1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

RPGs, com que tipo me identifico mais?

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por .:Severin:., 2 de Dezembro de 2007. (Respostas: 40; Visualizações: 2000)

?

Qual deste tipo de rpgs preferes?

  1. Um de influências claramente nipónicas, com um enredo mais desenvolvido

    52 vote(s)
    59,8%
  2. Um herdeiro dos RPGs clássicos como o "Dungeons & Dragons", com as diferentes classes e habilidades

    35 vote(s)
    40,2%
  1. .:Severin:.

    .:Severin:. Power Member

    Correndo o risco de generalizar demasiado a questão, parece-me haver dois grupos estruturais de RPGs (os quais eventualmente se poderão prestar às mais diversas contaminações):

    - Um de influências claramente vincadas na cultura pop japonesa e no manga.
    Jogos que, regra geral, dão muito ênfase ao arco dramático da personagem principal, possuem um enredo mais elaborado e têm, como ex-libris, o afamado sistema de turnos. Sistema que (não sendo uma imposição do género) se tormou numa caracterísitca assinalável dos mesmos.

    - Outro mais centrado na tradição dos jogos de tabuleiro propriamente ditos; com as diferentes classes e regras muito próprias. Jogos que são reminiscentes, em larga medida, do universo Dungeons & Dragons e da imagética medieval do mesmo. Este tipo de títulos não possui (com as devidas excepções) uma componente narrativa tão marcada como os primeiros, e os personagens são representados por classes ou "habilidade", em vez de possuirem uma backstory própria ou emoções com as quais o jogador se identifique.

    A questão é; face a estes dois tipos de propostas, e aos exemplos que são tão próprios de cada uma, com o qual é que vocês se identificam mais e porquê?

    O meu voto vai para a 1ª. Sou um fâ incondicional de jogos como os FF, Dragon Quest, Chrono Trigger, etc.
     
    Última edição: 2 de Dezembro de 2007
  2. Mr.Clean

    Mr.Clean Power Member

    A primeira sem duvida tem muito mais piada.
     
  3. Cunha Esteves

    Cunha Esteves What is folding?

    :x2: tal como o pink cigarrete prefiro o estilo oriental
     
  4. Crrash

    Crrash Power Member

    de certa forma prefiro os jogos western, do estilo da bioware e obsidian.
    os JRPGs não são maus mas demasiado baseado em levelling e a transição de jogo para batalha chateia-me sempre (a solução que arranjaram no chrono trigger foi a melhor na minha opinião)
     
  5. touge_master

    touge_master Power Member

    Final Fantasy forever :)
     
  6. jjmaia

    jjmaia What is folding?

    Sem duvida a 1ª opção.

    Amo J-RPG's.
     
  7. Rexobias

    Rexobias Power Member

    Final Fantasy
    Kingdom Hearts
    Chrono Cross
    Chrono Trigger
    Pokémon
    Tales Of...
    Golden Sun

    etc...

    Adivinhem o meu voto, lol.
     
  8. Garm

    Garm Power Member

    Embora costume jogar ambos os géneros de RPG prefiro a versão ocidental. Basta referir que o meu jogo preferido de todos os tempos é o Baldur's Gate 2.

    Só uma correcção, a tua definição do que eu julgo ser de RPG ocidental é um pouco redutora. A maioria desses jogos dão grande primazia à história e desenvolvimento de personagens. Além disso nem todos decorrem em cenários medievais, há bastantes RPG ocidentais não medievais como o Fallout por exemplo.
     
  9. Crrash

    Crrash Power Member

    ah não tinha lido as descrições

    obviamente não jogaste Baldurs Gate entre outros. Narrativa longa e profunda, muitos personagens, cada um com um backstory que vais aprendendo ao longo de quests especiais, traições, historias trágicas, há de tudo. As personagens não estão limitados a uma classe só, podendo ser dual class ou multi class(nos JRPGs costuma ser uma classe só ou uma total liberdade de classe) e tem as habilidades que escolheres (mais avançado e diverso do que na maior parte dos JRPG em que geralmente são só skills de combate).
     
  10. Pallad1um

    Pallad1um Power Member

    Não votei nem podia sem ficar de mal com a minha consciência, mas ainda assim tinha de vir escrever a minha opinião. Identifico-me com ambos os géneros, em partes iguais. Para mim é como aquela história de um pai dizer qual dos filhos prefere. Eu amo os meus "filhos" da mesma maneira :-D. Mesmo que um tenha olhos em bico, e o outro as orelhas (isto é que é generalizar :lol:). Agora escrevendo mais a sério, adoro realmente ambos os géneros, e acredito que existam mais a pensar como eu.
     
