1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Site de designers?

Discussão em 'Design e Multimédia' iniciada por wezzii, 25 de Março de 2013. (Respostas: 11; Visualizações: 2195)

  1. wezzii

    wezzii Power Member

    Tenho umas questões acerca deste site https://99designs.com, gostava de saber em que consiste, para que serve, quais os seus objetivos e se é fiável?

    Obrigado!
     
  2. edusantos

    edusantos Power Member

    Só te digo isto: Fica longe desse site ou qualquer outro de crowdsourcing. :)
     
  3. artificiaL+

    artificiaL+ Power Member

    Eu pessoalmente não curto muito de trabalhar à toa, mas porque é que dizes isso? O 99designs acho que é legítimo, e sempre é uma boa maneira de ganhar experiência qb.
     
  4. edusantos

    edusantos Power Member

    Estás a alimentar um mecanismo desonesto e que vai contra tudo o que deverias proteger. O teu valor enquanto designer.

    O processo de design parte (ou deveria partir) de uma relação profissional entre o cliente e o designer em que ambos trabalham cooperativamente de forma a encontrarem uma solução para um problema. No 99designs tens 30 caramelos a enviarem "samples" e a receberem "feedback = ordens" do "potencial" cliente (sim, ordens, porque se tentares ser minimamente profissional, dar sugestões e a contra-argumentar, corres o sério risco de perder o "concurso"), sem qualquer garantia de que vão ter remuneração monetária pelo tempo que dedicaram ao projecto.

    A experiência que ganhas aqui não é nenhuma. Ou melhor, não terá grande valor para ti.

    Só me aventurei uma vez e nunca mais!
     
  5. michael c

    michael c Power Member

    O edumicro já disse tudo, mas eu iria um pouco mais longe. O que se vê nesses sites são muitas vezes ideias roubadas/adaptadas, com pouco originalidade/conceito. Criar uma peça de design é muito mais que saber usar o photoshop ou perceber os conceitos base de design. É preciso perceber o cliente e o seu negócio. E isso não se consegue com um simples briefing. É preciso de facto uma cooperação entre cliente e designer para criar um produto de valor acrescentado. O que eu mais vejo sair desse tipo de sites são coisas ao estilo de templates que poderiam servir tanto um cliente como milhares de outros. Há pouca autenticidade e pouco conceito e sobretudo pouca compreensão do que é o negócio do cliente. O design avança pelo debate e pelo envolvimento de cliente, designer e público-alvo final por forma a criar a melhor peça de comunicação possível.
     
  6. artificiaL+

    artificiaL+ Power Member

    Pá... percebo o que estás a dizer, mas acho uma posição um bocado extremistas. Considero serem coisas completamente diferentes. E é desonesto porquê? Quantas empresas não fazem o mesmo tipo de concursos? Ainda há pouco tempo o FMM fez o seu rebrand assim (http://fmm.com.pt/), e até havia bem melhores mas pronto. De reforçar a palavra concursos. Isto não é um site profissional para teres uma relação com um cliente, é um site de concursos, tal como eles denominam essa secção do site. E claro que ganhas experiência: tens um briefing, e fazes alguma coisa. Obriga-te a pensar, a ser criativo, e a desenvolveres-te técnicamente. Se fores com o objectivo de aprender, aprendes, se fores com o objectivo de despejar templates, pronto, a escolha é a tua. Cada um usa as ferramentas como quiser. Mas como freelancer, quantos logótipos é que não se faz ao inicio quase sem saber o nome da empresa...

    De resto para dizer que também só participei uma vez.
     
  7. michael c

    michael c Power Member

    Pronto, põe as coisas nestes termos: para quem está a começar e precisa de algum dinheiro e todo o dinheiro (mesmo que sejam 25€) por um "logótipo" é considerado bem pago, excelente. Estes sites servem exactamete para isso. Se a ideia é algo mais sério e a sério, então a melhor solução é mesmo procurar um designer que colabore com o cliente para que juntos possam criar algo mais sustentável e autentico.

    Só para deixar nota, nunca entrei em concursos desse tipo. Bastou-me ver 2 ou 3 projectos feitos por lá para riscar isso do mapa rapidamente :D
     
  8. artificiaL+

    artificiaL+ Power Member

    Também basta ver os clientes que andam para lá. Nada de sério. Muitos blogs, sites, etc, que querem ter uma imagem melhorzita e pronto.
     
  9. michael c

    michael c Power Member

    Exactamente. No fundo e não querendo ser mauzinho, os designers que por lá andam estão bem para o tipo de clientes que procuram também por lá serviços. :D
     
  10. wezzii

    wezzii Power Member

    Até que ponto é que eu posso usar os briefings, incluindo o nome da empresa para construir portfolio e colocar no behance?
     
  11. snoopy21

    snoopy21 Power Member

    os termos e condições deste tipo de sites costumam ter informação sobre confidencialidade. Normalmente só se pode publicar com autorização da empresa que requisitou o trabalho.
     
  12. Minguno

    Minguno Power Member

    Até ao ponto em que tal empresa te confirme a ti próprio que te cede o uso parcial ou total de tal obra sua/tua em colaboração com ela .
    Sem consentimento creio que não podes usar .
    É como nas teses de Univs. elas são feitas por um aluno mas a obra pertence a ele como autor dentro de um trabalho da Universidade e a ela compete a disponibilidade da obra - meio por meio ; pelo menos no meu tempo era assim a Universidade é detentora de direito sobre ela ainda que eu colabore com ela de tal modo que sem mim não existiria , portanto o uso dela é uma questão de duas partes eu como autor mas em maior parte a Univ que a detém para consulta ou outro ...
    Não sou entendido mas acho que é isso , também terias de consultar legislação sobre direitos de autor que nos últimos tempos têm sido muito alterados e claro já não falando do que pode depender da própria alocação e legislação local do site em causa .

    Deves ainda ter em atenção um ponto importante que muitos passam ao lado , é que no acto de subir obras a certos sitios acontece que podem esse sitios a partir desse moomento estipular uma série de licenças sobre obras upadas nas quais poderá estar explicito que o autor a partir desse momento perde o direito exclusivo da obra por exemplo para partilha, reuso etc , ora se a empresa subiu um trabalho nesses moldes então à partida tu podes reusar (isto numa hipotética tipologia de exemplo) .
     

Partilhar esta Página