1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

*Review* CLEVO P150EM

Discussão em 'Novidades Portáteis' iniciada por eSK_tr0jAn, 22 de Agosto de 2012. (Respostas: 0; Visualizações: 1225)

  1. P150EM 7970 36K-BTO (custom build)
    LCD:
    15.6" Full HD (1920x1080) LED Matte
    Processador:
    Intel® 3rd Generation Core™ i7-3610QM 6MB L3; 2.30GHz/3.30GHz (IVY BRIDGE)
    Com *** Thermal Custom
    Memória:
    16GB DDR3 1600MHhz (2x 8GB)
    Placa Gráfica:
    ATI HD 7970M GPU com 2GB de Memoria GDDR5
    Com *** Thermal Custom
    Harddrive:
    HDD 750GB 7200RPM
    Drive Ótico:
    Gravador DVD + 2ND HDD BAY CLEVO
    Conectividade Wireless:
    Bigfoot KILLER-N 1102 802.11 B+G+N Wireless LAN
    Sistema Operativo:
    Nenhum

    Preço: 1421,30€

    Boas.
    Desde algum tempo que tinha decidido que precisava de reformar o meu portatil e adquirir um mais recente que me desse hipotese de jogar os mais recentes jogos e que não ficasse meio doido por ter muitos separadores abertos no firefox. Estando num curso superior de informática sabia bem do que precisava.
    Este Clevo custom build que eu fiz ligando para a loja era quase perfeito sem ser muito caro.

    Unpacking:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Comparação com o meu anterior portátil, Tsunami de 15,6 já com 6 e tal anos.

    Design:
    Em termos de design não tenho qualquer falha a apontar e gosto bastante do que a Clevo fez. Com um design preto e limpo, com linhas modernas e simples chega a ser agradável ao olhar.
    O teclado retro iluminado com cores costumizaveis é uma excelente adição (dá pra desligar e diminuir/aumentar a luminosidade) com uma real função e não só estéticamente agradável.
    8,5/10

    Temperaturas:
    Em relação às temperaturas posso dizer que não creio ser exageradas, muito embora isso seja bastante relativo.
    Com as settings do Kombustor no máximo (1080p, 8xMSAA e direct3d 11 com post-fx) atinge 92ºC que é quando a ventoinha começa a dar os seus 100% (com um barulho algo assinalável devo dizer) e daí não sai.
    Num jogo normal (p.e. Dragon Age com tudo no máximo) vai até aos 80ºC, o que embora não ache muito elevado podia muito bem ser mais fresquinho...
    O teclado com esta temperatura pode ficar um pouco morno, mas nada de assinalável.
    8/10

    Ruído:
    Como já indicado acima, o ruído com temperaturas acima dos 90ºC pode ser um pouco mais do que o desejável, mas no dia a dia, ou até a jogar, só poderá chegar a essas temperaturas se se tiver a tapar as entradas de ar das ventoinhas.
    Sem ser isso, o barulho durante funções normais é quase nulo (em grande parte graças ao enduro pois só estará a utilizar a grafica da Intel ou graças ao downclock automatico da grafica pois nao está a ser utilizada).
    Durante jogos pode-se notar algum ruído, mas nada que os headphones não consigam bloquear.
    8,5/10

    Mobilidade:
    Nesta categoria também nada tenho a apontar e devo dizer que é aqui que o enduro dá mais jeito. Mesmo a ver um filme, desde que só esteja a ser utilizada a gráfica da Intel, a bateria dá pra mais de 3 horas. De resto não fiz nenhum teste mais preciso, pois uso o portátil para estar na secretária na maior parte do tempo.
    9/10

    Performance:
    A nível de performance tenho a dizer que é um bicho potente. Tudo funciona bem com uma excepção.

    O teclado. Em poucas palavras, não presta. Tenho de estar frequentemente a voltar atraz no que escrevi para adicionar letras (principalmente as da fila zxcv).
    Isso, evidentemente, arruína a nota nesta categoria, pois sendo estudante de um curso superior de informática preciso de um teclado que não dê este tipo de problemas. Ainda estou para saber sé o problema é do teclado em si, se da montagem.

    De resto só tenho a dizer coisas boas. O ecrã é muito bom. Dissipou todas as minhas dúvidas em relação à qualidade hoje em dia dos ecrãs matte.
    16GB de RAM são um projeção para o futuro e o processador quad core é também uma pequena besta.
    A gráfica da ATI é excelente, só peca de facto, como todos já sabem, pelos drivers. No entanto não acho que haja um grande problema daí derivado, pois é uma gráfica nova e sem dúvida nenhuma irá haver avanços da parte da ATI no lançamento de drivers mais evoluídos, de preferência com a optimização do Enduro.

    Dragon Age:
    [​IMG]

    Metro 2033:
    [​IMG] (os fps variam bastante. Vai de 30 a 60, com tudo no maximo, mas dá pra jogar perfeitamente bem)
    Shogun 2:
    [​IMG]

    Com estas definiçoes a gráfica aguenta-se bem. Mas se puserem tudo no máximo com o HDR e o Tesselation ligados já não dá para jogar.

    3D Mark 2011:
    [​IMG]

    Os drivers podem modificar este valor. Neste momento tenho as drivers de stock, mas em breve vou mudar para o 12.8. Depois coloco o resultado actualizado.

    7/10 (o teclado baixa esta nota em 2 valores para mim, que caso contrario seria de 9/10)

    Nível de satisfação geral:

    Sendo o único ponto negativo o teclado, acho que o omputador, no geral é óptimo. Fica para um futuro mais ou menos breve a adição de um SDD para que fique perfeito (e arranjar o teclado claro).
    Há um ou outro ponto em que se podia melhorar o design e a eficiênia geral do portátil, mas de resto é 5 estrelas.
    8,2/10

    Falta dizer que adquiri o portátil numa loja do Porto (***) e que todo o processo foi bastante rápido (um dia de atraso na entrega, mas sem grandes stresses).
    Espero que a loja, se por acaso for preciso usar a garantia, seja tão interessada na satisfação do cliente como o é na venda dos seus produtos.

    P.S. – Se quiserem ver mais benchmarks ou algo do género digam. É a minha primeira review e o meu primeiro tópico neste fórum, embora o conheça e o leia há já vários anos :)
     

Partilhar esta Página