1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

TDT - Noticia - «Há fortes indícios de corrupção na implementação da TDT»

Discussão em 'Digital Life' iniciada por [O_o], 31 de Outubro de 2012. (Respostas: 23; Visualizações: 2014)

  1. [O_o]

    [O_o] Power Member

    «Há fortes indícios de corrupção na implementação da TDT»

    Investigador diz que PT foi de longe a mais beneficiada e lança suspeitas sobre isenção da Anacom no processo


    O investigador da Universidade do Minho Sergio Denicoli afirmou esta terça-feira que há «fortes indícios» de corrupção na implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT) em Portugal e sublinhou que o processo foi conduzido de forma a «não funcionar».

    «Houve uma TDT planeada muito diferente da que foi implementada. Foram prometidos, por exemplo, muitos canais, mas ficou-se apenas pelos quatro que já existiam no analógico. Isso ocorreu por interferências políticas e económicas, o que nos leva a crer que pode ter havido a captura do regulador pela Portugal Telecom [PT], ou seja, a Anacom teria trabalhado em favor da PT», disse à Lusa o investigador.

    Sérgio Denicoli defendeu esta terça-feira, na Universidade do Minho, a sua tese de Doutoramento em Ciências da Comunicação, especialidade de Sociologia da Comunicação e da Informação, intitulada «A implementação da televisão digital terrestre em Portugal».

    O investigador sublinhou à Lusa que a PT foi, «de longe, a principal beneficiada» com a TDT, tendo conseguido 715 mil novos clientes para a MEO.

    «Naturalmente, não interessava à PT que a TDT tivesse muitos canais e a entidade reguladora [Anacom] permitiu isso, beneficiando grupos económicos em detrimento do interesse público», referiu.

    E acrescentou que, segundo a organização não-governamental Transparência Internacional, esta atuação configura «uma espécie de corrupção, pois utiliza algo público de forma a garantir lucros privados».

    «Não posso afirmar categoricamente que houve corrupção, pois cabe à Justiça tal constatação, mas posso dizer que há fortes indícios e que é importante que as autoridades competentes façam uma averiguação», acrescentou.

    O investigador disse que as questões técnicas não foram devidamente explicadas à população, numa estratégia «deliberada ou não» que serviu para «legitimar decisões contrárias ao interesse público», beneficiando sobretudo «grupos económicos, cujos laços com o poder político são evidentes».

    «No caso da Portugal Telecom, que receberia o direito de utilização de frequências da TDT, a ligação era mesmo simbiótica, oficializada por meio de golden shares do Estado na empresa e também através de ações da PT detidas pelo banco público Caixa Geral de Depósitos», afirmou.

    Segundo Sergio Denicoli, a TDT que existe hoje em Portugal «foi feita para não funcionar, para apresentar falhas, para oferecer poucos canais e serviços interativos limitados, de forma a incentivar a migração da população para serviços de TV por subscrição».

    O investigador referiu que, somente no período de implementação da TDT (2009 a 2012), a TV paga em Portugal cresceu mais de 32,3%.

    «E estamos a falar de um período de crise económica. Isso, certamente, deve-se à fraca oferta da TDT. Hoje, o que verificamos é que o sinal da TDT apresenta falhas constantes, devido a erros técnicos que poderiam ser evitados», apontou.

    Para o investigador, em Portugal, ao contrário do que acontece noutros países da União Europeia, «as autoridades públicas legislaram respondendo primordialmente aos interesses empresariais» e não se preocuparam sistematicamente com a população ou com a inclusão digital.

    O país «não aproveitou a tecnologia disponível para proporcionar às pessoas uma televisão em sinal aberto de qualidade equiparável aos serviços de TV por subscrição, mesmo havendo plenas condições para tal», considerou.

    «Os lóbis económicos, que, no caso português, parecem ser intrínsecos aos lóbis políticos, conseguiram fazer com que fosse estabelecido um modelo de TDT de qualidade muito inferior ao apresentado pela maioria dos países da União Europeia e muito aquém do que os operadores de TV paga ofereciam aos seus clientes», criticou.





    Fonte: http://www.agenciafinanceira.iol.pt/empresas/tdt-anacom-corrupcao/1388521-1728.html


    O tópico fala por si só e espero que desta vez o tópico tenha sido aberto no local correcto.
     
  2. Aless

    Aless Power Member

  3. manipulo

    manipulo Banido

    Então mas esse senhor nada de novo vem ensinar aos leitores, ele podia era fazer uma tese de como reverter a situação, uma vez que a anacom continua a fazer ouvidos de marcador ás queixas apresentadas pelos utentes do serviço de treta tdt.
     
  4. 4throck

    4throck Power Member

    Também concordo que estas conclusões nada adiantam.

