1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Mega Drive Recordar a Sega Mega Drive/Genesis

Discussão em 'Retro / Legacy / Arcade' iniciada por I_Eat_All, 11 de Setembro de 2006. (Respostas: 1200; Visualizações: 107276)

  1. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    [​IMG]

    Sega Mega Drive/Genesis foi a consola de 16-bits da Sega, lançada em 1988 no Japão, 1989 na América do Norte e em 1990 na Europa. O sistema vendeu 39.7 milhões de unidades.

    Desenvolvimento:

    A Sega Master System havia sido bem recebida na Europa mas tinha falhado em criar interesse nos mercados Americano e Japonês dominados pela Nintendo Entertainment System (NES), ao mesmo tempo nas arcades a Sega System 16 vingava (Shinobi, Altered Beast) o que criou a oportunidade da Sega se adiantar na corrida dos 16 bits contra uma Nintendo satisfeita com a sua plataforma actual e sem pressas. Contaram nessa corrida com a PC Engine/TurboGrafx-16 uma cooperação da Hudson Soft com a NEC que chegou ao mercado um ano antes mas não tinha expressão internacional (a Sega, embora não lider de mercado já havia estabalecido um mercado e contactos com a Master System) o que dava vantagem à Sega naquele que era o primeiro sistema 16-bits planeado para lançamento e distribuição à escala mundial.

    A Sega decidiu então (por ordem do presidente da altura, Hayao Nakayama) criar a Mega Drive especificamente a partir da arquitectura da System 16 (lançada em 1985) com as vantagens latentes de que portar jogos seria simples e as equipas que haviam trabalhado neles teriam experiencia na plataforma. Mais tarde houveram bastantes maquinas arcade baseadas no hardware da Mega Drive.

    O primeiro nome considerado para a consola foi MK-1601 (de lembrar que o nome original da Master System era SG-1000 Mark 3) mas acabaram por optar por lhe chamar Mega Drive, diz-se que a escolha do nome se deveu à sensação de superioridade e velocidade que o Motorola 68000 lhe conferia.

    A Sega usou este nome em todos os territórios menos América do Norte onde acabaram por lhe chamar Genesis devido a um conflito de marcas registadas, não obstante de o nome ter permanecido o mesmo na Europa e Japão, no entanto, optaram por publicitar o sistema de forma diferente em cada território, inclusivé no que toca a imagem coorporativa, e é por isso que os logotipos, branding e boxart do diferem de território para território.


    Lançamento:

    A Mega Drive foi lançada no Japão a 29 de Outubro de 1988 e a Sega anunciou a data prevista para o lançamento na América do Norte para 9 de Janeiro 1989, devido aos problemas com o nome e uma parceria com a Atari que nunca se concretizou para distribuir a plataforma viram-se incapazes de cumprir a data que estipularam. O lançamento acabou por ser a 14 de Agosto de 1989 em Nova Iorque e Los Angeles e 15 de Setembro do mesmo ano para o resto do país.

    Seguiu-se o Lançamento Europeu a 30 de Novembro de 1990. A cavalgar no sucesso da Sega Master System que na altura era líder de mercado na Europa, culpa do lançamento tardio da NES, a Mega Drive depressa se tornou popular.

    Performance nos três territórios...

    Japão:

    A Mega Drive foi ignorada quando saiu no Japão, apesar de estarmos a falar do auge da NES de 8-bits sob a qual tinha vantagens claras. Alguma publicidade positiva veio de publicações como a Famitsu mas mesmo assim a Sega foi apenas capaz de meter 400.000 unidades no mercado no primeiro ano. Para aumentar as vendas a Sega lançou diversos periféricos e jogos. Apesar dos esforços a Mega Drive permaneceu num distante terceiro lugar no Japão, atrás da Super Famicom/Super Nintendo e PC Engine/Turbografx 16.

    América do Norte:

    A Sega teve dificuldades na América do Norte por a Nintendo estar demasiado implementada (reza a lenda que obrigavam retailers a optar por uma ou outra marca para ter em inventario quando vendiam mais) então concebeu um plano de contra ataque com duas fases, a primeira pelos canais publicitários regulares celebrizada pelo "Genesis does what Nintendon't" (tradução livre: a Sega faz o que a Nintendo não faz) tentava evidenciar a diferença tecnológica entre as duas consolas (a Genesis começou por competir com a NES) bem como, mais tarde, a temática mais madura de jogos como o Streets of Rage sem censura face ao jogo típico Nintendo. E a segunda tratava-se de um contra-ataque no que toca a software, como a Nintendo possuía a maior parte dos direitos sob conversões de jogos arcade para consola da altura restava à Sega, além de criar e popularizar as suas criações e meter em marcha um plano para licenciar o nome de celebridades/atletas de topo para videojogos (modalidades incluíam: Basquetebol, Golfe, Boxe, Futebol Americano, Basebol, Hoquei) assim como o Moonwalker com Michael Jackson.

