Análise SAPPHIRE HD 5750 Vapor-X 1GB GDDR5

JPgod

Moderador
Staff
Autores: João Godinho (JPgod)
Produto: SAPPHIRE HD 5750 Vapor-X 1GB GDDR5
Data : 17-11-2009



ZWAME Análise

logo.jpg


Introdução

A ATI tira uma carta do baralho e apresenta ao mundo a primeira geração de gráficas DirectX11 do mercado. É sob o nome "Evergreen" que a ATI/AMD apresenta a sua série DirectX 11, mas como já é habitual, primeiro aparece as topo de gama. Sob o nome de código "Cypress", aparece então 3 modelos: HD 5870, com 1600 shaders, 80 TMU's, 32 ROP's, 850 mhz core e 1200 mhz nas memórias, a HD 5850, com 1440 shaders, 72 TMU's, 32 ROP's, e clocks de 725/1000 e a HD 5870 "six", que tem nada mais nada menos que 6 saídas mini displayport (idêntico da actual linha de computadores Apple), suportando 6 monitores com uma só placa. Esta é uma das novidades que a ATI apresenta, a tecnologia "Eyefinity", que nesta edição com 6 saídas mini-DP, permite uma resolução de até 7680x3200, que fará as delícias de quem trabalha com design e imagem ou mesmo os gamers mais endinheirados, especialmente os adeptos de simuladores de voo. Entretanto a tecnologia "Eyefinity" está implementado também nas 5870 e 5850 normais, podendo ser utilizado até 3 monitores em paralelo, o que já habilita a uma excelente experiência em jogos e produtividade e provavelmente mais utilizável que 6 monitores. Eram raríssimas as placas que permitiam mais que 2 monitores em simultâneo.

Outra grande evolução é o directx11, que traz suporte para "ComputeShader" e "OpenCL", que são 2 tecnologias para computação genérica, mas ao contrário do CUDA, exclusivo da nvidia, estas são mais abertas, suportado por vários fabricantes. Tal vai abrir uma porta para o uso do enorme poderio destes GPU's (2,72 teraflops para a HD 5870) para computação genérica.

Para reforçar a sua gama "Evergreen", eis que a ATI apresenta a série HD5700. Baseada no GPU de codenome "Juniper", que vem em 2 modelos, HD 5770 e a HD 5750.

slide1.jpg


Slide da AMD, onde podemos ver o posicionamento da HD 5700 na gama "Evergreen". Fica a faltar assim a "Hemlock", ou seja a HD 5870x2 com 2 GPU's "Cypress" e para fechar a gama, a "Redwood" e "Cedar", provavelmente HD 5600 e 5400 séries.

slide2.jpg


Este slide monstra o posicionamento das 4 actuais HD 5000 e as anteriores 4850 e 4870.

slide3.jpg


No que toca ao DirectX 11, ao contrário do DX 10, teremos uma forte aposta das software houses em jogos prontos para o DX11, na qual o slide acima mostra uma listagem dos mesmos.

slide4.jpg


Comparação no jogo STALKER entre DX 10 e DX 11. As melhorias são bem notórias, com sombras mais realistas e melhores textures.

slide5.jpg


As tecnologias suportadas pelo DirectX 11. Notar que mesmo o windows Vista terá direito ao DX 11 com update, sendo nativo do windows 7.

slide6.jpg


Este slide é uma demonstração da capacidade do eyefinity, que também é suportado por esta gama mais barata, embora com tanta resolução, alguns jogos não serão utilizáveis, embora é excelente para produtividade sem ir para placas muito mais caras.

slide7.jpg


Resumo da ATI HD 5700 séries.

slide8.jpg


Arquitectura do GPU presente nas HD 5700. Até 800 Stream Processing Units ou SPU's e 40 texture units, distribuídos por 10 unidades SIMD (Single Instruction, Multiple Data), cada uma com 80 SPU's e 4 texture units. Este design modular permite o aproveitamento de chips com um ou mais grupos defeituosos para placas mais lentas e baratas, como é o caso da 5750, que tem um das unidades SIMD desactivada.

