1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio
  3. Informação: Pela 0:30 desta Sexta-feira (9 de Dezembro, 23:30 de Quinta-feira nos Açores) o Fórum e restantes sites da ZWAME vão estar offline para manutenção durante cerca de 1h30.
    Se necessário faremos actualizações via Twitter e Facebook.
    Remover anúncio

Revista Hype! - opiniões

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por Slider, 3 de Setembro de 2007. (Respostas: 288; Visualizações: 20632)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. Slider

    Slider Colaborador
    Staff Member

    Tem jogo completo sim. :)
     
  2. Pallad1um

    Pallad1um Power Member

    Já agora, algumas perguntas que acho que ainda ninguém fez:

    - A Hype é menina para quantas páginas?

    - O sistema de pontuação, vai seguir a linha das estrelas, ou vão antes optar por uma escala numérica?

    - Que tal é a encadernação? Tudo colado como na Mega Score dos últimos anos, de modo a ter uma pequena lombada, ou por agrafes como nas revistas cor-de-rosa?

    - Para além do PC e das consolas, também vai haver destaque, por exemplo, aos jogos de telemóvel? E quanto a hardware?

    Não me lembro de mais nada, por enquanto. :-D
     
  3. NCalvin

    NCalvin Power Member

    toma lá uns scoops:

    para já seguimos o padrão do mercado: 116 páginas. Depois logo se vê para onde a coisa caminha.

    1 a 10. E o 5 é mesmo um valor intermédio.

    Colado. O formato da revista e a qualidade do papel são semelhantes à Edge (ou às revistas Blue, para usar uma referência nacional).

    Sim aos jogos de telemóvel e sim a tecnologia, mas sem sermos demasiado hardcore. a nossa experiência com a Mega Score diz que os leitores querem que as revistas de jogos abordem o hardware de uma forma mais divulgadora e menos em formato de teste exaustivo.

    Eu lembro-me: quarta-feira volto ao CC, desta vez para mostrar o interior da revista e, se for possível, o DVD. Stay tuned. :-)
     
  4. Pallad1um

    Pallad1um Power Member

    Ah, ah, obrigado pelas respostas. Por uma vez vou ver o CC com gosto. :-D
     
  5. Jintro

    Jintro O Colaborador

    A revista vai ser uma grande surpresa e se pudessem tirar as vossas conclusões depois de a lerem (e não antes) seria excelente.
     
  6. Pallad1um

    Pallad1um Power Member

    É verdade que ainda nem saiu, mas pelo menos para mim a ser surpresa só se for pela negativa. Porque de algo de qualidade superior já eu estou à espera à partida. Só a escolha da imagem para a capa já é um magnifico prognóstico.
     
  7. timber

    timber Zwame Advisor

    O grande desafio é mesmo oferecer mais valia face aos conteúdos online. Fazer uma revista bem feita simplesmente não é suficiente para muita gente (tipo eu)

    Não sei bem como planeiam fazer isso mas boa sorte.
     
  8. Pallad1um

    Pallad1um Power Member

    Aí acho que também depende das pessoas: há quem consiga manter-se informado só com o conteúdo online, e há quem não deixe de resistir ao charme do papel (como eu :)). Não deixo de comprar uma FHM ou uma Maxmen, apesar de ter meninas despidas na net e nas revistas não :-D; também não deixo de comprar o Record, mesmo tendo o site nos favoritos. Mas isso sou eu que sou um romântico :lol:.

    Para mim é o que está escrito que vai fazer a diferença, uma vez que na parte multimédia a net vai estar sempre à frente. Como a revista só vai sair de mês a mês a informação é mais elaborada que num site, que tem muitas vezes de actualizar praticamente ao segundo. E a presença de grandes nomes da cena internacional, a juntar aos grandes nomes do panorama nacional, deixa-me esperançoso. Vamos ter fé (isto vindo de um ateu soa mesmo foleiro lol).
     
  9. Datwo

    Datwo I'm cool cuz I Fold

    Lembrei-me agora. Jintro, vais escrever uma crónica para a hype, como fazias na mega score?
     
