1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

UMPCs: Terão futuro?

Discussão em 'Novidades Portáteis' iniciada por Rui Marto, 25 de Outubro de 2007. (Respostas: 8; Visualizações: 852)

?

UMPC - Terão futuro?

  1. Sim.

    18 vote(s)
    64,3%
  2. Não.

    10 vote(s)
    35,7%
  1. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Há coisa de uns meses apareceram no mercado umas coisinhas pequenas chamadas UMPC. A ideia é um portátil ultra compacto, com o máximo de mobilidade possivel e completo.

    Podem usar o Asus R2H como referência visto ter sido dos primeiros a ser lançados em Portugal, e é aquele que nos dá as boas vindas quando entramos em alguma Fnac (também aquele que estou a usar neste momento :D).

    Asus R2H:
    Ecrã - LCD TouchScreen 7" 800x480
    CPU - Intel Celeron 900MHz ULV (vai sair uma versão com um Pentium M 1.1 ULV)
    Chipset - Intel 910GML
    RAM - 256Mb DDR 533MHz integrados + 512Mb DDR 667Mhz (Tem uma slot DDRII 667MHz)
    GFX - Intel 900GMA
    Disco - 1.8" 40Gb (também disponiveis 20Gb/30Gb/60Gb)
    Drive - DVD-RW Externa
    2xUSB 2.0 + mini-USB 2.0
    10/100 LAN
    802.11b/g
    Bluetooth V2.0 + EDR
    Leitor de cartões SD
    Microfone
    Coluna (Mono)
    Webcam 1.3Mp
    TV A/V (Audio e Video) Out
    Leitor de impressões digitais
    ThumbStick (Joystick para o polegar)
    Teclado USB desdobrável
    Butões Acesso Rápido
    GPS + MS Autoroute
    Bateria - 2h (1h15 em High Performance)
    Dock de expansão (não incluida)
    Bateria Alta Capacidade - 4h (Não incluida)
    Peso - 830g com bateria

    Acessórios:
    Mala + Pano de limpeza do ecrã
    Teclado USB
    Gravador DVD Externo
    Carregador
    Carregador de carro (Não incluido)
    Suporte de secretária
    Adaptador minUSB - USB
    Cabo de transferência de dados PC-to-PC via USB 2.0

    Preço @ Fnac - 750€
    Preço @ ***** - 920€ c/disco de 60Gb (não sei se ainda existe)

    Nota: Quando comprei o meu por 800€, no expositor ao lado, estava um notebook convencional equivalente de 11" (mais ou menos o mesmo tamanho final) sem GPS, webcam, leitor de impressões digitais e drive óptica, mas com um disco de 80Gb e processador 1.1, por 2250€.

    O poder de processamento não é muito e embora seja um pouco demorado no arranque, é suficiente para qualquer aplicação do Office, navegar na internet, ver filmes ou mesmo para jogos que não tenham grandes requesitos. Ao contrário de PDAs e outros aparelhos, correm o Vista Business ou XP Tablet Edition, e há alguns tutorials para correr Linux.

    Em termos de mobilidade é excepcional pois é pequeno e a disposição dos butões assemelha-se aos de uma PSP. Inclui ainda um teclado on screen, bipartido pelos dois cantos inferiores, que é fácilmente utilizável com os polegares, enquanto se agarra no UMPC.
    Isto associado às variadas opções de conectividade permite fazer ínumeras coisas que PCs normais não nos permitem.
    Por exemplo, ir na rua de UMPC nas mãos, ligado ao telemóvel por bluetooth (nem é preciso tirar o telemóvel do bolso), com acesso à internet por 3G. Enquanto falamos com amigos por MSN, podemos ainda usar a videochamada para falar e mostrar aos nossos amigos onde estamos, e dar uso ao GPS para encontrar novos sitios.

    O ponto alto para as senhoras e para quem anda com malas com pouco espaço, é que o UMPC é +- do tamanho de um caderno A6.

    O ponto baixo é que por enquanto as baterias têm pouca capacidade, o que faz com que durem pouco ou então tenham que ser usados modos de poupança de energia, e aí o desempenho baixa drásticamente.
    Para uma coisa que aspira ser o nosso companheiro do dia a dia, e para ser usado a qualquer momento, em qualquer situação, a duração da bateria é mesmo demasiado curta.

    No futuro esperam-se várias melhorias como por exemplo baterias de 4h ou mais, processadores acima de 1.1MHz e teclados de pano, que também servem de bolsa de transporte.

    Digam aquilo que acham, se tencionam comprar, agora ou no futuro, um UMPC e porque motivos (caso não comprassem, apresentem os vossos motivos na mesma).

    Cumps.
     
