1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. A secção Microsoft/Windows encontra-se actualmente em processo de reestruturação.
    Remover anúncio

Serviço de pesquisa de desktop do Google avança hoje em versão definitiva

Discussão em 'Windows Desktop e Surface' iniciada por RavenMaster, 7 de Março de 2005. (Respostas: 0; Visualizações: 468)

  1. RavenMaster

    RavenMaster Power Member

    "O Google avança hoje com a versão final do seu novo serviço de pesquisa para o desktop. A aplicação de software que guarda uma cópia de todas as acções do utilizador, ficheiros e dados consultados, pode ser descarregada gratuitamente via Internet e permite pesquisar documentos no Office, imagens, emails e páginas de Internet, ao que acrescem ficheiros de música, vídeo e PDFs.

    De sublinhar que estas três funcionalidades integravam a versão beta do software - disponível há cerca de cinco meses - apenas de forma parcial. No caso dos PDFs, por exemplo, o serviço encontrava os ficheiros pelo nome mas não tinha capacidade para dar acesso ao documento completo.

    As melhorias surgem também ao nível da segurança. Tendo em conta que todas as acções do utilizador são registadas, a empresa modificou alguns pontos nesta versão definitiva do software e permite agora que perante documentos protegidos com password o utilizador tenha a possibilidade de bloquear o sistema de gravação automática, utilizado para facilitar um acesso posterior aos mesmos.

    Da mesma forma, o utilizador tem também a possibilidade de bloquear o registo de sites seguros, por forma a proteger o acesso a dados pessoais.

    O software funciona com os três principais browsers do mercado, suportando além do Internet Explorer, o Firefox e o Netscape. A versão final é disponibilizada com um kit para programadores (SDK), que permite integrar novas funcionalidades com o serviço.

    O Google Desktop Search marca a entrada oficial da empresa num terreno até agora dominado pela Microsoft, mas que pelo seu potencial em termos de mercado publicitário tem atraído investimentos fortes e novos players, como o Yahoo e a MSN também já com um serviço idêntico, mas em versão beta. "

    link
     

Partilhar esta Página