A interface de memória é de 128 bits, suportando GDDR5.

slide9.jpg


A HD 5770,presenta 800 SPU's, 40 Texture Units, e 16 rops, o mesmo das 4850, 4870 e 4890. Vem com frequência de origem de 850 mhz, igualando a frequência da HD 4890, totalizando 1360 Gigaflops de potencia teórica. Vem com 1024 MB de memória GDDR5 a 1200 mhz, totalizando uma largura de banda de 76,8 GB/s. No que toca aos consumos, gasta apenas 108w em idle, muito abaixo da 4890, que variava entre 170 a 190w e requer apenas uma única ligação de energia de 6 pinos e uns impressionantes 18w em idle! O preço recomendado é de apenas 159$

slide10.jpg


A HD 5750 vem com 720 SPU's e 36 texture units a 700 mhz, ou seja com 9 dos 10 unidades SIMD activas, com potencia teórica de 1008 gigaflops e 512 a 1024 MB DDR5 a 1150 mhz, num total de 73,6 GB/s, tudo isso com apenas 86w em full e 16w em idle. É tanta potencia teórica como uma 3870x2 com uma fracção do consumo! O preço estimado é de apenas 109$ para o modelo de 512 MB e 129$ para o modelo de 1024 MB.

slide11.jpg


Tabela com resumo das características das duas placas. Este gpu ultrapassa a fasquia de 1000 milhões de transistors, mais precisamente 1040, superior aos 959 da HD 4890, apesar desta ter 256 bits de interface de memória. Tal incremento deve-se ao directx11, bem como a tecnologia Eyefinity.

A Zwame não podia ficar de fora deste grande lançamento e depois da análise da HD 5770, temos agora a versão mais simples, HD 5750, da Sapphire, que utiliza um cooler personalizado, com a tecnologia "vapor chamble" e um PCB com design próprio.

Especificações

  • Fabricante: : Sapphire
  • Modelo: HD 5750 Vapor-X 1GB GDDR5 11164-04
  • Fabricante do GPU: ATI
  • Nome do GPU: Radeon HD 5750
  • Nome de código: Juniper
  • Processo de fabrico: TSMC 40 nm
  • Nº de transístores: 1040 milhões
  • Nº de shaders: 720 unifield
  • Nº de ROP's/TMU's 16/36
  • API suportadas:: DirectX 11/ OpenGL 3.2, OpenCL 1.0
  • Memória (largura do bus): 128 bits
  • Memória (tipo): GDDR5
  • Memória (fabricante e modelo): hynix H5GQ1H24AFR-T2C, 1250 MHz (5000 MHz GDDR5 efectivo) - datasheet
  • Memória (quantidade): 1024 Megas
  • Interface: PCI-Express x16 2.0
  • Frequências (core/memória(efectivo) : 710/1160(4640).
  • Overclock de origem: sim, clocks defaut: 700/1150(4600).
  • RAMDAC clock: : 400 mhz
  • Energia auxiliar: sim, 1x PCI-e 6 pins
  • TDP: 16 watts idle e 76 watts máximo
  • Cooler: não-reference, base em cobre com tecnologia "vaporchamber", lamelas de aluminio e fan de 80 mm.
  • VGA: 1 porta via adaptador
  • DVI: 2 portas (digital + analógico)
  • HDMI: 1 porta
  • DisplayPort: 1 porta
  • Acessórios incluídos: 1x DVI-to-VGA, 1x crossfire bridge, um disco com drivers, guia rápido multilingue, cabo de energia e código de activação para o jogo "Dirt 2".
  • Dimensões: 18.4 cm de comprimento e 2 slots de altura.
  • Preço estimado: 125 €
Links

Site Oficial Sapphire
Site oficial HD ATI 5770
Site oficial ATI HD 5750

Fotografias

Clique nas imagens para ampliar

1 - Como é habitual, primeiro as caixas dos produtos. Trata-se de uma caixa bem compacta, com o mesmo grafismo da HD 5870. Notar o adesivo a indicar a presença do battle forge.

2 - Parte de tráz, com as habituais especificações.


3 - Dentro da embalagem ainda vem uma caixa de cartão simples, onde está a placa, devidamente protegida e os acessórios.
4 - Os acessórios que acompanham esta placa. Um guia rápido em vários idiomas, incluindo PT, Cabo de energia, adaptador DVI para VGA, disco com drivers, disco com um software para webcam e um cupão onde se encontra o código de activação do jogo "Dirt 2", que só estará disponível em 11 de Dezembro.


