Sony Trinitron - Melhor CRT

Dark Ang3L

Power Member
Se já se obteve um reembolso parcial, pelo menos o vendedor foi justo, algo de que nem sempre me pude gabar.
Por acaso também li sobre alguns Trinitron terem problemas nos vermelhos, mas, até ver, ainda não me sucedeu.

E sim, é sempre bom estudar bastante os negócios, para não nos arrependermos depois (sim, estou a pensar em ti, Samsung Slimfit).

Capkit, enquanto os meus enquanto aparentarem funcionar bem, sem que lhes detete alguma anomalia, não lhe mexo.
Executado por um técnico é coisa para acima de 100€, e transportar bichos com bem mais de 30kgs vários kms para um lado e para o outro, só quando se revelar mesmo necessário (quem quiser evitar ter de pedir ajuda, limite a sua busca a modelos até 21", esses ainda dá para "alombar" sozinho.
Ou isso, ou quando for indubitavelmente um modelo que pela sua raridade, justifique a sua manutenção preventiva.
Já gastei dinheiro demais com este hobby, entre TV´s, cabos, conversores, etc.

Scart Rgb e componentes ficam taco a taco em termos de qualidade de sinal.
E é raro, mesmo em tv´s com várias Scart´s, existirem mais do que uma ou duas que sejam RGB.
S-video já dá para mim uma qualidade muito próxima, e bem acima de sinal compósito.

Este fim de semana, lá queimei mais umas horitas no GT2 da PS1 (RetroArch versão windows, no Trinitron de 21").
Boa semana a todos e boas jogatinas.
 
Ontem tomei a liberdade de abrir o televisor para desmontar os altifalantes. As minhas suspeitas justificaram-se quando me deparei com este resultado:
d7ae45c1-d3ad-48ff-bdd8-42502784cc84.jpg
f7b12826-79ba-44d2-a414-a424cf616653.jpg


Encontrar drivers com especificações equivalentes e dimensões identicas tem-se revelado um desafio impossível de superar.
O senhor a quem recorro para tentar resolver este tipo de problemas disse-me que o núcleo destes está em boas condições e que o "rasgo" da membrana externa ao cone (perdoem-me aqui a falta de conhecimento) não seria suficiente para distorcer as baixas frequencias. O palpite do técnico será um possível problema num dos canais do amplificador. Eu reservo as minhas dúvidas. Estou indeciso se devo deixar o televisor "mudo" e derivar o som a partir do Rpi ou colar o rasgo do driver com cola de sapateiro e testar o resultado...

Espero que tirem daqui uma lição do que pode correr mal quando fazemos compras por impulso.
 
Última edição:

Dark Ang3L

Power Member
Estamos a falar de tv’s que muitas vezes têm mais de 20 anos.
É um risco inerente, que quem arrisca comprar, tem de aceitar.

Aconteceu-me isso com uma Samsung Slimfit, o meu primeiro e até ver único CRT HD (suporte para 576p).
Adorava, e adoro o design, mas a fiabilidade e problemas de geometria deixaram muito a desejar.
Durou 2 meses.
Foi tentada a regeneração do tubo, sem sorte. Foi para reciclar.
Antes tivesse sido uma coluna.

Quanto a essa Sony, não funcionando a tentativa de recondicionamento da coluna, optava por um bypass e não pensava mais nisso (ou usar uns bons auscultadores fechados).
Uma simples soundbar da DECO, ou um kit 2.1 de PC metem o som de quase todas essas TV’s a um canto.
E dar por feliz do ecrã estar TOP, que é isso que realmente inporta.
 
Estamos a falar de tv’s que muitas vezes têm mais de 20 anos.
É um risco inerente, que quem arrisca comprar, tem de aceitar.

Aconteceu-me isso com uma Samsung Slimfit, o meu primeiro e até ver único CRT HD (suporte para 576p).
Adorava, e adoro o design, mas a fiabilidade e problemas de geometria deixaram muito a desejar.
Durou 2 meses.
Foi tentada a regeneração do tubo, sem sorte. Foi para reciclar.
Antes tivesse sido uma coluna.

