1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  1. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Este tutorial explica como instalar o cliente SMP em Linux no VMware. A questão de ser no VMware é porque a maioria das pessoas não usa Linux no dia a dia. No entanto, com um computador adequado podem correr Linux dentro do VMware mesmo se usam Windows.
    Existe um cliente SMP para Windows mas não funciona de forma perfeita. Além disso em termos de eficiência o cliente Linux é melhor. A atribuição de pontos também acaba por favorecer o cliente SMP Linux porque ao ser mais eficiente realiza o mesmo trabalho em menos tempo.

    O VMware Workstation é um programa pago. Foi nesse programa que foi criada a máquina virtual que serve de base para esta explicação. Mas para os que correrm Linux nativamente nos seus computadores este tutorial também serve e apenas precisam de fazer o que está no post seguinte. Nos 3 e quatro é apresentada a forma de instalar o VMTools (necessário para melhorar o desempenho do rato e sincronizar as horas entre o Windows e a máquina virtual.

    Quem tiver um Mac e correr o OS X tem uma versão do VMware que se chama VMware Fusion.

    Requisitos para correr o cliente SMP Linux:

    Ter um computador com dois processadores ou que tenham um processador com dois núcleos ou mais.
    Ter idealmente 2GB de memória RAM ou mais.
    Ter Linux instalado: nativamente ou dentro de uma máquina virtual que possa ser configurada a utilizar 2 núcleos do processador. Este é o motivo pelo qual o VMware Player não serve.

    O tutorial está dividido em três partes:

    1- Instalação do [email protected]
    2- Instalação do VMTools
    3- Instalação do FahMon
    4-
     
    Última edição: 26 de Junho de 2008
  2. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    O 1º passo é instalar as livrarias 32bits. Algumas distribuições de Linux já as podem ter instalado. Não é o caso do Ubuntu 7.10 versão 64 bits, que foi a distribuição de Linux utilizada neste tutorial.

    Caso tenham acabado de instalar o Ubuntu vai aparecer uma janela a dizer que têm actualizações para fazer e basta indicar que sim e colocar a password do root.
    Caso queiram fazer tudo no terminal antes dest passo escrevem:

    Depois de ele terminar escrevem:

    É possível que apareça a indicação que têm que reiniciar o Ubuntu. Se aparecer essa mensagem reiniciam e começam o tutorial aqui.

    Escrevem no terminal:

    De seguida têm que colocar a password do vosso utilizador.

    [​IMG]

    Ele encontra o programa e no final têm que escrever Y e fazer Enter para instalar

    [​IMG]

    Depois de instalar vão criar uma directoria onde vai ficar o folding instalado.

    Escrevem:

    [​IMG]

    De seguida vão até essa directoria.

    [​IMG]

    De seguida vamos descarregar o cliente que pretendemos. Nesta parte o cliente com o tempo vai sofrendo alterações pelo que este tutorial pode estar desactualizado na versão. Basicamente só têm que alterar o versão. Exemplo muito básico: FAH6.0beta1. Se o cliente for o FAH6.0beta23 mudam isso... É simples.

    Actualmente (Junho 2008) seria [​IMG]

    A seguir descompactamos o ficheiro que acabamos de receber.

    [​IMG]

    Depois pesquisamos os ficheiros que acabamos de descompactar

    [​IMG]

    Vamos dar propriedades de leitura e escrita ao ficheiro

    [​IMG]

    Configuramos o cliente
    Colocam -smp porque se trata deste cliente para cpus com mais do que um core.

    [​IMG]

    Estejam à vontade de usar o meu username. Eu não me importo :D
    Não se esqueçam do número da equipa. Verifiquem se escreveram correctamente. Se não trocaram qualquer número.
    Na parte do Passkey se não têm não se preocupem. Basta fazerem Enter. A passkey pode ser pedida mas não se preocupem com isso.

    [​IMG]

    Arrancar com o cliente. Tudo o que aparece depois do traço são flags.
    O cliente é o fah6. Para o executar colocamos ./fah6 mas depois para corrermos o cliente smp escrevemos -smp. Como nos queremos certificar que utiliza as instruções SSE (acho que é isso) do CPU colocamos -forceasm (não tenho a certeza que seja necessário mas just in case continuo a utilizar) e para aparecer a informação mais detalhada utilizamos a flag -verbosity 9.
    Reparem que usamos um espaço entre cada flag.

