1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Efeitos do Magalhaes e e-Escolas

Discussão em 'Novidades Portáteis' iniciada por Fric, 4 de Março de 2009. (Respostas: 13; Visualizações: 1087)

  1. Fric

    Fric Power Member

    Algum professor interessado em trocar umas bolas ou até mesmo escrever um artigo sobre o efeito do magalhaes e/ou do e-escolas no ensino nacional?

    Quais os reais efeitos do ponto de vista de um professor?

    E para os alunos, quais as reais vantagens? Será que o uso para a escola nestes casos é de apenas 10%?

    E as operadoras, será que são os que mais lucram com isto?



    Obrigado
     
  2. ctrl+alt+del

    ctrl+alt+del Power Member

    para as minhas aulas o efeito é zero. dar computadores aos alunos nao altera em nada o ensino. é mais uma ferramenta de que os alunos dispoem, os bons vao usar para pesquisar mais um pouco e passar trabalhos a limpo e experimentar uns jogos, os restantes alunos encontram finalmente a consola de jogos que esperavam.
     
  3. Haverá um efeito “magalhães” na actual geração de alunos?
    Ouso dizer que sim. Não me move qualquer paixão partidária, sem sequer simpatia ou antipatia por qualquer partido político.
    A aproximação de quase todas as crianças – do 1º ao 12º ano – terá sérias repercussões no futuro próximo destas crianças e jovens. Podemos quase ter a certeza de que nada voltará a ser como dantes. Quer para o bem, quer para o mau.
    Quem ainda se lembre do projecto Minerva, lembrar-se-á certamente da revolução que houve nas escolas com esta aproximação de tecnologias incipientes aos professores e alunos das escolas básicas e secundárias. Faziam-se filas para usar os pouquíssimos computadores que tinham vindo para as escolas e os professores de então (1986… ) começaram a perceber que estavam um pouco ultrapassados pelos alunos, tendo iniciado uma procura intensa de formação nesses novos meios.
    A chegada da internet às escolas foi um momento terrível para nós, os responsáveis, pois colegas professores e muitos pais iniciaram um movimento de apocalipse, prevendo que a internet seria o fim da civilização e da educação portuguesas. Os pais exigiam que os filhos fossem constantemente vigiados nesses momentos de acesso aos conteúdos da internet – e lembro que haveria, no máximo, 4 ou 5 pc’s com acesso à rede… (1990…).
    Mas, tudo isto é pré-história.
    O facto é que ninguém morreu, nem a civilização acabou por causa da internet. Uma boa parte dos pais das crianças nos infantários de hoje foram os alunos desses tempos de mudança e choque. Gente normal, no fundo.
    O ser humano tem uma capacidade fantástica de superação e de adaptação. Até se supera a si mesmo! O que é óptimo e feliz.
    O impacto nas actividades lectivas irá depender SEMPRE da capacidade que CADA professor tiver para integrar estas novas ferramentas no seu trabalho de desenvolvimento curricular. Nunca será por decreto que as coisas terão êxito ou fracasso.
    Se é bom os alunos terem pc’s? Sem sombra de dúvida. Eu tenho dezenas de alunos, todos os dias, a aceder à net, na escola, via wireless. Uso o moodle como plataforma de trabalho com a minha turma de Língua Portuguesa do 9ºano: disponibilização de conteúdos da disciplina (unidades didácticas), recursos didácticos de apoio, trabalhos de casa (marcação, entrega, correcção e avaliação), marcação de trabalhos individuais de pesquisa e outras formas de obrigar os alunos a considerar o pc como uma ferramenta e nunca como um fim em si mesmo.
    Não me preocupa minimamente o que eles fazem com o pc extra aulas. Eles têm que assumir o seu crescimento de forma responsável. Só assim serão cidadãos.
    Os mais novos?
    Tenho 2 netos com 7 anos. Ambos já usavam os meus pc’s antes do Magalhães. Hoje têm cada um o seu Magalhães. Usam-no para várias coisas… de acordo com a idade: jogos – claro! -, fotografias e vídeo. Divertem-se imenso. E aprendem imenso com essas brincadeiras.
    Não sejamos profetas da desgraça nem andemos eternamente à procura de génios. Deixemos que as coisas sigam o seu curso normal.
    Querem saber o que eu penso e faço?
    Se os pais educarem os seus filhos correctamente, nada no mundo lhes fará mal. Muito menos os pc’s.
    Sejamos normais.
     
