1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Reciclanet um projecto similar ao Flavitu PT mas com êxito.

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por Minguno, 14 de Novembro de 2017. (Respostas: 4; Visualizações: 847)

  1. Minguno

    Minguno Power Member

    Recentemente ouvi um zum zum em modo podcast sobre algo chamado Reciclanet, fiquei interessado ao escutar e quado tive tempo visitei a página deles e lí :

    Salvo que não têm uma distribuição própria personalizada parece-se ao que um dia pensamos no Flavitu o mais curioso é constatar que ideias sem êxito num lugar, podem com raiz própria e diferente ter êxito noutro e isto gera uma imensa alegria interior pela ideia e pelas mãos de outros e com a qual nós mesmos concordamos e gostaríamos de ter feito.

    Vamos lá então o Reciclanet sediado em Bilbao e de abragência Peninsular é nem mais nem menos que uma dinâmica rotativa (cluster) entre diferentes etapas e métodos de recolha, tratamento e cedência ou venda de equipamentos Informáticos , junto a isto uma oferta divulgativa e formativa pró-SL e com um enfoque muito social , ecológico e pedagógico.

    E sí é uma associação de partilhas, alicerçada pelo Software Livre , conhecimento GNU/Linux e informático , autónoma no possivel e mediante muita divulgação pessoal ou comunitária.

    http://tienda.reciclanet.org/
    http://www.reciclanet.org/blog/reutilizacion-2/
    http://www.reciclanet.org/blog/en-reciclanet-necesitamos-voluntarios-como-tu/

    http://www.reciclanet.org/blog/servicios-reciclanet/formacion/

    Neste caso do Reciclanet eles encontraram algo importante para o projecto - algum método de auto-financiamento - qual é a fórmula deles ao invés de terem uma distro "amigável" e procurarem apoios institucionais ou tentar vender cds ou cursos SL em bruto vendem máquinas recicladas ou serviços dentro destes a parte WEB ou seja algo acabado com possibilidade de formação presencial.


    [​IMG]

    E assim se desenham sorrisos e um que seja , já vale todo o trabalho . É nestes projectos que devemos pensar quando nós Linuxeiros pensamos " valerá a pena eu divulgar isto do SL se poucos ligam a isto?" , estes projectos são a prova de que afinal vale a pena e merece o tempo que gastamos ainda que seja para um nicho de interessados.
     
  2. silvino.tk

    silvino.tk Banido

  3. blaster_00

    blaster_00 Power Member

    O ano passado foi muito badalado nos media cá do burgo umas apreensões de material ilegal/contrafeito de reparação automóvel.
    No fim querem ilegalizar alterações no computador de bordo dos carros que não sejam realizadas nos "agentes autorizados" porque sem pelo menos parte do código da marca é impossível de fazê-lo.
     
  4. Minguno

    Minguno Power Member

    É o problema das licenças as empresas são assim, no entanto o reuso tanto de código como de hardware é muitas vezes possivel e muitas vezes desejável mas isso por vezes não interessa às empresas e se estas têm as licenças ao nível de software o usuário tem de submeter-se a elas, depois tens as terceiras partes que são os parceiros os tais agentes autorizados que estão certificados para algo segundo essa mesma arca empresa , é um ciclo empresarial.
    Aí não existe muito a fazer devido a licenças.
     
  5. blaster_00

    blaster_00 Power Member

    Usando uma analogia, para simplificar a discussão, seria como um aparelho com parafusos que só o fabricante conseguia abrir. Isso será legal/justo/desejável para a sociedade e mercado livre? Na Coreia do Norte até compreendia.
     

Partilhar esta Página