1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Análise Transcend SSD 128 GB MLC -TS128GSSD25S-M

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por JPgod, 18 de Fevereiro de 2009. (Respostas: 27; Visualizações: 7926)

  1. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    TS128GSSD25S-M


    Transcend SSD 128 GB MLC (TS128GSSD25S-M)

    Depois da review do modelo 32 GB SLC (link mais abaixo), eis que tenho mais um SSD Transcend para testar, desta vez uma nova geração, que promete ser até 5x mais rápido que a geração anterior aqui testada.

    Os SSD serão o futuro no que toca ao armazenamento em massa. SSD quer dizer Solid State Drive ou Solid State Disk. Estes discos utilizam a mesma tecnologia das pens drivers e cartões de memórias, recorrendo ao armazenamento em memórias FLASH, mas em capacidades superiores e utilizando o form factor e interfaces utilizada pelos discos mecânicos. Existem vários tipos e tamanhos de SSD:

    * 3,5", o mesmo tamanho de discos de desktop standart, mas muito raro. O volume extra não tráz nenhuma vantagem, a não ser mais custos de produção, peso e volume e nem em preços. A única vantagem é compatibilidade.
    * 2,5", o mais comum em SSD, que é o tamanho típico dos portáteis. Existem em interfaces IDE ou SATA. Este form factor vai se tornar o standart mesmo para desktops, porque o tamanho/volume não tem quase nenhuma importância, ao contrário de discos magnéticos de 3,5" vs 2,5". Vai permitir não só utilizar mais discos dentro da caixa, como permitir poupança de espaço.
    * 1,8", utilizado em ultra portáteis e alguns dispositivos móveis, como certos PDA's e leitores mp3.
    * 1,0", para "netbooks", UMPC's, pequenos leitores mp3, telemóveis e afins.
    * Expresscard, para uso em slots presente em todos os portáteis modernos. Isso permite de uma maneira simples adicionar um 2º disco ao portátil :P
    * Pequenas placas SATA/IDE que se encaixam directamente na motherboard, com quantidades pequenas de armazenamento (1-4 gb). Úteis para ou montagem de slim desktops ou poder utilizar para pagefile.
    * Placas mini-PCI-E utilizado em muitos netbooks e podendo utilizar em notebooks com slot mini pci-e livre (se bem que a maioria só tem 1 slot e ocupado pelo adaptador wi-fi)

    Os SSD, genericamente apresentam as seguintes vantagens:

    * Latências IMBATÍVEIS!, geralmente menor que 1 ms. Relembro que discos de 7200 rpm de 3,5" fazem de 10 a 15 ms, 10000 rpm ficam-se pelos 6-8ms e mesmo os SCSI e SAS de topo de 15 e 20k rpm ficam-se pelos 3 ms.
    * Velocidade de leitura/escrita constante ao longo do disco, ou seja o disco escreve e lê a mesma velocidade, de ponta a ponta! Ao contrário de um disco mecânico que varia. O mesmo se aplica para a latência.
    * Velocidades de escrita/leitura muito elevadas, mas isso nem sempre é verdade, como foi o caso do 1º SSD que testei, o transcend 32 GB, Mas podemos contar com SSD's mainstream MLC entre 100 a 200 MB/s, com os SLC de topo já a esgotar o limite do SATA 2, atingindo os 250 MB/s leitura
    * Resistência a choques, por não ter partes mecânicas
    * Maior durabilidade geral
    * menor aquecimento e consumo de energia.

    Como desvantagens

    * Preço elevado, mas com tendência a cair, sendo que hoje em dia já tem propostas já interessantes
    * Capacidades baixas, embora mais que suficiente para instalação de sistemas operativos e software. Não é viável o uso de SSD para storage, já que as vantagens de velocidade e latência são pouco importantes, mas sim importa a capacidade e durabilidade
    * Tempo de vida por célula muito baixo, embora no global sejam elevados e as drivers tem algoritmos de escrita para uniformizar o uso das células.