  2. blindview

    blindview Power Member

    Quero dar-te os parabéns pela "review" ao equipamento. Tinha alguma curiosidade sobre este equipamento e a tua "review" esclareceu-me bastante!

    Relativamente à questão do futuro deste género de equipamentos julgo que seja bastante. Uma das metas actuais da Microsoft é a mobilidade e tudo tem tendência a ir nesse sentido: equipamentos com mais funcionalidades e mais pequenos.

    Cada vez mais as empresas utilizam sistemas internos recorrendo à internet como forma de acesso, permitindo um acesso rápido à informação e à gestão da informação apartir de qualquer localização (escritório, carro, casa, rua). É uma tendência que se tem vindo a verificar.
     
  3. xenupy

    xenupy Power Member

    Muito bom... Estives-te bem no que disses-te

    Quanto a minha opinião, penso que sim... o futuro está na evolução da micro e nano tecnologia dos equipamentos.
     
  4. timber

    timber Zwame Advisor

    Acho que isso não vai ter grande futuro.

    Tem todos os defeitos dos notebooks e dos telemóveis e não me parece que junte as vantagens de nenhum dos dois.

    E no global é um bocado uma solução para problemas que ninguém tem.
     
  5. Trance

    Trance Power Member

    Sinceramente não sei :)

    Penso que a a ideia por um lado tem futuro no entanto concordo com o timber.

    Se tiver futuro penso que demorará uns 10 anos até a ideia original se concretizar. Quem viu a keynote do Bill apresentando o conceito de facto ainda estamos longe porque:

    1) São demasiado expessos, tipo pisa papéis. Se tivesse uma expessura tipo a que tem o iPhone penso que possívelmente geraria maior interesse.
    2) Não existem aplicações boas para trabalhar com a caneta tirando notas etc etc.
    3) Por ter uma ergonomia tipo pisa papéis não muito prático usar a caneta sobre a mesa de uma reunião por exemplo. Por outro lado é demasiado pequeno para porventura usar na sala de aula (falta-lhe o tamanho A4 real).

    "E no global é um bocado uma solução para problemas que ninguém tem" ... efectivamente esta é a questão chave. Nos dias de hoje concordo que resolve problemas de muito mas muito pouca gente, no futuro não sei. Por outro lado não tem o coolness de um iPhone que promova a sua utilização.

    Trance
    PS: A verdade é que toda a técnologia tem futuro de uma forma ou de outra. Porventura veremos conceitos tipo iPhone dominarem este sector, mais do que o Vista em todos lado, ou mesmo o Vista adaptar-se a novos conceitos integrando gestos e aplicações mais viradas para o UMPC. Penso no entanto que 800 Euros por uma coisa deste género uma pechincha.
     
    Última edição: 25 de Outubro de 2007
  6. lusoWOLF

    lusoWOLF Power Member

    ....

    eu penso que virão a ter futuro

    a uns tempos atras a apple fez uma tablet protótipo, foram reproduzidas 10 mas a apple viu que não era a altura delas e desistiu até que ainda hoje não tem nenhuma na sua gama oficial.

    a tablet nestes dias, não para todos mas, para os que movem a economia mundial são a alma do negócio, afirmam alguns.

    os UMPC são algo que será muito usual no futuro, quando estes serão chamados de os pc's que temos agora e na altura em que os UMPC's atingirem esse nome os PC's serão algo mais a frente

    o projecto origami cabe bem na ideia e lógica do bill gates, pois é dos únicos, se não o único que a casa é toda computarisada, até o mordomo é um robo.

    para mim não nesta altura mas num futuro próximo os UMPC serão muito mas muito ''futurosos''


    é parecido(no meu ver) como o carro electrico, ja existe a muitos anos, ja a tantos como os de explosão mas os de explosão eram muis economicos e coisa e tal, mas hoje em dia os carros electricos fazem parte da vida de muitas pessoas(não em portugal claro, mas no canada e na américa ja se contam bastantes, o mais popular o da tesla motors que para mim em design papa muitos dos carros de luxo a gasolina de hoje!!! 100%electrico; 0-100 em menos de 4 segundos; 245milhas por carga; menos de 2dollas por milha)
     
    Última edição: 25 de Outubro de 2007
  7. petersaints

    petersaints Power Member

    Na sua configuração actual não terão sucesso... claro que o conceito pode evoluir e ai falaremos de novo. É como perguntarem há 20 anos se os telemóveis iriam ter sucesso? A resposta era NÃO que aquilo eram malas com antenas :P
     
  8. Favas

    Favas Power Member

    Eu estive a ponderar comprar este Asus R2H, até encontrar o já discontinuado TC1100 (my sign) num leilao no ebay.

    Gosto do R2H porque é um autentico computador pessoal minúsculo, até acaba por ter mais coisas que muitos PC, como por exemplo, camera, microfone, gps, bluetooth, wifi.