5 - E aqui temos vista completa da placa. A Sapphire nesta edição utiliza um PCB de design próprio em cor azul marinho e um cooler baseado na tecnologia vapor chamber, dando o nome de "Vapor-X", tal como outras placas de gerações anteriores.
6 - Vista de perfil, onde temos o backplate tal como as outras 5800 e 5700, com 2 portas DVI-I, um porta HDMI e 1 porta Displayport, bem como saída de ar, embora o cooler não faz exaust.


7 - Pormenor da carcaça do cooler, que tem como função canalizar o fluxo de ar para os reguladores de tensão.
8 - Parte de tráz do PCB, onde temos os 4 parafusos de montagem, os adesivos do nº de série, bem como 4 módulos de memórias hynix, que de origem suportam 1250 mhz (5000 efectivos), portanto com 90 mhz de margem de overclock dentro das especificações de fábrica. São as mesmas memórias presentes na HD 5770 anteriormente testada, que atingiu 1400 mhz fáceis. Notar que não tem dissipadores e as memórias tendem a aquecer bastante com a placa em carga. Recomenda-se portanto a compra de um kit de ransinks para melhor arrefecimentos deles.


9 - A placa sem a carapaça. Reparar que há dois conjunto de fios a sair da ventoinha, sendo a ligação à placa e depois um pequeno led de cor azul, que ilumina um logótipo da Sapphire presente na lateral, o mesmo está na ponta da fotografia. (será posto depois uma foto da placa em funcionamento com este logótipo iluminado). (depois dos testes iremos desmontar a placa, não foi feito para não influenciar os testes de temperaturas)
10 - Circuito de alimentação. O que chama logo a atenção são os ferrite chokes, que são os cubos cinzas, cujo topo apresenta estrias, de forma a dissipar melhor o calor e tem um logótipo da sapphire num dos lados. Trata-se de uma tecnologia própria, intitulada de "Black Diamond Choke", sendo assim, de acordo com o fabricante 10% mais frescos e gastam menos 25% de energia, resultando em menor consumo da placa, menor aquecimento e durabilidade.
No total temos 5 fases, sendo provavelmente 3 para o GPU e 2 para as memórias. Não é utilizado dissipador de calor nos mosfets.


11 - Ventoinha removida. Podemos ver a base em cobre, de grandes dimensões que na verdade é um enorme "heatpipe". Por cima tem um dissipador em alumínio em formato radial bastante semelhante aos stock coolers da Intel. A ventoinha consome 0,32A, resultando em 4w de consumo, sendo um valor razoável. Notar que só tem 2 fios, portanto sem medição de rotações e controlo de rotações básico.


 
Última edição:

JPgod

Moderador
Staff
1ª parte - Testes em defaut

Nesta primeira parte, com os testes em defaut e comparação com a Powercolor HD 5870, Gigabyte 5850 e Powercolor HD 5770.

Test Bed

  • CPU: AMD Phenom II X4 965 @ 3400 mhz 1.3 vcore - NB @ 2400 mhz 1.15v
  • Motherboard: ASUS M4A79T Deluxe
  • Memória: 2x 2048 Corsair Dominator GT DDR3 (1333 7-7-7-20 1T)
  • Gráficas utilizadas para comparar: Powercolor HD 5870, Gigabyte 5850 e Powercolor HD 5770.
  • Discos: Samsung F1 320 GB 7200 rpm & Samsung F1 1000 GB 7200 rpm
  • Fonte: Antec truepower 750w
  • Drivers (ATI): Catalyst 9.11
  • Sistema Operativo: Windows 7 Profissional x64
GPU-Z

gpu-z.png


Screen Shoot do GPU-Z 0.36, com detecção completa da placa. Notar o powerplay a funcionar, bem como baixa temperatura que o core fica. Como se previa, não há detecção da velocidade da ventoinha.