    E por fim, e não menos importante, existe 2 tipos de SSD.

    * MLC ou Multi Level Cell, que são utilizado flash com células que armazenam vários bits, são mais baratos e tem maior densidade de dados, mas geralmente mais lentos e com menor duração.
    O disco testado é um modelo MLC.
    * SLC ou Single Level Cell, na qual 1 célula = 1 bit. São as memórias mais resistentes e duráveis
    e geralmente as mais rápidas, sendo que para instalação de sistemas operativos é recomendado o uso de SSD com células SLC. O problema que tem menor capacidade e custos mais elevados.

    Specs técnicas e links

    Site Oficial
    Noticia no Hardware Novidades
    Thread Oficial SSD Hardware Novidades
    Review Transcend 32 GB SLC

    Test bed

    1ª e 2ª Parte:

    - Core 2 Quad Q6600 @ 3400 mhz (425x8)
    - 2x 2048 MB DDR2 1021
    - ASUS P5K-E (northbridge P35 e southbridge ICH9R com o SATA em AHCI mode)
    - ATI HD 3650
    - Disco 1: Samsung 320 gb single plate (usado como disco auxiliar para os testes inter discos)
    - Disco 2: WD 500 gb green power
    - Disco 3: Transcend SSD 128 gb
    - SO 1: Windows Vista 64 bits SP1 (1ª parte)
    - SO 2: Windows 7 BETA 7022 32 bits (2ª parte)

    3ª Parte:

    - Portátil Toshiba A100-498 (plataforma napa, northbridge 945PM e southbridge ICH7M)
    - Core 2 duo T5600 @ 1.833
    - 2x 2048 MB DDR2 667
    - Nvidia geforce go 7300
    - Disco 1: Toshiba 160 gb 5400 rpm (de origem, não utilizado nos testes)
    - Disco 2: Transcend SSD 128 gb
    - SO: Windows 7 BETA 7022 32 bits

    Fotografias

    Começando pela embalagem. Uma caixa simples e pequena, mas em tons vermelhos, ja bem diferente do azul do anterior disco. Será o vermelho um prelúdio que estamos perante um SSD "quente"?
    [​IMG]

    Uma outra vista
    [​IMG]

    De perfil, mostrando o excelente grafismo
    [​IMG]

    Vista de trás, com as características em várias línguas, incluindo PT e um adesivo do modelo
    [​IMG]

    Conteúdo da caixa. Temos então o disco protegido por um saco anti estático, e os impressos da praxe, install guide, catálogo de produtos, e garantia, bem como 4 parafusos de instalação
    [​IMG]

    Eis o disco em si, dentro do saco anti estático. Notar o aviso, pelo o que tem que ter cuidado devido a electricidade estática.
    [​IMG]

    O disco já removido do plástico. Construção simples, em plástico preto, com um grande adesivo branco com o modelo, capacidade, tipo (MLC) e consumo (0,5A nos 5V)
    [​IMG]

    De perfil, destacando o mount para montagem (depende do sistema, há laptops com kits de retenção que aparafusam-se ai, outros como o meu é só encaixar e tem borrachas anti vibração, e em destops com adaptadores 3,5" para 2,5"
    [​IMG]

    Vista das portas SATA e power standart. Não existe nenhum jumper de configuração, pelo o que é só ligar.
    [​IMG]

    Vista do fundo, a destacar o selo que se abrir perde a garantia e os 4 furos de montagem por baixo.
    [​IMG]

    Aqui em acção no meu desktop!
    [​IMG]
     
    Última edição: 18 de Março de 2009
  2. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    1ª Parte - Testes Sintéticos (Vista 64 bits)

    Para começar, uma data de testes sintéticos, feitos sob Vista 64 bits. A drive foi assim adicionada como disco secundário, portanto completamente vazio, para evitar a influência do sistema operativo nos testes caso tivesse a correr directo do SSD.