    Como se isso não chegasse, a Sega lançou ainda um ataque directo à concorrência, tanto a nivel publicitário quer na criação de propriedades capazes de competir com as da sua concorrente Nintendo. O Alex Kidd na Mega Drive tinha falhado enquanto mascote, mas o Sonic parecia ter tirado desse exemplo falhado todas as lições que precisava quando se lançou para o mercado em 1991 e depressa se tornou a mascote incontestada da marca. O ponto de viragem para a consola deu-se nesta altura, coincidente com a decisão de substituir o titulo incluído até então, o Altered Beast pelo Sonic the Hedgehog por consola vendida aliado ao conjunto de medidas que incluia a descida de preço, a criação de uma developer sob a insignia Sega America dedicada a desenvolver titulos para aquele território e continuar e expandir o esforço de marketing que havia sendo feito até então.

    Só com essas medidas a consola começou a vender, conseguindo convencer consumidores que ainda esperavam pela Super Nintendo e criando assim um oponente formidável, já com userbase estabelecida e não desprezável aquando do lançamento da mesma na América, enquanto que o Turbografx 16 caia na obscuridade. Não obstante destas iniciativas não conseguiram suplantar a Nintendo na América.

    Europa:

    A Mega Drive já tinha dois anos de mercado quando saiu na Europa e como tal o catalogo inicial era superior ao de outras regiões. Ports de titulos de arcade como Altered Beast, Golden Axe and Ghouls 'n Ghosts estavam disponíveis no lançamento e deram força à promessa de que a consola era capaz de trazer para casa experiências como aquelas da arcade, e no ano seguinte a consola teria um empurrão chamado Sonic The Hedgehog. A publicidade circundante da consola neste território era desprendida do ataque à imagem corporativa Nintendo, apostando antes em innuendos sexuais nas linhas do "The more you play with it, the harder it gets" que lhe conferiram uma imagem mais dura e séria que a da concorrencia (de forma bilateral, no entanto). Muitos lembrar-se-ão do "Sega é mais forte do que tu" enquanto a Ecofilmes representava a marca no nosso território

    Portugal:

    Em construção

    Ecofilmes:

    em construção

    Revisões:

    Mega Drive/Genesis 1

    [​IMG]

    A primeira Mega Drive/Genesis. Reza a lenda que os primeiros modelos Japoneses não tinham region lock, na zona frontal ao cartucho abaixo da inscrição que dizia 16-bit tinham inscrito "AV Intelligent Terminal High Grade Multipurpose Use" e tinham um sistema chamado cartridge lock, retirado das subsequentes versões. O botão Reset na consola e o Start no comando eram azuis. Tinham porta Mini-DIN 9 pinos.

    * Modelo HAA-2510

    As primeiras versões Americanas retinham a porta Mini-DIN 9, removida em versões mais recentes; cartridge lock removido. O formato dos cartuchos é diferente tornando-o fisicamente incompativel com o japonês. Outras características incluiam ter escrito Sega Genesis a branco debaixo da porta de cartuchos, "High Definition Graphics" atrás e o 16 bits ser mais pequeno. Contrario às outras versões, o volume slider só ajusta o volume dos headphones. O botão Reset na consola e o Start no comando eram cinzentos.

    * Modelo MK-1601 é fabricado no Japão. Revisões seguintes passaram a ser feitas em Taiwan para reduzir custos.

    Na Europa as primeiras versões PAL tinham o célebre "High Definition Graphics · Stereo Sound" inscrito atrás da entrada de cartuchos; a inscrição "16 bits" utilizava o tipo de letra da Genesis, não o da versão Japonesa. O encaixe ligeiramente diferente do slot de cartuchos tornava-o fisicamente incompativel com os cartuchos Japoneses. Isto criou a janela de oportunidade para adaptadores; com eles tornava-se possivel jogar muitos jogos, especialmente os mais antigos. O botão Reset na consola e Start no comando são brancos.

    * Modelo original: MK-1600-03. A partir do MK-1601-03 a consola deixou de ter o label "High Definition Graphics - Stereo Sound" e a porta Mini-Din EXT port), possivelmente coincidente com a migração da produção para Taiwan.