    [​IMG]


    Para parar o cliente clicamos dentro da janela do terminal e clicamos Ctrl + C
    Esperem alguns segundos até fecharem a janela.

    Para arrancarem com o cliente das próximas vezes têm que ir até à directoria:

    E depois escrevem:

    Basicamente fica desta forma:

    Podem ver aqui alguns pormenores, com a explicação a vermelho...

    Depois vão ver a WU a ser trabalhada. Vai de zero a 100 % (habitualmente designamos isto por frames). Quando terminar ele vai enviar os resultados e depois descarregar uma nova WU.

    Aspecto:

     
    Última edição: 15 de Junho de 2008
  3. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Antes de passarmos à instalação do VMTools. É possível que se instalaram no VMware tenham ficado sem o scroll do rato a funcionar.

    É muito simples colocarem o scroll a funcionar.

    Escrevem no terminal:
    Escrevem a vossa password e clicam no Enter.

    De seguida na janela que se abriu onde está:

    Substituem por:

    A seguir é só guardar e reiniciar que já terão o scroll a funcionar.

    INSTALAÇÃO DO VMTools - isto é só para instalações dentro do VMware. Quem instalou o Ubuntu nativamente no PC não precisa de fazer isto.

    O passo seguinte é só necessário fazer se tiverem um CD na drive de CD.


    [​IMG]

    Aqui falta um passo. Para libertarem o rato da máquina virtual e para irem ao Windows clicam em Crtl + Alt. A seguir vão ao menu do VMware e selecionam instalar VMTools (depois coloco esta parte melhor :).

    Na imagem seguinte já vêm o pacote a instalar. Vejam que têm um que termina em rpm e um em tar-gz. É este último que vão usar no Ubuntu (VMwareTools-6.0.3-80004.tar.gz).


    [​IMG]



    Ficheiro já descomprimido.



    [​IMG]


    b

    [​IMG]


    Procurar a directoria.




    [​IMG]


    Escrevam o que está indicado na imagem seguinte.



    [​IMG]




    [​IMG]


    Nas imagens seguintes basta clicar enter se o que queremos é o que está sugerido. Apenas foi escrito para perceberem melhor. Sempre que o que for para colocar ao que está dentro de [] basta clicarem no Enter.


    [​IMG]


    Clicar no Enter.


    [​IMG]


    Clicar no Enter.


    [​IMG]


    Clicar no Enter.

    [​IMG]


    Clicar no Enter.

    [​IMG]


    Clicar no Enter.


    [​IMG]


    Clicar no Enter.

    [​IMG]


    Clicar no Enter.



    [​IMG]


    Clicar no Enter.


    [​IMG]


    Clicar no Enter.



    [​IMG]


    De seguida colocam a resolução do ecrã como pretendem que ele apareça. Colocam o número correspondente ao que aparece entre parênteses recto.



    [​IMG]

    De seguida vão reiniciar.


    [​IMG]

    No post seguinte podem ver como é que acedem ao menu do VMTools. Passaram a poder fazer drag and drop da e para a máquina virtual.
     
    Última edição: 15 de Junho de 2008
  4. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Depois de instalarem o VMTools para acederem ao ambiente gráfico onde podem mudar alguns settings escrevem:

    A principal vantagem de terem o VMTools instalado é poderem fazer drag and drop do Windows para a máquina virtual e vice-versa. Lindo não é? :)

    [​IMG]
     
    Última edição: 21 de Abril de 2008
  5. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Instalação do FahMon:

    Tutorial feito pelo muddymind

    #instalar compiladores e bibliotecas necessárias:
    sudo apt-get install build-essential libwxgtk2.8-dev wx-common

    #Fazer download da source, extraí-la e na consola vão à pasta extraída e façam:
    ./configure
    make
    sudo make install
     
    Última edição: 22 de Junho de 2008
  6. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Ainda falta uns pormenores.
    Daqui a 3 dias sai o Ubuntu 8.04 e depois eu altero o que houver a alterar caso mude alguma coisa.
    O Ubuntu 8.04 vai manter-se com suporte por 3 anos o que é excelente. Este tutorial vai poder ficar com apenas algumas alterações pontuais.

    Testem e vão dando feedback. Se alguém tiver sugestões / alterações digam.

