1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Toshiba lança e-Universidade

Discussão em 'Novidades Portáteis' iniciada por Spiderman, 7 de Outubro de 2008. (Respostas: 135; Visualizações: 16514)

  1. Spiderman

    Spiderman I folded Myself

    Diario Economico

    Vamos la a ver o que nos espera...:007:
     
  2. Peter V5

    Peter V5 Folding Member

    Calha bem que a minha irmã quer um PC portatil, {para ouvir musica e pouco mais}
     
  3. Spiderman

    Spiderman I folded Myself

    Cheguei a ver a noticia disto ontem na Sic Noticias, e eles falavam de computadores de alto desempenho.

    Portanto, não devem ser nenhumas porcarias...

    Se não me engano, falaram numa entrada de 50€, e depois uma prestação durante 24 meses. Já não me lembro bem quanto era a prestação, mas penso que rondava os 25€
     
  4. enok

    enok [email protected] Member

    era mesmo disto que eu precisava! :D
     
  5. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Bela treta diga-se de passagem.
    É uma cópia do programa e-U que não deu em mt pouco.
     
  6. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Não é nenhuma novidade hardware... siga para o fórum dos portáteis.

    @ DJ_PAPA, não vamos dizer que já é treta sem ver qual é o equipamento e o que vem lá dentro. No e-U pagas o preço de mercado com pequeno desconto em juros...

    Logo no 1º post fala em software da adobe e autodesk, se vierem com photoshop, autocad e afins, já viste só o € que está aqui? 8|

    Sobre o pagamento: 50 € + 24 x 25 = 650 €. Não tou a ver nenhum laptop decente a custar isso já considerando pagar em prestações. Aposto que 1 portátil daqueles rascas de 500 € financiado em 24 vezes vai ficar tanto ou mais caro.

    Vamos ver, se for algum maquinão que compense para este preço, talvez adira :p Os universitários são o que mais precisam de portáteis e não a malta do basico...

    Vamos ver é se aparece mais fabricantes alem da Toshiba e que exista tb escalões de custos.
     
    Última edição: 7 de Outubro de 2008
  7. m00s

    m00s Power Member

    http://exameinformatica.clix.pt/noticias/mercados/998525.html

    Depois do programa e-escola abranger os alunos de todos os anos, chega a vez dos universitários. Ao abrigo da Rede de Investigação e Aprendizagem Toshiba-Portugal, a empresa vai ter portáteis e-Universidades.

    Com um investimento de 1 milhão de euros, durante cinco anos, a Toshiba, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), a Agência para a Sociedade do Conhecimento (UMIC) e a Agência Ciência Viva criaram a Rede de Investigação e Aprendizagem Toshiba Portugal.

    A Toshiba apresentou também o e-Universidade-Toshiba, dirigido especificamente a alunos e docentes do ensino superior. O computador é semelhante ao que é distribuído no e-Escolas, um Satellite com processador Intel Dual Core T3200 a 2 GHz, 320 GB de disco, 3 GB de RAM, uma placa gráfica ATI Radeon HD 2400, ecrã de 15,4 polegadas e Windows Vista. Estes computadores vão ter suites de produtividade da Autodesk e da Microsoft e serão compatíveis com a rede wireless das universidades.

    Os portáteis vão ter, como opção, acesso à banda larga móvel e duas opções de compra: 50 euros de entrada, mais 24 mensalidades de 25 euros ou sem entrada e 36 mensalidades de 20 euros. Em qualquer uma destas opções, acrescem 25 euros para despesas.

    O lançamento destes computadores está para breve, faltando apenas acertar pormenores, nomeadamente com as entidades financiadoras do projecto.

    Numa cerimónia onde estiveram presentes, entre outros, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago e o presidente e CEO da Toshiba Corporation, Atsutoshi Nishida, foi apresentado este projecto, que consiste em três pilares.

