Trabalho IT e vida pessoal

Boas!

Não sei se este tema é um bocado off-topic, mas é facto que atualmente me preocupa.

Trabalho em IT há 4 anos, tendo numa altura feito uma paragem de 6 meses, mas sinto que área de IT não me permite ter vida pessoal (tempo livre de qualidade, com passatempos e descanso - nomeadamente noite e fins de semana). Isto pode ser uma característica minha, que por natureza sou preocupado com as coisas e stressado.

Quando comecei na área, tinha muito mais stress, pois tinha menos conhecimento. Mas mesmo com mais conhecimento sinto que prejudico a minha vida pessoal.

Comecei como developer e neste momento sou consultor técnico ERP (trabalho em suporte). Quando era developer trabalha praticamente sozinho e respondia diretamente ao meu patrão. Sentia a pressão de ter que desenvolver algo (aplicações/funcionalidades para "ontem" - tipo tirar um café e já está). Agora já não tenho um patrão diretamente mas tenho clientes e tickets de suporte. A linguagem que uso é mais ágil (uma linguagem nativa do ERP - o sistema já está feito - é muito há base do que está feito e copiar) e por isso não sinto tanta pressão como quando era developer (isso e o facto de ter margem para "enrolar" o cliente com prazos). No entanto o dia e a semana são stressantes para mim: faço suporte e fixs de erros e desenvolvimento (novas funcionalidades no âmbito de manutenção de projetos). Tenho muita coisa ao mesmo tempo e acabo por ter dificuldade em fazer desenvolvimentos. Muitas vezes estou à noite ou ao fim de semana preocupado com coisas do trabalho que não consigo resolver.

Às vezes gostaria de voltar a trabalhar no desenvolvimento, mas por conversas que tenho com amigos vejo que ainda estão pior que eu e até nesses momentos valorizo a minha posição. Vejo casos em que trabalham muitos fins-de-semana, noites. E o desenvolvimento é pior em que por exemplo surgem coisas para fazer à última da hora e para estarem prontas no dia seguinte ou na segunda-feira (e na sexta-feira é que se sabe).

Por natureza pessoal gostava de ter um trabalho mais calmo.

Resumindo, acham que á área de IT é assim stressante, que torne dificil conciliar o trabalho com vida pessoal?
 

KeyBi

Power Member
Sim, posso, e já pensei nisso.

Mas gostava de saber se é um problema meu ou se área de IT é mesmo assim.

Hmmm, a programação ocupa bastante tempo é verdade, mas é uma quastão que tens de ver por ti. Todos os trabalhos têm seus problemas que muitas vezes acabas por levar para a casa, de uma forma ou de outra. Quer seja pelo trabalho, quer seja pelo staff. Por isso é mesmo o IT ou tu?

Ando em Web ja uns bons anitos e é verdade, que no inicio tambem era muito obsecado com as cenas. Tenho de fazer isto ou aquilo, e como faço? E depois de fazer ou gastar uma semana, descubro que tudo que fiz era uma treta. Ou dois dias de tentativa de fixar um bug, deixo-o aparte, focando-me noutras vertentes e depois ao voltar ao bug numa hora consigo fazer mais que nos dois dias. É chato. Para alem disso, as coisas andam sempre a evoluir e tens que andar a acompanhar. No inicio, sentia-me sempre que andava a correr atras do comboio que ia muito a frente e ate ja sonhei com codigo varias vezes, o que na verdade ate ajudou a resolver alguns problemas.

Agora levo as coisas mais na boa. Sei a maior parte das ferramentas, algumas tenho experiencia, outras sei em teoria, mas é facil aplicar. Por isso tento não me focar no meu tempo livre no codigo. Na minha opinião, isso sim provavelmente prejudica-se, pois se em casa pensa-se um pouco mais no codigo, então no trabalho as coisas iam ser mais rapidas, mas a verdade é que não sou pago por trabalhar em casa. Aceitei o facto e estou a seguir assim. No trabalho esforço-me, fora? Não me chateiem.

Outro momento importante que talvez podes estar a passar é a relação ao patrão-funcionario aqui em portugal. A situação do trabalho ta chata e os funcionarios tendem a agarar-se com os dentes aos postos de trabalho, para ter o que comer amanha. E por isso quando te pedem algo para ontem, não consegues dizer que não é possivel e dar prazos reais, mas sim pegas o trabalho e ficas a levar com stress constante. Mas aqui la esta, ja passa um pouco mais da tua relação com o trabalho, do que o trabalho em si.