Specview 10

Colectânea de benchmarks baseado em conhecidos softwares profissionais de design gráfico e CAD, logo o benchmark de excelência para por a prova as capacidades das placas gráficas em utilização profissional. Embora estas gráficas não estejam voltadas para o mercado profissional, o custo de placas Nvidia QuadroFX e ATI FireGL é proibitivo, logo a alternativa são as placas gráficas consumer. Infelizmente não tenho uma QuadroFX ou FireGL para comparar e ver se existem diferenças. Correu-se os testes a 1280x1024 em modo 64 bits.

spec1.png


spec2.png


Como era de esperar, a 5750 foi a mais lenta, embora a diferença seja pequena. A mais interessante é a 5770, que ficou com performance próxima das 5800 e é bem mais barata e económica, sendo a ideal para quem pretende uma grafica boa e barata para programas gráficos e ainda assim permita correr uns jogos. Obviamente que quem quer mais performance neste campo, deve ir para QuadroFX ou FireGL, o interesse destes testes é ver como as placas desktop se portam em ambientes 3D profissionais.

Unigine Heaven

Nova versão do motor gráfico "Unigine", já com suporte total Directx 11. Abaixo as definições de qualidade, apenas variando a API utilizada, resolução e tessellation ligado ou desligado.

heaven-qualidade.jpg


heaven-5750.png


heaven-5850.png


Com Tesselation ligado a placa apresentou uma performance muito fraca, portanto quem pretende tirar partido máximo do Tesselation nos futuros jogos DX11, deve ir claramente para as 5800 e 5900. Sem tesselation, a performance foi boa, especialmente a 1440x900.

Ao contrário das 5850, não foi tirado screenshoots. Este foi apenas para demonstrar a tecnologia envolvida, podem rever aqui: Review HD 5850

3Dmarks

Como habitual em testes de GPU, os testes nos 3Dmarks.

3dmark03.png


Naturalmente, a placa mais lenta deste conjunto, mas muito próxima da 5770.

3dmark06.png


Já no 3Dmark 2006, as diferenças ficam menores, devido à influencia do resto do sistema.

3dmarkvantage.png


No 3Dmark vantage, a diferença para a 5770 voltou a acentuar, como é previsto, já que a 5770 é cerca de 30% mais rápida no GPU, embora fiquem próximas em largura de banda das memórias.

Crysis Warhead

A continuação do Crysis, usando e abusando do pesadíssimo motor gráfico cryengine2. Dado o enorme peso, foi executado testes em High e Very High, no mapa "ambush", com a ferramenta de benchmark framebuffer, com os presets de qualidade Very High - Enthusiast e High - Gamer em modo DX10 e AA desligado.

crysis1.png
crysis2.png
crysis3.png


crysis4.png
crysis5.png
crysis6.png


Em High a placa teve bom comportamento, embora a 1920x1080, já deixa a desejar. Em Very High a performance é sofrível. Só as 5800 são capazes de ligar com este jogo "maxed out".

Far Cry 2

Jogo baseado no Dunia Engine, mais leve que o cryengine 2, mas também menos apelativo visualmente. O cryengine 2 é demasiado complexo, visto que este jogo também foi lançado para a xbox 360 e para a playstation 3, que tem bem menos poderio gráfico que estas gerações actuais. Foi utilizado o benchmark incluído com o jogo, em duas configurações: Ultra High e High, apresentadas abaixo, variando apenas a resolução.

fc2-qualidade1.png
fc2-qualidade2.png


fc1.png
fc2.png
fc3.png


fc4.png
fc5.png
fc6.png


Este jogo é perfeitamente jogável nesta placa, mesmo em Ultra High a 1920x1080. Claro que fica atrás de todas as outras.

Abaixo os gráficos de comparação de framerate ao longo do benchmark

HD 5870
farcry2-graph-1.png
farcry2-graph-2.png


HD 5850
farcry2-graph-1.png
farcry2-graph-2.png


HD 5770
farcry2-graph-1.png
farcry2-graph-2.png


HD 5750
farcry2-graph-1.png
farcry2-graph-2.png


Unreal Tournament III

O mais recente Unreal Tournament, com um poderoso e moderno motor gráfico já a suportar DX10 e Physx, que em gráficas ATI é processado pelo CPU e nas nvidia pelo GPU. Foi utilizado uma ferramenta de benchmark em modo "flyby", com os settings apresentados abaixo, mudando apenas o mapa e a resolução.

ut3-qualidade.png


ut1.png
ut2.png
ut3.png


A 5750 revela-se à altura deste jogo, com média de frames sempre igual ou superior a 100 fps em todos os mapas e resoluções. Claro que abaixo das irmãs mais rápidas. Notar que quanto maior a resolução, maiores as diferenças entre as 5700 e 5800.