    :kfold:
     
    Última edição: 21 de Abril de 2008
  7. Gandalf

    Gandalf I fold therefore I AM

  8. Madril

    Madril 1st Folding then Sex

    Não consigo entender o porquê de correr Folding dentro de uma VM, mas mesmo assim o tutorial está excelente, como sempre :P
     
  9. Transmontano

    Transmontano I folded Myself

    É pena a minha máquina não ser 64bits. :(
     
  10. Gandalf

    Gandalf I fold therefore I AM

    E mto mais rentavel do que usares por exemplo o SMP para o windows. E como nem toda a gente pode/quer usar linux na maquina aqui esta uma optima soluçao.
     
  11. amjpereira

    amjpereira Folding Member

    Última edição: 25 de Abril de 2008
  12. r_c

    r_c I folded Myself

    O tutorial est]a muito bom!!!

    Entretanto passei umas horitas a testar vm´s com ububtu no vmware server mas so consegui instalar versões 32 bit. as 64 bit dão erro logo no inicio da instalação, detecta CPU i686 em ves dos x86 necessários.
    Não sei se é pq o Xp de base é 32 bits, ou o kernel incompativel com o c2d do portatil, ainda desactivei o acpi nas opções :paranoid:

    mensagens de erro:

    ubuntu 7.10 - your cpu does not support long mode. use a 32 bit distribution

    ubuntu 8.04 - This kernel requires x86-64 CPU, but only detected an i686 CPU. Unable to boot - please use a kernel appropriate for your CPU

    as respostas que tenho visto em alguns foruns foram por noacpi na instalação, que tentei e nao resultou; e quase sempre levantam a questão tens a certeza que é o teu sistema é 64 bits (SIM) ou instala a versão 32 bits que deixas de ter problemas (é pena nao haver cliente SMP para linux 32 bit)
    :grumpy:

    Se alguem puder dar alguma ajuda
    :kfold:
     
    Última edição: 8 de Maio de 2008
  13. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Eu uso o VMware Workstation e não tenho tido nunca esse problema. Será isso? Não sei.
     
  14. r_c

    r_c I folded Myself

    Voltei a carga no linux 64 em VM tendo por base o XP 32 bits e nada :(, tentei com o vmware workstation quase todas as distros 64 bits e cheguei a conclusão de que VMs 64 bits em SO windows 32 bits no meu C2D nao instalam.
    pode haver alguma maneira mas vendo bem emular um sistema operativo 64 bits tendo por base um 32 não faz muito sentido.

    Não me dei muito bem com a instalação nativa do ubuntu 8.04 64bits e por motivos profissionais e legais vou ter por o vista 32 :sad::sad: logo ponho algum feed back no topico SMP windows relativo a redução em ppd...

    :kfold:
     
  15. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Eu nunca tive problemas com isso. Se bem que a instalação do 8.04 64 bits deu-me alguns problemas. Uma das vezes bloqueou sem eu perceber porquê.

    Não te esqueças de selecionar 2 cores para foldar com o cliente SMP.

    Esse teu problema é estranho.
     
  16. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Aí está o teu problema. Para correres Vms 64 bits tens que estar a correr por base um Sistema operativo 64 Bits, seja ele XP, Vista, 2003, 2008 ou Linux 64 bits.

    Metro, parabéns pelos printscreens. Estão muito bem tirados :D.
     
  17. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Ups. Tenho andado a enganar uma rapaziada.


    Ou não fossem ter sido tirados por ti :D
     
  18. MrOverclock

    MrOverclock Power Member

    Quais são os requisitos para poder usar isto? um Xeon 5150 chega? é que ele diz-me que o cpu tem que ser 64bit :(

    Como é que eu posso tirar maior partido deste CPU?
     
  19. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Se meteres linux tem que ser uma distribuição a 64 bits. Esse cpu tem instruções a 64 bits pelo que não vais ter problema. Em termos de pontos nada como teres 2 máquinas vistuais a correr Linux a usara cada uma delas 2 cores. É o máximo que podes usar por cada VM. São 2 cores.
     
  20. MrOverclock

    MrOverclock Power Member

    A máquina não é minha e tem o linux instalado. Julgo que a versão não é de 64 bit... eu não tenho privilégios administrativos, apenas tenho uma conta aberta lá e posso aceder através de ssh a partir de casa. consigo ter sem qualquer problema 2 cores a funcionar. Mas como estou um bocado as "escondidas" o melhor é não abusar e continuar a usar só 1
     

Partilhar esta Página