1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

TMN e SAPO recusam-se a cumprir contrato

Discussão em 'PT COM' iniciada por Electricista50, 19 de Junho de 2012. (Respostas: 8; Visualizações: 1438)

  1. Boa noite pessoal,

    Permitam-me contar-vos uma mirabolante e surreal história que estou a viver com uma Banda Larga Móvel que contratei à TMN numa Bluestore em Dezembro de 2011.

    Nessa altura estava em vigor uma campanha (felizmente guardei o folheto e ficou escrito também no contrato original) que dava 50% de desconto durante 6 meses mais um desconto especial para quem é cliente Sapo ADSL e tem linha telefónica PT. Durante 6 meses a mensalidade é de 8,75€ e depois passa para 17 Euros e qualquer coisa, com fidelização de 12 meses.

    A primeira factura veio logo sem o desconto e após várias reclamações pela linha do SAC, a TMN propôs-me passar o contrato que celebrei com ela para a SAPO, pois só assim seria possível manter as condições da tal campanha. Entretanto a TMN fez-me créditos às 2 primeiras facturas para acertar os valores, tendo o contrato passado para a SAPO em 1 de Março de 2012. Devo dizer que mesmo assim continuo a receber facturas de Zero Euros emitidas pela TMN. Recebi estas facturas em Março, Abril, Maio e Junho.

    Também ao consultar a conta-corrente na área PTCliente apenas me aparecem as facturas da TMN e a conta está saldada.

    No entanto em Abril a PT (digo PT porque o sms menciona que é da PT) enviou-me um sms ameaçando cortar-me o serviço de Banda Larga por falta de pagamento de uma factura de 47 € que eu nunca recebi. Mais uma deslocação a uma Bluestore para ficar com registo da reclamação e lá me deram uma cópia da factura que reclamei, deixando expresso que nunca tinha recebido nenhuma factura da Sapo e solicitando o envio das mesmas para a minha morada, tal como a sapo faz para o meu ADSL.

    Contactaram-me pelo telefone dizendo que já estava feito o crédito mas eu insisti que quero ter os documentos escritos (facturas e créditos) para conferir se correspondem ao que estava contratado.

    Porque não recebia esses elementos nem por mail nem por carta, voltei à Bluestore apresentando nova reclamação de envio dos mesmos.

    Até hoje, nada, excepto mais um sms a ameaçar cortar o serviço se eu não pagasse 20 e tal Euros.

    Como não tenho possibilidade de conferir se esse valor corresponde ao contratado, fui novamente à Bluestore pedir para me darem um extracto da conta-corrente e cópia das facturas e créditos emitidos. A resposta foi que não tinham acesso a esses elementos. Bolas, afinal para que serve uma Bluestore?

    Porque necessito do serviço, decidi pagar o valor pedido no tal sms. Afinal eu temo que eles queiram alegar incumprimento da minha parte para me debitarem as mensalidades em falta de uma só vez.

    Sinto-me impotente perante a arrogância e autismo do Grupo PT. Alguém tem alguma ideia para resolver a situação?

    Deixem-me ainda contar que hoje também liguei para o SAC e de lá disseram-me que ainda havia uma factura na minha conta embora não estivesse vencida, relativamente ao mês de Maio, cujo valor era de 11 Euros e tal. Disse que embora desconhecesse o conteúdo da factura por não a ter recebido, ela estaria concerteza errada porque a minha mensalidade era de 8,75€. A menina, muito enfadada, tentou explicar-me que o meu contrato com a SAPO é de 1 de Março de 2012 e nessa altura a tal campanha já não estava em vigor. Pedi-lhe para ler a cópia do contrato que tenho anexado a cada reclamação que faço na Bluestore mas a menina diz que não tem acesso a esses dados!

    Não tenho acesso à conta-corrente, não tenho acesso às facturas, sou ameaçado de caloteiro e que me cortam o serviço! Sinto-me impotente perante a prepotência do Grupo PT!

    Para quem teve a paciência de ler até aqui, podem sugerir-me alguma coisa para forçar a PT/TMN/SAPO a cumprir o contrato ou em alternativa a rescindi-lo mas sem me penalizarem por incumprimento da fidelização?
     
  2. rikardoalves

    rikardoalves Power Member

  3. Sim, ontem mesmo achei que seria o meu último recurso e preenchi o formulário no site explicando a situação e solicitando a sua intervenção. Só não sei o tempo médio de resposta.

    Obrigado pela dica.
     
  4. Cumpre-me informar o Forum que o Provedor da PT foi rápido... a defender a PT.

    Segundo ele, não tenho direito à campanha porque o telefone está em nome da minha mulher e a Banda Larga está no meu.

    Estranha forma de decidir, quando legalmente os bens do casal, especialmente os partilhados, como é o caso, pertencem a ambos. Se a minha mulher deixar de pagar o telefone, a PT irá cobrá-lo a mim, aliás já o começou a fazer.

    Desde Abril, com a factura única, a PT não hesitou em incluir o telefone (que a minha mulher pagava por multibanco) na autorização de débito directo que eu tinha para o ADSL, que estava em meu nome, tal como a conta bancária. Agora sou eu que pago tudo mas não tenho direito a usufruir das benesses de ser cliente PT (TMN, Sapo e Telefone Fixo).

    A PT cometeu o crime de "Abuso de Confiança" e o Provedor ainda tem a lata de lhe dar razão.

    Coitados dos pobres, estamos impotentes frente à arrogância destas empresas.
     
  5. Genotropin

    Genotropin Power Member

    Ui, belo caso que aí está.
    Como é que pensas resolver isso agora?
    Se é que ainda não está resolvido...
     
  6. Bifelombo

    Bifelombo Suspenso

    se eram clientes diferentes na factura, parece-me que nao tens razao

    têm-se de tomar atenção aos pormenores

    mais um "nao caso"
     
  7. hildeberto

    hildeberto Power Member

    Exacto, uma vez que o que conta para eles é que na altura da adesão os nomes das facturas são diferentes...
     
  8. Mais um desenvolvimento. Voltei a ser contactado pelo 16200 e disseram-me que a próxima factura vai conter as correcções reclamadas por mim e de acordo com o expresso no contrato original.

    Vamos a ver se é verdade!
     
  9. naima aya

    naima aya Power Member

    apesar dessa confusão toda, o que vejo são pontos mal exclarecidos ao cliente Electricista50, situação normal nos ISP's. Digamos, sinceramente eu já vejo como mea culpa partilhada, o cliente (eu inclusive) não tenho pachorra de ler o Português caro e pouco compreensivel em alguns termos e base e os serviços por não, simpáticamente sugerir. Acho que é isso que tens de informar, simples. Apesar de tudo tens a data de adesão na data da campanha, tens como comprovar. Apesar da campanha já ter acabado que culpa tens tu de que não tenham carregado corretamente a campanha inicialmente solicitada?

    Em todo o caso, acho que tens razão, é um caso caricato e tem de ser revisto com atenção.
     

Partilhar esta Página