    Mega Drive/Genesis 2

    [​IMG]

    Lançada em 1993, trata-se de um redesign da Mega Drive Genesis, possivelmente mais célebre e icónica que a original, esta revisão foi feita para reduzir custos e o tamanho da consola para ser mais fácilmente acomodável bem como introduzir novos sistemas de segurança no equipamento, modificações multiregião tornaram-se mais dificeis e por esta altura existiam jogos não licenciados para a consola, não satisfeita com isto a Sega contra atacou quer de forma judicial quer pela forma de implementação de um sistema de segurança nas suas consolas, a Mega Drive/Genesis 2 foi a primeira a sair com ele já implementado.

    Chamado TMSS, foi metido em todos os cartuchos fabricados posteriormente. TMSS força o jogo a escrever a string ASCII "SEGA" para o banco $A14000 durante um periodo curto de tempo senão o VDP (gpu) será desactivado. Nas Mega Drive/Genesis 1 esta localização é protegida e a tentativa de escrita provocará um crash, por isso o jogo tem de se certificar primeiro que está a correr numa consola com TMSS. Este sistema de segurança quebrou a compatibilidade com alguns jogos, nomeadamente os primeiros da Codemasters.

    A saída headphones em questão foi removida nesta revisão (junto com o slider) mas a porta AV foi retrabalhada, passando a chamar-se multi-out, capaz de fazer output de som stereo. Na Mega Drive/Genesis era necessário recorrer à porta de headphones para isso. A porta/conversor RF-Out interno foram retiradas, e o adaptador externo tinha um sinal muito mais forte e limpo.

    Esta versão foi lançada de forma quase simultânea em todo o mundo e foi fabricada até 1998.

    A versão Americana é toda ela preta incluindo botões power e reset, com um LED vermelho entre eles. A inscrição "High Resolution Graphics" foi reformada, passando a ter o logo Genesis na frente a branco. Esta versão nunca foi referida oficialmente como Genesis 2.

    * Modelo MK-1631

    A versão japonesa manteve o botão power deslizante, à semelhança da Mega Drive/Genesis original, bem como a inscrição "High Grade Multi Purpose Intelligent Terminal" atrás da entrada dos cartuchos; esta entrada tem as flaps vermelhas. Esta versão não tinha Power LED e passava a vir com o comando de 6 botões como standard

    A Europa recebia um design mais próximo da versão americana, que retinha o power LED e não tinha o botão deslizante, a unica diferença (além de se chamar Mega Drive II ao invés de Genesis) é que os botões power e reset eram vermelhos.

    * Modelo MK-1631-50

    Genesis III

    [​IMG]

    Esta consola foi lançada pela Majesco na América do Norte em 1998, a consola saiu para o mercado a $50 mas a concorrência feroz da SNES fê-la baixar gradualmente até aos $30. Hoje é um item de coleccionador caro.

    Em termos de tamanho é mais pequena que uma Mega Drive/Genesis 2, aproximando-se da largura do Mega CD 2. A consola não tem protecção de região física, possibilitando a utilização de cartuchos de outras regiões. É incompatível com o Sega CD porque não tem a porta de expansão requerida e é incompativel com o 32x, Sega Master System converter e dá problemas em alguns jogos porque supostamente o Z80 tem umas ligações em falta que podem ser re-estabelecidas. (informação aqui)

    Devido a um bugfix no controlador de memória, jogos como o Gargoyles que o exploravam deixaram de funcionar correctamente. A consola foi lançada com comandos de 6 botões, tornando-se a única versão Norte Americana a fazê-lo

    Designada por "MK-1641" tem a alcunha de "hockey puck" (disco de hoquei).


    Add-ons:


    Manutenção/modding:

    MD 1 50/60Hz & Jpn/Eng Switches
    MD 1 Switchless Mod
    Fixing MD 1 Loose Cartridges
    MD 1 RGB Stereo Scart Lead
    MD 1 PAL 60Hz Colour Fix

    MD 2 50/60Hz & Jpn/Eng Switches
    Fixing MD 2 Loose Cartridges
    MD 2 RGB Scart Lead

    MD1 to MD2 Power Adapter
    MD cartridge slot widening
    MD Sync Issues on LCD TV

    MegaCD 1 Multibios
    MegaCD 1 Switchless MultiBIOS

    32x PAL/NTSC
    32x MD1 Stereo Link Cable
    32x Switchless PAL/NTSC


    Thread(s) Relacionada(s):

