1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Votação: Qual o melhor ambiente gráfico em Linux?

Discussão em 'Dúvidas e Suporte Técnico - GNU/Linux & *nix' iniciada por SuperMocho84, 8 de Abril de 2018. (Respostas: 9; Visualizações: 828)

?

Qual o melhor ambiente gráfico em Linux?

  1. Unity

    3,4%
  2. Gnome 3

    37,9%
  3. KDE

    10,3%
  4. XFCE

    24,1%
  5. LXDE

    0 vote(s)
    0,0%
  6. MATE

    13,8%
  7. Cinnamon

    10,3%
  8. Pantheon

    0 vote(s)
    0,0%
  9. Deepin

    0 vote(s)
    0,0%
  10. Outro

    0 vote(s)
    0,0%
  1. SuperMocho84

    SuperMocho84 Power Member

    Boa tarde.


    Sou utilizador Linux em algumas máquinas há alguns anos. Em relação às distros actualmente disponíveis, tenho muito bem definidas as minhas preferidas. Contudo, não consigo escolher um ambiente gráfico para usar de forma regular... estou sempre a "trocar".

    Isto levou-me a pensar qual será o ambiente gráfico mais utilizado em Linux a nível mundial... não faço a mínima ideia.

    Achei também interessante lançar uma votação aqui no fórum, para tentar perceber quais as preferências dos nossos membros.


    Sendo assim, qual a vossa interface gráfica de eleição em Linux e porquê?
     
  2. slblxs

    slblxs Power Member

    Deixa lá ser o primeiro a dar a minha opinião. Desde que entrei neste mundo, que agradeço ao pessoal da Canonical, por oferecer live cds. Recebi via ctt o kubuntu e o Ubuntu, com o saudoso gnome2. A partir daí foi o descobrir um novo mundo, ou seja diferente do windows. Depois de o Ubuntu passar para o gnome3, pesado, cheio de bugs, nada fácil de configurar. Parti á descoberta de outros ambientes de trabalho, kde pesado e parecido com o windows, lxde excelente para pcs com poucos recursos, openbox demasiado minimalista e mais trabalhoso para configurar. Então descobri o xfce, leve e para mim extremamente fácil de configurar e funciona. Entretanto tenho experimentado, cinnamon bugs e pesado, deepin bonito, mas pesado. Budgie não gostei, plasma 5 melhorou, mas gosto mais do gtk do que o qt/kde. Lxqt parecia que ia "matar" o lxde, mas para já ainda não convenceu.
    Actualmente os meus preferidos e os que tenho instalado cá por casa, leia-se pc xfce, portátil esposa xfce, portátil da filha xfce e no meu portátil atual Mate. Ou seja os meus dois preferidos;

    1º Xfce - Leve e extremamente facil de configurar e sem bugs. Contra actualmente o thunar.

    2º Mate - Aos poucos está a ficar mais facil de configurar e sem dúvida, a fazer lembrar o saudoso gnome2. A favor o caja, acho melhor do que o thunar, contra ainda não o considero tão fácil do que o xfce.
     
  3. Já agora deixo os meus 2c.

    Na minha experiência, que é curtinha, o saltitar de distros e ambientes gráficos é provocado não só por curiosidade mas porque no linux, ao contrário do que vêmos noutros ecossistemas, há variedade. E variedade de qualidade. E por isso torna-se difícil ficar muito preso a algo. Ao fim de muito saltitanço, a título pessoal prefiro os 2 DE que tenho neste momento:

    Unity 7 - Apesar do tanto que se falou e fala mal desde DE, é o que me sinto mais confortável, apesar de ter coisas que não gosto tanto. Acho que é um DE para utilizadores por excelência. Muito menos personalizável que outros, não é particularmente frugal nos recursos, e tem uma maneira de funcionar muito diferente de tudo o resto. Mas... a quem se adaptar, e não tiver particular interesse em muita personalização, é um DE pronto a funcionar após instalar, que é bom a saír do caminho e deixar o utilizador seguir à sua vida, mas com muita informação à mão (calendários, atalhos para muitas funções úteis, a dash pode dar muito jeito a encontrar ficheiros ou programas menos usados, o HUD é espectacular...)

    o XFCE. Muito leve, estável e personalizável. Faz-se tudo dele, e é excelente para máquinas mais antigas ou para máquinas recentes, pois deixa muito mais recursos disponíveis que outros DE's para se utilizar para o que for possível. E é de uma resposta rápida de utilização deliciosa.