S.T.A.L.K.E.R. Clear Sky

Utilizou-se a ferramenta de benchmark gratuita deste jogo. Os settings estão abaixo:

stalker-qualidade.jpg


Defaut 1440x900
clearsky1.png


Defaut 1920x1080
clearsky2.png


Extreme - 1440x900
clearsky3.png


Extreme - 1920x1080
clearsky4.png


No que toca as médias, a 1440x900 a performance é aceitável, já a 1920x1080 em alguns casos, especialmente no preset "extreme", temos médias muito baixas.

S.T.A.L.K.E.R. Call Of Pripyat

Jogo com suporte ao DX 11, corrido com a ferramenta de benchmark oferecida. Os settings são os mesmos do Clear Sky, variando o preset e o uso de Tesselation.

Medium - 1920x1080 - Teselation ON
1920-medium-TS-on.PNG


Medium - 1920x1080 - Teselation OFF
1920-medium-TS-off.PNG


Extreme - 1920x1080 - Teselation ON
1920-extreme-TS-on.PNG


Extreme - 1920x1080 - Teselation OFF
1920-extreme-TS-off.PNG


O uso do tesselation tem pouco impacto negativo, o que é uma boa noticia. Se bem que não se notou grande diferença, como no Heaven. Do resto, a placa lida bem com o jogo, embora em Extreme, no teste "SunShafts" a frame rate caiu para valores péssimos, 14 minimo e 20 média com TS activado.

Left 4 Dead
Trata-se de um jogo FPS num estilo diferente. Uma pandemia de um vírus semelhante à raiva transforma as pessoas em zombies, mas um grupo de 4 pessoas demonstrou imunidade e sobrevive, entretanto, passam a ser o alvo a abater pelos "infectados". Com isso assumimos o papel de uma das personagens e em cooperação, fugir de uma determinada zona, combatendo uma horda de infectados e mutantes, recorrendo a todos os meios que tiverem ao alcance, desde pistolas a bombas caseiras, passando por snipers e outras armas pesadas. Alem de modo singleplayer, podemos jogar com mais 3 pessoas, cada uma assumindo um dos "sobreviventes" ou mesmo um combate 4 x 4 - ou seja 4 jogadores como sobreviventes e outros 4 a assumir o papel de infectados especiais.

Este jogo foi produzido pela conhecida software house Valve, responsável pelo Half Life e utiliza uma versão melhorada do aclamado motor source, utilizado no Half Life 2, portanto muito melhor graficamente e portanto mais pesado. Abaixo os settings utilizados, variando apenas a resolução

l4d-qualidade.jpg


No que toca ao método de teste, foi utilizado o software FRAPS, que tem um comando de benchmark, que foi definido para 2 minutos para cada resolução e mapa, registando o minimo, máximo e média. No que toca ao jogo, foi corrido no modo campanha single player, correndo os benchs na mesma campanha sequencialmente, ou seja terminava o bench, pausava o jogo, mudava a resolução e continuava o bench. Correu-se 2 campanhas: No Mercy, que é maioritariamente passada em interiores, como apartamentos e linhas de metropolitano, de noite com chuva e trovoadas. A outra campanha é a Blood Harvert, esta passando-se mais em ambientes abertos, como florestas e campos de cultivo e em luz do dia.

Campanha "No Mercy"
l4d1.png


Campanha "Blood Harvest"
l4d2.png


Este jogo foi corrido com um pequeno overclock, de 800 mhz core e 1300 memórias, frequências totalmente estáveis e utilizadas no dia-a-dia. O jogo literalmente voa nesta placa, sempre acima dos 60 fps, com médias em alguns casos acima dos 100 fps! A campanha "No Mercy", devido a ser quase toda indoor, teve a taxa de frames por segundo mais elevada que a campanha "Blood Harvert".