    -> [SAT] Recordar a Sega Saturn (sucessora da Mega Drive)

    -> [DC] Recordar a Dreamcast

    -> Streets of Rage
    -> Shinobi
    -> Hang-On
    -> Mortal Kombat
    -> Golden Axe
    -> Rocket Knight Adventures
     
    Última edição pelo moderador: 22 de Julho de 2013
  2. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    Eheh foi uma grande consola sem dúvida... demorou a sair o Street Fighter 2 mas quando saiu delirei mesmo. Era jogar o arcade em casa... deve ter sido o jogo que + joguei :D

    Ah e qd saiu o FIFA SOCCER (o 1º) estava em Londres e comprei-o... devo ter sido dos primeiros em Portugal a tê-lo :D O jogo estava muito à frente para a altura... só o facto de haver som das bancadas dava um ambiente nunca visto num jogo de bola.

    E claro o Sonic que veio com a consola é memorável mas para mim o auge foi o Sonic 2... grande jogo mesmo.

    Enfim tive muitos outros jogos... Golden Axe tb em casa era o delírio mas a conversão n era tão boa como a do SF2... Samurai Shodown (sem scaling :(), Fatal Fury... na altura a NEO GEO, para além de nunca ter saído cá, era muito cara... qd estava em Espanha ainda olhava para ela mas só o preço dos jogos era proibitivo.

    De resto eram as guerras Mega Drive VS SNES que animavam a discussão... la po final da vida das consolas a SNES tinha muitos trunfos (KI, Donkey Kong, Starfox (SuperFX! POWA)) mas a Mega Drive aguentou-se bem com o Sonic 3D (n curti mt), Virtua Racing (SVP POWA!!!) e afins...

    Belos tempos :)
     
  3. PsYCh0

    PsYCh0 Power Member

    a minha mega drive...eu sou todo anti-consolas mas a mega drive deixou-m ca umas memorias, nunca mais se faz uma que tenha o mesmo impacto ^^
    viciava-m tanto no streets of rage, golden axe, samurai shodow...muahaha o poder!!
     
  4. BDesign

    BDesign Banido

    mega drive ainda tenho lá em casa!! Bons jogos saíram nesse tempo , o sonic , comix zone , e também tenho a 32x com o virtual fighter hehe , bons tempos !
     
  5. DuX

    DuX Power Member

    XIII so de ver mega drive tive logo vontade de viciar nela :D, k vicio k nau era kando era mais novo, akilo pra mim era melhor k uma ps2 LOL, entau kando viciei Sonic pla 1 vez foi lindo :D, nem fales no fifa, akilo dava um vicio brutal :D, e kando saiu o dragonball :D nem te conto só o tempo k nau passava a viciar akilo, ás vexes nem punha pause para ir ao wc LOOL
     
  6. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    Dragon Ball tb o comprei em frança... cá só saiu anos depois... até havia uns com um adaptador :eek: pq n eram PAL!

    Streets of Rage 2 foi o vício total... dos melhores do género!
    E claro os jogos da Disney que tinham a melhor animação que se via na consola... Aladdin, Lion King... muito bons mesmo.
     
  7. blastarr

    blastarr Power Member

    E o Toy Story ?
    Até tinha partes em pseudo-3D muito boas para as capacidades da consola.

    Os meus preferidos eram o Sonic 2, o Gunstar Heroes e o Comix Zone.
    O Fifa Soccer (Fifa 94) tinha pica ao início, mas depois de eu descobrir o truque de bloquear o guarda-redes adversário nos pontapés de baliza, não tinha a mesma graça...:p
    Aínda guardo a consola cá em casa. :D
     
  8. DuX

    DuX Power Member

    toy story linndoooooooo meu, como nau me lembrei, curtia bué era do buz, mas só tivaca contra ele.
    Para o infinito e mais alem :D
     
  9. spastikman

    spastikman Banido

    claro que tinha ....


    assim tornava-se mais facil tentar descobrir o que acontecia depois dos 99-0 :D
     
  10. NetEnforcer

    NetEnforcer Power Member

    Possivelmente a consola explodia :D


    De resto...bons velhos tempos...os meus maiores vicios foram Micromachines 2 e Streets of rage...este ultimo...acho que tive um ano seguido sempre a joga-lo..era tão mas tão fixe!!!