  11. dA_PhReAk

    dA_PhReAk Power Member

    hummm e onde enquadras Morrowind, Gothic, Oblivion, The Witcher? São um 3o tipo de RPG, com uma historia solida e com uma boa componente de acção. (o melhor dos dois mundos?)
     
  12. Crrash

    Crrash Power Member

    eu diria Action-WRPG. mas basicamente um WRPG.

    Action e historia mais fraca não é de forma nenhuma o que define um WRPG

    btw. claro que tambem adoro JRPGs, o melhor deles Chrono trigger. Final Fantasy não gosto assim tanto e dragon quest ainda não tive hipotese a jogar
     
  13. Old Snake

    Old Snake Power Member

    1ª opção sem dúvida :)
     
  14. Triston

    Triston Aku Soku Zan SM

    Vais ter de me desculpar mas claramente nunca jogaste D&D (pelo menos a sério), um jogador para me apresentar uma personagem tinha de me trazer um background da mesma que além de contar a história do personagem que tinha me justificasse as skills e feats que possuia ou voltava para trás, depois como bom DM / Storyteller que era arranjava maneira de meter bocados dos backgrounds dos personagens que jogavam a "atrapalhar" a narrativa do plot principal para que os jogadores tivessem de tomar decisões do genero "hmmm caverna com possibilidade de tesouro ou salvar a aldeia onde mora a irmã que está a ser atacada por um grupo de orcs e bugbears" e depois ve-los a desunharem-se a conciliar querer salvar a irmã com tentar convencer o wizard chaotic evil da party que isso era mais lucrativo do que a caverna onde segundo a lenda tinha morado um dragão vermelho (quem lhes tinha contado a lenda tinha sido o próprio dragão vermelho com um feitiço de polymorph que tinha um gosto especial por livros de magia mas eles não sabiam disso :D)

    Não leves a mal eu percebi a tua pergunta... no fundo quando falas do estilo ocidental falas de jogos como o Diablo em que é quase só hack and slash sem grande substância por detrás e em que o propósito do jogo não é o descobrir da história e os meandros dos personagens mas apenas o grind pelo grind e pelo equipamento (como muitos dos MMO's de hoje em dia)
     
    Última edição: 2 de Dezembro de 2007
  15. Crrash

    Crrash Power Member

    ooooh gostava de jogar D&D uma vez contigo, mas eu até agora só joguei "the dark eye"

    diablo é RPG? :P
     
  16. SpikeDaCruz

    SpikeDaCruz Power Member

    Os dois tipos.
     
  17. Triston

    Triston Aku Soku Zan SM

    Eu joguei AD&D, D&D 3.X e Vampire 2nd Edition (Dark Ages e Masquerade) nos meus tempos de faculdade, agora com um emprego é basicamente impossível conseguir reunir pessoal para uma party estável, principalmente quando o DM trabalha em turnos rotativos ;)

    No sentido de que vais construindo uma personagem que vai ganhando níveis com XP obtido através de quests e mortes sim é um RPG, eu já joguei D&D cujo conceito de plot do DM era meter-nos numa caverna cheia de monstros e armadilhas e dizer-nos agora desenrasquem-se, em quê que isso é diferente de um diablo?
     
  18. Homem do Saco

    Homem do Saco Power Member

    Eu acho que há espaço para os dois, mas estou com sede de um bom RPG à lá Diablo 2
     
  19. Crrash

    Crrash Power Member

    titan quest e loki, que eu saiba são parecidos
     
  20. .:Severin:.

    .:Severin:. Power Member


    Precisamente! De resto era mesmo no Diablo em que estava a pensar, quando elaborei a poll.:002:
    Seja como for, falo em termos muito genéricos. Claro que sei que existem rpgs de índole mais "ocidental", que dão uma grande primazia ao desenvolvimento das personagens. Não são (pelo menos penso que não) é a norma dentro deste tipo de jogos... Assim como os table games na onda do D&D não fazem muito parte da imagética japonesa. Seja como for, existem exemplos assinaláveis de "contaminação" de ambos os lados, em que é assinalável um desejo por parte dos produtores em não se ficarem pelo que é óbvio e redundante no género. Este "Mass Effect", por exemplo, é um título pelo qual anseio bastante...
     

Partilhar esta Página