    A institucionalização de uma cátedra de investigação numa Universidade Portuguesa com o nome de CEO da Toshiba, que atraia um investigador de renome para conduzir pesquisas na produção de conteúdos digitais e utilização de tecnologias na educação; apoiar a instalação de laboratórios de investigação com equipamento informático e criar ateliers de Informática orientados para a difusão de conteúdos digitais em Centros Ciência Viva, começando em Coimbra e Estremoz.
     
    Última edição pelo moderador: 7 de Outubro de 2008
  8. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Uhh. vendo bem estas specs, desconfio que não vai valer a pena para quem tem portáteis recentes. Este toshiba acaba por ser um equivalente ao meu actual com ano e meio... E dado que teria que meter dinheiro não estou a ver isso valer a pena.

    Os 650 € que vai se pagar deve dar para comprar um portátil equivalente ou melhor numa loja.

    A não ser que venha um carradão de software :D

    EDIT: tive a ver na fnac e por até 700 € de facto compra-se portáteis equivalentes a este toshiba. Vendo por um lado o pagamento as prestações é praticamente sem juros. Mas é mais barato dar 50 € de entrada e pagar 25 € durante 2 anos do que 20 € durante 3 anos (650€ vs 720€). Se bem que podia ter uma modalidade que podia ser apenas 1 ano a pagar e entrada maior (uns 200€) que deve diminuir o custo total e a prestação não deve ir alem dos 40 €, um valor nada de especial.

    Agora é salientar que software virá alem do windows vista premium para verificar se afinal é um "bargain" ou não e se vai existir escalões de preços como existe no e.escolas.
     
    Última edição: 7 de Outubro de 2008
  9. theforbidden1

    theforbidden1 Banido

    Mas desculpa lá, exactamente esse software vale zero para um estudante. Pelo menos para mim esse software é uma treta que para nada serve, nem dado o quero. Quanto ao software Microsoft, como estudante de IT já tenho acesso a ele gratuitamente e legalmente, realmente essa iniciativa vale zero pelo software, tentarem-me impingir coisas que não preciso ou coisas a que já tenho acesso gratuitamente não obrigado.

    Quanto ao maquinão podem ir sonhando, a não ser que haja acessos à Internet à mistura, não contem com bons preços.
     
  10. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Desculpe lá, mas nem todo o software indicado está disponível gratuitamente. O MSDN-AA Só me disponibiliza várias versões do windows, varias versões do visual studio, e outras coisas, mas não tenho nem office (Só tenho o access e o visio 2007) nem autocads nem programas da adobe!

    Se vier com photoshop CS4 e afins, office 2007 "full" e afins que são 1 pipa de massa, parece-me bem.

    E relembro que o MSDN-AA não é para todos os universitários. Geralmente só está disponível para estudantes de cursos ligado à informática.

    Do resto, só adere quem quer. Quem achar que a iniciativa é uma maravilha, é ignorar e seguir a vida. Agora quem não tem portátil ou tem 1 velhinho e anda na faculdade, tem aqui a oportunidade de comprar 1 portátil jeitoso e barato. Sobre o acesso à Internet, ao contrário do e.escolas onde até faz falta, nas universidades tens wireless a borla :p
     
    Última edição: 7 de Outubro de 2008
  11. theforbidden1

    theforbidden1 Banido


    participa na imagine cup, se conseguires passar a primeira ronda eles dão-te o office ;)

    Quanto aos Autocads e Adobes não tem uso nenhum para a maioria dos estudantes, basicamente é estares a comprar coisas que não precisas.

    E já agora quanto ao Autocad, fica a saber que há versõs student, porque o meu irmão usava disso, que seria o que eles acabariam por tentar "vender", versões capadas do produto.

    Quanto à questão da intenet, eu fui ambiguo para não me referir só à internet móvel.
     
    Última edição: 7 de Outubro de 2008
  12. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    É preciso passar... Agora quantos estudantes não tem capacidades para isso, a larga maioria.

