[HDTV] SONY - Linha Oled 2021 - Modelos A80J e A90J

Jack-O-Lantern

Moderador
Staff

Uma nota para a review em causa que pode induzir em erro ao indicar que os hdmi 2.1 da A90J já suportam VRR, na medida em que, vindo a ser o caso, está pendente de update futuro de firmware

As part of Sony’s Master Series, the A90J is one of the TVs enjoying an upgrade this year. Two of the TV’s HDMI inputs support 4K content at 120 Hz as well as Auto Low Latency Mode (ALLM) and Variable Refresh Rate (VRR), two gaming-related features that optimize the A90J for next-generation gaming.

Fica a nota para quem estiver interessado na vertente gaming desta excelente TV
 

McKricas

Power Member
E a Panasonic não entra na equação?
Normalmente é a que ganha os testes na qualidade de imagem e as deste ano já tem todas essas features.
Até para os gamers.
A Panasonic JZ2000 será sem duvida também uma das principais concorrentes à melhor OLED de 2021...

Vejam isto:
"Panasonic demonstrated some really low input-lag: 10.9ms. And even lower in VRR-mode: 2.5ms!"

Claro que o preço dela vai também ser diferente da Sony ou da LG...
 

Skorpius

Power Member
Este ano em princípio vou adquirir uma A80J ou A90J de 65” para substituir a minha LG E6 cheia de burn-in!

Espero ter mais sorte desta vez!
Eu também tenho um B6 com esse problema mas como o Jack diz é em parte muito culpa minha que colocava o miúdo a ver Disney Júnior... estou a pensar fazer o upgrade este ano mas que fazem vocês a uma Oled com burnin, ninguém vai querer aquilo e deitar ao lixo é uma dor no coração...
 

McKricas

Power Member
Eu também tenho um B6 com esse problema mas como o Jack diz é em parte muito culpa minha que colocava o miúdo a ver Disney Júnior... estou a pensar fazer o upgrade este ano mas que fazem vocês a uma Oled com burnin, ninguém vai querer aquilo e deitar ao lixo é uma dor no coração...
Deves sempre tentar vender...dependendo do nível de preço encontras sempre clientes.

Eu aqui há uns anos vendi uma Sony de 36" com alguma idade já (e que pesava 100kg) por 50€....foi mesmo só para ver-me livre dela (e ter ajuda para tirar o bicho do sitio onde ela estava) :biglaugh:
 

Mirtilo

Power Member
Eu também tenho um B6 com esse problema mas como o Jack diz é em parte muito culpa minha que colocava o miúdo a ver Disney Júnior...

É verdade que o tipo utilização pode aumentar a probabilidade de aparece burn-in. Mas a facilidade com que apareceu na minha E6 em dois painéis (o primeiro foi substituído em garantia) leva-me a pensar que a qualidade da LG é questionável, apesar de saber que os painéis OLED são todos LG.

Desculpem o off-topic.
 

McKricas

Power Member
É verdade que o tipo utilização pode aumentar a probabilidade de aparece burn-in. Mas a facilidade com que apareceu na minha E6 em dois painéis (o primeiro foi substituído em garantia) leva-me a pensar que a qualidade da LG é questionável, apesar de saber que os painéis OLED são todos LG.

Desculpem o off-topic.
Tem muito pouco a ver com a qualidade dos painéis da LG....
Embora a LG (e as outras marcas) tenham cada vez mais criado mecanismos para mitigar o seu aparecimento (ABL, ASBL, pixel refreshers, etc.)
Mas tem muito a ver com a forma como se usa o equipamento.