Acho que com experiencia, vais acabar por lidar mais facil com as cenas.
 

Videira08

Power Member
Isso está muito provavelmente relacionado coma cultura da empresa. Estive 4 anos numa empresa que era mais ou menos como dizias.

Fartei me e mandei-os passear, fui para uma empresa que desenvolve o seu próprio software e há liberdade criativa, voltei a ganhar o gosto que tinha vindo a perder um pouco. sei que não é o melhor exemplo, mas por vezes dou por mim entretido a fazer novas features que nem vejo a hora de saída passar

Eu no teu caso punha me a andar.
 
Fartei me e mandei-os passear, fui para uma empresa que desenvolve o seu próprio software e há liberdade criativa, voltei a ganhar o gosto que tinha vindo a perder um pouco. sei que não é o melhor exemplo, mas por vezes dou por mim entretido a fazer novas features que nem vejo a hora de saída passar

Infelizmente empresas do género não abundam.....
 
Em quantas empresas já trabalhaste? Tens ido à entrevistas?

Vou na segunda empresa, na área de IT.

Vou a uma entrevista de vez em quando. Desde Setembro de 2020 até agora tive 3 entrevistas/processos de recrutamento.

Por isso é mesmo o IT ou tu?

Ando em Web ja uns bons anitos e é verdade, que no inicio tambem era muito obsecado com as cenas. Tenho de fazer isto ou aquilo, e como faço? E depois de fazer ou gastar uma semana, descubro que tudo que fiz era uma treta. Ou dois dias de tentativa de fixar um bug, deixo-o aparte, focando-me noutras vertentes e depois ao voltar ao bug numa hora consigo fazer mais que nos dois dias. É chato. Para alem disso, as coisas andam sempre a evoluir e tens que andar a acompanhar. No inicio, sentia-me sempre que andava a correr atras do comboio que ia muito a frente e ate ja sonhei com codigo varias vezes, o que na verdade ate ajudou a resolver alguns problemas.

Pode ser uma questão minha.....mas vejo mais pessoal de IT assim, por isso pergunto senão será da área.....

Também às vezes sonho com código............
 
Última edição pelo moderador:

ric7

Power Member
Vou na segunda empresa, na área de IT.

Vou a uma entrevista de vez em quando. Desde Setembro de 2020 até agora tive 3 entrevistas/processos de recrutamento.

A que tipo de empresas vais? Consultoras? E existe Consultoras boas e más, mas na sua maioria, do que eu recolhi até agora, as consultoras são de fugir.
 
A que tipo de empresas vais? Consultoras? E existe Consultoras boas e más, mas na sua maioria, do que eu recolhi até agora, as consultoras são de fugir.

Fui a uma grande software house, a uma fábrica (departamento de IT) e uma software house estrangeira de ERP. Na primeira fui eu que me candidatei. Nas outras fui contactado.

Sim, as consultoras são de fugir e eu fujo.
 

Famuli

Power Member
Não é normal não conseguires conciliar a tua vida pessoal com um trabalho de IT.

Aconselho-te a mudar de empresa asap.

Por curiosidade, qual é o ERP?
 

coldfire

Power Member
Infelizmente ainda e muito assim. Felizmente ha empresas onde consegues gerir melhor o tempo mas muitas nao e ha essas pressoes. mas com o mercado a crescer acho que temos de tomar um posicao e as proprias empresas tem de se organizar e garantis que os funcionarios tb tem sanidade mental. Fora que se tiveres filhos ai pode facilmente trazer problemas familiares. O trabalho e importante mas nao e tudo. Esforca te por seres competente e bom e se a empresa nao respeitar tens de mudar, nao te acomodes
 
Off topic:

Eu estou na área de turismo, faço tours privados e sim é mesmo complicado esse tipo de conciliação.
Trabalho também ao fim de semana e ás vezes tenho de fazer um tour de 6 ou até mesmo 10 dias com um casal no carro\carrinha é mesmo complicado.

Agora imagina fazeres um tour de 15 dias com 2 pessoas cegas e 2 cães guia, isso sim são 24h de disponibilidade.
 

Sparrowhank

Power Member
Não isso não é normal e terás de encontrar uma empresa melhor.

