1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

[UPDATE] Benchs do Yonah no Anand. Take II

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por Metro, 30 de Novembro de 2005. (Respostas: 38; Visualizações: 2408)

  1. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Última edição: 20 de Dezembro de 2005
  2. timber

    timber Zwame Advisor

    O Yonah 2.0 bate-se bastante bem com o A64 X2 3800+ (o de 2.0 Ghz) apesar de não o ultrapassar
    E é suposto ser um processador móvel e nem tem controlador de memória (bem este 2º ponto na prática não tem lá muito interesse... um gajo compra o que há. Não tem ... tivesse)
    Isto promete pro Conroe e Merom
     
  3. Punkas

    Punkas I fold therefore I AM

    e o preço do yonah comparado com o 3800+ X2? Boards caras, sem muitas features (caso dothan)...não me parece ser uma solução inteligente..
     
  4. timber

    timber Zwame Advisor

    O Dothan não é, nem nunca foi lançado como deve ser como um processador desktop por isso é natural que as boards sejam duvidosas seja no preço, nas features ou o que for. O Yonah não deve ser muito diferente.
    Preços sei lá depois logo se vê.
    O facto é que a intel produziu um processador competitivo clock por clock com o X2 e que ainda assim é consome menos em full que o X2 em idle. Também é natural, é um processador móvel. Se a intel apostasse no futuro na integração do controlador de memória isto podia dar uma volta...
     
  5. kanguru

    kanguru [email protected] Member

    Yonah na é pa portateis? é que 95w/idle e 109/full não é um bocado pesado? Pronto eu sei que quem usa isto é quem precisa mesmo e possivelmente usa num "transportavel" mas parece-me mt elevado.

    Ja noutra thread aqui do forum achavam 50w mt alto... quanto mais 100 :S
    http://www.techzonept.com/showthread.php?t=73734
     
  6. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

    o q mais gostei no yonah é o aumento mt pouco significativo de consumo kuando está em load... agora kero é ver portateis a funcar com o menor step pra ver as autonomias.... :cool:
     
  7. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex


    o consumo q ta la é pra todo o sistema....e nao so do processador :rolleyes:

    se bem q o meu portatil consome menos de 65w... (dothan com 9700m)
     
  8. kanguru

    kanguru [email protected] Member

    Ah ok. Pensei que fosse so o cpu. Vamos la ver quanto de autonomia aquilo dá. Não deve ser famoso mas aceitavel :)
     
  9. blastarr

    blastarr Power Member

    Apesar de tudo, os Athlon64 X2 aínda suportam o modo AMD64...
    O verdadeiro concorrente dos Yonah será o Turion64 dual-core (e tb DDR-2 Dual-Channel), que será introduzido daqui por poucos meses.
     
    Última edição: 30 de Novembro de 2005
  10. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

  11. blastarr

    blastarr Power Member

  12. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member


    Sim. Mas...

    Este quote ficou a dar voltas na minha cabeça. A menos que as DDR2 venham dar um boost à AMD a Intel no próximo ano vai ter produtos à altura. Para mim só quero ter mais poder mais barato. Se for AMD comprarei AMD se for Intel comprarei Intel. Mas está com muito bom aspecto este Yonah sem duvida.
     
  13. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Ja tive a observar o socket M2 e axo que vem ai grande power da AMD :D

    So ao olhar para aquele fsb muito mais alto agora...... com controlador de memoria "on die" e juntando isto a inovaçao que a AMD sempre teve em todos as suas geraçoes....

    Outra coisa é o juntar da ATI á guerra nos ***** com a Nvidia e tendo a Nvidia adquirido a ULi.
    Ou muito me engano, ou o socket M2 vai ter as melhores motherboards que ja existiram para AMD. Quer a nivel de establidade, quer features, quer overclock, pq desta vez nao ta a Nforce a concorrer sozinha mas tem sim um rival á altura ;)
    O RD580 com a SB600 contra as Nvidia Nforce com update by ULi..... vamos ter uma guerra nos ***** igual as das graficas :D (que digamos que é muito bom a nivel de consumidor)
     
  14. blastarr

    blastarr Power Member

    Calma com as profetizações, que até a toda poderosa Intel borrou a pintura mais do que uma vez com os seus chipsets (i820, i845).