    Para a SNES joguei um jogo classico...Tsubasa! É verdade...era excelente :D
     
  11. RedCode

    RedCode Power Member

    o SSF2 TURBO custava na epoca um balurdio, uns 18 contos o lá o k era

    o Fifa 06, o Sonic (primeiro jogo k tive) o Streets of Rage2, o Mortal Kombat 2 e 3,
     
  12. khannon

    khannon Power Member

    Eu lembro-me de jogar montes de jogos em casa do meu primo.
    Grandes torneios que faziamos os 2 para ver quem fazia mais rápido os níveis do Moonwalker e por os cães a dançar :D
     
  13. silenx

    silenx Power Member

    Eu jogava muito com os meus primos, primas e amigos...grandes tempos:)

    Lembro-me de jogar em modo cooperativo Golden Axe e Streets of Rage.. lol...no Streets of Rage, quando jogava com a minha prima, quando alguém dava um murro sem querer num estavamos à porrada um com o outro até perdermos uma vida..lol...e depois...toca a continuar a história...lol

    Grandes tardes passadas a apanhar todas as esmeraldas em todos os SONIC's...mas o Sonic & Knuckles com o cartucho do SONIC 3 em cima é que era! :D Saudades de um jogo como esse...

    Lembro-me de jogar também algumas aventuras de plataformas como o Ristar, Rocket Knight, um jogo de pinball do qual já não me recordo o nome mas muito viciante!

    Street Fighter na MegaDrive era o delírio..mas fixe fixe era quando jogavamos praí 6, uns à espera da sua vez, em Mortal Combat Trilogy...ui...grande vício...sabiamos as fatalitys, animalitys, babalitys, etc...quase decoradas...

    Grandes tempos...Grande consola... :)
     
  14. dawn_to_dusk_

    dawn_to_dusk_ Power Member

    os jogos perderam grande parte da diversao com a passagem a 3d, tb tenho a minha md guardada no armario, pena que ja nao funcione tao bem como na altura (os cartuchos e os comandos, ... eh! )

    entao e a saga dos stryke ? ningue se lembra ? desert, jungle e urban stryke! era grande jogo!

    os SF e os MK tb foram alto vicio, mas os sonic e os street of rage devem ter sido o topo do vicio.
     
  15. NetEnforcer

    NetEnforcer Power Member



    Como eu te compreendo!!!!! :D Isso era basicamente o pão nosso de cada dia xD
     
  16. RedCode

    RedCode Power Member

    o streets of rage era parecido com um k houve antes k era o Double Dragon, cuja historia eram dois irmaos e no fim do jogo, tinham k lutar um contra o outro para ficarem com a miuda lol
     
  17. ExxoSoul

    ExxoSoul Folding Member

    Bons tempos...:'(
    Foram dias e dias de pura alegria...Super street fighter, Streets of Rage 2(aquela musica no inicio era mesmo fixe:)), Sonic 2, Mortal combat 2 e 3(com o livro de truques para fazer todos os fatalyties), Golden Axe, Shinobi, Micro Machines 2, Comix Zone(quando o vi pela 1ª vez fiquei de boca aberta de tão fixe que era), Virtua Racing e muitos outros...

    Uma grande consola, com jogos muito bons.:)
     
  18. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    Antes do Double Dragon ainda houve o Renegade :D

    O Streets of Rage é, a par do Final Fight, dos melhores dentro deste género. Não me esqueço de outros como o Cadilacs & Dinossaurs, Punisher, AVP... mas o SoR2 era muito bom :)

    Btw quem jogou um dos poucos FPS na Mega Drive (só sairam 4!), o Zero Tolerance? Era o melhorzito e na altura fartei-me de jogar aquilo... o sangue a escorrer na parede era lindo :eek:

    Sim custava 18 contos num fantástico cartuch de 40 Megabits... mas era o Street Fighter II: Special Champion Edition (uma combinação do Champion Edition com o Hyper Fighting).

    A Mega Drive ainda teve o Super Street Fighter 2 mas esse já não o comprei... já devia andar a poupar pa Saturn :D
     
    Última edição: 12 de Setembro de 2006
  19. skit

    skit I folded Myself

    Foi a unica consola que alguma vez tive mas chegava a deixa-la ligada horas e horas a fio para nao perder o jogo e ter de começar de inicio! Era grande jogatana !

    Abraço
     
  20. caraguatatuba

    caraguatatuba Power Member

    4 grandes jogos:
    Sonic 2
    Streets of Rage
    Thunder Force
    Phantasy Star

    qto tempo perdido, noites de férias em claro para chegar e ser dos poucos a zerar cada jogo. Depois tentar com o máximo de segredos, em menos tempo ou de forma mais engraçada


    :x2:
     

Partilhar esta Página