    Mas o que não falta são outros ambientes de qualidade. E para o gosto de cada um. Por isso é que se torna tão pessoal a escolha do melhor.
     
  4. SuperMocho84

    SuperMocho84 Power Member

    No meu caso, apesar de saltar bastante entre ambientes gráficos, acredito que tenha passado mais tempo em XFCE, seguido de muito perto pelo KDE. Gosto de interfaces mais tradicionais.
     
  5. Arpeggio

    Arpeggio Power Member

    Uso XFCE e GNOME nos meus computadores. Votei XFCE pois é o que uso no trabalho. É muito simples, personalizável, leve, mas a razão da utilização deste ambiente gráfico na minha actividade profissional é a sua estabilidade. Não tenho tempo para erros nem preciso de eye candy. Preciso do trabalho feito, e o XFCE é o ambiente que vai ao encontro desta necessidade.

    Uso GNOME em casa por ser bonito e ter umas funções interessantes.
    MATE é fixe, mas está com um bug esquisito que já não me lembro em Debian Stretch, que é o que uso, então está de parte.
    KDE é bonito mas acho confuso.
    Os outros usei muito pouco para ter opinião formada.
     
  6. Por aqui tenho preferência pelo GNOME e XFCE.
     
  7. Minguno

    Minguno Power Member

    Neste momento uso o LXDE por preguiça já que o Linux mais personalizável a nível interface gráfica foi aquele que trazia um simples gestor de janelas ou seja não era um ambiente em sí - nomeadamente o Openbox . Esses tipos de escritório são sem sombra de dúvida os mais personalizáveis mas requerem muita configuração manual , daí a preguiça, o LXDE ao usar elementos do Openbox torna-se configurável em muitos aspectos mas já vem meio pré-configurado nomeadamente com o painel LX.

    Não existe assim mesmo um escritório tipo melhor que outro - depende dos gostos e na verdade cada um por sí pode ser muito bom e belo depende do usuário.
    Por exemplo eu meto o Gnome-pie no LXDE assim como configuro uma mensagem que se executa em Ascii a cada login , assim como configuro um conky para que brilhe quando o processador chega a 80 % de uso ... cada um configura como sabe e pode e vai descobrindo essa é a essência do bom escritório ora digam lá que este calculate não é sumamente belo →

    [youtube]
     
  8. INDRO

    INDRO Power Member

    Gnome for me seguido de xfce.

    O que mais odeio? KDE.
     
  9. Flinger

    Flinger Power Member

    Experimentei diversos nos ultimos tempos, e deixo aqui a minha experiência. Atenção que não são necessáriamente experiências com as últimas versões.

    Unity - Muito pesado e com alguns bugs.
    KDE - Muito pesado e com bastantes bugs.
    Gnome - Não achei muito intuitívo e prático, pelo menos para mim. Provavelmente algumas diferenças do debian em relação ao ubuntu ajudaram a formar esta opinião.
    Mate - tenho-o em uso no PC do trabalho e no de casa. Leve, rápido, e com um toque mais contemporâneo que outros "Light weight". Mas existem alguns pequenos "bugs" visuais que me têm estado a roer a paciência. Está a chegar a hora de experimentar outra coisa.
    XFCE - Achei-o um pouco simplista demais, demasiado velha guarda para mim.
    LXDE - Tive-o num eeepc e gostei, cumpria bem a função. Estou para experimentar a versão mais recente a ver se tem um toque um pouco mais moderno.

    Os restantes não usei, ou não usei o suficiente para ter uma opinião formada.
     
  10. SandStorm

    SandStorm Power Member

    Vou falar num que ainda não foi mencionado. O trinity (tde)
    É o que uso no netbook Asus eeepc 701
     

Partilhar esta Página