1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

[Wii] Sakura Taisen/Wars 5 Wii: So Long, My Love (S-RPG, Sega/Nippon Ichi)

Discussão em 'Nintendo' iniciada por I_Eat_All, 8 de Maio de 2009. (Respostas: 64; Visualizações: 7767)

  1. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    [​IMG]

    Sakura Wars 5 Wii: So Long, My Love é o 5º jogo "numerado" da Série Sakura Taisen/Wars. O franchise Sakura Wars teve origem na Sega Saturn por mão da Sega e Red Entertainment e desde aí popularizou-se no Japão, tornando-se um dos franchises mais populares, o que deu origem à sua aparição noutros formatos como Manga, Live Action e Anime, este ultimo em várias OAV's e um filme animado. A série usa character designs de Kosuke Fujishima, mangaka de Oh My Goddess! e You're Under Arrest mas provávelmente mais conhecido como o character design de Tales of Phantasia/Symphonia.

    A série é tão popular que na poll da semana passada da Famitsu que perguntava de qual franchise os leitores mais queria uma sequela Sakura Taisen veio em primeiro.

    O Sakura Taisen V teve 37/40 (10/10/9/8) na Famitsu.

    O jogo foi licenciado pela Nippon Ichi que servirá de editora e está a tratar da localização e foi desenvolvido pela Overworks (Skies of Arcadia, Valkyria Chronicles) com a supervisão da Red Entertainment e com a Idea Factory a tratar da localização e detalhes técnicos.

    Sinopse da Press Release:

    Imagens:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    Última edição pelo moderador: 12 de Dezembro de 2009
  2. Dazkarieh

    Dazkarieh To fold or to FOLD?

    Nunca joguei nenhum, mas conheço um gajo que não se cala com Sakura Wars...

    Mas isto é um port da PS2, certo?
     
  3. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    Fantástico! Veremos se esta franchise é tão boa como a pintam quando ela chegar cá por estas bandas. Está com um aspecto bonito e simples, então quando temos uma rapariga toda bonita nas imagens :D

    Para quem gosta da coisa, há o opening (versão PS2, 2006)
     
  4. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    Às vezes apanhamos tarados desses.
    Ceeeeeeeerto.

    Jogo de 2005 e ainda sem informação concreta sobre optimizações Wii (16:9/480p) na altura era tido como um jogo com muito bons gráficos para o hardware... if that counts. Sombras detalhadas para tudo e da Overworks, a ser bem feito não será algo insuportável para os olhos.

    Isto abre portas a três coisas (e a pressão que daí advém) no entanto... o facto de a Idea Factory ter uma pipeline de desenvolvimento Wii dá-lhes alguma experiência/confiança para quaisquer títulos que tenham em desenvolvimento (note-se que a idea factory é developer de s-rpg's e isto é um s-rpg) e que... Para a Sega pode fazer sentido a Wii ficar com os jogos Sakura Taisen esta geração, ao mesmo tempo que deixa a PS3 com o Valkyria Chronicles... por exemplo. E a ultima porta é a porta da localização... note-se que este é mesmo o primeiro Sakura Taisen a sair do Japão, o que trás a expectativa de um boom de popularidade com a promoção e qualidade devida e... espaço para trazer mais jogos.
    Eu bem que já estava a adivinhar... Falar de tarados numa thread de S-RPG's e o Eagle não estar cá, não sei porquê mas deu-me uma sensação de vazio... não sabia o que era até que vi o teu post e disse "AHA!".

    chegou a cavalaria... mecha.
     
  5. Voystice

    Voystice Power Member

    Já estou apaixonado!

    Adoro ruivas,... e alguém mencionou battlemechs? Me wants it! Babei-me com os Z.O.E. para a PS2!

    Cumps!

    \w/
     
  6. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    Gostas da Gemini Sunrise é? já te topei. (não és o único com fetiche por ruivas :p)
     
  7. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    Já sabes como é papa_tudo, se dizem que é das melhores sagas do género, segundo os entendidos por aí fora que falam sempre nesta, então tenho de verificar se realmente merece a fama que tem de ser "muito bom" :p Como não se conhece a fundo, diria que está aqui um começo para entrarmos na saga, sem contar com o facto de que entramos a "meio da coisa" e até pode ser o menos bom da saga mas... é o que irá vir em inglês portanto, temos de nos contentar.

