1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Upgrade da gráfica.

Discussão em 'Dúvidas e Suporte Técnico PC' iniciada por egotrip, 17 de Maio de 2009. (Respostas: 4; Visualizações: 466)

  1. :009:A minha máquina está com 2 anos e pico e foi configurada a pensar no vista e o único upgrade que me parece ser razoável fazer agora será o da Gráfica. Escusado será dizer que do processador já não posso tirar mais sumo, uma vez, que estou limitado pelo board a nível de OC. A placa actual é a NVIDIA GeForce 8600 GT (512 MB) e apesar de não estar descontente, tendo em atenção a qualidade/preço, parece-me que é o "elo" mais fraco de todo o sistema (ver ao lado). Ando meio obcecado com a ideia de compar uma Asus Radeon HD4870 512Mb PCIE2.0/DDR5. A minha dúvida é que será que a rodar jogos mais pesados (Crysis), vou sentir falta de um processador melhor e comprometer o desempenho da gráfica?
    Tendo em conta estes factores que gráfica me sugeriam?

    http://pt.asus.com/products.aspx?l1=2&l2=8&l3=726&l4=0&model=2624&modelmenu=1

    :009:
     
  2. Judas

    Judas Moderador
    Staff Member

    No teu caso, o cpu vai ser sempre o bootleneck para qualquer grafica acima de uma 8800gt/9800/gt250 ou uma 4850.
    Ou seja, mesmo que ponhas uma 4870, pouca diferença vai ser para a 4850.

    No teu caso, talvez a melhor escolha seja a 4770.
     
  3. WindWalker

    WindWalker Power Member

    Eu lembro-me que, com uma HD3870, a diferença no Crysis com um E4300 a 1.8GHz e a 3.0GHz era abismal. A 1.8GHz era impossível jogar.

    Como a HD4770 é - bastante - superior à HD3870, diria que até mesmo essa é capaz de ficar limitada pelo CPU, ainda que a 2.4GHz (também vai depender da aplicação/jogo em causa, claro!)
     
  4. cmrosado

    cmrosado Power Member

    O CPU e a fonte.
    Mais um voto para a 4770.
     
  5. TechAddicted

    TechAddicted To fold or to FOLD?

    A HD4770 é uma boa opção, mas acho que o processador também tinha de ser melhor para se sentir o potencial da gráfica.
     

Partilhar esta Página