Recomeçar do Zero - enfermeiro => Programador

ric7

Power Member
O curso em especifico que estava a decorrer e que eu fiz era apenas online, se bem que acho que também têm cursos presenciais.

Não, depois do curso a empresa não arranja entrevistas. Pelo menos quando frequentei nunca se falou nada disso.
Mas foi difícil arranjares trabalho com esse curso? Qual tiraste já agora?
 

Mouro78

Power Member
Mas foi difícil arranjares trabalho com esse curso? Qual tiraste já agora?
Tens a Smart Ninja e a Rumos/Galileu, estas empresas não te arranjam entrevistas, acho que só Academia de código e Iron Hack é que têm esse tipo de publicidade.

Fiz o curso de code developer na Rumos, estando a começar do Zero deu para aprender algumas coisa ou ter uma noção das etapas da programação mas não acho que seja o suficiente para arranjares emprego com o curso.
 

ric7

Power Member
Tens a Smart Ninja e a Rumos/Galileu, estas empresas não te arranjam entrevistas, acho que só Academia de código e Iron Hack é que têm esse tipo de publicidade.

Fiz o curso de code developer na Rumos, estando a começar do Zero deu para aprender algumas coisa ou ter uma noção das etapas da programação mas não acho que seja o suficiente para arranjares emprego com o curso.
Não seria para mim, era para uma pessoa que não pode parar de trabalhar, se assim fosse, o programa switch seria o mais indicado, que além de aprenderem imenso, garante estágio.
 

Peras92

Power Member
Mas foi difícil arranjares trabalho com esse curso? Qual tiraste já agora?

Eu tirei o curso de Web Development I.

A minha ideia não era obrigatoriamente arranjar trabalho na área, apesar de ter ido a 2 entrevistas.
Acho que o curso dá as bases e ferramentas para começar a trabalhar na área, mas implica depois envolvimento e trabalho fora aulas/curso, coisa que não consegui depois fazer por causa do meu emprego normal.
 

ric7

Power Member
Eu tirei o curso de Web Development I.

A minha ideia não era obrigatoriamente arranjar trabalho na área, apesar de ter ido a 2 entrevistas.
Acho que o curso dá as bases e ferramentas para começar a trabalhar na área, mas implica depois envolvimento e trabalho fora aulas/curso, coisa que não consegui depois fazer por causa do meu emprego normal.
Arranjar entrevistas também eu conseguia arranjar mesmo sem curso na área, agora se as empresas nos levam a sério é que é outro assunto. Obrigado colega.
 

RicardoF

Power Member
Obrigado mais uma vez por toda a ajuda que tens dado. Deu para ficar a saber mais sobre algumas partes mais técnicas das entrevistas e é sem dúvida uma mais valia para não ir às escuras.

Vou dando feedback e vou ver como posso melhorar de alguma forma.
Bem só para partilhar que finalmente consegui uma oportunidade :). Foi preciso ter quase desistido e ter inclusive arranjado um trabalho noutra área, mas lá apareceu.

Não mudou nada de antes para agora, acho que foi simplesmente sorte de de repente ter arranjado uma consultora que se mexeu e que me arranjou logo um projeto/cliente. Chegando às entrevistas finais com o cliente, a parte técnica foi algo relativamente simples mais para perceber a parte lógica e basicamente mostrar muita vontade em aprender.
 

Surfd

Power Member
Bem, acompanhei (lendo meio na diagonal) as últimas páginas deste tópico.

Fico feliz por saber que efetivamente há quem tenha conseguido mudar de carreira através dos bootcamps... Mas também fiquei algo reticente com alguns relatos das dificuldades em encontrar emprego após o bootcamp. Afinal, estamos a falar de um valor bem considerável, 6000-7000€, para depois ficar de mãos a abanar...

Gostava muito de fazer uma mudança, mas a minha vida atual dificilmente permite que fique 6+ meses sem emprego, com esse tipo de investimento.

Ainda por cima, a minha formação (licenciatura + mestrado em Economia) não seriam muito relevantes em termos curriculares (eu sei que há mudanças muito mais radicais, mas ainda assim).


Se virem páginas anteriores conseguem encontrar alguns posts meus... Será que, com o meu background, é mais seguro apostar num percurso de Data Science?

Não é bem o que queria, mas penso que também terá alguma procura - se houver alguém a trabalhar na área (Data Analyst, Scientist, etc) gostava muito de ter feedback...
 

cconst

Power Member
Ainda por cima, a minha formação (licenciatura + mestrado em Economia) não seriam muito relevantes em termos curriculares (eu sei que há mudanças muito mais radicais, mas ainda assim).
Pensa em SAP... como consultor FI/CO (Finances and Controlling) ou mesmo de logística dependendo do que fizeste no passado. Usas os teus conhecimentos da licenciatura e mestrado em Economia para mais facilmente conseguires entender o negocio do cliente e refletir as necessidades configurando o SAP de acordo.

Escrevi SAP... mas qualquer ERP pode ser uma opção.
 

lusithanius

Power Member
Bem, acompanhei (lendo meio na diagonal) as últimas páginas deste tópico.

