1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Today's forecast: Freeze..... (CPU de Luz)

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por blastarr, 12 de Abril de 2005. (Respostas: 22; Visualizações: 1580)

  1. MoDu

    MoDu Power Member

    condensado de bose-einstein para fazer processadores.. eheheh
    QQ pessoa com visão já percebeu que o futuro da informática de velocidade passa pela luz:
    discos holográficos(a última vez que investiguei, as contas eram qq coisa como 1 Tera por cm3, com tempos de acesso de 12 ns e tb uma grande taxa de transferência)
    fibra óptica(aprendi numa aulinha de telecomunicações que a electrónica actual não consegue aproveitar os potenciais 10 TERABITS/s de transmissão de dados numa única fibra óptica)
    processadores ópticos parecem-me o próximo passo. Venhem eles!
     
  2. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    antes desse passo ainda vai correr muita tinta...
    ainda temos os 'micro-tubos' de carbono, mas realmente, o que usamos actualmente ja esta no limite.
    mas eu pessoalmente, aposto mais em processadores quânticos.
     
  3. blastarr

    blastarr Power Member

    Por acaso tb aposto mais nos CPU's Quânticos.
     
  4. Horus-Anhur

    Horus-Anhur I folded Myself

    Uauh....
    Sabia que a luz abrandava ao passar por certos ambientes e materiais...mas parar completamente....muito á frente. :cool:

    Já ouviram falar de computadores a lazer? Usam lazers como conductores. São muito rapidos, acho q potencialmente mais rapidos q este. O maior problema é q qualquer vibração mais forte desalinha os lazers e vai tudo ao ar.
     
  5. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    o principio é o mesmo.
     
  6. Horus-Anhur

    Horus-Anhur I folded Myself

    Mas os processadores a lazer funcionam á exacta velocidade da luz.

    Estes bose-eisntein congelam a luz mantendo as suas caracteristicas podendo guardar dados 1/0, ou seja podem funcionar como transistores ou memorias volateis. A duvida q tenho é s é possivél "descongelar" a luz rapidamente, liberta-la instantaneamente.
     
  7. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    eh pah, imagina um feixe laser, tu pegas numa chapa qualquer, e metes à frente do feixe, resultado: não passa luz.
    agora imagina que quando passa a luz tens um 1, e quando não passa, tens um zero.
    agora se tiveres um período para a interpretação dos dados fixo, tens uma ‘memoria luminosa' , é claro que isto é tudo sequencial, mas aquilo que tu entendes por congelar a luz, não passa de um periodo muito baixo de luz, ou 'não-luz' . o que resulta em muita informação por segundo, mesmo sendo apenas 1 feixe sequencial.
    não sei se me faço entender...

    por isso é que dizia o principio é o mesmo.

    e se formos abstraindo cada vez mais isto é a mesma coisa que a fibra óptica, mas menos flexível, e mais rápido
     
  8. blastarr

    blastarr Power Member

    Tb já ouvi dizer que é possível "acelerar" a luz ao ponto de fazer com que um fotão chegue ao ponto de partida -antes- de ter partido.
    Era o ideal, antes de teclar um trabalho escrito, já estava pronto, seria o máximo... :004:
     
  9. Xpirit

    Xpirit Banido

    É uma experiência interessante e bastante importante para a ciência. Agora quando toca a inventar aplicações para as descobertas normalmente inventa-se muito. Ou melhor, estica-se a corda. Mesmo resolvidos os problemas técnicos estas coisas só veriam a luz do dia daqui a 1 século.
     
  10. Shakawkaw

    Shakawkaw Suspenso

    Espero que não tanto. Sinceramente tenho esperança que haja uma revolução tecnologica a nivel de computadores ainda nesta decada. Mas isto são só esperanças.
     
  11. MoDu

    MoDu Power Member

    Também eu. Depois de já ter estudo umas coisinhas no meu curso sobre processadores, e escrito uns quantos programas, vejo que os pc's deveriam estar muito mais à frente. Mas enquanto nos guiarmos pelos esquemas de fabricação de processadores na tailândia(quem conhece o processo, sabe como é linear e limitador em termos de mudar de arquitectura de processadores por exemplo), vê que isto "eles" andem aí, e por alguma razão o fundador da intel previu a taxa de evolução dos processadores comerciais.

    Eu digo isto, pk tb gostava de já ter paí 0,5 Teraflops, 5 Teras de disco e uns parcos 5 gigas de ram. Mas enquanto não se apostar em tecnologias diferentes, tentando apenas expremer o máximo de cada uma, evolui-se devagar.
     
  12. Horus-Anhur

    Horus-Anhur I folded Myself

    Realmente o que a industria precisa é d uma revolução. A tecnologia existente é muito limitada. è preciso mudar para algo q permita avanços maiores.
    Nos ultimos anos o aumento da potencia dos processadores por ano tem diminuido, mesmo com elevadas velocidades d relogio.
     
  13. SilveRRIng

    SilveRRIng Power Member

    Penso que o maior problema dessa desejada revolução tecnológica só não sucede rapidamente porque a maior dificuldade, logo a seguir ao aplicar estas experiências nalgo prático, será mesmo os custos inerentes à passagem a mainstream.

    Acredito que em breve veremos aplicações práticas do laser, paragem de luz, cpu's quanticos, nanotubos, supercondutores e por aí fora nalgo realmente funcional e provavelmente espantoso. Dificil será poder tornar essa tecnologia acessivel a toda a gente. Deve ser um pouco como os primeiros computadores (ou máquinas de calcular), a ocuparem salas inteiras (ou mesmo edificios) e com custos astronómicos...

    Há-de-se lá chegar, esperemos é que seja do nosso tempo...
     
