1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Seagate ST3500830AS 500GB

Discussão em 'Dúvidas e Suporte Técnico PC' iniciada por V'R, 9 de Novembro de 2008. (Respostas: 18; Visualizações: 1756)

  1. V'R

    V'R

    Boas,
    Eis que fui vítima da preguiça de fazer backups e óbviamente que me queimei. Tenho o disco referido no tópico que aparenta problemas nas cabeças, pelo menos pelo tipo de clicks que se ouvem.
    Não quero mesmo pagar a recuperação dos dados mas a verdade é que tenho nesse disco muitos trabalhos antigos, dos quais queria ter o registo, assim como muitas muitas fotos.
    Decidi então tentar eu mesmo a recuperação, mesmo sem sala limpa e eventuais ferramentas especializadas, até porque tenho alguma curiosidade sobre o sucesso das mesmas.
    Serve este testamento todo para perguntar se alguém tem para venda este modelo de disco ou sabe de onde se pode mandar vir?

    trata-se portanto de um Seagate Barracuda 7200.10 de 500GB com o modelo ST3500830AS.

    Desde já agradeço a atenção,
    V'R
     
  2. TechNick

    TechNick Power Member

    Boas,

    É que nem devias ter tentado abri-lo . Os pratos do disco teem um alinhamento ao nível do micron e sem as ferramentas apropriadas quase de certeza deitas-te tudo a perder . O primeiro passo seria pô-lo em slave noutro PC e tentares recuperar os dados a partir daí . Resta-te ajuda profissional mas , calculo que não seja nada barato .
     
  3. Cage57

    Cage57 Power Member

    Mas já o abriste? É que se sim podes bem esquecer, já era.
    A mim aconteceu-me isso com um hitachi, solução mandar para RMA e veio um novo, trabalhos, documentos tudo para o ar.
     
  4. V'R

    V'R

    Claro que não o abri e sei que depois de abrir e montar uma cabeça nova, se funcionar funcionará em estado degradado. Como disse e neste momento queria tentar a recuperação caseira a título de curiosidade, tenho lido e visto registos de sucesso total ou parcial neste tipo de recuperação e queria arriscar mas falta-me o disco idêntico para tentar.
     
  5. V'R

    V'R

    Não descurando, mas se optei por não pagar a recuperação foi escolha minha e já a firmei lá em cima. Muito do trabalho que precisava recuperar desse disco já o refiz e melhor, pois já fiquei sem ele há uns meses mas só agora tive tempo de pensar melhor nisso. Na altura claro que entrei em pânico e estive para ir com ele ao colo a lx para mo recuperarem, mas tinha prazos a cumprir e a taxa de urgência para este tipo de recuperação é muito elevada. Óbviamente que ainda há lá dados que n quero perder, mas entre os perder e pagar a taxas de recuperação entre 1500€ e 3000€ prefiro perder. E visto que na minha cabeça já os perdi, quero tentar a recuperação caseira, somente isso.
    Este tipo de recuperação é algo que me suscita alguma curiosidade há já alguns anos e sempre enterro um fantasma. :P
     
  6. Zero_Cool_PT

    Zero_Cool_PT What is folding?

    Quando não é mais :rolleyes:
     
  7. Pretender

    Pretender Power Member

    Boa sorte nessa tarefa, é nestas alturas em que nos lembramos de fazer os backups :(
    Eu tenho o ST3500830AS (16MB cache) o teu pelo modelo é o de 8MB... Nem sem se existem + diferenças físicas entre eles.
    Mais uma vez boa sorte, com calma talvez consigas trocar as cabeças...
     
  8. V'R

    V'R

    Pois, nem eu... sei que o 3º símbolo do nº de série do disco é a cabeça, de qualquer modo interessava-me um com a PCB igual para tentar fazer hotswap à pcb antes de trocar a cabeça, portanto convinham ser modelos iguais com data de fabrico aproximadas.
    De qualquer modo obrigado.
     
  9. Cage57

    Cage57 Power Member

    Man não faças nada, esqueçe mesmo, abrindo acabou, tens que ter uma cabine que não tenha ar lá dentro, que se usa em laboratórios, muito complicado mesmo, ao abrires e entrar ar o disco pura e simplesmente deixa de funcionar.
     
  10. V'R

    V'R

    Meu, já vi recuperarem dados de um disco que foi posto numa retrete e passou um carro por cima e estalou... mas sim sei o que queres dizer. Ao abrir e deixando entrar impurezas para o disco estas assentam nos pratos como pele morta e causam erros na leitura nessas zonas que podem causar erros em todo o respectivo sector na leitura.
    No entanto, abrir o disco, mm em ambientes sem ser de sala limpa de classe 100 não vai fazer as os dados desaparecerem mágicamente, nem estragar o disco e pode permitir uma recuperação parcial/total dos dados, ainda que numa janela de tempo limitada.
    Como disse faço isto também a título de curiosidade e a taxa de sucesso sem sala especial pode não ser genial mas não é também tão pequena quanto se faz crer. Mais, muitas empresas de recuperação aceitam os discos para recuperação depois de serem abertos não aceitam é se os pratos em discos multi-prato tiverem sido trocados sem ferramenta adequada.
     