Fico feliz por saber que efetivamente há quem tenha conseguido mudar de carreira através dos bootcamps... Mas também fiquei algo reticente com alguns relatos das dificuldades em encontrar emprego após o bootcamp. Afinal, estamos a falar de um valor bem considerável, 6000-7000€, para depois ficar de mãos a abanar...

Gostava muito de fazer uma mudança, mas a minha vida atual dificilmente permite que fique 6+ meses sem emprego, com esse tipo de investimento.

Ainda por cima, a minha formação (licenciatura + mestrado em Economia) não seriam muito relevantes em termos curriculares (eu sei que há mudanças muito mais radicais, mas ainda assim).


Se virem páginas anteriores conseguem encontrar alguns posts meus... Será que, com o meu background, é mais seguro apostar num percurso de Data Science?

Não é bem o que queria, mas penso que também terá alguma procura - se houver alguém a trabalhar na área (Data Analyst, Scientist, etc) gostava muito de ter feedback...
Podes tentar esta.

https://www.porto.pt/pt/noticia/esc...re-campus-no-porto-para-formacao-100-gratuita
 

José Vivi

Power Member
Tenho andado atento a este tópico pois estou a considerar fazer o Bootcamp da Academia de Código. Não tenho experiência nenhuma em programação e por isso parto do 0.

Estou neste momento a meio do challenge.. fiz cerca de 35 exercícios e admito que agora isto parece estar a ficar mais difícil.. dou por mim a pensar: será que por ter dificuldade neste challenge vou ter dificuldade em entrar / ou ser bem sucedido durante o curso?

Seria interessante saber se os membros que frequentaram o bootcamp fizeram o challenge com alguma facilidade.. ou não
 

fabiolous

Power Member
Estive a estudar opções e estava quase decidido a inscrever-me numa licenciatura em informática, regime pos-laboral.

Contudo, mesmo já tendo um curso de engenharia com mestrado (mecânica) e ter umas noções/prática minima com linguagem C, fiquei na dúvida se isto de tirar um curso superior novamente será mesmo benéfico.

Isto porque sinto que durante o meu percurso até agora, onde realmente aprendi alguma coisa foi a trabalhar e meter a mão na massa e ainda assim, depende muito para que empresa se vai trabalhar.

Outro exemplo que vi recentemente foi um colega meu que tirou medicina e agora foi trabalhar para uma empresa de SW relacionada com saúde (fez umas formações online relacionadas com apps em Android).

Vejo outros exemplos de pessoal que tirou engenharia (química, instrumenntação médica) e estão a trabalhar em empresas de SW.

Sendo assim, só me faz sentido meter-me numa licenciatura novamente, se isso servir como "desculpa" para depois as empresas não deixarem progredir na carreira. Isto faz algum sentido? (Na minha área já vi isso em 2 situações).

Andei-me a informar sobre os conteúdos da licenciatura e fico a olhar para aquilo do género: isto vai-me dar as bases, mas será que vou tirar daqui o que pretendo?

Há algum sitio onde eu possa fazer uma espécie de "teste" para perceber que área da programação eu estaria mais interessado?

Obrigado.
 

ultrauploader

Power Member
Estive a estudar opções e estava quase decidido a inscrever-me numa licenciatura em informática, regime pos-laboral.

Contudo, mesmo já tendo um curso de engenharia com mestrado (mecânica) e ter umas noções/prática minima com linguagem C, fiquei na dúvida se isto de tirar um curso superior novamente será mesmo benéfico.

Isto porque sinto que durante o meu percurso até agora, onde realmente aprendi alguma coisa foi a trabalhar e meter a mão na massa e ainda assim, depende muito para que empresa se vai trabalhar.

Outro exemplo que vi recentemente foi um colega meu que tirou medicina e agora foi trabalhar para uma empresa de SW relacionada com saúde (fez umas formações online relacionadas com apps em Android).

Vejo outros exemplos de pessoal que tirou engenharia (química, instrumenntação médica) e estão a trabalhar em empresas de SW.

Sendo assim, só me faz sentido meter-me numa licenciatura novamente, se isso servir como "desculpa" para depois as empresas não deixarem progredir na carreira. Isto faz algum sentido? (Na minha área já vi isso em 2 situações).

Andei-me a informar sobre os conteúdos da licenciatura e fico a olhar para aquilo do género: isto vai-me dar as bases, mas será que vou tirar daqui o que pretendo?

Há algum sitio onde eu possa fazer uma espécie de "teste" para perceber que área da programação eu estaria mais interessado?

Obrigado.

Vais sempre aprender muito mais em termos práticos a trabalhar do que na faculdade.

O que um curso de eng. informática te dá como dizes e bem, são as bases. Depois há tópicos introduzidos superficialmente que não fazias ideia que existiam mas que mais tarde durante a tua carreira voltas a relembrar e aprofundar para resolver um determinado problema.

Se tiveres disciplina suficiente claro que eventualmente consegues aprender o que necessitas para trabalhar na área. Tens é de estar bem ciente que não há atalhos e o mais provável e começares nas piores empresas. Depois para sair da 'cepa torta' é mais estudo e trabalho.

Diria que a melhor abordagem é ir para a faculdade e trabalhar na área logo que possível. Após um ano numa faculdade reputada já estás a anos luz de alguém saído de um bootcamp, para não falar do dinheiro que poupas.
 
Topo