1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Upgrades nos iMAC

Discussão em 'Apple Geral' iniciada por Aule, 24 de Dezembro de 2006. (Respostas: 17; Visualizações: 1096)

  1. Boas ppl.

    Sou novo por aqui. Não sei se este assunto já foi abordado por aqui, mas depois de várias search's não consegui encontrar nenhum topic que responde-se à minha duvida.

    Estou a pensar adquirir um novo desktop, e depois de muito investigar estou decidido em largar o PC e adquirir um iMac.

    Mas há uma coisa que me preocupa e para a qual não consigo encontrar resposta na net. Algo que gosto de fazer frequentemente é fazer upgrades ao hardware do meu PC. Mais memória, uma placa gráfica nova etc.

    Nos meus Desktop PC nunca tive problema com isso. Agora o que eu gostava de saber era se nos iMAC este tipo de upgrades também são fáceis de se fazer.

    É possível (e já agora rentável) ir-se fazer upgrades à memória, à grafica etc no MAC.

    Obrigado desde já pela ajuda, e um Bom Natal a todos.

    Cumprimentos
    Aulë
     
  2. abuso

    abuso Power Member

    o iMac não é a máquina ideal para fazer upgrades frequentes, com excepção da memória RAM. De facto o iMac é mais parecido com um portátil no que toca a upgrades, inclusivé o disco rigido é mais dificil (não impossivel) que num portátil.
    A própria Apple só deixa fazeres upgrade, sem perderes a garantia, à RAM (excepto se for a própria Apple).
    Se queres um Apple mais "upgradável" terás de ir para os Mac Pro's.
    Como nota deixo: com uma máquina Apple, se não tiveres sem a olhar para os Ghz, Gb's e afins, não sentirás necessidade de fazer upgrades tão frequentes como num PC com o "Micro$hit".
     
  3. Sirikazy

    Sirikazy Power Member

    Se os computadores montados pela mac tem algo de inconveniente é nessa questão.

    No Imac apenas podes alterar o disco e memória porque o conceito destes computadores de secretaria é assim mesmo. Outros de vários fabricantes se passa o mesmo. Alias ate o próprio TFT não se separa dos componentes o que não te permite ligar outro computador ao tft do imac/outros.

    Na linha PowerMac/MacPro já tens a liberdade de mudar gráfica, memória, disco, e CPU. No entanto na minha opinião não é recomendado por ficar muito caro. Se no disco e memória não encontras problemas no preço, no CPU podes fazer mas apenas no PowerMac. Nas gráficas encontrar uma que seja compatível é sempre complicado e o preço que pedem da para compra uma normal 2 ou 3 superior. Se o caso for trabalhar com som, nesse caso não tens problemas porque as melhores são sempre as externas.

    Se tiveres a pensar em fazer upgrade atrás de upgrade então não compres um Mac.
    Mas por outro lado nas questões de estabilidade do SO vem também dai, do fato de ser uma arquitetura fechada em poucos componentes.
     
    Última edição: 24 de Dezembro de 2006
  4. Ricardo.RPL

    Ricardo.RPL Power Member

    Um iMac corresponde, em termos de possibilidades para upgrade de hardware, a um portátil. Basta olhar para essa maravilha da tecnologia para constatar que é preciso dissecá-la para mudar o que quer que seja (a desvantagem de tão bela e útil máquina). Os únicos updates que se podem fazer na boa são os da RAM (e, se não me engano, do disco duro, nos 20" e 24" da nova gama Core 2 Duo).
    Se dás muita importência a upgrades, escolhe antes o Mac Pro, que é a maior bomba que há por aí. Aquilo permite biliões de combinações diferentes mas, com tanta potência que aquilo tem, nem te vais dar ao trabalho de melhorar o que quer que seja :D.
     
  5. bruno_eg

    bruno_eg Banido

    Pois, realmente a Apple especializou-se num certo tipo de tecnologias para portateis, se olhar-mos para: iMac, MacMini, Macbook (Pro) tem todos a mesma base. Só o MacPro é que foje a essa linha. E isso é a única coisa que faz-me não comprar um mac desktop para a casa. A não ser um MacMini para por na sala :)
    Por isso quem quizer flexibilidade num PC, não olhe para os Macs. Não estou a jugar a Apple por causa disso, é uma opção como qualquer outra.
     
  6. johncool

    johncool Power Member

    Podes trocar de CPU no MacPro, tal como o podias fazer no PowerMac. E aliás, é bem mais difícil fazê-lo no PowerMac do que no MacPro.

    De qualquer forma, em qualquer caso essa operação implica a perda de garantia em ambos os casos.
     
  7. blastarr

    blastarr Power Member

    "Biliões" de configurações diferentes num Mac Pro ?
    Também não exageremos.