  10. Jintro

    Jintro O Colaborador

    Confirmo. ;)
     
  11. raVemjr

    raVemjr I'm cool cuz I Fold

    A partir de certo ponto, quando comprava a Mega Score, já nem queria saber dos jogos, estava mesmo era à procura dos artigos e crónicas que lá vinham. E por vezes a "palha" que metiam em caixas aparte nas análises ofereciam um pouco da cultura dos jogos, o que me interessava.

    Um dos exemplos é a entrevista que fizeram ao criador do Magnavox Odyssey, que provou ser um bocado arrogante para com a equipa.
     
  12. Morais

    Morais Power Member

    Ficarias surpreso com a quantidade de pseudo-gamers que apenas se informam através desse tipo de fontes. Especialmente a nível nacional, a grande maioria anda completamente desinformada, só se informam através de programas televisivos ou de noticias e publicidade nesses mesmos meios.

    Agora, em relação ao pessoal informado, sim, isso vai ser complicado, com fontes como o GameTrailers, IGN, Gamespot e inúmeras contribuições existentes no YouTube a fasquia torna-se um bocadinho para o alta. Eu cá deixei de comprar a Mega-Score e a BGamer devido a mesmo isso, sentia que as analises eram antigas, as noticias ultrapassadas e, em certos casos, ficava um bocadinho insultado com o nível de detalhe técnico presente (ou não) nas analises aos jogos... verdade que é algo de se deve esperar em artigos jornalísticos que pretendem abranger uma grande audiência mas, ás vezes exageram um bocadinho.
     
  13. Yggdrasil

    Yggdrasil Power Member

    Eu dou sempre uma margem de tempo para avaliar alguma coisa e decidir se deixo de a acompanhar ou se passo a segui-la. Fiz isso com a Mega Score - comprei quase todos os números até ao verão de 1997, altura em que finalmente me fartei da forma quase condescendente como tratavam as consolas em geral (isto foi antes da "era PlayStation" se ter apoderado do país) e voltei-me para a Computer and Video Games que apesar de ter o mesmo tamanho, continha muito mais informação - fiz isso com o MyGames e assisti aos primeiros cinco programas do minuto 1 até ao minuto final - e decidi que não o vejo mais.

    Como é óbvio, vou acompanhar a Hype!, pelo que já vi aqui parece ser bastante boa e ambiciosa, por isso vou repetir a abordagem - comprar os primeiros números, se a revista for boa será mais uma nas minhas compras.
     
  14. Fito

    Fito Power Member

    Uma rapidinha: A revista vai ter uma secção Nintendo?
     
  15. razio

    razio Power Member

    Mas a revista ignora o PC? É só sobre consolas?
     
  16. Slider

    Slider Colaborador
    Staff Member

    Tem PC sim.
     
  17. Fito

    Fito Power Member

    Quando sai a primeira edição?
     
  18. raVemjr

    raVemjr I'm cool cuz I Fold

    Creio que é esta 5ª...
     
  19. Fito

    Fito Power Member

    Dou uma espreitadela na papelaria à secção Nintendo (ou reviews aos jogos, como preferirem). Se me cativar compro se não... Deixo na prateleira para outra pessoa a levar.
     
  20. NCalvin

    NCalvin Power Member

    A partir de amanhã de manhã, a Hype! vai começar a ser distribuída por todo o país nos pontos de venda da empresa VASP (são milhares, por isso devem ter a revista disponível bem perto de casa ou do emprego).

    Temos confirmação de que o modelo de revista sem DVD (3 euros) estará disponível logo de manhã.

    Quem quiser adquirir a revista + DVD (5 euros) (e, na minha opinião, os conteúdos do DVD, para além do jogo completo oferecido, valem bem a pena) terá provavelmente de esperar algumas horas pq esses pacotes começarão a ser distribuídos mais tarde pela VASP. Nalguns pontos de venda a revista COM DVD pode estar disponível apenas na sexta-feira.

    Logo às 18:30 vou estar no CC a mostrar a revista em pormenor. Comigo vai estar o Hugo Pinto, autor do projecto gráfico da revista.
     
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página