1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Gráfica Virtualink Standard para VR

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por mick667, 17 de Julho de 2018. (Respostas: 9; Visualizações: 452)

  1. Última edição: 17 de Julho de 2018
  2. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

    Bem interessante apesar de ficar um pouco admirado como um cabo único type-c consegue levar tudo o necessário:

    HBR3 pode ir até 32.4 Gbps que é imenso...
     
  3. SilveRRIng

    SilveRRIng Power Member

    Isto era precisamente o que faltava para solidificar, massificar e elevar o VR para outro nível. Espero que outros "players" possam ir surgindo para diversificar a oferta e sem os problemas de compatibilidade que se via até aqui.
    Excelente noticia, principalmente para os consumidores.
     
  4. MEIA

    MEIA Power Member

    Pensei que já não se estivesse a pensar em cabos para VR.
    Há rumores dos grandes já estarem a trabalhar em headsets wireless e já temos uma companhia que lançou um dispositivo para os existentes não terem fio.
    Espero que se existir mais uma geração de headsets VR com cabo, que seja a última.
     
  5. SideWalker

    SideWalker Colaborador
    Staff Member

    Não vejo grande vantagem em wireless, sinceramente.
    Na prática vai toda a gente a acabar a usar isto sentado. E um mero cabito parece-me um bom preço a pagar por maior conforto (menor peso e volume) menos uma bateria, maior qualidade, menor latência e preços inferiores.

    O wireless terá o seu espaço, sem dúvida. Não vejo é que se torne o standard, muito menos a única solução.
     
  6. estrangeiro14

    estrangeiro14 I folded Myself

    O que estás a pensar é na ligação headset - box (caso do Vive) / gráfica e board (caso do Rift). Esta parte sim, já se quer evoluir para uma solução sem fios e é esperado um adaptador wirelesss da HTC até ao fim do ano (falava-se na altura do verão inicialmente). Fora o adaptador que já existe da DisplayLink e TPCast.

    No entanto, continuas a ter que ter uma ligação à gráfica. O sinal não passa magicamente da gráfica para o headset (ou box). É nesta parte que este novo standard vai recair.
    Se for feito como no Vive, podes ter uma box a ligar à gráfica apenas com 1 cabo e depois essa mesma box fazer transmissão do sinal para o headset e sensores por wireless.
    Mas como diz o SideWalker, também prefiro ter um cabo a ligar ao headset do que ter uma bateria a adicionar mais peso, possível desconforto, ter uma duração muito limitada.
     
  7. MEIA

    MEIA Power Member

    Para mim tem sido muito raro utilizar o meu Rift sentado, até acho que não faz muito sentido apesar de agora estar muito mais fácil de usar no Windows como monitor “normal”.
    Uma pessoa não estar preocupada em pisar/enrolar o cabo ou puxar e forçar as fixas e ganhar liberdade de movimentos, acho que compensa tudo o que o cabo oferece de melhor.

    Edit: se for para fazer directamente essa ligação, sim, é sempre menos um cabo.
    Facilmente se coloca uma boa bateria à cintura.

    Isto é o que dá ser um acérrimo defensor de um headset VR depois de já ter me assustado muitas vezes com o cabo, até já arrastei o PC
     
    Última edição: 20 de Julho de 2018
  8. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

    Err.. não percebo onde foste buscar isto lol.

    Tanto eu como 7 amigos meus com oculus ou vive só jogamos jogos com scale room VR. Não ter cabos é um sonho de todos nós mas ainda não há soluções que sejam satisfatórias.

    Soluções como o tpcast infelizmente reduzem o FOV (mais screen door effect), estabilidade duvidosa (open tpcast aparentemente resovle em parte o problema) e caro.
     
  9. SideWalker

    SideWalker Colaborador
    Staff Member

    Chama-lhe previsão, se quiseres. ;) Não digo que não possa estar muito errado, mas num futuro onde o VR pegue (em larga escala, isto é; que seja corriqueiro), não vejo o uso principal a ser dado por pessoal aos pulos num espaço desimpedido em casa.
    No post original não pus de parte casos em que o wireless possa dar jeito, se reparares. ;)
     
  10. Camões

    Camões Power Member

    Tal como a VR é actualmente só uso sentado e quase em exclusivo em simuladores automóveis. Por essa razão, preço, lag, velocidade de transmissão etc, estou muito mais interessado em ligação por cabo que wireless daí estar expectante com as vantagens que essas novas ligações e novas GPU's possam trazer. A prazo largo decerto os fios deixarão de fazer sentido mas também as estações fixas etc e outras limitações actuais.
     

Partilhar esta Página