1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

RAW

Discussão em 'Fotografia e Vídeo' iniciada por tomassantos, 25 de Maio de 2009. (Respostas: 148; Visualizações: 7747)

  1. tomassantos

    tomassantos To fold or to FOLD?

    .
     
    Última edição: 17 de Março de 2011
  2. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Qualquer programa que abra RAWs da Nikon... Photoshop/ACR, Lightroom, Capture One, Capture NX.... Por aí fora.
     
  3. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Então mas não queres converter em jpeg? O preview do windows não converte nada.
     
  4. strobe

    strobe Moderador
    Staff Member

    Google Picasa
    ou o próprio preview da Microsoft (precisa de drivers para NEF)
     
  5. Vassago

    Vassago Power Member

    Se é só para ver as imagens o melhor viewer é o Irfanview, que por acaso até é free.
    Podes é precisar de meter plugins para .nef, pelo menos eu tive de meter para os .cr2 da Canon.
     
  6. Hiver

    Hiver Power Member

    Se e so para visualizaçao tens tb o microsoft Raw image viewer. E so ires ao site da microsoft e sacares. E igual ao normal do windows mas le Raw.

    Agora, na minha opiniao, se keres converter em massa raws sem tratamento pra jpegs vais ficar com fotos muito flat. Mais vale tirares logo as fotos em jpeg. Pois os raw precisam de tratamento individual pk as fotos nao sao todos iguai. Umas pedem mais sharp, outras mais fill, outras mais correcçao de exposiçao k outras...Etc.
     
  7. MaxDamage

    MaxDamage Power Member

    Para converter..

    O Lightroom é àgil para grandes quantidades.
     
  8. Mk Pt

    Mk Pt Power Member

    O DxO Optics parece-me porreiro para trabalhar os Raw, mesmo que seja apenas converter os raw's sem perder muito tempo com cada um deles.
    E quem tenha graficas recentes, o programa deve usar o poder delas para fazer conversao mais rápida [como a minha é antiga não deve usufruir dessa capacidade]..

    E dá para descarregar módulos para máquinas [algumas compactas] e lentes de slr's afim de corrigir automaticamente vinhetagens e/ou outros problemas de algumas lentes/máquinas....

    Pelo que li, para a g10 até é dos mais porreiros, porque normalmente o RAW das compactas é mais limitado que o das slr, mas com este dá para ter mais opçoes/definições. Eu já andei a testar e de facto pareceu dar mas mexer numa serie de atributos, mas alguns nem sei bem como mexer, só perdendo tempo/testanto/estudando é que vou lá...


    Mas ninguem o tinha recomendado.. Será que não conhecem ou acham mau??
     
  9. pimpampum

    pimpampum Banido

    O DxO Optics é excelente.
     
  10. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Já o tive. A impressão com que fiquei dele foi tão boa que já nem me lembrava que o tive.
     
  11. cardosoaac

    cardosoaac Power Member

    Já agora...este software não é compativel com todas as máquinas, pois não?
     
  12. Mk Pt

    Mk Pt Power Member

  13. Na minha K100d Super os RAW ocupam um pouco mais de 10Mb, contrariamente ao cerca de 2-2,5 Mb dos ficheiros em JPG. É aconselhável tirar em RAW e depois converter no pc para JPG ou será que não compensa o trabalho e é melhor tirar logo em JPG da máquina ?

    Disseram-me que não se consegue ver diferenças entre uma maneira e outra. Meter duas JPG lado a lado: uma da máquina e outra convertida no pc a partir do RAW.

    O que acham ? Os 6 Mp da máquina interferem em alguma coisa ?
     
  14. strobe

    strobe Moderador
    Staff Member

    Assunto mais do que debatido:

    http://forum.zwame.pt/showthread.php?t=235350

    Só não consegue ver a diferença quem usa mal o RAW.

    Lê os tópicos acima ou um qualquer livro de fotografia de um autor decente (o que exclui obviamente o Ken Rockwell)
     
  15. Warlord

    Warlord [email protected] Member

    nada como exprimentares e tirares as tuas proprias conclusoes. eu uso raw.
     
  16. proenca

    proenca Power Member


    Vamos la ver, a primeira coisa é bate na tromba desse anormal.

    De quem te disse isso.

    É uma pessoa que percebe ZERO de fotografia.

    Eu vou tentar explicar de uma maneira simples :

    A maquina tira sempre em RAW : ou seja tu qnd fazes clique, ela capta o que o sensor viu.