    Se realmente houver uma adesão aceitável, pode ser que pensem nos restantes e que nós (fãs do género) comecemos a tomar o gosto se provar que é um óptimo jogo :)
     
  8. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    Feedback dos media...

    Retronauts: Jeremy Parish:

    Fonte: http://www.1up.com/do/blogEntry?bId=8988084&publicUserId=5379721

    har... har... :D


    The Grind: Sakura Wars Wii:

    Fonte: http://www.1up.com/do/blogEntry?bId=8988093&publicUserId=6000098

    Riding... sunrise? lol :-D (gemini sunrise is screwed)

    Fonte: http://wii.ign.com/articles/981/981259p1.html

    8 capitulos de 4 a 5 horas? 32 a 40 horas? :)


    Aqui têm... Muita leitura ;)
     
  9. Voystice

    Voystice Power Member

    Eu seja cão!...

    "But NISA is performing something akin to necromancy with this release."

    Whooooo,... spooky! :p

    "
    We can chalk up its resurrection as one of the weirder side benefits of the Wii's colossal success: the console has become a second chance for all manner of PS2 games that fell by the wayside. You thought Rygar was a strange choice for Wii, but it has nothing on Sakura Wars. "

    É este tipo de coisas que eu gosto de ler! Faz-me salivar à hipótese (altamente remota) de virmos a ter um Drakan III na Wii; já que a Sony está mais interessada em satisfazer jogadores "valentistas" do que em prosseguir com franchises realmente imersivas e que são verdadeiros "diamantes em bruto", prontinhos para serem "delapidados"! And to reap the profits!

    "Sakura Wars puts the story in the player's hands, as the player's interaction with the game dramatically influences the ending (there are six in all, all of them fully animated). As the player nurtures relationships between certain characters, their performance in battle will also improve and the strength of their combination attacks soars. This means that the game's social elements are closely tied to the battle system."

    É nestas alturas que eu acho que devo ter uma desordem psicológica a que ainda nem sequer deram o nome!...
    Quando penso que quando andava na escola, tentava impressionar as minhas colegas com os meus desenhos e que estes, por sua vez, eram influênciados pelo tipo de "resposta" sensorial que elas devolviam à minha pessoa,... começo a chegar à conclusão que talvez eu não esteja sozinho no mundo dos "inadaptados"! Quando elas me "davam com os pés", eu tinha tendência para fazer desenhos cada vez mais violentos; e quando elas me perguntavam "preocupadas" porque é que eu os fazia, dava-lhes a entender que precisava que elas me dessem motivos para desenhar "outro tipo de coisas"!

    Ahh! A juventude! Que bons velhos tempos!

    Venha o jogo! Quero voltar aos tempos da Escola Secundária! :lol:

    Cumps!

    \w/
     
    Última edição: 11 de Maio de 2009
  10. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    Fanboy answer: tinha de ser ;) Devia ser um nome sempre referido quando se trata de SRPGs :007:

    Pelos vistos este não é o jogo da saga mais popular, que façam um bom trabalho e não uma coisa às três pancadas. E que os utilizadores da Wii correspondam e o comprem caso lhes agrade, com tanta gente espero uma adesão aceitável e que não façam pensar os gajos que se deram ao trabalho (se trabalharem bem) de arrumar mais uma vez as portas para este jogo..

    Já não me lembrava que a Working Designs tinha tentado fazer alguma coisa com a saga no passado, lembro-me de ver várias vezes isso referido por fãs do género na altura.

    btw, um jogo SRPG com essas horas há uns anos era motivo de lhe baixar uns pontos. Como os tempos mudam. E sim, para mim é bastante aceitável desde que as 32h corresponda a fazer as coisas depressa e sem aprofundar muito.
     
  11. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    Pelo feedback limitado que tive da saga... não se trata de um jogo mau face aos outros Sakura Taisen (o Sakura Taisen 4 é considerado o pior da saga numerada) mas foi um jogo feito a pensar no mercado ocidental e como tal menos apelativo para os Japoneses.