 
Última edição:

JPgod

Moderador
Staff

2ª parte - Overclock

Testes com a gráfica em overclock. Utilizou-se o Catalyst Control Center para tal. Os testes foram feitos a 830/1400 nos 3Dmarks e 850/1400 no Crysis e Far Cry 2. Entretanto o Left 4 Dead tinha sido testado a 800/1300, que são os clocks que utilizo no dia-a-dia estáveis.

Abaixo fica a configuração para o teste de overclock, a mesma para o teste do Left 4 Dead e S.T.A.L.K.E.R. Call Of Pripyat
Test Bed

  • CPU: AMD Phenom II X4 965 @ 3400 mhz 1.3 vcore - NB @ 2000 mhz 1.10v
  • Motherboard: DFI Lanparty BI 785
  • Memória: 2x 2048 OCZ Black 1600
  • Discos: Samsung F1 320 GB 7200 rpm & Samsung F1 1000 GB 7200 rpm
  • Fonte: Antec truepower 750w
  • Drivers (ATI): Catalyst 9.11
  • Sistema Operativo: Windows 7 Profissional x64

3Dmarks

3dmark2003-oc.png


4700 pontos de melhoria, bastante considerável!

3dmark2006-oc.png


cerca de 1300 pontos, uma subia inferior ao 3dmark 2003, em percentagem.

3dmarkvantage-oc.png


Muito próximo da marca de 900 pontos, bastante bom.

Crysis Warhead

crysis1-oc.png
crysis2-oc.png
crysis3-oc.png


No crysis o overclock fez a framerate atirar-se para acima dos 30 fps de média em todas as resoluções, embora a mínima ficou-se na ordem dos 20.

Far Cry 2

fc1-oc.png
fc2-oc.png
fc3-oc.png


O Far Cry 2 tambem escalou bastante com o overclock, ficando com média superior a 60 fps em todas as resoluções, patamar já considerado "super fluido".
 
Última edição:

JPgod

Moderador
Staff
3ª parte - Consumos, Temperaturas e Ruído

Testes de consumo, aquecimento e ruído da placa. Não será comparado com as outras gráficas que já testei, primeiro que houve mudança de hardware (motherboard e fonte), bem como a temperatura ambiente é bastante inferior.

Consumos

Métodos de teste.
  • Idle: Desktop do windows, apenas com programas simples em background, sem mais nenhum outro software.
  • mkv1080p: Reprodução de um vídeo 1080P com o média player classic home cinema x64 em modo EVR.
  • 3Dmark 2006: A correr o 3º game test, neste casos os valores mais elevados sustentados durante 1-2 segundos.
  • furmark: A correr a versão 1.1.7 em modo teste de estabilidade.
consumo.png


Consumo do sistema inteiro, utilizando um medidor de consumo digital, neste caso é o consumo que o sistema extrai da tomada. O consumo dos componentes naturalmente será menor, considerando as perdas pela fonte, embora a Antec 750w tenha eficiência entre 83% a 86% a 115v (certificação 80 plus bronze)

Tal como as suas irmãs, o consumo desta placa é muito baixo considerando a sua elevada performance.

Para quem quer uma gráfica capaz de correr praticamente todos os jogos do mercado e ainda os que vão sair, com as ultimas tecnologias e ao mesmo tempo não tenha um impacto negativo no consumo, esta é a placa recomenda!

Temperatura

Métodos de teste
  • ambiente: Sensor de temperatura a cerca de 1 metro e meio do computador (temperatura do escritório)
  • Idle: Sistema em repouso sem utilização significativa, apenas programas simples em background, até a temperatura estabilizar.
  • mkv1080p: Reprodução de um vídeo 1080P com o média player classic home cinema x64 em modo EVR, até a temperatura estabilizar.
  • 3Dmark 2006: A correr o 3º game test, registou-se a temperatura mais alta.
  • furmark: A correr a versão 1.1.7 em modo teste de estabilidade, durante 5 minutos, tirando a temperatura no final (média das variações)
temperatura.png


Testes realizado com a ventoinha em modo automático.

As temperaturas estão excelentes, uns meros 32,5 em idle e 59,5 no pesadíssimo teste do furmark. Fruto de um excelente cooler.