    Última edição: 10 de Novembro de 2008
  11. Cage57

    Cage57 Power Member

    Até pode ser, mas digo-t que não vais ter sucesso nenhum.
    http://www.clubedohardware.com.br/artigos/1056, e cito "não há muito que fazer dentro do HDA – pelo menos pelo técnico comum. Apenas empresas de recuperação de dados equipadas com salas limpas podem abrir e substituir componentes dentro do HDA."
    Não te quero dizer que não deseje sorte mas sinceramente não faças isso a sério.
    E Depois não pode mesmo entrar pó ou o quer que seja, ao ligares depois podes dizer adeus, eu já fiz isto e sei o que digo.
    Só mesmo empresas especializadas é que tem capacidade para fazer isto, uma sala especial é melhor que a de um hospital.

    Mas se queres siga, eu não recomendo mas boa sorte.
     
  12. V'R

    V'R

    Não leves a mal e sei que estás a tentar ajudar, assim com deixo aqui o que já disse lá em cima. Para mim o disco já morreu e sim vou tentar recuperar, perco um bom punhado de euros no processo mas nada mais se falhar, e sim, sei que as hipóteses de falhar são elevadas.
    As salas limpas não são salas sem ar, não são salas de vácuo, embora estas sejam usadas para montagem de muito equipamento informático e científico.
    Sim, o disco contamina com poeiras, (algumas das quais podem ser retiradas com uma latinha de ar comprimido) e quando o disco começa a rodar alguma da poeira que o disco apanhou levantará dos discos por causa da rotação dos discos e uma parte destas poeiras irão para uma área do disco onde este tipo de poeiras assentam pois não é anormal o disco apanhar contaminantes mesmo sem ser aberto.
    Sei que falas por experiência e provavelmente terei o mesmo resultado, mas a ligeira hipótese de sucesso é o suficiente para tentar. Este tipo de recuperações está documentado e há resultados mistos de sucesso/insucesso, quando falhar posso dizer que ao menos tentei :P
     
  13. Boas.
    A mim aconteceu-me o mesmo exactamente com o mesmo com o memo disco.:(

    Se tiveres novidades diz algo.
    Eu vou ver se tambem consigo arranjar um igual.

    Cumps
     
  14. cpe

    cpe Power Member

    o ultimo que me aconteceu foi para lisboa e paguei 1300€ de recuperação.

    antes já tentei o mesmo que tu e realmente se o problema é interno só mesmo com as ferramentas e salas proprias podes mexer nele.

    conclusão:
    1 disco lixado e sem hipoteses de recuperação da informação
    2 disco enviado para uma loja da especialidade em lisboa, arrotei 1300€ e dados todos recuperados
     
  15. V'R

    V'R

    Desculpem n responder, mas tenho andado com mto trabalho em cima e de facto ainda n tive paz de espírito para tentar mexer no disco.

    Arranjei no entanto um disco idêntico e fabricado na mesma altura e quero mesmo tentar trocar as cabeças, sei que o resultado provável é o fracasso mas depois venho aqui relatar o resultado.
     
  16. nfh

    nfh Power Member

    E então que tal, conseguiste fazer alguma coisa?
    Eu andei a "ensaiar" com um disco velho "morto" que tinha cá por casa e retirar as cabeças de um disco é uma tarefa no limiar do impossível, pelo menos sem ferramentas específicas.
     
  17. luxboy

    luxboy Power Member

    não é bem assim.. com algum jeito e chaves especiais consegue-se trocar as cabeças.. mas o ideal é meter os pratos do disco avariado no disco bom.. é mais simples.. na minha opiniao.. agora a questão do pó, para fazer em casa o unico sitio aconselhado é a WC.. sona da casa com menos pó normalmente.. e tentar fazer isso com o disco na vertical, para limitar o deposito de micro poeiras.. claro que apanha sempre sujidade.. e os pratos têm k ser manipulados com luvas anti estaticas etc etc lool coisas á laboratorio.. mas mesmo que funcione toda a troca muitos ficheiros recuperados poderao estar corrompidos.. mas não custa nada tentar.. se está fora de questão ir ao laboratorio.. até que é possivel posteriormente recuperar em laboratorio mesmo depois de toda esta tentativa "caseira"
     
  18. nfh

    nfh Power Member

    A maior dificuldade ao retirar as cabeças de leitura/escrita de um disco é evitar que elas se colem. Cada prato tem duas cabeças (uma por cima e outra por baixo) e assim que as cabeças saem para além do prato, encostam-se. Ao se encostarem fico irremediavelmente danificadas, segundo parece.

    É preciso recorrer a alguma coisa que, depois de afastadas as cabeças do prato, impeça que elas se encostem. E fazer isto sem danificar as cabeças é que é, passo o pleonasmo, uma dor de cabeça :).
     
  19. luxboy

    luxboy Power Member

    isso é simples.. metes um pekeno pedaço de cartolina ou um pedaço de plastico anti estatico.. das embalagens do discos riginos por ex.. tem k ser tudo mto bem planeago e metodico.. para ser rapido, bem feito e sem danificar ou danificar o minimo possivel..
     

Partilhar esta Página