    O jogo teve 37/40 na Famitsu na altura. É uma valente nota, especialmente se considerarmos que era um S-RPG. (e das 4 notas dadas... duas foram 10 de pastilhada)
    Working Designs nunca teve hipótese... É como a XSeed a oferecer-se para trazer o Tales of Destiny 2 para a América.

    A Sega por norma ainda hoje não licencia franchises seus a editoras externas. (nem consigo pensar em nenhum caso em que tal tenha sucedido. O que pode querer dizer algo de muito mau para este franchise... Como, A Sega achar que ele não tem valor comercial algum (o que mete em risco a Overworks fazer um Sakura Taisen 6 tão cedo)
    Tem 5 finais diferentes e mini-jogos e modos de dificuldade diferentes, suponho que equilibre (e não sei até que ponto só tem essa longevidade no primeiro playthrough)

    Mas sim.
     
  12. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    Sim eu li isso, no entanto já sabes como é a minha opinião nestas coisas. Ou se jogou a maioria, ou não posso dizer que considero o pior/melhor. Simplesmente foi o que me deu a entender pelo artigo.

    Quanto à Famitsu, eu, tu e muitos já colocámos as nossas opiniões, entre elas que só "review" não me diz nada até ao que a Famitsu dá grandes resultados quando também há $$$ portanto também não entrou por aí. Se a Famitsu deu, óptimo! Mas continuo a preferir (ainda mais) a opinião de jogadores quando se trata deste género em particular. Há muita coisa em jogo quando se fala de SRPGs :007:

    É uma pena o que dizes, para mim são decisões que no fim só tramam um grupo, os jogadores.

    Num SRPG o que define uma excelente carga horária? Replay Value será algo que contribui sim, mas isso depende da forma como é feito e até agora não sabemos como são esses mini-jogos e os finais, tudo muda ao longo do jogo ou é apenas umas falas aqui e ali e depois no fim há uma cena diferente de 10 minutos? Se for esse o caso não considero isso nada, há mais e melhor por onde pegar. Um exemplo rápido e desculpa por pressionar sempre nos mesmos, mas jogo um Fire Emblem ou Shining Force e o que me agrada sempre é a forma como se passa a história, as novas personagens e acções diferentes que vamos fazendo ao longo do jogo, dentro e fora das batalhas e aquele charme que faz com que um gajo repita o jogo vezes sem conta e nunca se cansa. Ainda há uns tempos comecei o PoR pela 4ª vez e na dificuldade Hard e rapidamente passei uma data de capitulos, e se não fosse a história e a jogabilidade (ataques/magias/uso de estratégia/simples/batalhas bonitas e bons cenários) por detrás, a dificuldade só por si não me dizia nada :p

    Ele que venha primeiro e aí veremos como será nesse departamento, esperando assim que seja mais do que habitual: vamos lá meter coisas extras só porque sim e porque podem dizer que nos esforçámos por meter mais umas horas :D
    Outra coisa que não referi é que prefiro mini sidequests ao longo do jogo e não colocar "extras" no fim que se sentem à parte da nossa progessão do jogo (exemplo: Batalhas extras do FE: PoR) e mais do género FE para o GBA ou um SF2 em que saíamos da rota para apanhar um item/personagem, tudo isto que, de alguma forma está um pouco relacionado com a história. Acredito que para melhorar o prazer da longevidade de um jogo deste género é preferível ir por outras bandas. No caso desta saga pelos vistos, seria pegar nas "raparigas" embora não seja isso que vá procurar em primeiro lugar.
     
  13. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    Tudo certo, mas... Cada episódio de Shining Force III não é mais pequeno que se fosse só um jogo sem estar dividido por volumes? E porque não ver o Sakura Taisen 5 como um episódio? :p

    E além disso não vale mais 20 horas de algo bom que 40 horas de algo secante? :) sim, estou a tentar relativizar a questão.