    HDtach

    Começando pelo tradicional HDtach. Um resultado demolidor, com uma média de 125 MB/S e quase 140 MB/S de pico, mínimo de 105 MB/S um burst de 164 MB/S e uma latência de apenas 0,2 ms! Como comparação o meu Samsung 320 gigas single plate só vai aos 120-125 MB/S de pico, média de 102 MB/s e mínimo de 60, com mais de 13 ms de latência!

    [​IMG]

    Aqui fica o HDtach do 1º transcend 32 GB que testei. 4x mais rápido! Um salto considerável!

    [​IMG]

    HDtune
    Mesma situação no HD tune, as imagens falam por si (2ª imagem é do Transcend 32 GB)

    [​IMG]

    [​IMG]

    Everest

    Utilizando o Everest Ultimate e o teste interno de discos. Perto de 140 MB/s linear e 164 buffered, tal como o HDtach e 0,23ms de latência

    [​IMG]

    Ficheiros

    Agora testes mais práticos, no caso vários testes com ficheiros dentro do Windows Explorer. O resultado é excelente, principalmente no que toca a leitura com até 124 MB/s! Em escrita já fica um pouco atrás, mas mesmo assim batendo nos 80 MB/s. A copiar o resultado já caia bastante, como é de esperar, a excepção do winrar, mas aí trata-se do OS a fazer buffering. Alem disso quanto maior o tamanho, a velocidade já caía, porque o arranque temos o OS a fazer buffering para a memoria, mas que no caso de leitura temos o SSD a dar o seu máximo sem ficar limitado pelo disco rígido! Múltiplos ficheiros a performance também caía, mas não é impacto muito significativo, sendo também rápido neste quesito.

    Um cheirinho do power. Nada mais que 175 MB/s de pico :D
    [​IMG]

    Método dos testes
    Escrita: Copiar ficheiros do disco rígido para o SSD
    Leitura: Copiar ficheiros do SSD para o disco rígido
    Cópia: Duplicar ficheiros dentro do SSD
    Os números entre parênteses indica o nº de ficheiros envolvidos.
    O "rar" indica que foi feito descompressão, utilizando os mesmos samples de 1.1 gb.
    leitura: ficheiro comprimido dentro do SSD e descompressão para o disco rígido
    escrita: ficheiro comprimido dentro do disco rígido e descompressão para o SSD
    cópia: ficheiro comprimido dentro do SSD e descompressão para o próprio.

    Fica aqui a tabela completa

    [​IMG]
     
    Última edição: 18 de Março de 2009
  3. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    2ª Parte - Testes Aplicações (Windows 7 beta 7022 32 bits)

    Já a pensar no futuro, resolvi fazer os testes com aplicações reais com o mais recente Windows 7 beta até a data desta review, a Build 7022.

    Arranque, encerramento, Reinicio

    Fica então aqui os testes de arranque, encerramento e reinício completo, visto ser dos benchmarks que os SSD normalmente se destacam face a discos mecânicos. O procedimento foi o seguinte
    -> Arranque: Selecção do menu de boot na bios, tempo desde dar "enter" até aparecer o desktop (não contando assim o tempo do POST)
    -> Desligamento: Desde o clicar na opção de "Shut Down" até o computador desligar
    -> Reinício: Desde o clicar no "Restart" até aparecer o desktop. Desactivei na bios a controladora IDE jmicron para acelerar o POST. Naturalmente que boards com controladoras sata/ide integradas demoram mais a iniciar.
    -> Foram feito de 3 a 5 testes para cada, considerando então os tempos mínimos, média e máximos

    [​IMG]

    Numa palavra: RÁPIDO :D Estes resultados pulverizam qualquer disco mecânico que tive até hoje! Ao iniciar, o ecrã de boas vindas apenas "pisca", excelente!

    Instalação de Software

    Passemos então a testes de instalação de alguns jogos e softwares. Apenas seleccionei softwares grandes e jogos pesados, visto que softwares pequenos instala-se num tiro e não dá para contabilizar. Utilizei para tal imagens ISO extraídos previamente para um dos meus discos rígidos para evitar a lentidão que é instalar software via DVD,.