Quanto a essa Sony, não funcionando a tentativa de recondicionamento da coluna, optava por um bypass e não pensava mais nisso (ou usar uns bons auscultadores fechados).
Uma simples soundbar da DECO, ou um kit 2.1 de PC metem o som de quase todas essas TV’s a um canto.
E dar por feliz do ecrã estar TOP, que é isso que realmente inporta.

O problema da memória selectiva é mesmo esse, esquecemo-nos daquilo que era "mau" na tecnologia antiga. Infelizmente a entrada de headphones desta TV também produz ruido, o meu objectivo será mesmo aproveitar o DAC do Raspberry Pi para tratar do som, já me disseram que era possível configurar isso no RGBpi, logo ligo os meus monitores da Alesis à saída de audio e fico com um som vinte vezes melhor do que qualquer televisão da época ou máquina de video.
 
Última edição:

RuySan

Power Member
Durante muito tempo o melhor ecrã, sempre foi aquele com a imagem mais nítida.

Quando passei do Amiga para o PC, foi evidente a diferença de imagem de um monitor SVGA. Os pixéis que nunca eram vísiveis num monitor commodore 1084, passaram a ser claramente visíveis. Quando comecei a usar emuladores de Amiga no PC, para aí em 99/00, tinha um monitor Sony Trinitron, e a desilusão quando vi aqueles jogos que não correspondiam às minhas memórias foi imensa. A imagem era limpa como tudo, mas os pixéis evidentes tiravam o mistério da imagem.

Onde quero ir com isto tudo? Que ser o melhor "CRT" é apenas uma questão de gosto pessoal. Para sistemas antigos prefiro uma imagem mais suave, porque era assim que eu me lembro dos jogos, e não acho que TVs da Sony sejam necessariamente melhores. Agora temos a possibilidade ter ter monitores OLED com uma definição e um contraste incríveis, mas andamos sempre numa busca infindável pela imagem "ideal".

Os meus pais ainda têm lá algumas TVs antigas que eu uso quando vou lá de férias e ligo os meus computadores antigos, e até prefiro a imagem de TVs phillips or Sharp a comparar com Sony. Mas para mim o melhor CRT de sempre ainda é o Commodore 1084 (que acho que era fabricado pela Phillips).

Durante algum tempo tinha o plano de trazer uma dessas TVs para minha casa e ligar-lhe um MISTer. Mas acho que usar coisas como o MegaBezel no Retroarch é um bom compromisso, sem ter de ficar com os olhos todos fritados de jogar numa TV antiga e sem ter ela a ocupar montes de espaço.
 

Dark Ang3L

Power Member
Durante muito tempo o melhor ecrã, sempre foi aquele com a imagem mais nítida.

(...)Quando comecei a usar emuladores de Amiga no PC, para aí em 99/00, tinha um monitor Sony Trinitron, e a desilusão quando vi aqueles jogos que não correspondiam às minhas memórias foi imensa. A imagem era limpa como tudo, mas os pixéis evidentes tiravam o mistério da imagem.

(...)Para sistemas antigos prefiro uma imagem mais suave, porque era assim que eu me lembro dos jogos, e não acho que TVs da Sony sejam necessariamente melhores. Agora temos a possibilidade ter ter monitores OLED com uma definição e um contraste incríveis, mas andamos sempre numa busca infindável pela imagem "ideal".

(...)Durante algum tempo tinha o plano de trazer uma dessas TVs para minha casa e ligar-lhe um MISTer. Mas acho que usar coisas como o MegaBezel no Retroarch é um bom compromisso, sem ter de ficar com os olhos todos fritados de jogar numa TV antiga e sem ter ela a ocupar montes de espaço.
Concordo.
Para 240p/480i ou 576i, um CRT SD até 21" (24" para 16:9) será o compromisso ideal em termos de imagem e portabilidade.
E para sistemas desde 8bit até no máximo Wii, para quem tenha o foco apenas nos 240p).

