1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Sempre tera algo melhor que a pringles.

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por tache, 3 de Novembro de 2008. (Respostas: 0; Visualizações: 1896)

  1. Boas e saludos amigos.
    Disculpenme que fale em espanhol porque não se falar em português mas desejo colocar neste foro um artigo que publiquei originalmente em meu blog http://tache.unplug.org.vê/?page_ide=50. Isto e o que lerão a seguir é uma tradução literal que fiz através de um programa de tradução Espoñol-Português que consegui no Site. Espero saberão disculpar todas as imprecisiones que apareçam no texto. Se alguém pode o traduzir correctamente estar-lhe-ei altamente agradecido.

    SEMPRE TERA ALGO MELHOR QUE A PRINGLES.

    Boas e saludos!
    Em vários pós colocados em diferentes foros tocando o tema de antenas inalámbricas encontrei as recomendações para melhorar a popular antena “Pringles” (Cantena) que consiste em lhe agregar uns directores para concentrar ainda mais o sinal(Dbm) ou lhe agregar um embudo ou adicionarle outra bata para duplicar seu logitud, etc, etc, etc. Tudo isto com a finalidade de conseguir elevar seu ganho(Dbi).

    São inumeráveis os colegas elaboraram a versão singela desta antena e sustentam estar muito satisfeitos com elas. Não obstante, por muito satisfeito que alguién esteja com seu antena, sempre desejará ter a melhor possível. Geralmente todo o que esteja satisfeito com algo seguramente é porque não provou algo melhor. É óbvio que se ud precisa uma antena para uma rede num escritório, uma simples 1/4 de onda (Spider) ou a que trazem os cartões para redes inalámbricas será mais que suficiente e se lhe funciona, Ud. estará satisfeito com ela. Pessoalmente considero -porque comprovei-o na prática-, que de todas as antenas tipo “cantena” a menos apopiada é justamente a que se faz nesses envases de papas fritas. Tenho construído 7 cantenas usando botes de diferentes diámetros e longo do tubo em base ao cálculo que proporcionam em diferentes lugares do Site. Por exemplo:
    http://www.paramowifix.net/antenas/bote/bote.html

    Para as comparações de sinal usei os analizadores do cartão Lanpro 550G e Network Stumbler em Windows Xp e Wavemon em Linux. Em todas a Pringles singela sempre está é desventaja com todas as outras. Não tenho nenhum instrumental especial de laboratório nem também não tenho os conhecimentos científicos para lhe dar a esta polémica um giro académico pelo que devo recalcar que minhas opiniões só se baseiam em experimentos práticos, expostos por suposto a possíveis imprecisiones e erros na elaboração da antena.

    A maioria das cantenas que elaborei uma vez provadas as desarmei e posto a um lado ao não me dar melhor resultado que a que tinha feito previamente. De algumas tenho as fotografias e o registo do sinal as quais colocarei a final deste pós para os analisis que a cada quem desée fazer.

    Com o fim de apresentar ante os colegas meu muito pessoal e modesta opinião, decidi rearmarlas (Colocar-lhe o conector N) e mostrar o resultado da análise feita em linux com WAVEMON por apresentar numa sozinha tela os valores núméricos de Qualidade de conexão, Nível de sinal, Nível de ruído, Relação sinal/ruído, e outras informações de interesse. Uso este analizador neste experimento como referência sem entrar a considerar se é melhor ou não que qualquer outro. É só isso; uma referência.

    Todas as análises de sinal se tomaram pondo todas as cantenas no mesmo lugar e orientadas até conseguir o máximo de sinal possível. As fotografias não mostram o mesmo lugar em razão de foram tomadas só como arquivo de registo da antena.

    Várias conclusões saquei destes ensaios.

    A primeira já foi exposto por outros colegas em diferentes foros do Site: Quanto maior é o diámetro do reflector, a antena tem melhor desempenho.

    A segunda conclusão: A longitude do envase ao passar dos 3/4 de longitude de onda influi no desempenho da antena, mas não tanto como para ter que lhe dedicar uma atenção extrema.

    A terça é que: Não vale a pena gastar esforço e dedicación em lhe agregar etapas a sua antena pringles porque pode elaborar outra que talvez com um pouco de dedicación lhe de o mesmo ou melhor resultado. Agora bién, isso é válido e lhe sobram méritos ao esforço, quando Ud o faz pelo desejo de pesquisar ou por curiosidade; ambos são realmente muito plausibles.

    [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG]


    Primeira mostra:
    Pringles: Diámetro interno: 72mm Longitude: 157.7mm Singela (Sem directores)
    [​IMG]
    Com directores:
    [​IMG]
    Difrencia notável...


    Segunda mostra:
    Isomil cantena: Diámetro interno: 98mm. Longitude: 105mm.

    [​IMG]


    Terceira mostra:
    Ovomaltina cantena: Diámetro interno: 98m. Longitude: 174mm.
    [​IMG]


    Quarta mostra:
    “Meu Cantena” .(Envase elaborado por mim com lámina de acetato forrada com adhesivo de papel de aluminio. Proximamente pós) Diámetro: 112.5mm. Longitude: 300mm. http://tache.unplug.org.ve/?page_id=54
    [​IMG]


    Quinta mostra:
    Biquad em bata de cereais com suporte: http://tache.unplug.org.vê/?page_ide=3

    [​IMG]
    Para ampliar imagen: http://lh4.ggpht.com/tache199/SAI6ZarYiJI/AAAAAAAAARw/lk80aw2MfYs/Biquad cereal.png?imgmax=512

    A última mostra é só a maneira de comparação entre uma simples BiQuad e a Pringles. Mesmo resultado com menor esforço. Saque Ud. seus ppropias conclusões.

    Gostaria de receber comentários sobre o que aqui proponho.

    Octavio Rossell Daal.
     

Partilhar esta Página