O burn-in é difícil de ocorrer. Normalmente é mais comum que ocorra apenas retenção e esta desaparece passado algum tempo com o algoritmo de refresh da televisão.
Mas o burn-in pode realmente acontecer em casos específicos que são mais susceptíveis a esse tipo de ocorrência.
O risco é maior quando o painel está a funcionar a temperaturas mais elevadas.
Quanto maior a temperatura do painel maior é o risco da degradação do material orgânico dos OLEDs...e consequentemente, burn-in (o vermelho p.e. costuma ser o subpixel mais afetado).
E isso pode acontecer porque o equipamento está demasiado tempo a funcionar com intensidades (brilho) altos, por exemplo.
Quanto maior o brilho (e a área onde ele se encontra), maior irá ser a temperatura do painel.

Na maior parte das situações, este tipo de utilização está ligado a: 1) incorreto uso dos modos de imagem (utilização de modos "Vivid" para ver jogos de futebol p.e., etc.) 2) incorreta calibração da imagem (especialmente em SDR) e também de alguma forma um desconhecimento da forma como os equipamentos funcionam.

Claro que as marcas também não ajudam...a maior parte dos modos de imagem das TVs vêm de fábrica mais preparadas para o "show-off" e para o marketing do que para a qualidade de imagem. Por isso, deixam os modos com 200 ou 300 nits em SDR...

Quando se gasta 3000 €, 4000 €, 5000 € , 6000 € ou mais numa Tv, convém gastar algum tempo e € também para conhecer melhor a tecnologia, o equipamento e principalmente, fazer uma correta calibração da imagem da televisão, de forma a obter-se a melhor qualidade de imagem possível e reduzir problemas.
E isso não é feito copiando settings de sites da internet... ;)

Uma OLED calibrada (em SDR) anda nos 130 - 160 nits máximo para ambientes com iluminação normal. Para ambientes escuros o ideal é 120 nits.

Nestes níveis de brilho muito dificilmente alguma vez o painel vai ter burn-in.
 

Sfx

Power Member
bem a ausência do tamanho de 77 é muito estranho...mas fazia o esforço e ficava com o de 83 sem qualquer problema ahaha

o que me faz confusão é não ter Dolby Vision, e apenas 2 hdmi 2.1 em pleno 2021...e a sony apresentar specs para atualização futura, isso é mau, todos nós nos lembramos do tempo da sony A1 e as promessas do Dolby Vision. Acho que vou pa G1 embora nao seja a evolução que se esperava. Mas vou aguardar e ler uns reviews primeiro.

Dito isto não invalida o facto de esta ser a derradeira tv de 2021 em termos de qualidade de imagem e peak brightness para um OLED.

De certeza que a LG vai ripostar
 

night_sign

Power Member
Sou honesto, mesmo com o heatsink, estou em duvidas quanto à duranção do painel a puxar mais brilho face ao G1.
Se não vamos ver burn-in etc mais cedo.

De resto continuo a achar a A90J um excelente produto, com o seu preço extra face à concorrência.
 

McKricas

Power Member
Sou honesto, mesmo com o heatsink, estou em duvidas quanto à duranção do painel a puxar mais brilho face ao G1.
Se não vamos ver burn-in etc mais cedo.

De resto continuo a achar a A90J um excelente produto, com o seu preço extra face à concorrência.

A tecnologia desta geração de painéis é diferente...
Esta geração consegue maior brilho com um consumo de menos ~20% de energia.

Se consome menos, as temperaturas tendem a serem inferiores também.
Claro que o heatsink ajuda ainda mais a essa redução de temperatura.

A A90J (e provavelmente a JZ2000) serão muito melhores na gestão de temperatura do que a G1.
 

Jack-O-Lantern

Moderador
Staff
No site da Sony.pt, foi efetuada uma correção em baixa do preço oficial em menos 200 euros nos 2 modelos A90j listados, na sequência de listagem inicial

Ainda sem dados de datas de comercialização dos mesmos no mercado nacional

1617173584521.png
 

night_sign

Power Member
Mesmo preço do site da Sony. Curioso vi outras 3 lojas menos conhecidas ainda com o preço antigo +200€.
Os nossos hermanos têm ao mesmo preço, não compensa importar para já.
 
Topo