1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Ubuntu 12.04 LTS (Precise Pangolin)

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por kronozord, 3 de Dezembro de 2011. (Respostas: 419; Visualizações: 47455)

  1. MaxDamage

    MaxDamage Power Member

    Meh, nada de especial (e da forma como foi apresentado, parece-me confuso).
     
  2. Gato Preto

    Gato Preto Moderador Felino

    Ainda não está pronto, daqui até Abril muita coisa pode mudar.
     
  3. CD__tm

    CD__tm Power Member

    Esperemos que sim também. Não sei porquê, já me está a cheirar a esturro essa ideia..
     
  4. flajeen

    flajeen Power Member

    Eu sei porquê. A Canonical desde o 11.04 não faz nada de geito
     
  5. petersaints

    petersaints Power Member

    Desde o 10.10. O 11.04 só era algo de jeito no modo clássico, porque por acaso ainda usavam o Unity por cima de GNOME 2.32 e não GNOME 3.x.
    Faz mais de "jeito" a comunidade de KDE (Kubuntu) e Xfce (Xubuntu) (e mesmo de LXDE (Lubuntu)) do que a equipa mãe do Ubuntu. Mas veremos... o Unity 5.0 parece estar melhor, se estiver mesmo muito melhor pode ser que leve o "seal of approval".
     
  6. Gaugamela

    Gaugamela Power Member

    Por alguma razao o Ubuntu está a perder utilizadores para o Mint... No entanto como o Ubuntu tem suporte da Canonical por trás, sempre será algo mais bem apoiado que o Mint. Isto além de ter serviços muito mais interessantes como o Ubuntu One, o Software Center, etc.
    O problema são essas divagações idiotas e limitar os utilizadores artificialmente forçando-os a usarem DEs alternativos...
     
  7. nunol

    nunol Power Member

    O Ubuntu pode agora estar a perder popularidade para o Mint mas pretende recuperar assim que começar a vender equipamentos com o Ubuntu 12.04 LTS (portateis, tablets, TV's, etc):
    http://distrowatch.com/dwres.php?resource=popularity

    Estou à espera que esta versão LTS com 5 anos de suporte seja mais popular com os fabricantes de hardware, em particular com os fabricantes de netbooks.
     
  8. jutexol

    jutexol Power Member

    Nunol, faço votos que tenhas razão e que o mundo do hardware com software impingido esteja a acabar, mas não acredito que a razão supere o cifrão.
    Espero que muitos equipamentos venham a ser vendidos com software livre e dessa forma as pessoas só paguem o equipamento.
    Os barões do dinheiro vão arranjar forma de proibir isso.
     
  9. flajeen

    flajeen Power Member

    Pois, eu usei o modo clássico... nem cheguei a abrir o Unity do 11.04.
     
  10. Sinceramente não vejo nada de especial para dar-me ao trabalho de voltar para um Ubuntu com Unity.
    Prefiro ver o meu 10.10 a desactualizar-se (o 10.04 não se dá bem com a gráfica do meu portátil na dissipação de calor e "interfere" com a regulação de brilho), mas pelo menos continuo com um sistema rápido e capaz de gerir à minha maneira, sem ser comprometido em prol do design (sim, onde é que agora posso adicionar aquelas mini-apps que se podiam adicionar à barra horizontal superior? pois!)
    Minimalismo é bom desde que não deixe de ser funcional.

    A ver vamos como será a versão beta e depois a versão final.
     
  11. Cromo

    Cromo Power Member

    Já não era sem tempo permitirem personalizar o unity sem ter de instalar o compiz
     
  12. flajeen

    flajeen Power Member

    Penso que em vez de compiz querias dizer ccsm. Se estiver tão rápido como o 11.04 no classic desktop vou tentá-lo. Penso que vão conseguir fazer isso se tentarem.
     
  13. arkannis

    arkannis Power Member

    Quando sair o Ubuntu 12.04, passado pouco tempo deve sair o Mint com o Cinnamon. O Mint vai-se apresentar assim como sendo uma variante com um DE que segue o paradigma clássico (que no fundo a massa dos users prefere) mas ao mesmo tempo moderno e actualizado, o que vai conquistar ainda mais users.
     
  14. nunol

    nunol Power Member

    Basta começar a aparecer mais e melhores equipamentos com o Ubuntu no mercado para o crescimento do Mint não ser suficente para acompanhar o do Ubuntu. A maioria dos utilizadores de computadores, tablets e telemoveis não muda o sistema operativo.
     
  15. Gaugamela

    Gaugamela Power Member

    Exactamente. E o Ubuntu tem um ecosistema superior ao Mint que é basicamente só o OS. Enquanto que Ubuntu tem vários serviços também que garantem financiamento.
     
  16. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

  17. petersaints

    petersaints Power Member

    Errado. Não quer dizer que deixe de ser oficial. O Xubuntu, Lubuntu e Edubuntu também são oficiais. Deixa é de ser financiado directamente com dinheiro. Mas continua a ser da família oficial Ubuntu e continuam a fornecer servers e infraestrutura. Não entra é dinheiro. Além do Ubuntu só mesmo o Kubuntu tinha estas "regalias" porque no início era tipo a Ubuntu --> GNOME e Kubuntu --> KDE e queriam ver qual pegava mais. Pegou MUITO mais o Ubuntu e como tal ao fim de 7 anos já não vale a pena investir dinheiro no Kubuntu como produto "comercial".

    Se é pena? É... mas duvido que dê cabo do Kubuntu. O Xubuntu, por exemplo, vive bem sem ser financiado directamente pela Canonical. Mas também, em último caso (para quem precise/goste de KDE) existe sempre o Linux Mint KDE Edition.
     
  18. s0ldier

    s0ldier Power Member

  19. nunol

    nunol Power Member