Eu não fico de olhos fritados no Sony de 32" porque procurei especificamente um modelo de 100hz.
PAL 50hz ele duplica para os 100hz, sem lag aparente e aguento umas boas horas sem olhos fritos :D
Agora se lhe alimentar um sinal de 60hz, ele não converte e aí sim, já se nota alguma cintilação incomodativa :n1qshok:
Eu fui para um 16:9 porque também tenho a box da NOS lá ligada e queria um aparelho multiusos.
E mesmo com uma consola Wii U, a qualidade de imagem em jogos 3D via RGB Scart a 576i é muito boa (ao contrário da Wii, não suporta 240p).
Espaço, no movél de madeira maciça onde ela está, não é problema, nem os 61kgs de peso, que só se tornará um problema se ela algum dia avariar e tiver de a levar a um técnico..

Agora, já fiz um comparativo, lado a lado com o mesmo jogo e até mesmo com um filme em DVD no LCD de 32" e no CRT da Sony e na minha experiência pessoal, e o CRT é nitidamente superior em termos de qualidade de imagem, quer a nível de contraste, quer a nível de cores.
TV´s OLED não posso falar, pois nunca tive nenhuma.
Mas não gostei nada do upscaling que o LCD faz, tornando a imagem muito mais "macia".
 

Raen

Power Member
Eu não fico de olhos fritados no Sony de 32" porque procurei especificamente um modelo de 100hz.
PAL 50hz ele duplica para os 100hz, sem lag aparente e aguento umas boas horas sem olhos fritos :D
Não tenho nenhum 100 Hz, mas sempre li que são de evitar para gaming, precisamente por introduzirem input lag. Dado o processamento de duplicação de frames, ao invés de teres que esperar 1 frame para veres o input repercurtido na imagem, tens que esperar duas. O rendering da consola continua a ser 50 Hz.
 

Dark Ang3L

Power Member
Não tenho equipamento de medição, mas não noto absolutamente nada.
E tenho a Wii U com praticamente toda a biblioteca Nintendo desde a NES.
Desde plataformas, com aqueles saltos que requerem timing quase perfeito, a jogos de luta com aquelas combinações especiais, a jogos de corridas, shoot-em-up’s, etc.
Se existe, não é perceptível ou detrimental para a experiência de jogo.
E tenho hipótese de ter isso activo ou não, caso o fosse.
100hz, sim e os meus olhos agradecem.
50hz cansa muito a vista, e 60hz é tolerável.
 
Última edição:

RuySan

Power Member
Tive dois monitores 100hz, um Sony Trinitron e depois um Samsung, e tenho nunca me lembro de ter sentido lag adicional. Mas lembro me que quando estreei o Sony, achei que de facto me dava mais descanso aos olhos comparado com o antigo. Ainda assim, um LCD ou OLED dão muito mais descanso ainda por terem uma imagem constante.
 
O meu foco é jogar um ou outro jogo de arcada a ver onde consigo chegar com o menor número de créditos possível. Não tenho intenção de ficar horas especado a olhar para o ecrã como fazia quando era miúdo. A minha dúvida é esta, SCART RGB diferencia sinal de 50hz e 60hz? Já li algures que não...
 
Depois de muita frustração a experimentar comandos universais e específicos para a minha KV-X2583E descobri um que consegue operar todos os menus da televisão. Infelizmente parece-me ser um modelo próximo de estar descontinuado, e este está aqui emprestado... :D

316980723-556278379660290-6748862995870087160-n.jpg
 

Dark Ang3L

Power Member
(…)A minha dúvida é esta, SCART RGB diferencia sinal de 50hz e 60hz? Já li algures que não...
Scart é apenas o interface de ligação, e mostrará apenas o sinal que passar pelo cabo, seja 50hz ou 60hz.
Depende da fonte desse sinal, e claro, da tv suportar o dito sinal, mas até à data todas as tv’s CRT que me passaram pelas mãos eram multissistema e suportavam ambos.
O difícil é encontrar TV’s com mais que uma Scart RGB.
Mesmo uma Panasonic que testei, das 4 Scart que tinha atrás, apenas 2 eram RGB, sendo que uma delas era partilhada com a ligação de componentes (AV4).
As minhas 2 Trinitron possuem ambas 2 Scart e apenas 1 delas é RGB, sendo a outra S-Vídeo.
E não esquecer, que no caso das consolas de 16bit, os criadores dos jogos tiravam partido das limitações dos Sinais RF ou composite para conseguir determinados efeitos visuais.
 
Topo