sabem que se um filme na TV tiver uma rodinha vermelha, o filho não pode ver o filme, mas para jogar GTA já não se importam. Vêem o filho a matar pessoas com uma motoserra e ainda se sentam ao lado a jogar com eles. Os pais têm de ser sensibilizados, e seres os mesmos a procurarem informações acerca do conteudo que os filhos possuem. Eles se lerem o manual encontram toda a informação lá metida. Mas que percentagem se preocupa com isso? 2%?? Se calhar nem tanto....
     
  9. Crrash

    Crrash Power Member

    para isso eles teem de olhar para o verso, e raramente fazem isso. Alguem tem de lhes indicar isso

    pois, as lojas teem de tratar que os seus trabalhadores saibam sobre os ratings.

    o problema é que aparece tudo sempre diferente, não há sistema uniformizado... anda sempre a mudar...

    é mesmo só um problema de pais mal informados. Os pais deveriam conhecer o filho e o que não lhe faz bem. muitos aqui em criança jogaram jogos violentos, e não lhes aconteceu nada, depende das pessoas e só os pais é que podem conhecer bem os filhos (poderiam, mas raramente conhecem)
     
    Última edição: 7 de Agosto de 2007
  10. lord_zed

    lord_zed Power Member

    A culpa não é só dos pais..os vendedores tambem tem culpa como é obvio, se 1 puto com 10 anos chega ao balcão com o GTA (continuando o exemplo ja dado), parece-me que seria sensato por parte de quem está a fazer a venda, não vender o jogo ao puto.
    Agora se o puto aconpanhado pelo papa e mama quiser levar o jogo, o vendedor poderia alertar para os conteudos improprios.
     
  11. Joao Tiago

    Joao Tiago I quit My Job for Folding

    O problema é a mentalidade absurda desta sociedade, porque o pensamento de milhões de pessoas é "os jogos são para crianças, por isso não podem ter nada de mal". Se esta ideia ridicula fosse esquecida, os pais teriam mais cuidado. Mas os pais que não deixam o filho jogar GTA e no dia a seguir metem Internet em casa e deixam o filho navegar por esta mesma, são ainda mais estúpidos.

    :x2:
     
  12. x-amp

    x-amp Power Member

    quem quiser jogar joga, quem nao quiser nao joga... acho uma cambada de atleimados, andarem por ai a dizer, que os nossos filhos quando forem grandes, vao ser assaçinos devido aos jogos....
    eu jogo jogos de guerra, e não é por isso k ando por ai a dar tiros...
    e ate tenho material de caça em casa...
     
  13. Crrash

    Crrash Power Member

    não digo que vão ser assassinos. mas vendo como muitas crianças agem e falam, eu sei que algo na sociedade está mal. Já ouviste as crianças nos voicechats? são piores que o cartman
     
  14. Mas estão a pegar em exemplos de paranóia total (UK e Alemanha por ex), esses são reguladores em tudo, então o UK é um autentico exagero, os videojogos são um excelente bode espiatório para todas as incapacidades parentais e governamentais, é muito mais simples culpar os jogos, a musica ou os filmes do que assumir a propria culpa.
     
  15. Aftermath

    Aftermath Power Member

    Sim isto é totalmente verdade, os jogos teem sempre que levar por tabela por tudo mas ninguem se preocupa com o sexo nas telenovelas, que cada vez parece mais. Uma rapariga de dez anos a ver uma telenovela num canal que n é para aqui chamado as 22h e apanha uma cena de sexo que apesar de n mostrar "o que nos sabemos" mostra corpos, costas, pernas, barulhos, quer dizer os jogos teem a culpa mas ninguem olha para a televisão as 10 da noite (n podem dizer que as crianças ja deviam ter na cama porque sabem muito bem que na maioria n é assim). Mas a culpa é dos jogos.

    Deviase era ler, claro, nunca leram o codex 632?,é que tem umas cenas com uma sueca com um detalhe na descrição...
     
    Última edição: 7 de Agosto de 2007
  16. Aftermath

    Aftermath Power Member

    Eu apesar de concordar com isto acho que deveria sempre mas sempre partir dos pais a iniciativa de verificar os contents do jogo e que atraves da avaliação da mentalidade do seu filho decidir se seria apropriada a compra e se em caso de compra com duvida um dos pais deveria tentar jogar algum tempo com o filho para lhe explicar a generalidade dos contents e alerta-lo para a não realidade do jogo (quando tinha 7 anos começei a jogar starcraft, o meu pai jogava comigo, com 9 anos joguei Return to castle wolfenstein um jogo que era para maiores de 18 e que apesar de tudo nunca tive problemas com a diferenciação porque durante os primeiros meses que joguei o jogo , que foi o meu primeiro FPS o meu pai esteve sempre que podia lá para me acompanhar e explicar e realsar a irrealidade em tudo aquilo).

    Mas claro q se um puto, como o meu primo de nove/dez anitos, vai sozinho á vobis e quer levar um GTA San Andreas, quer dizer....8|, devam tentar fazer alguma coisa!
     
  17. Aftermath

    Aftermath Power Member

    Alguem sabe de mais alguma proibição de jogos em algum pais?
    Eu ouvi flr qql coisa em relação a um pais que probiu o GTA
     
  18. The WolfMan

    The WolfMan 1st Folding then Sex

    Na austrália, banem os jogos todos, eu tenho montes de jogos de tiros, doom 3, quake 4, GTA SA, etc. O doom 3, acagaço-me um bocado, e só custumo jogar quando tou acompanhado de amigos (o meu irmão é um mariconço :lol:), mas GTA SA, já o passei todo, e como muita gente pensa inclusive o meu pai, aquilo tem uma história, que muito dakilo já é exagerado em portugal, mas nos Estados Unidos, ''akilo e o ke se passa na street man''. Eu não vejo akilo como um jogo sádico, mas sim como uma espécie de ''retrato social'' do que se passa em muitos bairros dos Estados unidos.
    É obvio que eu as vezes, armo-me em CJ e ando à ganster, mas tenho consciencia que akilo é um jogo.
     
  19. Aftermath

    Aftermath Power Member

    Na australia banem os jogos todos? Como assim? Quais?
     
  20. eyeliner

    eyeliner Power Member

    Deve-se ter confundido com a Alemanha, onde censuram os jogos.
     

Partilhar esta Página