    [​IMG]

    Muito rápido a instalar. Nem parece que estamos a instalar software com muitos gigas :D

    Abertura de aplicações/savegame

    Por fim, ca estão testes de abertura de algumas aplicações, bem como carregamento de savegames. Não são muitos, mas suficientes para demonstrar a rapidez do disco.

    Nota: Para o teste do crysis warhead foi eliminados os vídeos de introdução quando se abre o mesmo.

    [​IMG]

    Conclusão 2ª parte

    Parece que o curto reinado do Velociraptor chegou ao fim. Com estes resultados, este SSD não tem rival mecânico, no que toca a discos single, sem stripping e isso um SSD de gama média, porque há muitos SSD's no mercado com quase o dobro da velocidade de leitura, como os Intel X-25.
     
    Última edição: 18 de Março de 2009
  4. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    3ª Parte - Testes @ laptop (Windows 7 beta 7022 32 bits)

    Fica breves testes feitos com o SSD no seu melhor propósito, os portáteis. As specs do portátil estão no 1º post

    Hdtach

    Neste benchmark, os valores foram inferiores ao efectuado no desktop. A razão disso é o facto do ICH7M apenas trabalhar em SATA1. Mas mesmo assim, cerca de 90 mb/s de leitura média, perto de 100 mb/s máximo e cerca de 120 de burst, aliando aos 0,3 ms de tempo de resposta, metem inveja aos melhores discos 2,5"! Em termos de velocidade média é quase 3x mais rápido que o Toshiba 5400 rpm 160 gb que actualmente uso neste portátil.

    [​IMG]

    Hdtune

    HDtune, com resultados semelhantes. Os números falam por si
    [​IMG]

    everest

    E por fim, everest disk benchmark, com resultados muito bons também.
    [​IMG]

    Arranque, encerramento, Reinicio, Hibernação

    Fica então aqui os testes de arranque, encerramento, reinício completo e hibernação, visto ser dos benchmarks que os SSD normalmente se destacam face a discos mecânicos. O procedimento foi o seguinte
    -> Arranque: Selecção do menu de boot na bios, tempo desde dar "enter" até aparecer o desktop (não contando assim o tempo do POST)
    -> Desligamento: Desde o clicar na opção de "Shut Down" até o computador desligar
    -> Reinício: Desde o clicar no "Restart" até aparecer o desktop.
    -> Hibernar. Desde o clickar em "Hibernate" até o desligamento do sistema
    -> Arranque Hibernação: Selecção do menu de boot na BIOS, tempo desde dar "enter" até aparecer o ecrã de login (não contando assim o tempo do POST)

    -> Foram feito de 3 a 5 testes para cada, considerando então os tempos mínimos, média e máximos

    [​IMG]

    Conclusão 3ª parte

    Estes resultados do SSD no portátil são completamente DEMOLIDORES, pulverizando os discos 2,5", seja 7200 ou 5400 rpm. Digo que o portátil parece outro computador. A possibilidade de hibernar/desibernar em meros segundos é sem dúvida excelente!!! Nem vale a pena usar a suspensão de sistema.

    Outra nota de PESO! Ao contrario do 1º Transcend de 32 gb que experimentei (daí ter abortado os testes em portátil), o portátil não teve nenhum problema em reconhecer este disco, nem mesmo o Windows ao instalar! Ponto para a Transcend!

    Fica a faltar testes de software, mas como a instalação no caso do portátil terá que recorrer aos DVD's por não possuir local para 2º disco rígido SATA ou e-SATA, logo o factor limitador é a drive óptica.