    Sinceramente não vejo Sakura Taisen a competir contra o epicismo de um Fire Emblem ou Shining Force... nem me parece que seja esse o ponto a começar pelo facto de nem Sakura Taisen se levar tão a sério a si próprio... é um S-RPG de gajas boas em mechas... feito pela Overworks. Lembro-me de te dizer como o Luminous Arc era um S-RPG mais leve e como eu até gostava disso... espero o mesmo deste mas melhor; ser melhor que um Fire Emblem nem se mete em questão, mas essa diferença torna-o mais acessivel (e no entanto estamos a falar de um jogo modesto a partir das mesmas fundações deste... este, com o gabarito da developer original, valores de produção mais altos e tudo mais deve ser bem superior)
    Sim, também gosto imenso do conceito de missões extra do fire emblem :)
    disfarça, disfarça. Quem não te conhecer que caia :p
     
  14. EagleEye

    EagleEye Colaborador
    Staff Member

    Por onde pegaste... vamos por parte :p O que mencionas tem muitos variáveis por trás, e sendo assim há outros jogos que também pode estar incluídos nesse prisma.

    Antes de tudo, considerar se podemos meter os outros Sakura Wars tudo na mesma história/jogo. Passa-se tudo no mesmo mês/ano/acontecimentos? Diferenças de épocas entre os jogos ou não? (anos?) - se é este o caso, então também incluia o FE: Radiant Dawn, que não é nada mais que algo passado 2 anos se não estou em erro (bastante pouco, não uma diferença de +1 década por exemplo)

    Em relação ao Shining, são 3 histórias/perspectivas de uma só, e mesmo que eu considere só um Cenário tal como é feito pela versão Inglesa, então é jogo para 45-50h. Tudo se passa na mesma Timeline, há diferenças de horas/dias (dos cenários) entre os mesmo e só no último cenário é que há o encerrar (parcial) da história, já que continua o que aconteceu nos cenários anteriores.

    Depois, os Sakura Wars andaram a sair todos de seguida? Ou foram feitos às pingas em que um ano sai um e só passado 1-2 anos sai outro? Se for assim não considero mesmo que faça parte de um "todo" até porque não me parece que tenha sido essa a intenção se há um intervalo de tempo tão largo, quando com o Shining Force 3 houve +/- 1 ano entre o 1º e o 3º. Mas lá está, memso eu vendo separado o jogo considero tempo bastante bom, e se queres fazer um bom lv up e explorar as coisas, é jogo para mais de 60h.

    *fanboy mode* essa de secante não será concerteza o do Shining Force 3, e mais um aparte (peço desculpa) é mais acessível que o FE. Se eu com 10 anos o passei sem problemas alguns, e a jogabilidade era bastante acessível (menus parcialmente com icones, último exemplo Golden Sun) :D

    Questões de acessibilidade só quando o jogo chegar, porque o que define tal coisa? Simples de compreender as lutas? Diálogos directo, jogo fluído e rápido em que não nos perdemos pelo meio? Fácil de entender no seu todo em que rapidamente entramos dentro do mesmo?

    Acho que ainda é cedo para fazer comparações desse tipo, a não ser que já alguém tenha tido experiência com os vários SRPGs mencionados. Nestes casos sou muito picuinhas, e o que é uma coisa para os Japoneses pode não ser para nós.

    Se tiveres aí informação da saga, reviews (inglês) ou uns vídeos que possam explicar a mesma mete aí, para dar a conhecer isto e aprendermos mais um pouco :)
     
  15. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    Não creio que possas fazer isso, mas em ultima analise podes dizer que são "episódios" do franchise, mas não estou informado a esse ponto, sempre fugi do anime como quem foge de polvora, e a dizer "UM DIA VOU JOGÁ-LOS, E ISSO? SPOILERZ AHOY". creio que todos os jogos se passam em 1920's no entanto.

    O meu ponto era dizer que assim como os episódios em questão não são julgados por terem menos longevidade, também se podia desculpar este de forma similar, para mais há mais jogos na série. Agora claro, eu pelo menos por vezes tenho dificuldades em dar full price por um jogo curto, um srpg mais curto não deixa de ser mais curto que um mais longo (wow profundo! :D) e cada um decidirá pelo seu critério se vale a pena ou não.