Eu nunca deixo ninguem da minha equipa trabalhar fora de horas a nao ser numa situação absolutamente excepcional que terá de ser compensada. As pessoas não são máquinas e precisam de descanso para realizar um trabalho de qualidade.
 
Este post é bom para corrobar o que tenho vindo a pensar , se será a minha área como as outras? Noites, fins de semana, tempo pessoal sacrificado, etc. Pelos visto não é só a minha área.
 
Este post é bom para corrobar o que tenho vindo a pensar , se será a minha área como as outras? Noites, fins de semana, tempo pessoal sacrificado, etc. Pelos visto não é só a minha área.

Isto não tem a ver com área. Eu consigo ter um excelente relação entre vida profissional e vida pessoal. Até há dias em que às 16h estou despachado, outros só começo às 10h, etc.

Isto é algo mais das empresas, porque têm a cultura de que tens de respirar, comer, viver o trabalho. A cultura do "Veste a camisola!!", como se as pessoas não estivessem ali é pelo dinheiro. Nestes casos é procurar uma empresa melhor e pronto.
 

cconst

Power Member
"os filhos são como os criais, os maridos como os habituais" é uma frase das antigas da minha terra. Mas continua a ser verdade para a família e para tudo o resto.

Quando me iniciei nesta vida passei por muita pressão, mas tive a felicidade de ao fim de - por ter pouco a perder na altura e por ter chegado ao limite - em que bati o pé e passei a por travão nas expetativas que o meu patrão tinha para a minha disponibilidade e para o que produzia.

Hoje, passados 10 anos desse evento, trabalho 8hrs por dia (quando o faço). Não deixo trabalho para trás. Os prazos são cumpridos. Os clientes ficam satisfeitos. Consigo ter tempo para a família, treino triatlo (todos os dias tiro 1h30 só para mim)... Nota que nestes 10 anos que foram raros as horas extra ou fins de semana perdidos. O horário tem sido sempre flexível, tendo optado por entrar cedo (maior parte das vezes sou o primeiro a chegar... mas sou o primeiro a sair).

Talvez tenha tido a sorte por ter passado por projetos liderados por pessoas que se interessam por ver trabalho feito (e bem feito) em vez de muitas horas em frente ao PC. Ou então, fui eu mesmo que habituei desde cedo os gestores de projeto que eu trabalho poucas horas (comparativamente com a maioria do pessoal que trabalhou comigo que fazia 9 e 10hrs/dia) mas esse tempo é para trabalhar e não para enconar.

Ah! e 90% das vezes, ainda o PC não desligou e eu já desliguei do trabalho! (e o trabalho fica no trabalho)

(Mas é muito complicado chegar a um trabalho, cliente, equipe nova e ser o primeiro a sair. Bocas do tipo "vais almoçar a casa?" já nem entram, mas no início custava)
 
Não podes fazer isso como freelancer?
Ou dependo da idade ou não, reconverter-te?
Por experiência própria, mesmo sendo freelancer, quando um projeto está a arder, arde para todos por igual. Nunca senti que por ser freelancer tivesse que dar menos tempo extra que alguém que tivesse contracto permanente no mesmo projeto.
As principais causas que tenho encontrado para excesso de trabalho são underselling do projeto, muito devido à falta de conhecimento (sobretudo técnico) de quem faz a venda, e má gestão de projecto. E desengane-se quem acha que só na tugolandia é que isto acontece :)
 
Obrigado pelas vossas opiniões pessoal.

Esta discussão no reddit (também relacionado com IT) vai de encontro ao que aqui falo:
https://www.reddit.com/r/portugal/comments/icxk1h/burn_out_na_vida_profissional/

Ao início, quando comecei, o que tinha medo era do que não sabia (e era muita coisa) e ao mesmo tempo das exigências deste mundo (o querer as coisas "para ontem").

Agora o que mais me mete receio são as exigências e a pressão constante do querer o software para ontem.

No meu caso, sou de suporte e manutenção, lido com vários clientes, tenho que fazer desenvolvimentos (fora da óptica de um projeto) e misturado com resolução de situações críticas na hora (erros e bugs). Quem me faz pressão são os clientes.

Mas também vejo aqui relatos de casos em que chega trabalho ao fim do dia para ser entrega no dia seguinte. Isso causa-me confusão em termos de como é possível em software e me causa ansiedade em relação a esta área.
 
Topo