    O teste de autonomia também não foi realizado, porque a bateria do portátil em causa já tem algum uso e autonomia já não é a mesma que de origem. E mesmo assim o consumo de um disco tem pouco expressão num portátil e nos testes que fiz com o Transcend 32 gb não notei diferenças, no máximo uns 5 minutos a mais. Os netbooks (apenas os modelos que utilizam discos de 2,5", porque muitos usam de 1,8" ou mesmo placas mini pci-e) são os ideais para testar isso, visto que neste caso um disco mecânico consome tanto quanto os cpus Atom e os chipsets.

    Prós
    -> Muito rápido, sendo uma autentica BALA! Com velocidades que já papam um Velociraptor e performance global capaz de invejar mesmo SAS de 15k rpm.
    -> Excelente compatibilidade, sendo facilmente detectado nos 2 sistemas, seja pela BIOS, seja pelo sistema operativo. É só ligar, instalar o SO e já está!
    -> Muito leve, com peso bem inferior a discos mecânicos 2,5".
    -> Baixo aquecimento, principalmente em idle que fica quase fresco ao toque. Especialmente bom para portáteis devido a falta de ventilação
    -> Baixo consumo, resultando em maior autonomia nos caso dos laptops ou então podendo ser utilizado como disco externo numa caixa USB
    -> Boa qualidade de construção e embalagem adequada

    Contras
    -> Preço, o mal geral dos SSD's, mas é algo que esta a cair cada dia que passa. Preço a rondar os 350 €, o que ainda é salgado.

    A ter em atenção
    -> Uma porta USB não era mal pensado, para usar o disco por USB sem precisar de caixa. As vantagens disso é por exemplo levar o disco a todo o lado, mesmo que seja em poucas ocasiões ou no caso de upgrade de portáteis, clonar o disco de sistema ou em caso de emergência do computador avariar e recuperar os dados.
    -> Apesar do plástico ser de boa qualidade e garantir que fiquem leves e menor custo de fabrico, uma carcaça metálica de alumínio dava não só uma durabilidade extra como melhor dissipação de calor (ainda que pouco), alem de um look mais profissional.

    Conclusão

    Os SSD's vieram para ficar. Estão a evoluir num ritmo impressionante, quase com novidades dia sim dia não. Isso notou.se muito entre o Transcend 32 GB e este, não só as velocidades, como capacidade e compatibilidade. 2009 será o ano da viragem e em 2010 teremos SSD com fartura a preços acessíveis! Uma prova foi na CEBIT 2009 realizado em Março, que um dos destaques de peso foi os SSD's.

    19/20 - EXCELENTE!​


    Um agradecimento ao Marco André e a Transcend pela cedência do disco para realização desta análise.

    Copyright © Zwame, Lda 2009. Reprodução proibida sem autorização prévia
     
    Última edição: 23 de Março de 2009
  5. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Interessante.

    Uma pergunta, como é que ele se porta a copiar muitos ficheiros de tamanho reduzido?
     
  6. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    ainda não cheguei ai :D obvio que isso irei testar.

    O teste de file copy foi apenas experimental. Tenho que ver a melhor forma de testar isso, se pelo windows ou externo (tenho aqui instalado o copy handler, mas o gajo é mais lento que o o mover/copiar nativo do windows... a vantagem do copy hander é por os vários processos em fila de espera, minimizando a fragmentação de vários copy em simultâneo, claro que também tem impacto na velocidade)
     
  7. The Golden Eagle

    The Golden Eagle I quit My Job for Folding

    Essa velocidade é espetacular. Nunca desce abaixo dos 100MB/s...

    Uma pergunta um pouco offtopic:
    Porque existem aqueles descidas ate aos 100MB/s?

    Cumps
     
  8. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Isso tem haver com a construção e disposição dos componentes ou a controladora do disco.

    há alguns que é mais linear, outros são assim.

    -------

    Adicionado mais testes sintéticos.
     
    Última edição: 22 de Fevereiro de 2009
  9. Marco André

    Marco André Power Member

    WOW! Isto sim, já são velocidades interessantes! :D
     
  10. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Já meti o Windows 7 lá dentro :p

    Instalação foi rápida, mas nada de especial, visto que o limitador é o leitor de DVD.

