1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Web Design - opiniões sobre a área, requisitos e condições de trabalho

Discussão em 'Web Development' iniciada por aries23, 30 de Janeiro de 2015. (Respostas: 16; Visualizações: 1551)

  1. aries23

    aries23 Power Member

    Boas pessoal,

    Conheço alguém que está interessado em trabalhar nesta área, no entanto sou developer backend e por isso gostaria de colocar algumas questões a quem conhece melhor ou tem experiência na área:

    1. Faz muita diferença ter uma licenciatura (LEI, Multimédia ou Design)? Sei que para developers backend é quase um must cá em Portugal, no entanto para web designers é relevante? Encontrei anúncios que pedem isso, outros que não, no entanto queria ter uma melhor ideia do quão relevante é uma licenciatura. E se em vez da licenciatura uma pessoa tirar um curso como este na EDIT?
    2. Existe muita facilidade em arranjar trabalho? Como é que é geralmente? Contratos sem termo? Freelancing? Como é que costumam fazer? Quais são os tipos de empresas que contratam web designers?
    3. Como é que é em termos de salário? Qual a média para quem ainda não tem experiência? Ao longo dos anos consegue-se ganhar muito mais? Por exemplo um developer Java pode começar com 1000€ líquidos e chegar aos 1500€ líquidos após 5 anos. Para web designers como costuma ser?
    Se alguém da área poder responder a essas questões e acrescentar mais informação agradecia. :)
     
  2. Matabicho

    Matabicho Power Member

    1. Acho que se tiveres um bom portefólio e experiência não é um must mas é sempre bom ter obviamente.

    2. Não tenho muita experiência nisso, mas vou para 2 anos nesta profissão e freelancing bem que gostava de fazer mas aqui em Portugal é dificil arranjar (pelo menos nem sei onde começar) , acho que o normal será contrato de trabalho. Em termos de emprego, vê-se sempre algumas vagas , não tantas como pra programador.

    3.Falando por experiência própria novamente, penso que inicialmente deve andar abaixo dos 1000€ mas após algum tempo e com experiência e trabalho para mostrar se consegue chegar a algum semelhante a isso, depende da empresa ...
     
  3. Boa tarde a todos,
    Sou novo aqui. Estou a ponderar inscrever-me num curso na área de web design ou web development. Mas não tenho qualquer formação nas áreas. Estou inclinado para os cursos da Flag, no Porto.
    Web design - http://www.flag.pt/oferta/flagprofessional-web-mobile-designer-porto-pos-laboral-20151102/
    Web development - http://www.flag.pt/oferta/flagprofessional-web-mobile-developer-porto-manha-20151102/

    Gostava de saber opinião de malta entendida nas áreas em relação a estes cursos. Se abrangem aquilo que o mercado de trabalho pede, em termos de empregabilidade, se são in/completos, qual o peso deles do ponto de vista das empresas (para recrutamento), salários, e afins. São duas áreas que gosto bastante, mas acabei por me formar noutra área completamente diferente. Estou com 27 anos neste momento, e pretendo dar uma guinada na minha vida profissional enquanto é tempo.
    Abraços a todos !
     
  4. pmpv

    pmpv Power Member

    Eu fiz um review da Flag Lisboa, dá uma vista de olhos nos tópicos que iniciei
     
  5. Eu já tinha visto o tópico :) Mas só tem lá o feedback até abril (se não me engano). Precisava de saber opiniões sobre a área e se o curso é uma boa ferramenta para a entrada no mercado de trabalho
     
  6. ZarakiDS

    ZarakiDS Power Member

    Só em relação à questão da licenciatura eu penso que não é fundamental se tiveres um bom portfólio, no entanto em Portugal parece-me que se olha muito para a licenciatura como se isso fosse sinónimo de profissionalismo garantido.

    Por isso ao tirar a licenciatura, acho que a verdadeira vantagem é que possivelmente te garante mais facilidade em por exemplo, passares a lecionar numa escola.
    E o curso deve ser sempre melhor com estágio penso.
     
  7. Apenas fiz o 12 ano , nao que nao quisesse ir para a universidade, mas tambem nao foi uma coisa que me deitasse abaixo.
    Há 2 anos que programo e desenvolvo projetos por conta própria, eu e um colega.

    Cada um safa-se como pode, nao se pode é adormecer e ficar a espera da papinha feita.
     
  8. xilina

    xilina Banido

    esta a área tem uma cadeia engraçada...

    os freelancers prostituem-se e cobram pouco, nisto quando um cliente vai a uma empresa de webdesign quer pagar pouco porque os freelancers fazem mais barato e não pagam tantos impostos... sendo assim a empresa de webdesign paga pouco... e depois tem os sobrinhos que fazem webasites com temas e já são os profissionais em serviço... tem esta cadeira de desvalorização da area...
    Sinceramente nunca vi área que se desveloriza-se tanto como esta lol...

    Mas tem grandes exceções os realmente criativos, malta que percebe realmente da área esses sim fazem € :P

    as áreas que dá para aprender em casa tipo fazer sites e design são altamente desvalorizadas porque qualquer um aprende e depois existe muita concorrência...
    As áreas mais valorizadas são aquelas que se aprendem em local de trabalho...
     
    Última edição: 4 de Novembro de 2015
  9. Achei curioso, alguns pontos do seu raciocínio... Não sei quantos freelancer conhece, mas o que me parece desconhecer é o modelo de negócio. E já agora agradecia o esclarecimento em relação a esses impostos a menos que os freelancers não pagam. Quais são?
     
  10. xilina

    xilina Banido

    se um freelancer ja estiver a trabalhar em uma empresa, ja paga menos impostos...
     
  11. Desenvolva por
    favor.

    Sent from my Nexus 5 using Tapatalk
     
  12. dead_mouse

    dead_mouse Power Member

    Ele que se dedique tb a back ends. :biglaugh:
    A área é espetacular e por isso está sobrelotada.
    Como tudo, aplicar lei mais básica de mercado de oferta e procura.

    O portfolio é o mais importante. Os trabalhos/exercicios/concepçoes falam por si.
     
  13. xilina

    xilina Banido

    se trabalhares para outro ja nao fazes os mesmos descontos que trabalhares por conta propria....
     
  14. Vai aí uma grande confusão entre impostos (IRS, IRC, IVA) e taxas (TSU, por exemplo). Além disso, se não trabalha por conta própria não é um freelancer. Daí eu ter inicialmente escrito que provavelmente desconhecia o que é ser freelancer. Eu sou freelancer e não vejo onde pague menos impostos ou taxas que qualquer outra pequena empresa da área. As diferenças que existem focam-se sobretudo em custos de produção e margens de lucro menores.
     
  15. Addax

    Addax Power Member

    o que o @xilina está a querer dizer é que se uma pessoa trabalhar para uma empresa e ainda fizer uns trabalhos a recibos verdes paga menos impostos nos recibos verdes porque já faz alguns descontos na outra empresa
     
  16. Mas alguém que me demonstre isso com números num cenário simples se faz favor, eu não estou realmente a acompanhar o raciocínio.

    Sent from my Nexus 5 using Tapatalk
     
  17. jeton90

    jeton90 Power Member

    Penso que se já descontando para a segurança social na primeira empresa não tens que descontar.

    Pelo menos era assim quando eu fazia uns trabalhos fora da empresa e tinha que passar recibos verdes.
     

Partilhar esta Página