    O que era verdadeiramente útil era um estudo, no terreno, da cobertura efetiva, numa determinada área. Nem teria que ser eminentemente técnico, podia ser um inquérito em que se averiguava o que cada pessoa gastou, que resultados tem, se mudou para TV paga, etc, etc.
    Já chega de conversa, este assunto tem que ser discutido com dados técnicos.

    Se calhar até existem estudos desses, só que não tem a cobertura mediática deste.
     
  5. [O_o]

    [O_o] Power Member

    Mas este Sr. que fala na noticia (e que é brasileiro) é dos poucos que tem lutado pela nossa TDT e ainda dizem que as conclusões dele são mais do mesmo? Ele é das pessoas que mais dados fornece à ANACOM sobre o assunto, mas vemos bem onde é que os dados vão parar...
     
  6. ruca1973

    ruca1973 Power Member

    Não fico nem um bocadinho admirado e admirado ficaria eu se me dissessem que este negócio da TDT não tem falcatruas por trás.
    E tb não fico nada admirado que existe por parte dos governos (deste e do outro) uma total conivência e uma atitude de "não é nada comigo" para que os loobys dos maiores operadores privados não sejam prejudicados numa situação de concorrência com uma TDT a sério, e com muitos mais canais...
     
  7. a32772

    a32772 Power Member

    Também não seria de novo. A PT está careca de saber que a solução para o problema é muito simples: deixar de lado a utilização da frequência única. Qualquer pessoa da área está careca de saber que a sua utilização para cobrir diversas áreas tinha tudo para dar problemas...
     
  8. molhopicante

    molhopicante Power Member

    Reverter a situação?

    Só mesmo com outro 25 de Abril.

    Mas desta vez verdadeiramente com o povo e não com políticos nem militares que também quiseram ser políticos e que encheram os bolsos à custa de todos nós...
     
  9. Ricardo P.

    Ricardo P. Power Member

    Nota que a PT não o pode fazer unilateralmente, a iniciativa tem de partir da Anacom. Na atribuição do Mux A a Anacom explicita as componentes técnicas, incluindo frequências a usar. A PT não pode fugir a essa imposição, apenas sugerir mudanças. Relembro que a Anacom fez ouvidos de mercador quando a PT alertou para a possibilidade de interferências com o 4G no canal 56.

    Outra referência a esta notícia: http://www.publico.pt/Sociedade/est...u-portugal-telecom-no-processo-da-tdt-1569491

    Ressalvo:

     
    Última edição: 31 de Outubro de 2012
  10. molhopicante

    molhopicante Power Member

    Concerteza que na tese, ele terá esses datos todos detalhados.
     
  11. a32772

    a32772 Power Member

    Os problemas da má cobertura do TDT antecedem esses possíveis (e já previstos!) problemas com o 4G. Estão única e exclusivamente relacionados apenas com o facto de usarem um único canal para a emissão em todo o país.
    Este link explica isso de uma forma clara:
    http://tvdigital.wordpress.com/2012/05/22/os-motivos-que-levam-a-imagem-da-tdt-a-falhar-em-portugal/
     
  12. Ricardo P.

    Ricardo P. Power Member

    Só mencionei o caso do 4G para demonstrar que a PT não pode tomar certas decisões sozinha, a Anacom é que decide.
     
  13. a32772

    a32772 Power Member

    Certo.
     
  14. limoeirodobom

    limoeirodobom Banido

    Vem o brasileiro dizer o que já todos sabem...
     
  15. Ricardo P.

    Ricardo P. Power Member

    Em vez de lhe agradeceres, vens com xenofobia? A tua lógica é que pelo facto de já todos sabermos devemos estar calados?
     
  16. tigerpunk

    tigerpunk Power Member

    A vantagem é que uma tese de doutoramento tem mais força do que as opiniões que aqui e noutros fóruns emitimos...
    Não é apenas dizer... É dizer e justificar respeitando critérios unanimemente aceites pela comunidade cientifica internacional...
    Não é um mero trabalho corrigido por um professor...
     
  17. rock

    rock Power Member

    A tese foi aprovada pelo júri com nota positiva?

    Então processem todos pelas verdades :-D
     
  18. lap123

    lap123 Power Member

  19. sector_d

    sector_d Power Member

  20. Hugo_Carvalho

    Hugo_Carvalho Power Member

    Agora qualquer um se está a arriscar a levar com um processo... cuidado com o que dizem :P

    De qualquer maneira, o facto de a PT ter ameaçado processar o investigador, só mostra que a tese incomoda. E não é só ele que o diz é muita gente (esses todos que também se arriscam a levar com um processo).

    Mas deixo uma pergunta: porquê só agora? O Sérgio não apareceu agora. E já tem falado várias vezes na comunicação social. Até participou naquele debate sobre a TDT na RTP-Informação, na AR...
     

Partilhar esta Página