Ruído

Em termos de ruído, não temos como medir quantitativamente, mas posso dizer que a placa é muito silenciosa. Nem mesmo a puxar em jogos ou no BOINC em load ela se faz ouvir. É preciso colocar a ventoinha em manual para poder ouvi-la e mesmo a 100% o ruido não é elevado.

 
Última edição:

JPgod

Moderador
Staff
Conclusões

Destaco pela Positiva:

  • - Excelente performance, ainda mais por vir com um pequeno overclock de origem.
  • - Espectacular performance em computação genérica, mais precisamente no BOINC.
  • - Um cooler excelente, resultando em temperaturas muito baixas!
  • - Absurdamente silenciosa, mesmo em jogos!
  • - Excelente qualidade de construção, com condensadores sólidos e circuito de alimentação com ferrite chokes com tecnologia própria
  • - HDMI nativo, com passagem de som directo pela placa
  • - Suporte nativo para DisplayPort.
  • - Tecnologia eyefinity, um must have para quem é adepto de multidisplay!
  • - Boa capacidade de overclock, fazendo nada menos que mais 140 mhz no núcleo, (150 acima da frequencia de referência) e uns impressionantes 240 mhz nas memórias (250 acima da frequencia de referência)
  • - Consumo de energia em idle muito baixo.
  • - Suporte para o novíssimo API DX 11, bem como as tecnologias OpenCL e ComputeShader, habilitando a placa para computação genérica!
  • - High Definition vídeo decoder
  • - Suporte para crossfirex.
  • - Oferta do jogo Battle Forge, em caixa retail e tudo, por apenas cerca de 10 € adicionais que a edição sem o jogo.
  • - Preço competitivo, entre 120 a 140 € no mercado nacional
  • - Comprimento do PCB pequeno.

Destaco pela Negativa:

  • - Falta de dissipadores nas memórias da parte de tráz, resultando em sobreaquecimento, logo prejudicando também a capacidade de overclock, alem de desgaste acelerado.

Conclusão

Mais uma excelente placa da geração Evergreen da ATI. A Sapphire inovou ao trazer um modelo com PCB diferente ao de referência, com construção de topo, utilizando tecnologias próprias, como os ferrite chokes, resultando em consumo menor e melhor dissipação térmica.

Também optou por não usar o cooler de referência, que parece ser muito simples e utilizou assim um baseado na tecnologia "vapor chamber", como já nos habitou em outras placas, resultando em temperaturas excelente e aliado a um baixo nível de ruído. Apenas é pena não fazer exaust do ar quente na tua totalidade, embora com o TDP baixo não é assim tão problemático

Destacar a capacidade de overclock, que já fica taco-a-taco com a irmã 5770. O excelente cooler e a sua construção de certeza tiveram um bom impacto positivo.

Pela sua performance e consumo baixo e inovação é atribuída recomendação máxima da ZWAME!

Classificação

zwame200.png


preço/performance, inovação e performance/consumo

Agradecimentos

A ZWAME agradece à Sapphire pela disponibilidade do material para teste.

Copyright © Zwame, Lda 2009. Reprodução proibida sem autorização prévia.

 
Última edição:

SuperLuis

Power Member
O aspecto desta gráfica combina com o Azylado do Seven :p Sempre se pode colocar lado a lado uma caixa de pc e o monitor e tem-se uma bela combinação com o Seven mais uma porção de Fans com Leds azuis :P
 
Tambem estou a espera de ver como ela se comporta , podes compara-la a 5770 mas com a 5750 overclocked com as referencias da 5770 (core clock e Stream processor)?????????? Ja agora como 'e q medes o tamanho?? somente o PCB da grafica ou inclues o bracket ( medindo da parte mais comprida)??? eu quero uma destas duas , mas tenho q ter em conta o tamanho pq senao nao entra
22.jpg
nesta caixa
 
Última edição:

Morphine0225

Power Member
Tou a pensar adquirir esta placa não para jogar mas sim para produtividade.
Sabem dizer se ela se porta bem com 3 monitores?

A placa trás de origem, dentro da caixa, o cabo adaptador Displayport para dvi ou vga?


Cumps
 
Topo