    Tu sabes e eu sei que um jogo não se mede a metro (mede-se em quilos! artbooks e peluches são bem vindos)
    Começaram na Saturn onde saiu o 1 e o 2, depois foram para a dreamcast onde saiu o 3 e o 4... e depois foram para a PS2 onde saiu o 5.

    Todos ao mesmo tempo não sairam :)

    mas SMT1 saiu na PS2 em forma de remake nem sei porque não começaram por trazer esse e o 3 (que tambem saiu na ps2)
    Por acessibilidade refiro-me especialmente ao balanceamento de dificuldade; Fire Emblem e Shining Force são hardcore nesse sentido e sempre vi sakura taisen como algo mais ligh-hearted. Para começar e como disse... Sakura Taisen claramente não se leva a si tão a sério.

    Vendo coisas como Luminous Arc, Thousand Arms e Riviera como exemplos de SRPG's que lhe seguem as pisadas... estamos a falar em todos esses casos de SRPG's mais leves.


    EDIT: Rosenqueen, Loja online da NISA promete pre-order goodies:

    Character Art:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    clicar para ver maior [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8]
     
  16. Dazkarieh

    Dazkarieh To fold or to FOLD?

    Goddies é good :D

    Neste há para todos os gostos dentro da normalidade. Loiras, morenas, ruivas, achinesadas... é o que se quiser :D
     
  17. Voystice

    Voystice Power Member


    Hmm.... foxy! :004:

    Há uns anitos atrás também andava com a panca de desenhar umas personagens de videojogos, e acabei por fazer uma versão a aguarela de uma personagem do Grandia II da Dramcast! (A Millenia, também era ruiva!)

    Tive pena de nunca ter chegado a fazer o mesmo para a Rynn do Drakan!...

    Gosto mesmo de ver estes artworks! Se um dia fosse trabalhar para a indústria dos videojogos era este tipo de coisas que eu gostaria de fazer! Personagens, cenários, concept art,...etc!

    Eu até fazia a pre-order; mas ainda nem sequer tenho uma Wii,... :confused:

    Cumps!

    \w/
     
  18. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    A Millenia era brutal, tão mas tão mas tão melhor que a Elena.

    Nunca é tarde. ;)

    Bom, isto infelizmente não foi alguém interino da sega que desenhou/fez, ou pelo menos não o character design primário... Foi o Fujishima, famoso pelo "Oh My Goddess" (serie de caca e sem fim) e pelos character designs de sakura taisen e Tales of Phantasia/Symphonia/Abyss.
    Bom, nós vamos comprar e estamos a hypar a versão Wii... Mas a nossa versão é uma adaptação de algo que veio da PS2, e que vai sair também na PS2 fora do Japão.

    Se não tiveres outra forma de ter acesso a ele, é sempre uma opção válida e suponho que os "brindes" sejam para ambas. Não tens de comprar uma Wii por este (ainda nem sabemos como os controlos vão ser adaptados) se comprares uma compra por outras razões/jogos exclusivos e feitos de raiz :)
     
  19. Voystice

    Voystice Power Member

    Já estou para comprar uma Wii faz dois anos, mas fica sempre para o próximo Natal/próximas Férias grandes; e entretanto acaba sempre por aparecer algo que lhe "passa" à frente...

    Cada vez fico mais curioso com estes jogos assim mais "underground"! E este Sakura Taisen está-me a deixar deveras curioso! Se realmente vier com adaptações específicas para os controlos da Wii, é característica a ter em conta!

    Cumps!

    \w/
     
  20. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

    Sakura Wars 5 vai ser multi-disc:

    Fonte: http://www.siliconera.com/2009/07/05/sakura-wars-so-long-my-love-sold-as-a-two-disc-box-set/

    O jogo não tinha espaço para dual audio porque enchia um dual layer inteiro, além de que provavelmente não foi programado à espera de dual audio track (videos em particular). Durante muito tempo especulou-se que o jogo não teria a faixa dupla, teria mais compressão ou que reduziriam o audio no jogo para caberem duas faixas. A solução não podia ser melhor. (que bestialidade... jogos dual layer são raros em plataformas SD... quanto mais dois discos deles)
     

Partilhar esta Página