  14. Vandrare

    Vandrare Power Member

    à velocidade que esta tem evoluído, daqui a 10-15 anos já haveram tecnologias destas de certeza! Quando chegarem os Computadores quânticos, já não será preciso fazer mais upgrades :x2:
     
  15. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    eh pah, a tecnologia actual não é limitada. nos hoje temos super-computadores baseados em transístores de silício. e vocês se quiserem podem investir numa workstation decente para ter em casa. ha boards para mais de 2 cpu's, não se esqueçam que o que têm em casa é o mais baratinho que se vai fazendo hoje em dia.
    e não é de todo limitado. estou capaz de dizer que o que hoje está mais limitado é o software.
    se o software que temos hoje, fosse optimizado ao máximo, veríamos os nossos PC's de outra forma. podem crer que os ganhos seriam brutais.
    esta tecnologia baseada em luz, parece-me promissora, mas não acredito que esteja disponível nos próximos 50/60 anos, e vai ser para super-computadores, não será certamente para o utilizador doméstico.
    os cpu's quânticos, esses sim parecem-me um futuro bem mais próximo, e mesmo assim dou-lhes 20 anos para serem adaptados a super-computadores, e 30/40 para chegarem aos nossos computadores.
    de notar que actualmente é possível utilizar amplificadores operacionais para calcular integrais, por exemplo. e o calculo da integral é instantâneo, e envolve apenas um circuito muito simples. os computadores quânticos serão baseados em micro circuitos deste tipo. Contudo para nos é fácil pegar num osciloscópio e ver a tensão de saída, em função da tensão de entrada. mas o computador quântico, terá que interpretar milhões de possíveis voltagens num terminal. e um sensor com esta capacidade (tem que ser sensível a variações de tensão da ordem dos nanovolt, ou menos, com todas as implicações que isto tem, para terem uma ideia a diferença de potencial entre vocês e uma tecla do teclado, deve ser uma coisa desta ordem) é uma coisa extremamente complicada. porque envolve sair dos padrões binários que usamos actualmente.

    a próxima evolução será ao nivel dos materiais utilizados, iremos abandonar o silício em breve, e passar ao nanotubos de carbono. a utilização de supercondutores também pode ser uma tecnologia a encarar, contudo fazer um supercondutor da ordem dos nm's de secção não é tarefa fácil... digo eu.

    enfim, espero viver o suficiente para assistir a estas evoluções.
     
  16. Xpirit

    Xpirit Banido

    Penso que a aplicação da nanotecnologia é o próximo passo simultaneamente com uma possível utilização híbrida dos semicondutores e luz. As fibras ópticas já existem há muito tempo mas ainda são pouco usadas nos computadores propriamente ditos. Em princípio a ideia é passar todos os buses do electrão para a luz. A passagem paralelo/série é em parte um caminho para este fim. O problema ainda é a passagem óptico/semicondutor que é ainda é uma tecnologia cara. Cada acoplador óptico ainda anda pelos 50Euros o que é muito. São usados nas redes de alto-débito, arrays de discos rápidos, redes sujeitas a interferências electromagnéticas (<GHz), etc.
    Por outro lado temos a nanotecnologia com aplicações em crossbars de grande largura de banda. Essencialmente o que fazem é desenhar redes ultrafinas de condutores. :D

    CPU's totalmente ópticos e/ou quânticos para utilização geral será coisa para 100 anos. Actualmente há projectos para desenvolver "circuitos" quânticos para encriptação e reconhecimento de padrões e pouco mais.
     
  17. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    xpirit, realmente é isso, mas eu as datas que dei, eh pah, foram mesmo por avançar, porque realmente ja não me atrevo a prever nada.
    a fibra optica ja é utilizada em redes, no MCP ja se usa, e noutras redes mais high end, no ist tb ha, por ex, e mal seria que assim não fosse...
    mas mesmo assim ,a velocidade, apesar de ja ser muito rapida, não usa todo o potencial da tecnologia. mas com as velocidades actuais, ja era viavel substituir por fibra optica, por exemplo o interface SATA ou PATA... é claro que ng penssa nisto, porque o interface foi implementado ha pouco tempo, e é de custo bem mais baixo...

    em 1 segundo de incidencia de um feixe luminoso, é possivel passar milhões de bit's (sequencialmente), as divisões têm como limite apenas o comprimento de onda desse feixe. o que acaba por ser complicado, é arranjar tecnologia com capacidade de interpretar informação numa frequencia tão elevada. o que pode jogar a favor desta tecnologia, é o facto de não ser necessario abandonar o padrão binario, pois a velocidade, duvido que seja totalmente aproveitada, pois irá sempre haver algum elemento limitador.
     
  18. Xpirit

    Xpirit Banido

    Ora bem!

    No IST há fibra há uma porrada de anos. Hoje em dia não faz sentido usar outra coisa até por uma questão de longevidade da rede.

    Fibra nos discos tb há indirectamente. Fibre/SCSI, Fibre Channel, etc.
     
  19. blastarr

    blastarr Power Member

    A conversão de circuitos de partículas fotónicas n me parece mto viável, pelo menos com a tecnologia actual, e daí...
    A primeira vez q ouvi falar em cpu's de luz foi qd uns cientistas em Israel criaram um há uns 6 anos, através de uma rede de microscópicos espelhos, simulando as gates, etc, mas sempre através da interrupção do feixe -antes- de entrar no sistema, a espaços controlados, criando assim os zeros e os uns do sistema binário.
    Parece-me q os cpus quanticos prometem mais, daqui por 30/40 anos.
    Para já, é ficção científica (i.e. aínda n há nenhum funcional).
     

Partilhar esta Página