    Mas a arrancar e reiniciar/desligar :wow:

    Instalar office 2007 (word, excel,powerpoint,outlook) a partir de ISO noutro disco: 3:52 :wow:
    Instalar photoshop cs4: 3:15
    Instalar 3ds max09: 2:17
    Instalar crysis warhead: 3:50

    o boot é tão rápido que o ecran "welcome" apenas "pisca" :lol:
     
    Última edição: 18 de Março de 2009
  11. norim_13

    norim_13 I quit My Job for Folding

    Quanto é que custa uma coisa destas? :D
     
  12. rmb

    rmb Power Member

    exacto.. e dá para meter este e outro disco de 2,5 já normal num portátil? Acham rentável? SSD de 128Gb de BOOT e 500GB de armazenamento?

    cUMPS
    ps: boa review, como sempre ;)
     
  13. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Só se o portátil tiver espaço para 2 discos...

    O preço em PT. A Transcend tem no site a 490$, mas pelo passado o preço das poucas lojas que vendiam Transcend eram "bem" mais baixos" :002:

    btw mais testes

    arranque do windows 7 beta: 22 a 25 segundos (não conta o tempo do POST, apenas o tempo do OS em si até aparecer o ambiente de trabalho)
    desligamento: 8 a 12 segundos (desde o clicar no shutdown/restart até desligar/apagar o ecran)
    restart completo: 40 a 42 segundos, embora em uma ou outra situação levou até 1 minuto. Para minimizar o impacto do POST, desactivei o controlador jmicron (IDE e e-SATA) que são ainda uns 10 a 15 segundos adicionais.

    depois irei compilar estes testes. Fica apenas um resumo ;)
     
    Última edição: 27 de Fevereiro de 2009
  14. rmb

    rmb Power Member

    Desculpa o offtopic, mas como é que eu vejo isso sem abrir o portátil?

    Achas este disco SSD o ideal preço/qualidade/tamanho para servir de drive de arranque do Windows? O meu disco apresenta estas velocidades:
    [​IMG]
    tb podem responder por PM, obrigado.. ;)
    cUMPS
     
  15. The Golden Eagle

    The Golden Eagle I quit My Job for Folding

    WOW!
    Quero uma coisa dessas!
    Raiva do N81 ter avariado e de me ter obrigado a comprar o N95 :P.
    Tenho de juntar €'s para um disquinho desses:004:.
     
  16. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Compravas um telemovel de 20 € :002:

    eu daria mais rapidamente 500 €por um SSD do que num telemóvel, mas isso sou eu :P

    --------------------------

    publicado testes dentro do SO. Não são muitos, mas penso que já é suficiente.

    se quiserem recomendar mais testes (quer sintéticos, quer dentro do SO) é só dizer. Irei testar mais alguns programas e depois o disco salta para o portátil para a 3ª parte na próxima semana.

    a ver se consigo testar o IOmeter antes de terminar os testes em desktop.
     
  17. Gandalf

    Gandalf I fold therefore I AM

    Muito bom amigo João, cada vez melhores as reviews ;)
     
  18. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    O teste com o IOmeter foi cancelado. Aquilo estava a demorar várias horas e ainda corria uma coisinha má...

    Desta vez o disco foi reconhecido na perfeição pelo meu portátil, ao contrário do 1º transcend que testei :D

    Instalação do windows 7 bastante rápida, embora há que considerar as limitações de leitura da drive óptica.

    Se der tempo, testar instalação em Vmware no desktop.

    1ª topico actualizado com fotos completas
     
    Última edição: 18 de Março de 2009
  19. CrazyMonkeyTM

    CrazyMonkeyTM Banido

    A mim ninguém me dá uma prenda dessas... :(
     
  20. Marco André

    Marco André Power Member

    Belos tempos oh destr0yer!

    E as fotos também ficaram excelentes :)
     

Partilhar esta Página