    Por exemplo, quantos modelos (e marcas) de placas gráficas é que lhe podes montar ?
    Ou de memórias RAM (FB-DIMM DDR2) ?
    Pois...
     
  8. bafitor

    bafitor Power Member

    Segundo a Apple permite 4 milhões de configurações diferentes...


    :P :P :P :P
     
  9. Mitch

    Mitch Banido

    configurei agora um mac pro com as melhores specs: $18.173
    tá barato.
    os 16GB de ram custam $5.700
     
  10. blastarr

    blastarr Power Member

    Já cá faltava o evangelho segundo Jobs... :P
    E, mesmo com o Reality Distortion Field activado, não são Biliões, mas sim Milhões.
     
  11. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    O Mac Pro está ferido de morte por usar FB-DIMM.

    Falta á apple um desktop com Conroe e DDR 2 normal.

    Os iMac têm o inconveniente já aqui referido.
     
  12. Ricardo.RPL

    Ricardo.RPL Power Member

    Ah... OK, fiz aí uma confusão qualquer :P...
    Mesmo assim, sempre são mais do que as do meu iMac, que são... (fazendo contas de cabeça)... 4!
     
  13. bsod

    bsod Power Member

    Não te esqueças das expansões externas!
    O mercado Apple desde 1998 que está cheio delas... acabou-se com a expansibilidade interna com o iMac.
     
  14. JPCarvalhinho

    JPCarvalhinho Colaborador
    Staff Member

    A meu ver podemos esperar sentados por este... O seu lançamento canibalizaria de tal forma o mac Pro que essa plataforma deixaria de ser viável, excepto se fosse numa caixa fechada com pouca expansibilidade como por exemplo num... CUBE.... :) É que neste caso a opção por este tipo de memória mais cara e mais rara mata completamente a desejabilidade de um mac pro para se ter uma estação de trabalho em casa um pouco mais puxada que um imac... (quase que me atrevo a comparar com os P3 ou p4 que necessitavam de memória Rambus que depois não trazia vantagem nenhuma visível)


     
  15. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Mais uma vez de acordo contigo.
    O problema é não dar para perceber como é que a apple não usa o melhor CPU que ainda ai na actualidade no que respeita a preço performance.
    Como mantem teimosamente os Mac mini com Core Duo e não muda para Core 2 Duo.
    Andei estes dias seriamente a pensar em comprar um Mac mas não gostando de ter o PC colado ao ecrã, o MacBook Pro está muito caro (mas tema vantagerm de ter apenas um dimm ocupado) e o MacBook preto muito inflacionado (Meter 2GB RAM são mais 300€... O branco não gosto mesmo nada dele. Um Mac Pro com DDR2 seria uma excelente adição quanto a mim ao mundo Mac.

    E sim, entretanto já tive oportunidade de brincar com o OS X e gostei da experiência. Mais do que gostaria de ter gostado :D
     
  16. bruno_eg

    bruno_eg Banido

    Mas pelos vistos é um tendência que não é apenas da Apple (claro que uns mais do que outros). Exceptuando as marcas brancas, empresas como HP vendem o seus desktops com a ideia de um "produto fechado". E se antigamente os portáteis eram feitos com peças de desktop adaptadas, por exemplo os processadores, a tendência talvez seja a inversão: Os desktops terem peças adaptadas dos portáteis: iMac e MacMini.
    Eu gosto muito da expansibilidade de um desktop, custa-me ter que comprar um PC complectamente novo por cada upgrade que faça.
     
  17. Sox

    Sox Power Member

    Com a Apple talvez, pois já sabemos que é uma marca que prima pela inovação e por fugir ao que é de comum. Agora no resto de mercado a tendência mantêm-se! A expansibilidade e os periféricos têm ganho força, os upgrades ficam cada vez mais baratos e isso faz com que o mercado se vire cada vez mais para esse lado e não para a compra de PCs completos, permitindo assim estar sempre a par do que de melhor se faz a nível de hardware sem ter que disponibilizar avultadas quantias de cada vez que se pretende continuar no topo da tecnologia informática.
     
  18. bruno_eg

    bruno_eg Banido

    Mas por exemplo: Uma das grandes qualidades que o meu AMD64 (do Desktop) têm é de origem no mundo dos portáteis, é a velocidade escalável da CPU e consequentemente das ventoinhas o que reflecte no barulho (pouco) e aquecimento (pouco) dele.
    Mas não acho que essa mudança seja agora, assim que a relação de vendas portáteis/desktops esteja completamente desbalanceada a favor dos portateis é bem capaz de acontecer como eu digo.
    Mas isso é offtopic a mais ... desculpem
     

Partilhar esta Página