    Lá por TU não utilizar, não quer dizer que TODOS não utilizam! Eu uso e abuso de ferramentas Adobe, especialmente o photoshop e o lightroom. Estudantes de arquitectura, mecânica, civil (e potencialmente outros) não vivem sem o seu Autocad.

    do resto, não vale a pena especular sobre o software, que ainda nem foi divulgado o que será mais concretamente!

    Do resto, um estudante de TI no extremo nem precisa de comprar 1 portátil com software comercial, praticamente todas as ferramentas necessárias para tirar o curso existem open source ou a faculdade pode ceder. Mesmo que o único software comercial seja o Windows, tudo o resto é a borlix.

    O acesso à internet quem me refiro é as redes wireless das faculdade, vulgo e-U/eduroam. Uma pen com banda larga móvel para min é quase totalmente useless, mas para quem precisar, vai existir "packs" das operadoras, só que em regime opcional, precisamente devido as coberturas wireless das faculdades.

    Sobre o "hardware", só é pena 2 coisas: O cpu e a gráfica. Isso merecia um dos novos Core 2 Duo 45 nm de 3 mb L2 e uma HD 3400 :p Acho que um E3200 ainda dos antigos merom já é bater sempre na mesma tecla. Do resto parece-me bem. Depois leva com 1 SSD e mais 1 GB de ram e hasta la pasta.
     
    Última edição: 7 de Outubro de 2008
  13. m00s

    m00s Power Member

    apeasr de nem todos os estudantes do país tem possibilidades de comprar um portátil a pronto ou a prestacções/crédito, não é um preço nada atractivo para as características do portátil.

    A iniciativa é razoável (isto é o que digo agora...) mas vamos ver se surgem novas e melhores ofertas pois o preço parece que não vai mudar.

    de qualquer modo já poucos universitários não tem o seu portátil, pois adquiriram o seu pelo e.escola ou compraram por si próprios...e provávelmente ficaram com melhores opçoes: ou máquinas mais capazes para o pretendido ou então máquinas a custos mais suaves.
     
  14. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    dificilmente consegue custos mais suaves. Eu para comprar o meu tenho 1 emprestimo de 50 € de 3 anos... (1500 € total)
     
  15. m00s

    m00s Power Member

    quando digo custos mais suaves é que em vez de dar os 650€ da iniciativa posso gastar menos... e não venhas dizer que não é possivel
     
  16. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    se compras a vista, talvez... Mas muitos não podem arrotar 600 € de 1 só vez.
     
  17. BlazePT

    BlazePT Power Member

    Boa, eu se posso mandar vir um por e.escola, não compensa muito mandar vir por aqui...

    Close, but no cigar.

    Edit:

    1Gb dedicada? F.uck é já...
     
    Última edição: 7 de Outubro de 2008
  18. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Como eu disse programa um bocado treta :p

    Preferia muito mais o magalhães numa versão adulta + Atom a 100 euros que esta modalidade de prestações pq acrescenta pouco ou nada ao mercado.
    Ja o Magalhães nas condições que indiquei era espetaculo. Ate eu que ja tenho portatil comprava sem pensar 2x.
    Agora a modalidade que tão a propor não me agrada....
     
  19. Paradox000

    Paradox000 Power Member

    Mas a nivel de software é o minimo, pois as Universidades ja têm software para os alunos que precisem de algum programa para trabalhos.
    Por exemplo: Preciso do programa de Estatistica SPSS, e a prof disse que esse programa esta disponivel no Departamento da Cadeira, e anualmente renovam a chave para que quiser o programa.
    Quem diz SPSS diz outros, que neste momento ja nao me lembro. Logo nao e por aí que vou classificar esta ideia.

    Apenas digo que, para quem nao tem portatil, sim e uma boa escolha e uma boa marca (so para trabalhos, claro!)

    Agora nao vao comprar este portatil para jogar, pois entao aí arranjam muito melhores
     

Partilhar esta Página