    Os pontos fracos são: a bateria, e espessura do bixo, resolução do ecrãn.
    A bateria limita o aparelho a 2 ou 3h de uso, consoante a utilização, e para um PC de bolso exige-se no minimo 5-6h.
    Quanto à espessura, pode parecer picuinhas, mas foi o que me fez dicidir adquirir o TC1100 em vez do R2H, a minha intenção era arranjar um computador realmente portatil que andasse comigo para todo o lado, o R2H adequa-se embora os 1.3" de espessura contra os 0.8" do TC1100, o TC1100 é maior (do tamanho de uma folha A4, o que é ideal para arrumação) por vezes é por meia polegada que torna um gadget touch pleasured num trambolho.
    A resolução do ecrãn é outra 800x480 e é muito pouco, o problema não é do tamanho do pixel, pois este é super pequeno e a imagem é bastante boa, o problema está no software/páginas/jogos actuais não estar de forma alguma optimizado para 800x480 wide, (480!) embora seja possivel virtualizar uma resolução de 1024x768, eu nao recomendo nada porque torna-se impossivel ler texto nestas condiçoes (corte de linhas de pixels).

    O R2H é um UMPC, o meu TC1100 é um Tablet PC, são conceitos diferentes, nao vejo futuro nos R2H's neste mundo, acredito sim em UMPC's de 9", 10", 11", pen based e com boa autonomia, e ultima instancia UMPC do tamanho de um telemovel (se for possivel).

    Eu recomendaria um R2H a um camionista ou algo do genero em que o seu escritório não fosse mais que o banco do pendura no carro, e viesse a casa 1x por mês para utilizar o GPS, camera e os 2 microfones deste aparelho.
    Cumps.
     
  9. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Obrigado pelas vossas opiniões.

    Para quem acha que o UMPC não é solução para nada, aqui vai um exemplo:
    A minha namorada andava-se sempre a queixar que os PCs da universidade dela estão constantemente ocupados com nerds que não largam aquilo por um segundo (não digo qual a fac porque muitos devem passar aqui o dia lol). E ela ter um portátil até tinha mas... Andar com 2,5Kg na mão o dia todo, de um lado para o outro??? Não era bem a coisa dela.
    O R2H, além de caber perfeitamente na mala dela (estou a falar das malas de senhora, não mochila de escola), tem desempenho suficiente para o que ela precisa, e não custou 2250€ como outros portáteis pequenos. Único contra que ela aponta ao R2H é não ter trazido um rato, porque quando o tem em cima de uma mesa não gosta de usar a Pen nem o Joystick. Por outro lado adora escrever no MSN e adora navegar na net enquanto está deitada no sofá a ver um filme.

    Ou seja, é mais pequeno e barato que um notebook, mas é mais potente e capaz que um telemóvel/PDA/Smartphone.

    No entanto, quem disse que os UMPC têm que resolver os problemas de alguém? Grande parte da tecnologia não resolve problemas, simplesmente trás comodismos.
    Eu tenho telemóvel com 3G e videochamada, antes sabia usar uma cabine da PT e fazer chamadas a pagar no destinatário.
    Eu tenho rádio com MP3 no carro, antes tinha K7 e não deixava de ouvir música.
    Eu tenho auscultadores wireless, antes só tinha 4m para passear mas o som até era melhor.
    Eu queria ter um descapotável com bancos aquecidos, massagens, vidros anti-UV, cruise control com radar, AC automático e não deixo de ir a todo o lado com o que tenho agora.
    E por aí fora...

    Programas para tablet? Sim, são escassos. E reconhecimento de escrita só funciona em inglês. Mas já usaram o Windows Journal, ou o MSN em modo de escrita manual? É uma experiência muito agradável, mas lá está, aí o A4 e umas boas horas de bateria realmente davam jeito.
    Depois é claro, o tablet tem imensas vantagens que o UMPC não tem, assim como também tem o tamanho, preço e falta de algumas funções como contra.
    Conceitos diferentes, funções diferentes, vantagens diferentes.

    Quem for um freak por desempenho posso adiantar que já houve malta a conseguir instalar 2Gb+ de RAM e processadores Pentium M 1.3 (penso que é este) no R2H. É obvio que tiveram que comprar a bateria de alta capacidade, com a qual o UMPC passa a ter mais cerca de 5mm de espessura.

    Assim por alto, lembro-me que a Samsung também já lançou o seu UMPC em alguns paises, e penso ser mais fino que o R2H. Também existem outras marcas mas cada uma com os seus defeitos, dos quais nem a Asus nem a Samsung estão isentas.

    Não me vou prolongar mais... Venham mais opiniões. ;)
     
    Última edição: 25 de Outubro de 2007

Partilhar esta Página