    Se tiveres a opção JPEG activada, ela nessa informação que o sensor viu, mete-lhe uma data de coisas pré definidas ( cor, contraste, luminosidade, detalhe, etc ) e escreve essa informação num formato JPEG.

    Se tivers a opção RAW activada, ela escreve-te tudo o que o sensor viu, num formato RAW. Sem ajustes .

    Ora, o JPEG é bom para coisas muito rapidas e muitooooo pontualmente.

    Os modos que a tua maquina tem ( noite, macro, pessoas, paisagem, etc ) nao são mais que conjunto de pré definições - de cor, contraste, luminosidade.

    Ora bem, nem todas as situações se dão bem com coisas "chapa 5" . Dai eu ser completamente contra do JPEG. Na maquina claro.

    Eu e qualquer fotografo que se chame de tal e tenha digital.

    Com o RAW, a primeira coisa que vais notar, é que a foto vai parecer "morta". Nao tem muita cor, não tem muito contraste, não tem muita luz.

    E é exactamente isso que se quer !!

    Porque tu é que vais fazer os ajustes.

    Exemplo : uma foto de praia, com canoas de cores garridas e diferentes, com a tua namorada ao lado. Se fotografares em JPEG, as cores vai parecer muito puxadas e "plastificadas". Se gravares em RAW podes ajustar a cor como quiseres. E se calhar para a foto a sguir, ja podes por mais.

    A grande grande grande vantagem do RAW é a latitude : ou seja, podes ajustar a cor de , imaginando -30 a +30, porque tens la TODA a informação que o sensor viu. O mesmo com a luz, contraste, etc.

    Com o JPEG, como é um ficheiro muito mais pequeno, tens muito menos latitude para ajustes : imagina, -5 a +5.

    Isso leva que consigas "recuperar" fotos mal tiradas ( em termos de luz ) em raw que são praticamente para ir para o lixo com JPEG.

    Alem disso, os ficheiros JPEG são mais pequenos porque são comprimidos - e isso faz-se atraves de cores iguais, ou muito proximas, ele assume a MESMA cor. E em alguem que tem uma camisola com , por exemplo, uma cor vermelha muito viva, ele assume que o centro da camisola é tudo da mesma cor, em vez de ter "degrades".

    Isso leva a que percas promenores ou detalhes.

    O ficheiro RAW é TUDO.

    Espero ter ajudado.

    Conselho : fotografar RAW não é facil. Demora tempo até se escolher um programa que gostemos para revelar as fotos , ocupam muito mais espaço , enfim.. mas vale bem a pena. Aconselho irem à FNAC ou Amazon e comprarem um livro sobre o assunto. Vai ser o vosso melhor investimento, em vez de andarem a comprarem lentes a torto e a direito
     
  17. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Hilariante, mas completamente verdade. Tudo quanto é fotos a sério faz-se em RAW. O JPEG da máquina só é usado em casos específicos de reportagem, em que se quer os ficheiros prontos na hora. E mesmo assim tira-se em RAW+JPEG só para o caso de...
     
  18. ruimoura

    ruimoura Power Member

    Continuo sem perceber porque é que há pessoas que se metem a comparar um RAW a um jpeg, lado a lado. Qual é mesmo a ideia? É inqualificável ...
     
  19. Warlord

    Warlord [email protected] Member

    importas os raws, abres num programa de workflow e aplicas os teus settings a todas as fotos de uma vez. a partir dai so fazes outros ajustes se kiseres. mas se kiseres, ao contrario do jpg, consegues fazer :)

    eu por exemplo importo td c/ camera profile canon standard e dps mudo algumas fotos para landscape (pucha mais os verdes e os azuis), outras para portrait (aquece os tons), etc

    se nao kiser fazer absolutamente nd nas fotos basta importar, aplicar o canon standard e exportar para jpg, fico com o mesmo resultado k iria obter na makina e nao perco mais de 2 minutos.
     
    Última edição: 2 de Junho de 2009
  20. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Porque não?! Revelação e processamento sempre fizeram parte do trabalho fotográfico. E o que se pretende, para se conseguir melhores resultados, não é ter a máquina fazer o melhor possível, mas sim ter controlo total, desde o momento do disparo até à impressão final.

    No caso dos fotógrafos de casamentos (achas que são só esses que tiram milhares de fotos para entregar no próprio dia?), fazem como disse o Warlord. Importam os RAWs para um software de workflow, onde já têm os seus settings programados e depois é só mandar criar os JPEGs.
    Isto porque o JPEG criado no PC, mesmo em default, já é diferente. Quanto mais se aplicares presets teus...
     

Partilhar esta Página