    Sim, a base do "FSB" dos AMD64 vai aumentar de 200 para 333mhz, mas é preciso recordar que a vantagem do controlador de memória on-die são as baixas latências, algo que não é apanágio das DDR-2 e DDR-3, embora as altas velocidades "em bruto" tenham vindo a fechar a gap e a dar alguma vantagem nos Intel P4 e Pentium M.

    E o processo de fabrico a 90nm da AMD aínda tem muito por onde progredir, em termos de consumo de energia e yelds gerais (vejam os Turion MT-xx).
     
  15. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    fiquei um bocadão desiludido com os consumos em idle.
    "desligando" um core, mais o speedstep, deviam dar resultados melhores.

    a nivel de performance parece-me competitivo. os pipelines deste cpu e do athlon64 têm 2 estagios de diferença (12 para o a64, e 14 para o yonah [e merom, ja agora]), e mais uma vez acho que aqui reside a resposta à questão do desempenho por clock ser semelhante.

    mas eu li o artigo muito na diagonal... possivelmente no que diz respeito ao consumo não estou suficientemente elucidado.
     
  16. blastarr

    blastarr Power Member

    Estás equivocado.
    O Yonah aínda não pertence à família Merom/Conroe, é antes uma variante ligeiramente modificada do Dothan, com dual-core, FPU melhorada, e fabricado a 65nm.
    Os pipelines situam-se provavelmente aínda entre 10 e 12, mas não 14.
    Aliás, a única coisa que este tem em comum com o futuro Merom é o novo chipset e socket layout ("Napa"):
    [​IMG]
    Notem que o Yonah (direita) tem o mesmo número de pins do Dothan (esquerda), mas a configuração física no canto inferior direito torna impossível usar os Yonah em chipsets para Dothan, e vice-versa.
    Isto foi provavelmente para evitar confusões de clientes que compraram Pentium D's e descobriram que não funcionavam em chipsets i915 e i925, apesar do socket parecer igual.
    Quando os punham a trabalhar, só um core estava activo e era reconhecido.


    Conroe/Merom is a whole new ball-game.
     
  17. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    estou equivocado em relação ao pipeline, ou em relação ao consumo? ou os dois? :P

    este cpu "desliga" um core, em idle, não é?

    o que eu pretendia dizer em relação ao pipeline, era que tinha um nº de estagios relativamente proximos ao do athlon64. especialmente tendo em conta o nº brutal de estagios do p4 prescott, por exemplo.
    pequei pela exatidão, mas acho que passei a minha ideia :P
     
    Última edição: 20 de Dezembro de 2005
  18. blastarr

    blastarr Power Member

    Pipelines.
    Os A64 também possuem 12 stages, mas os Athlon XP, Pentium 3 e Pentium M mantêm-se nos 10.
    Por comparação, os P4 variam entre 20 e 31 stages...


    O consumo, espera-se que seja inferior em situações de utilização mais comuns, mas com dois cores e mais cache L2, é uma incógnita.
    Já se viu na anterior geração, que a simples passagem de DDR-1 e AGP8x dos Banias e primeiros Dothan, para DDR-2 e PCI-Express x16 (só Dothan) fez disparar o consumo energético, apesar da redução de 130nm para 90nm.
     
  19. RuFuS

    RuFuS Power Member

    :wow:

    O yonah é socket 478!!! 8o

    Querem ver que ainda saiem boards pra isto? :002:

    edit: a configuração é que é diferente! :D
     
  20. [knap]

    [knap] Power Member

    O Yonah pode ser muito bom mas o Turion64 tem uma coisa que este nunca vai ter, instruções 64bits.
     

Partilhar esta Página