1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Ubuntu MATE

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por Crow-, 19 de Agosto de 2014. (Respostas: 24; Visualizações: 8874)

  1. Crow-

    Crow- Power Member

    Ubuntu MATE On Track To Become An Official Spin

    Boas notícias para os fans do desktop environment MATE. Para não dizerem que a Canonical quer obrigar os users de Ubuntu ao seu Unity, mais um flavour oficial em breve a juntar-se ao já existentes KDE, LXDE, XFCE e GNOME.
     
  2. DigitalBoy

    DigitalBoy Power Member

    O que vem a seguir, cinnamobuntu?
    Esta jogada não faz sentido, quem quer MATE utiliza Mint. Mint é Ubuntu, e os developers são developers do próprio MATE.
    Lá está o raio da redundancia...
     
  3. nfk

    nfk Power Member

    O MATE está disponível noutras distribuições (Arch, Gentoo, Fedora, Debian), porquê falar só do Mint? E também há developers do MATE na equipa do Ubuntu MATE.
     
  4. Crow-

    Crow- Power Member

    Porque não?

    Quem quer MATE não tem de utilizar Mint, utiliza o que quiser. Seja Mint, Ubuntu, Arch ou o que quer que seja.
    Mint não é Ubuntu - é Mint, independentemente de ser baseado em Ubuntu.
    Quem quer Ubuntu "puro" com MATE passa a ter este flavour oficial.
    Se reparares os responsáveis pelo Ubuntu MATE são muitos dos developers do próprio MATE, entre eles o Stefano Karapetsas que é o lead developer do MATE project. Por isso não tem nem mais nem menos valor que o Mint MATE.
     
  5. DigitalBoy

    DigitalBoy Power Member

    Porque faz com que haja milhares de horas de trabalho duplicadas?

    Mas de bases diferentes faz algum sentido (RHEL, Suse, Arch), agora um porte Oficial entre dois sistemas basicamente iguais... não seria mais fácil do ponto de vista de trabalho/beneficio utilizar uma PPA (ou lá como se chamam os repos não oficiais no mundo *buntu) com os packages do Mint?
     
  6. Crow-

    Crow- Power Member

    O MATE já tem repos de Ubuntu, assim como tem para Debian e Mint, fora as outras distribuições todas.

    O MATE ser um flavour oficial de Ubuntu é mais um esforço da team do MATE do que da Canonical. O interesse maior é deles e o trabalho maior é deles. Para quê questionar isso?

    O MATE é um projeto "distro-independente". Apesar de ter também o Clement (clem) como dev, não está tão ligada ao Mint como o Cinnamon.
     
  7. DigitalBoy

    DigitalBoy Power Member

    Não sabia que tinham repos.
    Isso faz sentido mas não faz sentido. Então quem desenvolve o software é que tem de o manter nas distros?
    Não é intresse da canonical ter os softwares, e por consequencia, ter os utilizadores que os querem?

    Já estou no misto de opinião. Enfim, mal não vai fazer.
     
  8. LnxSlck

    LnxSlck Power Member

    Mais uma distro? Porque é que um DE tem que dar origem a uma distro?

    Quem tem Ubuntu ou Debian ou o que for, pode instalar o DE que quiser
     
  9. Crow-

    Crow- Power Member

  10. Crow-

    Crow- Power Member

    UBUNTU MATE SEES ITS FIRST RELEASE (14.10)


    Tal como a notícia indica brevemente estará também disponível uma versão 14.04 LTS do Ubuntu MATE :)
     
  11. Minguno

    Minguno Power Member

    POde instalar mas não ficará ao ponto, ou seja à medida que vais metendo DEs na verdade metes é lixo que vai acumular, lentidão. Daí ser bom existir uma distro por DE , ou quantas mais distros melhor.

    O que a mim me faz espécie é esta gente andar a preocupar-se com isto e ninguém se preocupar com a muito má compatibilidade para 32 Bits do linuxito nos ultimos Kernels.

    Mas pronto é o que temos e vai dar barraca.
     
  12. LnxSlck

    LnxSlck Power Member

    Lixo? Lixo tens tu quando instalas essas distros "customizadas", se queres uma DE limpo instalas de raiz.
     
  13. Minguno

    Minguno Power Member

    Vamos lá ver se nos entendemos então se dizes o mesmo que eu , eu não tenho razão no que escrevi ou entendes ao contrário artista.

    Já usei Slackware também era lixo na tua concepção da coisa né e sem eapetecer uso Gentoo que também é lixo nessa perspectiva é tudo lixo salvo que seja de raíz, que curiosamente é precisamente o que fazem distros derivadas tipo MATE-Ubuntu oferecer um desktop polido não poluido com bibliotecas dispensaveis...

    Um pc em que vais metendo vários tipos de escritório ganha certas pré-definições e às vezes inicios de serviço que tendem a "poluir" o desempenho. A ver se assim a coisa já vai.

    Por certo Slack é do melhorzinho que há eu uso Debian ou BUntu por questão de usar certas ferramentas multimédia (que são tb poluidores de distros e daí só estarem no Buntu).
     
  14. Hornet

    Hornet Power Member

    No momento é a minha distro de eleição, prefiro esta ao mint.
     
  15. LnxSlck

    LnxSlck Power Member

    Slackware não é uma distro derivada (e não vale a pena falar do SLS), Gentoo também não. O software que tu encontras no Slackware como o KDE por exemplo ou XFCE é vanilla, não tem customizações.

    Simples quanto sabemos do que falamos
     
  16. Crow-

    Crow- Power Member

    Ubuntu MATE 14.04 LTS Available For Download



    Aí está a LTS do Ubuntu MATE.
    Poem fazer download do Ubuntu MATE 14.04.1 LTS aqui:
    https://ubuntu-mate.org/longterm/
     
  17. Minguno

    Minguno Power Member

    Tu vai-lhe dando. Não é por não ir , se há que ir vai-se , mas com tempo.

    Já agora o Ultimate edition vem com Mate na versão 4.2 com gamer edition, é bom que assim seja. Eu testei o Mate em Buntus e ele consome em redor de 300 MB o que não é nada mau a meu ver.
     
  18. manipulo

    manipulo Banido


    Eu uso ubunto e não gosto de mint, logo mint para mim não é ubuntu, acho bem a cannonical dar a escolher e suportar as várias alternativas.
     
  19. DigitalBoy

    DigitalBoy Power Member

    Eu quando utilizei a ultima vez há uns anos eram praticamente a mesma coisa. Pouco mudava.
    My point is: https://plus.google.com/+WorldofGnomeOrg/posts/9yBXmbCL8jW
    Acho que posso estar de acordo com essa opinião. Uma coisa são as distros "do it yourself", como o Arch, Gentoo, etc... em que todos os DE's convém estar disponíveis. Mas numa distro stable será que compensa em termos de mão-de-obra fazer uma variante por cada mudança?
    Há demasiadas combinações que agradariam a alguém para ser eficiente fazelas a todas.