1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Declaraçoes do senhor Chrishacker

Discussão em 'Nintendo' iniciada por hollyjoint, 8 de Março de 2007. (Respostas: 1; Visualizações: 525)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. hollyjoint

    hollyjoint Power Member

    passem os olhos por estas declarações do senhor Chris Hacker na Game Developers Conference 2007...e espante-se........

    “A Wii é um pedaço de m****!”

    A GDC estava a decorrer de forma muito pacífica, sem ofensas, ferroadas e frases pouco próprias. Ou seja, estava a ser um evento muito pouco next-gen. Claro que tudo mudou durante a palestra dada por Chris Hecker, um dos responsáveis pelo desenvolvimento do prometedor Spore.



    Durante a Burning Mad: Game Publishers Rant, o senhor tomou conta dos acontecimentos e começou por criticar a PS3 e a Xbox 360, máquinas que, segundo o senhor, dão mais ênfase aos gráficos do que à jogabilidade e mecânica.



    Esse foi o ponto de partida para o tópico da tal palestra, palestra esse intitulada “Medo do Planeta Wii”, com Hecker a perguntar se será a Wii a salvar-nos da obsessão pelos gráficos vinda da Microsoft e Sony. O que se seguiu foi impróprio para consumo...



    “Todos amam a Wii. “Meu Deus, a Wii, amamos tanto a Wii”... A Wii é um pedaço de m****!”, disse.



    Mas o senhor não se ficou por aqui. “Descobri o segredo da Wii. As consolas são fabricadas da seguinte maneira: agarram em duas GameCube e juntam-nas usando fita cola.”



    Sem palavras. Mas há mais...



    “Essa coisa não tem qualquer poder. Não estou a falar de gráficos e de mais polígonos. O que eu pretendo é utilizar o CPU para tornar as máquinas mais espertas, mais interessantes, mais automaticamente inteligentes. (...) E eu não consigo fazer isso com um pedaço de m**** de um PC sem capacidade.”



    Sem palavras – parte dois. Mas há mais...



    “A Nintendo está-se a c**** para os vídeojogos enquanto forma de arte.”



    Segundo Hecker, se dermos uso ao Google e fizermos uma busca por “art form”, a frase é encontrada 30 vezes na PlayStation.com, 13 na Xbox.com e 0 na Wii.com. “Na Nintendo.com é encontrada 7 vezes, metade do que é descoberto no site da consola norte-americana.”



    Continuando com a saga “forma de arte”, Hecker refere que Phil Harrison e Bill Gates estão a dar valor a jogos enquanto forma de expressão artística. O mesmo não pode ser dito da Nintendo.



    Aproveitando o balanço, dá como exemplo as palavras de Eiji Aonuma - criador de Twilight Princess -, que, segundo ele, disse: “Não sinto que os jogos tenham de ser necessariamente arte. Não há mal nenhum nisso. O nosso objectivo é desenvolver jogos que sejam divertidos.”



    Hecker responde... “Isto não é bom vindo de pessoas que lideram a indústria. Se vamos transformar os jogos na forma artística do século XXI, necessitamos de responsáveis que se preocupem mais do que apenas em fazer brinquedos divertidos.”



    Hecker termina na brincadeira, dizendo que irá tomar de assalto o palco onde decorrerá a palestra de Shigeru Miyamoto, fazendo depois algumas exigências à Nintendo.



    “Primeiro: Reconheçam, e desenvolvam, jogos sob o prisma de forma artística. Segundo: Desenvolvam consolas que não sejam uma m****.”
     
  2. I_Eat_All

    I_Eat_All Plasma Beam!

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página