    Última edição pelo moderador: 5 de Março de 2009
  4. kokruxt

    kokruxt Power Member

    Excelente post arcencio. Apesar de não ser professor, nem trabalhar na área da educação, devo dizer que partilho inteiramente a sua opinião. Parabéns
     
    Última edição: 5 de Março de 2009
  5. Raschmaninov

    Raschmaninov Power Member

    eu sou professor e digo-te. sinceramente enquanto nao tiverem todos acesso ao cpu nada vai poder mudar... e atao qd falamos do magalhaes estamos a falar de professores que na sua maioria estao "algo limitados" quanto à utilização das novas tecnologias.

    Os professores do ensino primario têm muitas dificuldades em mexer em computadores comparativamente aos do básico/secundario.

    O ensino nao se pode mudar. As metodologias vao mudando, e agr ha quadros interactivos aos pinotes e etc. Mas qd conseguirem meter na cabeça dos alunos que vao ter de levar mais um ou dois kg as costas todos os dias e TODOS tenham o poratatil aí falamos
     
  6. Fric

    Fric Power Member

    Muito obrigado pelas colaborações, posso dizer que são pontos de vista bastantes interessantes.

    Novas visões são bem vindas!

    Obrigado!
     
  7. eldiablo

    eldiablo Power Member

    Ora aí está, sinceramente isto para mim não tem nada a ver com tecnologia nem algo semelhante, tem a ver com bons negocios, onde a tecnologia o encobre!

    Sinceramente o dinheiro gasto pelo estado, construção do portatil foi atribuida sem concurso publico onde a empresa cresceu mais de 1000% (Terá sido ao acaso?), seria mais bem gasto em material escolar a nivel de ensino primário, os preços dos livros são um roubo para qualquer pai, eu penso e acredito que se tivessem investido em renovar todas ou pelo menos grande parte das bibliotecas das escolas do país com livros e computadores novos e acessos a internet, seria um melhor projecto do que este, onde poderiam desde cedo acrescentar um actividade extra curricular de informática gratuito e obrigatorio.
    É obvio que hoje em dia é, quase, fundamental mexer com um computador, mas mais ainda saber ler e escrever! E não é o computador que o vai fazer, mas sim bons manuais e boas condições para os professores o fazerem, ai seria um excelente investimento por parte do estado!
     
  8. RedHeart

    RedHeart Power Member


    O ideal seria levarem simplesmente esses 2kg. Migrar, a partir de um determinado nível de ensino (provavelmente já pós-Magalhães), do suporte papel para o suporte digital. Isso, sim, seria maravilha!
     
  9. rtxs

    rtxs Power Member

    totalmente de acordo
     
  10. Paradox000

    Paradox000 Power Member

    Ontem na RTP deram uma noticia sobre os PC's e os alunos. Focaram-se mais no aspecto que muitos usam a internet para fazer plagio dos trabalhos.

    Acho que a nivel de internet e e.escolas, esse sera o principal problema.
     
  11. Rseven

    Rseven Power Member

    Estava agora a ver Tv, o Magalhães tem um programa que contem vários erros.
    Pelos vistos a pessoa que fez a tradução do programa para português, é um emigrante que vive em França desde dos 10 anos, e só tem a 4ºclasse.
     
  12. RedHeart

    RedHeart Power Member

    Notícia aqui
    Uma verdadeira anedota, este programa!
     
  13. Underground909

    Underground909 Power Member

    Chiu, isso não se pode dizer.

    Pensem nas criancinhas, senhores... ;-)

    A responsabilidade é de quem decidiu incluir esse programa assim como está. Se é do Ministério da Educação ou da empresa que fabrica os computadores, não sei. Provavelmente nem o testou previamente. Ou pior, testou e achou que para o efeito pouca diferença faziam os erros que tinha.
     
  14. Raschmaninov

    Raschmaninov Power Member

    Concordo parcialmente hehhehe :p

    os correctores ortograficos têm feito milagres nos trabalhos dos alunos... e cada vez se dá mais erros nos testes com msg por tlm e messengers e companhia :p
     

Partilhar esta Página